[Resenha] As Herdeiras

As Herdeiras
Título Original: The Daughters (Daughters #1)
Autor(a): Joanna Phibin
Editora: Galera Júnior          Páginas: 304
Lançamento: 2014               ISBN: 9788501090461
AS HERDEIRAS ||Compare & Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Desajeitada e doida por literatura, Lizzie não poderia ser mais diferente de sua mãe, Katia Summers, a supermodelo mais famosa do mundo. Acostumada aos flashes de paparazzi e aos muitos admiradores de sua mãe, a menina sabe como ninguém como é não ser notada. Mas ela não está sozinha. Suas duas melhores amigas também sentem na pele como é ter pais famosos. Carina Jurgensen tem um magnata de telecomunicações como pai, enquanto Hudson Jones é filha da cantora pop Holla. Mas tudo muda quando Lizzie é descoberta por uma fotógrafa de modelos exóticas. Agora, ela tem que conciliar a escola com sua nova carreira, lidar com a constante comparação com sua mãe e conquistar o gato da sala... Ufa! 
Divertido, sensível e comovente.

As Herdeiras é o primeiro volume da série Daughters de Joanna Philbin, publicada no Brasil pela Editora Galera Record (selo Júnior). Os livros trazem a história das amigas Lizzie, Carina e Hudson, três garotas que se denominam “As Filhas”, o que quer dizer que são filhas de pessoas famosas e foram criadas com muito luxo, na vida delas, literalmente, cada mergulho é um flash.

Embora as três marquem presença em toda a história, o foco de cada livro é em uma delas, enquanto as outras estão ali como amigas para o que der e vier. Neste volume inicial vamos estar mais perto de Lizzie, a garota que amava ler, escrever belos contos e vivia com uma enorme insegurança em relação a sua aparência. 

Filha de uma modelo linda, ela é totalmente diferente da mãe e se acha feia, mas Lizzie tem uma beleza singular, contudo não entende isso, a cada dia se sente pior em estar ao lado da mãe, quando alguém tira foto delas juntas, a menina só falta ter um infarto. As coisas pioram, quando em um grande evento, Lizzie faz uma declaração nada elogiosa sobre a mãe para a imprensa, foi mesmo um momento sem pensar e a repercussão foi enorme, mas a situação teve um lado negativo e outro positivo. O lado negativo é que causou uma grande briga em casa e comentários horríveis na internet, o lado positivo foi que pela primeira vez ela mostrou como se sentia aos pais e foi descoberta por uma fotografa muito talentosa, que quis mostrar a beleza exótica de Lizzie para o mundo. Será que isso iria dar certo?

O livro é narrado em terceira pessoa, mas é aquele tipo de narrativa que mostra tão bem os sentimentos e percepções da protagonista, que parece mesmo ser em primeira pessoa, tanto que muitas coisas que nos causam um certo tipo de impressão no começo, por serem o que Lizzie acredita ser verdade, acabam sofrendo mudanças no decorrer na leitura conforme são melhor esclarecidas.

É uma leitura deliciosa, desde as primeiras páginas fui capturada pela história,  é aquele enredo leve, jovem, divertido e com a carga certa de drama adolescente sem ser cansativo ou enjoativo. As meninas estão na faixa dos catorze anos, mas ouso dizer que se a autora tivesse colocado como dezesseis teria sido ainda melhor, pois são bem maduras e inteligentes, decididas e de personalidade marcante, muitas vezes eu tinha certeza que eram mais velhas. Não estou dizendo que sejam “adultas”, elas têm suas inseguranças e comentem os mesmos erros que todo jovem comete, mas não parecem ter só catorze anos.

Antes de começar a história, nos deparamos com os dez mandamentos das filhas, é bem curioso as regras que elas estabeleceram para si, mas é uma forma de mostrar que ser filho de celebridade, pode até parecer uma maravilha, mas para quem é, não é nada fácil. Elas têm os mesmos problemas que qualquer jovem de sua idade, mas algum são até piores, pois a expectativa que sigam os passos dos pais causa uma pressão muito grande, sufocando muitas vezes seus próprios sonhos. A forma como as outras pessoas olham para elas é complicada, nossas meninas são muito legais, mas por serem quem são, acabam sendo consideradas metidas, isso é um erro, e as deixa bem solitárias. Um dos mandamentos é ser amiga de outras filhas, pois só elas vão te entender.

Lizzie é filha de uma super modelo e tem problemas de auto-estima; Carina é filha de um magnata, um homem que vive trancado no escritório só trabalhando, ao passo que ela gosta de surfar e viver ao ar livre e Hudson é filha de uma grande cantora, até está gravando seu primeiro álbum, o problema é que a mãe quer que a filha seja tão espalhafatosa quanto ela, e a menina opta por uma música mais suave e não tão chamativa. Vejam, não é fácil ser uma filha. Vejo Lizzie como a insegura, Carina a doidinha e ousada e Hudson a consciências das três, gostei de todas, mas Carina é minha preferida.

Voltando a nossa garota da vez, Lizzie acaba sendo descoberta e vai tentar equilibrar uma carreira de modelo, com os estudos e as relações familiares, tem até espaço para um romance com um gatinho que cresceu ao seu lado e sempre foi um amigo, mas depois de passar três anos em Londres, Todd volta tão fofo, que rouba o coração da garota, mas os dois sem coragem de dizer o que sentem, causam sofrimento em nosso coração. Não dá para saber se vão ficar juntos, mesmo com toda a cumplicidade e afinidade que possuem, os desencontros são muitos e Todd pode até mesmo ser apenas um conquistador. Será?

E o mais lindo de tudo, que me fez amar esta história e fechar o livro triste por não ter o segundo aqui e assim poder passar mais tempo com as garotas, foi a amizade das meninas, eu gosto de romance, mas livros que focam mais em amizades sinceras e lealdade me deixam muito mais animada, Carina, Lizzie e Hudson são definitivamente as três mosqueteiras de Nova Iorque, o lema “um por todos, e todos por um”, cai como uma luva para elas.

É uma leitura rápida e bem dinâmica, o cenário agitado de Nova Iorque combina com a energia da história, quem acha que estas meninas ricas são fúteis, está bem enganado, elas são muito humanas e sensíveis, umas fofas e merecem ser queridas. Uma história que diverte, e ainda aborda temas muito pertinentes para a juventude, como auto-estima, aceitação, relações familiares, responsabilidades, o perigo de julgamentos precipitados e mentiras. Para o público juvenil ao qual é destinado, é um livro muito bem escrito, e para os leitores mais maduros, é um refresco na alma. Não é para mudar sua vida, mas dentro do gênero é um dos melhores que li, não posso dar menos que cinco estrelas, já que cumpriu muito bem seu papel.

  

  
2leep.com

15 comentários:

  1. Nossa o livro parece ótimo, divertido e emocionante, fiquei doida pra ler!

    ResponderExcluir
  2. a proposta é inovadora, bem jovial e acredito que possa me deixar encantada, d ecerta forma ja estou cativada graças as suas palavras
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não tenho mãe super modelo, mas sou nerd literária em tempo integral!
    #LizzieMeRepresenta HAHAHAHA
    Adorei a resenha, já entrou pra minha enooorme lista de leituras desejadas!
    Bjos,

    Mari Pacheco
    http://livrosenerds.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ola! Eu adoro a capa deste livro, desde a primeira vez já fiquei intrigada, agora com sua resenha super bem detalhada estou louca para ler, sem contar que a escrita ajuda.

    Alias, achei seu blog através da Amanda, do Você é O que você lê! E amei, já estou seguindo se quiser conhecer meu cantinho também sera super bem vinda!
    Alias, achei seu blog através da Amanda, do Você é O que você lê! E amei, ja estou seguindo se quiser conhecer meu cantinho também sera super bem vinda!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  5. Amei a resenha *-*
    Quero ler este livro, mas ainda não posso comprar :(

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    não conhecia o livro, mas parece ser bem legal.
    Amei!
    Dica anotada!

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Obaaaa, bom saber que o livro preenche todas as lacunas de uma boa historia adolescente, com seus dramas e conflitos e personagens bem construídas. Nâo dei muita bola pra ele e por isso não solicitei, mas agora cabe um arrependimentozinho... gosto muito de tramas assim, quando nos colocamos mesmo no ligar das pesonagens, para isso eh preciso habilidade do autor e neste aqui percebi que tem e muita! Adorei. Anotado aqui pra ler.
    Beijo!

    Minhas duas novas resenhas:
    Ler para divertir
    As Meninas que Leem Livros

    ResponderExcluir
  8. oie Cida
    amo livros juvenis, que retratam amizade sincera e leal. E melhor ainda quando a história é envolvente, e os personagens cativantes.
    Não dava muito coisa por esse livro, mas agora quero ler
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  9. Deve mesmo ser uma ótima dica para o público juvenil principalmente.
    Tenho visto opiniões divididas deste livro, que bom que gostou tanto.
    A história das tres parece ser bacana.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida, apesar de estar evitando um pouco leituras que são menos maduras e mais superficiais, acho que esse tipo de história ia me conquistar. Apesar de tratar de problemas adolescentes, pelo que você comentou ele também aborda outros aspectos da vida das meninas, que acabam por torná-las mais humanas.

    Um beijinho

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida, tudo bem?

    Esse livro parece um pouco de Gossip Girl, não? Adolescentes, conflitos, luxo... a capa do livro é linda e to bem curiosa para ler

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vi essa comparação Kel, eu não acompanho Gossip, mas o pessoal que conhece afirma a mesma coisa.

      Excluir
  12. Acho a capa desse livro muito divertida. E adorei sua resenha, principalmente porque o livro parece tratar não apenas de romance, mas também da amizade. Fiquei bem curiosa pra ler.

    Bjok

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida, tudo bem?
    Essa capa é muito fofa mesmo. E achei a história super original, nunca li um livro que abordasse a visão desse mundo de glamour pelos filhos dessas celeridades. Nada é fácil para eles, esse mundo em que eles vivem é muito difícil, cheio de pressões, de pessoas que não são sinceras, que possuem interesses. Se é duro para um adulto, imagina para uma criança.
    Adorei a ideia dos 10 mandamentos.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Cinco estrelas? Para tudo! Torci o nariz para o livro quando recebi a news e não dava nada por ele! Achei que seria uma história chata e clichê sobre o mundo dos filhos das celebridades e não imaginei que fosse ser tão gostoso de ler. Sou como você, adoro narrativas em terceira pessoas mais intimistas. Valeu amiga, ele acabou de entrar na minha listinha de leituras. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!