[Resenha] Alma da Fera

Alma da Fera
Título Original: Ascendant (Killer Unicorns #2)
Autor(a): Diana Peterfreund
Editora: Galera Record         Páginas: 350
Lançamento: 2014               ISBN: 9788501098627
42692230 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Astrid Llewelyn é agora uma caçadora de unicórnios treinada. Mas não pode resolver todos os problemas com magia de alicórnio. Ou um montante ancestral. Mesmo um com uma curiosa inscrição em latim. O namorado deixou Roma para fazer faculdade em Nova York, o Claustro passa por sérias dificuldades financeiras, as habilidades de suas companheiras caçadoras estão desaparecendo sem explicação, e o sonho de se tornar uma cientista parece cada vez mais distante. Sem contar a Igreja, que finalmente resolveu se envolver com a Ordem da Leoa. Aliás, de uma maneira nada fashion: hábitos camuflados! Sério? Então, quando surge a oportunidade de abandonar a casa capitular e seguir para o interior da França para usar o intelecto na procura pelo mítico Remédio, ela embarca de cabeça. No quartel-general da Gordian Phamaceuticals, Astrid questiona todas as suas decisões. O amor por Giovanni, a lealdade ao Claustro e, acima de tudo, seu dever como caçadora. O mundo precisa ser salvo dos unicórnios? Ou são os unicórnios as verdadeiras vítimas?

Neste segundo livro da série A Ordem da Leoa, Diana Peterfreund nos leva ao encontro de uma protagonista bem diferente da do livro anterior. Astrid mudou. A carga de ser uma caçadora e de quase ter morrido, a tornou mais dura e sem ilusões, contudo mais do que nunca está perdida e sem saber qual caminho seguir. Ser caçadora? Voltar para escola e seguir o sonho de ser médica? Entender se os unicórnios precisam mesmo ser caçados ou protegidos? São tantos dilemas que ela caba deixando o Claustro e as outras caçadoras em busca de respostas e mais uma vez coloca sua vida em perigo na busca do que acredita ser certo.

O livro tem ação como o anterior, mas acaba seguindo por um lado mais reflexivo e de conflitos, Astrid debate todo o tempo com o que quer fazer  e o que precisa fazer, a garota está nos limites e a partida do namorado não ajudou muito, Giovanni era a pessoa que fazia com que ela lembrasse que por baixo da couraça de caçadora, ainda existia aquela menina sonhadora. Achei uma pena ele sair de cena, o romance que estava ficando quente esfriou e abriu espaço para a entrada de outro rapaz, o ex-namorado americano, mas mesmo assim não é o amor o cerne da questão, é mesmo o conceito de entender a verdade sobre os unicórnios.

Eu senti muito medo das criaturas depois de conhecer seu lado assassino, mas ainda havia algo ali que mostrava quem nem todos eram ruins, afinal nem tudo é cem por cento de algo, há um equilíbrio e a autora revelou que as bestas-feras podiam, sim, ser sensíveis e frágeis, até mesmo amigáveis, e este choque foi o limite para a sanidade de Astrid.

Eu gostei muito mais de Alma de Fera, não só por mostrar uma Astrid mais ousada, mas também por ser mais misterioso, não que o livro anterior não tenha seus segredos, mas neste aqui algo está mais pesado no ar e mais intrigante, a caça em si não é o foco, são as descobertas, o que está oculto nesta história milenar das caçadoras. O poder de Astrid se revela como um elo entre homens e fera, desconfiei todo o tempo que ela não fosse uma simples caçadora como as outras.

A narrativa em primeira pessoa, pela voz de Astrid, te aproxima da garota, mas eu não nego que adoraria saber o que se passa na cabeça das outras caçadoras, senti falta de uma conexão maior com os demais personagens, na verdade um spin-off da série, protagonizado por Cory ou Phil seria excelente, é um universo amplo que renderá muitas aventuras. Falando em Cory, uma certa questão sobre ela precisava ser melhor explicada, mais um motivo para os personagens secundários ganharem mais espaço.

Astrid na busca por seu lugar, enfrenta novos desafios e mais uma vez sofre um bocado, Peterfreund não tem dó de machucar sua mocinha, sofri junto com ela boa parte do tempo. Astrid não é aquela pessoa que toma a frente de tudo, mas é uma menina que tenta se sair bem, por seu esforço acabou ganhando meu respeito e carinho, ao final me deixou satisfeita com seu desempenho, ela é uma pessoa muito humana, com medos e incertezas como nós, queria muito que fosse feliz.

A Ordem da Leoa é uma série que consegue prender facilmente o leitor, devorei ambos os livros e me senti envolta num universo mitológico criativo e cheio de magia, a mudança da protagonista não me incomodou, foi uma grande evolução na minha opinião e que levou a trama para um outro patamar, mais pessoal e moral, se pararmos para pensar, certas questões levantadas por Astrid, não estão tão longe de nossa realidade, afinal tudo tem dois lados, existe um equilíbrio a ser mantido e nós precisamos enxergar a vida por um ângulo completo. Adorei!

"Havia dois lados de ser uma caçadora de unicórnios, dois dons que compunham nossa magia, e nenhum deles deveria ser mais importante que o outro.

Exterminar o selvagem unicórnio. Conhecer A Alma da Fera."




2leep.com

11 comentários:

  1. Me empolguei pra ler agora, por saber que nesse segundo livro temos mais mistério, e também pelo foco não ser o romance e sim entender a verdade sobre os unicórnios.
    Amei a resenha! Abraço, Cida!

    ResponderExcluir
  2. Verdade A Ordem da Leoa prende mesmo a gente, soube disso apenas lendo a resenha.

    ResponderExcluir
  3. oi Cida, fico contente em ver seu envolvimento com a história, mas eu mesma não tenho pique não
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que trilogia criativa! Já havia visto caçadores de monstros, vampiros e demais criaturas sobrenaturais, mas unicórnios é a primeira vez hihihi

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Não tenho vontade de iniciar essa série. A premissa dela não me atrai, sabe?
    Fico feliz que você tenha gostado até mais deste segundo livro, mas não tenho interesse mesmo na série.
    Adoro suas resenhas. Esta, como sempre, muito sucinta.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha, nunca tinha ouvido falar deste livro. Me interessei, vou até anotar na minha lista de livros para 2015. Unicornios, gostei, achei diferente, não fica naquela coisa de anjos, vampiros e etc.
    Beijos
    Larissa (http://laoliphant.com.br/)

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!

    Ja tinha lido resenhas dos livros desta saga, quero muito ler, achei a premissa muito diferente de tudo que já li! Adoro unicórnios, e ve-los de uma forma diferente como relatado por essa autora é muito legal. A personagem também parece ótima, e pelo visto ela evoluiu do primeiro ao segundo livro, um ponto positivo que considero bastante. Ambos os livros que você resenhou parecem realmente bons, só aumentou minha vontade de ler! Adorei as resenhas!! Fantasia da boa hahaha e está na lista de 2015! =D

    Beijo!!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia a série até um tempo. Mas comecei a ver resenhas pelos blogs. Vi que nele, tem bastante criaturas exóticas e também o mistério. Achei bem estranho essa coisa de caçar unicórnios? Mas enfim, é criativo. Os personagens parecem ter evoluídos conforme passou, e gostei disso. Por ser algo que pode prender facilmente, eu gostaria de conhecer esse livro, sendo de magias e com criaturas mitológicas.
    Abraços Cida,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  9. Oie Cida
    esse universo de unicórnios definitivamente não é minha praia, mas pela sua resenha eu senti que amaria a trama. Talvez seja por causa das qualidades da protagonista, e pela autora não ter dó nem piedade dela rs
    bjos
    www.mybooklit.com
    Feliz 2015 :)

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida!
    Adorei a resenha e fiquei bem instigada. Adoro esse tipo de livro de fantasia!
    E acho que nunca li nada tão diferente sobre unicórnios. Realmente criativo!
    Feliz Ano Novo!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  11. Eu nem comecei essa série, e agora eu me pergunto: "Por quê?"

    Adorei a resenha e pretendo mudar isso de não ter lido em 2015, rsrs.

    Bjks flor!!!! E Feliz ano novo!!!! ♥

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!