[Resenha] O Lírio Dourado

O Lírio Dourado
Título Original: The Golden Lily (Bloodlines #2)
Autor(a): Richelle Mead
Editora: Seguinte                 Páginas: 424
Lançamento: 2013               ISBN: 9788565765268

55038_gg ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Em sua última missão, a alquimista Sydney Sage foi enviada a um colégio interno na Califórnia para proteger a princesa Moroi Jill Dragomir, e assim evitar uma guerra civil entre os vampiros que certamente afetaria a humanidade. Porém, a convivência com Jill, Eddie e principalmente Adrian leva Sydney a perceber que talvez os Moroi não sejam criaturas tão terríveis assim - e ela passa a questionar os dogmas que lhe foram ensinados desde a infância. Tudo se torna ainda mais complicado quando Sydney descobre que talvez tenha a chave para evitar a transformação em Strigoi, vampiros malignos e imortais, mas esse poder mágico a assusta. Igualmente difícil é seu novo romance com Brayden, um cara bonito e inteligente que parece combinar com Sydney em todos os sentidos. Porém, por mais perfeito que ele seja, Sydney se sente atraída por outra pessoa - alguém proibido para ela. E quando um segredo chocante ameaça deixar o mundo dos vampiros em pedaços, a lealdade de Sydney será colocada mais uma vez à prova. Ela confiará nos alquimistas ou em seu coração?
Lírio Dourado é o segundo livro da série Bloodlines de Richelle Mead, publicada no Brasil pela Editora Seguinte. Comecei a ler a série com receio, pois por ser um spin-off de Academia de Vampiros, eu acreditava que poderia prejudicar minha leitura da outra série, mas depois da minha experiência com Laços de Sangue e o carinho enorme que tive pelo personagem Adrian Ivashkov, me rendi a Bloodlines e a Richelle Mead, finalmente li Academia , mergulhei em sua nova série Era de X  (resenha aqui) e estou em busca de qualquer outro livro dela publicado no Brasil, a autora é excelente e ganhou espaço garantido em minha estante. Ah! E não tira o prazer de ler AV.

Sidney Sage é a protagonista, ela faz parte de um grupo de pessoas conhecidos como alquimistas, que dedicam sua vida à esconder da humanidade a existência dos vampiros, eles agem como um órgão de controle, que vigia os imortais e tenta colocar limites em seus atos. Ambos os lados não sentem nenhum carinho uns pelos outros, mas toleram-se de forma diplomática, é mesmo uma relação política e cheia de regras e acordos.

Sage vive em uma linha tênue nesta relação, por mais que tenha sido criada para desprezar e repudiar os vampiros, com o passar do tempo e em especial depois de sua missão no primeiro livro, Laços de Sangue (resenha aqui), passou a sentir-se diferente em relação à eles e sua magia, o que antes era nojo ou mesmo medo, passou a ser amizade. E quem diria, até admiração. Sage percebeu que a maldade não está em um determinado tipo de espécie, mas sim na índole de cada indivíduo, seja ele humano, alquimista ou vampiro. A questão aqui é ter ou não caráter.

No livro anterior Sage recebeu a missão de tomar conta de Jill, uma vampira, nesta parceria alquimistas-vampiros, ela precisava provar que era digna de ser alquimista e que não simpatizava com vampiros, em meio a muitos mistérios saiu-se bem e ganhou status entre os seus, mas como eu citei anteriormente, seus sentimentos mudaram e este é o foco de Lírio Dourado, a confusão que vive Sidney Sage, na mente e principalmente no coração.

Sidney me irritou muito anteriormente com sua mania de perfeição e moralismo, mas no decorrer da leitura pude entender suas motivações e acabei torcendo pela garota, desta vez seu jeito certinho de ser veio de uma maneira muito hilária, fazendo com que ela vivesse uma gafe atrás da outra, afinal é uma jovem que não sabe ser jovem e os amigos que fez vão fazer de tudo para ajudar Sidney nesta entrada para a vida social de uma pessoa normal e até dar um empurrãozinho em seu primeiro namoro.

Foi aí que tudo ficou ainda melhor, Sidney arrumou um namorado igual à ela, mas digo e repito, alma gêmea não é sua cópia, é na verdade aquilo que falta em você. Não dizem que os opostos se atraem? Então, é a pura verdade. Sidney precisava de alguém que lhe tirasse dos trilhos e para isso só existia uma pessoa, Adrian Ivashkov.

Adrian meu amor, o melhor personagem desta série, ele que já havia se destacado no livro anterior veio melhor ainda nesta continuação e me arrancou suspiros e sorrisos em cada aparição. Um rebelde sem causa, que nada mais é que alguém que quebrou a cara e não sabe bem como lidar com isso, sempre mete os pés pelas mãos, sendo salvo todas as vezes por Sidney.

O romance protagonizado por estes dois é lindo, nada repentino e nem mesmo posso dizer se deu ou não em um final feliz, mas suas interações são magníficas, um sentimento que cresce na troca de olhares, em roçar de dedos, em momentos improváveis compartilhados com amizade, carinho e ternura. 

Vemos vampiros e pensamos em paixão tórrida, mas por mais charmoso e delicioso que Adrian seja, ele é sutil nas investidas e muito cativante. Frágil, esconde-se atrás de seu sarcasmo. Fofo!!! E o melhor de tudo é que Sidney não enxerga onde seu coração está lhe conduzindo, assim nós ficamos cheios de expectativas pelo momento da descoberta.

Por mais lindo e envolvente que sejam estes momentos, há outros assuntos muito interessantes sendo abordados, a série conta ainda com muito mistérios e conspirações, há no pedaço caçadores de vampiros que precisam ser detidos e cabe a Sidney e os vampiros do bem, entre eles Dimitri, descobrir quem são e derrotá-los, nesta fase a autora nos encaminha para o próximo volume, Feitiço Azul, mostrando que os alquimistas omitiram muitas coisas de Sidney e agora ela precisa saber realmente a verdade e o que é certo e errado em sua vida, além disso descobre em si algo que sempre temeu, magia de sangue.

Foi uma leitura muito boa, me diverti demais com a evolução de Sidney no mundo dos relacionamentos amorosos, suas gafes memoráveis, tal como terminar um primeiro encontro com um aperto de mãos e não um beijo. Há ação na medida certa e a narrativa em primeira pessoa de Mead não é cansativa, Sidney como narradora é ótima, dá boa visão da trama e consegue te prender facilmente. Eu li em dois dias e depois foi difícil encontrar algo que me prendesse tanto, tive uma pequena ressaca literária.

Você pode achar que é mais uma história de vampiros, cheia de sangue e mordidas, mas não, estes aqui são diferentes, não há aquele foco em transformação e  eu vou beber de você, são mais voltados para a magia que possuem e na verdade vivem como nós na maior parte do tempo, embora tenham as características de sua raça,  é uma trama de ação e aventura, com um belo romance.

“- Se quiser ir embora, nós vamos. Eu tiro você deste lugar, custe o que custar. (Adrian)

Senti alguma coisa apertar no meu peito e , por um instante, o universo se reduziu ao verde dos seus olhos. (Sidney)”



2leep.com

14 comentários:

  1. acho que nunca li uma resenha tão completa ou tão positiva! mesmo sem ter tido alguma vontade antes, agora estou curiosa

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum livro dessa série, parece ser ótima, curto muito histórias com vampiros, quero muito ler, os livros já estão na minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  3. Não sei o que é spin-off, mas imagino que seja alguma coisa relacionada com a história de Academia de Vampiros... De qualquer maneira ainda não li nenhum dos livros, mas ainda tô em dúvida se é um enredo pelo qual me interesso...
    Beijos!

    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  4. É muito bom quando entendemos o motivo de uma personagem ter um grande defeito, como aconteceu aqui.
    Devem ser mesmo muito engraçadas as gafes de Sage! rsrsrs
    Amei a resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
  5. Oiee

    Só li essa série dessa autora e sempre fico com o pé atrás mas depois de Feitiço Azul essa série se tornou minha queridinha e a Sage me surpreendeu muito no ultimo livro lançado da série não vejo a hora de fechar essa série e sabe como vai acabar Adrian e Sage.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  6. O tema é meu favorito, quando se tem envolvido criaturas sobrenaturais, Sidney na minha opinião parece querer paz entre as duas linhagens do livro, Sidney e Adrian parece ser um casal bem bonito, e apesar de você citar que não tem muita coisa de sangue e ser mais focado no romance e ação me deixou ansiosa, pois a maioria com vampiros é sangue, não que não goste, mas é bom diferenciar.
    Nunca ouvi sobre a série, mas já tinha visto a capa, o que não chegou a me interessar de primeira.
    Beijos, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  7. Aaaamei a resenha, Cida <3
    Tenho o primeiro livro dessa série, mas não li antes pq quero primeiro ler Academia de Vampiros. Uma amiga me disse que posso ler ele sem ler a outra série, mas sou meio psicótica com essas coisas. rs
    Gosto demais de histórias com vampiros e a escrita da Richelle é tão bem comentada que é impossível não ter curiosidade.
    Espero gostar tanto quanto vc.
    Beijão
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida

    Engraçado que por mais que eu ame o Dimitri e a Rose juntos, não consigo imaginar o Adrian apaixonado por outra pessoa e muito por isso não consegui me interessar ainda por essa série.
    Na verdade também tem o fator "livros demais". Quantos livros tem essa série? Não sei se tenho mais coração e paciência para esperar como aconteceu com VA.
    A possibilidade de ler não está descartada, principalmente pelos vários elogios, mas por enquanto vai ficar como meta futura.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, tudo bem?

    Eu meio que desisti dessa série. Mas o erro foi meu por ter começado por ela ao invés de começar por Academia. Acabei pegando spoiler de VA e ainda fiquei um pouco boiando na leitura.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  10. E passa o tempo e lança livro e eu ainda não conheço o trabalho da autora. Mas prefiro conhecer VA antes.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida!
    Essa Richelle Mead não para de escrever! Para mim só falta ler o último volume de Academia de Vampiros, quero terminar antes de começar essa nova série.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!
    O Adrian arrebenta corações, ele também conquistou o meu! E e a Sidney é uma protagonista cada vez mais complexa, estou adorando a relação de "amor quase impossível" desses dois ♥
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  13. Nossa ainda bem que eu ainda não li essa série, pois acabei de ganhar os livros da Academia e odiaria ler spoiler.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Parece ser uma série bem legal mas eu tenho vontade de ler AV antes de ler esse spin-off.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!