[Resenha] Seis Coisas impossíveis

Seis Coisas Impossíveis
Título Original: Six Impossible Things 
Autor(a): Fiona Wood
Editora: Novo Conceito     Páginas: 272
Lançamento: 2013     ISBN: 9788581633251
Compare & Compre    Skoob   Facebook   

9788581633251
Dan Cereill levou um encontrão da vida: seu pai faliu, assumiu que é gay e separou-se de sua mãe, tudo de uma vez só. Enquanto isso, sua mãe recebeu de herança uma casa tombada pelo patrimônio histórico que cheira a xixi de cachorro, mas que não pode ser reformada... E, agora, Dan está vivendo em uma casa-relíquia que parece um chiqueiro, com uma mãe super triste e sem conseguir falar com o pai — que ele ama muito. Suas únicas distrações são sua vizinha perfeita, Estelle, e uma lista de coisas impossíveis de fazer, como: 1. Beijar a garota. 2. Arrumar um emprego. 3. Dar uma animada na mãe. 4. Tentar não ser um nerd completo. 5. Falar com o pai quando ele liga. 6. Descobrir como ser bom e não sair abandonando os outros por aí... Mas impossível mesmo será: 1. Não torcer para que Dan supere seus problemas. 2. Não rir muito com os devaneios dele. 3. Não querer ter um cachorrinho como Howard. 4. Não desejar que a mãe de Dan encontre a felicidade. 5. Parar de ler este livro. 6. Não querer abraçar o livro depois de tê-lo terminado...

A primeira vez que ouvi falar deste livro foi quando vi a Editora Novo Conceito divulgando o mesmo entre seus lançamentos, achei bem curiosa a história, especialmente pela lista de coisas impossíveis que o protagonista organiza. Assim decidi verificar se tudo era mesmo tão impossível.

Temos aqui Dan Cereill, um menino de quase quinze anos que viu sua vida dar uma guinada de 360 graus… o pai assumiu ser gay, separou-se da mãe e a família todas perdeu tudo que tinha. Dan e a mãe tiveram que ir viver em uma casa antiga, de uma tia falecida. e começar do zero. No começo o menino só ficava na cama chorando, mas logo resolveu que havia algumas coisas para serem feitas, e ele era muito jovem para passar o resto dos dias em uma cama lamentando. Ver a nova vizinha, Estelle, com certeza foi um incentivo, e a partir de uma lista de seis coisas impossíveis, Dan resolveu de reinventar. Na sua situação nada promissora, ele viu a chance de recomeçar, de ser um novo Dan.

Esta história é a história de Dan e seu novo eu.

O livro é narrado em primeira pessoa por Dan, e através de suas palavras vamos vendo a forma como este menino encarou sua nova vida. Ele descreve toda sua gama de sentimentos e o mundo que o cerca, na verdade o cenário em si não é algo muito trabalhado, sabemos que a história se passa em Melbourne, mas não há um aprofundamento em relação a cidade e seus detalhes, o que a autora trabalha é o mundo do menino, seu círculo familiar, de amigos, o bairro e a escola. Não pensem que é algo que não te faz viajar, mas desta vez não por um lugar, e sim pela vida de alguém.

A narrativa é muito fluida e divertida, eu ri bastante das tentativas do garoto de cumprir suas metas, mas além disso, ele também cativa e rapta seu coração. Dan é fofo, e com um coração enorme, adorei a forma como ele fez de tudo para animar sua mãe, muitas vezes colocando-se como o adulto da situação. Ele não é um santo, cometeu seus erros e nem sempre foi todo doce com a mãe, mas não vi isso como rebeldia, era mais um desabafo.

Ele leva as coisas bem a sério, sua preocupação em arranjar emprego, alegrar a mãe e cuidar do cachorro doente mostram um menino que amadureceu precocemente por conta das circunstâncias, mas nem por isso deixa de ser o jovem que é. Na escola vemos ele ser um menino, que quer deixar o estereotipo de nerd de lado e ser “descolado” e como bônus levar o coração de Estelle. Por vezes é tão menino, que nem mesmo sabe como fazer a barba pela primeira vez.

Dan é o personagem central, mas os secundários completam esta história. Amei Oliver, um rapaz gente boa que ajuda a passagem de Dan de menino para homem, a Sra. da Silva que soube dar bons conselhos na situação da depressão da mãe e na adaptação de Dan naquela nova vida.

É uma história leve e ao mesmo tempo densa, isso porque a autora deixou tudo mais tranquilo ao nos dar um protagonista jovem e muito atrapalhado, mas através dele mostrou como é complicado superar a separação dos pais e uma total mudança na situação financeira. Os filhos muitas vezes poder revoltar-se, e outras vezes podem ser o melhor amigo dos pais. Aqui, foi da mãe, pois com o pai, Dan não conseguiu sentir-se a vontade e manter o relacionamento.

Tudo é muito real, e eu ficava na torcida pelo sucesso de nosso garoto, conforme as coisas iam dando certo para ele, eu ia ficando cada vez mais alegre. Realmente foi uma delícia de leitura, que prova o quanto é bom estar com quem a gente gosta e lutar pelo melhor.

O único ponto que achei falho foi a falta do pai de Dan, ele não apareceu nenhuma vez e sua situação com o menino não foi resolvida, ao meu ver ele deveria ter aparecido e participado de tudo, foi como deixar algo no ar.

Enfim, vi que as opiniões estão divergindo e muita gente não curtiu, mas comigo deu certo. Adorei o livro e gostaria de conhecer outras obras de Fiona Wood. Diversão garantida.

1. Beijar a garota. 2. Arrumar um emprego. 3. Dar uma animada na mãe. 4. Tentar não ser um nerd completo. 5. Falar com o pai quando ele liga. 6. Descobrir como ser bom e não sair abandonando os outros por aí... IMPOSSÍVEL…IMPOSSÍVEL…IMPOSSÍVEL…


Não mesmo! Nem tudo é IMPOSSÍVEL!


2leep.com

31 comentários:

  1. Oi!
    Essa é a primeira resenha que leio do livro, mas apesar de ter gostado, o livro ainda não chamou a minha atenção.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tenho bastante curiosidade de ler esse livro, acho que para os momentos de descontração ele deve ser Otimo.
    *_*

    ADOREI O BLOG

    www.garotaagridoce.com

    ResponderExcluir
  3. Fofo!!! Eu achei que não iria querer ler este livro, mas eu ri só com a sua resenha. Me arrependo horrores de não ter ele aqui agora pra ler.
    Resenha linda. Me fez mudar de ideia em relação ao livro.
    Adorei!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem gostoso de ler Lele, Dan é um menino complicado e muito atrapalhado, sempre te faz rir.

      Excluir
  4. Oi amiga, que bom que você curtiu a leitura.. então, você é a segunda pessoa que escuto comentar ter sentido falta do pai do Dan na história.. Confesso que eu não senti não, porque na minha opinião ficou nítido que este não era o foco da autora.. o pai era um mero catalisador para todas as mudanças pelas quais Dan foi forçado a passar.. mas sim, ele poderia ter dado muito pano para a manga caso a autora tivesse querido explorá-lo. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi! Entendi seu ponto de vista, mas senti falta dele, pelo menos um encontro final entre ambos, para mostrar que este eras mais um problema de Dan que tinha sido acertado. Bjos!

      Excluir
  5. Ai o livro parece ser tãaaao fofo! Confesso que não dava nada por ele, ainda mais depois de umas resenhas não muito positivas que li, mas você me deixou na vontade de ler!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida!
    já vi várias resenhas do livro, uma mais fofa que a outra.
    Espero que eu possa ver todo esse humor nele, essa leveza que nos deixa mais que feliz.

    Beijos ;*
    Clicando Livros
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkk!
    Parece ser um desses livros fofinhos!
    amei a resenha e com certeza quero ler
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Mas a vida desse pobre desse menino não anda fácil, hen?!
    Divorcio dos pais, pai saindo do armário, arrumar um emprego e uma vizinha inatingível.
    Livros mais leves e divertidos são sempre bons para intercalar com leituras mais densas e pesadas. Rir sempre faz bem, não é?!^^

    ResponderExcluir
  9. Quando eu vi esse livro nos lançamentos eu fiquei doida pra ler, mas depois de tantas resenhas negativas eu havia desanimado.
    É a primeira resenha positiva que leio e que reacendeu a vontade de conferir o livro. Dan parece um personagem adorável que eu adoraria conhecer!

    Beijos.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. To precisando de um livro engraçadinho mesmo!
    Vi algumas resenha negativas do livro, mas mesmo assim eu não senti desanimo. Ainda quero bastante ler esse livro, só falta tempo ahahha
    Beijos, Paula
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida!
    Eu me arrependi TANTO de não ter solicitado esse livro =/ Sério, depois de algumas resenhas eu queria bater com a cabeça na parede. rs Mas vou comprar ele em breve e matar essa vontade que me consome. rs
    Que bom que curtiu a leitura, parece ser realmente bem divertido. Adorei!
    Beijos
    http://www.coisasdemeninas.blog.br/

    ResponderExcluir
  12. QUERO TANTO LER ESSE LIVRO!
    O personagem principal parece ser fantástico! Quero conhecer Dan e adorei suas metas hahaha
    Estou precisando de uma leitura divertida, então acho que essa é uma boa pedida :D

    ResponderExcluir
  13. Oie Cida =)

    Ao contrario de você, eu não fiquei muito curiosa para ler esse livro não rs... A história parece ser bem bonitinha e tudo mais, porém não me chamou a atenção.

    Se um dia tiver oportunidade de ler, vou dar uma chance para o livro com certeza, só que no momento não é um dos livros que mais quero ler.

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  14. Estou com vontade de ler esse livro, pela sua resenha acho que vou curtir a história :)

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida!
    Eu já li e curti a leitura também.
    No entanto, achei o protagonista muito neurótico em alguns momentos. Até fiquei um pouco incomodado com isso. Mas no geral, eu curti a história e torci por ele. O coitado realmente sofreu. rs
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  16. eu gostei desse livro. nao foi incrível, mas curti sabe

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  17. Realmente um livro que eu gostaria de ler, ja passei por essa situação dos meus pais se separarem e não é nada fácil, e admito que gostaria de ver o lado dele nessa história e como ele vai conseguir o impossível tornar possível.

    Bjss

    ResponderExcluir
  18. Oi Cida!
    Ainda não li o livro, mas pela sua resenha ele é do jeitinho que eu imaginei que fosse.
    A Samantha vai ler primeiro, vamos ver o que ela acha.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero ver a opinião dela então Elis, tomara que curta muito.

      Excluir
  19. tem gente que adorou, tem gente que odiou, eu ainda quero ler, espero em breve poder ler e me encantar!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Me animei com esse lançamento da Novo Conceito, porque é uma editora que tem me surpreendido bastante ultimamente. Acho que é de uma leitura leve e divertida é o que estou precisando agora. Tenho que sair um pouco de livros densos.
    Adorei a premissa, a história... É bom ler um livro onde o personagem tem mais problemas que eu, haha.

    ResponderExcluir
  21. Ah, esse livro parece ser super divertido, assim como o personagem principal.
    Que bonito deve ser ele tentando animar a mãe. :)
    Ótima resenha, Cida!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Seis coisas impossíveis além de ser o título do livro ainda nos motiva a listar as coisas que pretendemos fazer e julgamos difíceis. Dan pode servir de exemplo para muitos de nós que enfrentamos alguns desafios.
    Abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
  23. Que bom que vocês gostou! As opiniões sobre ele tem sido bem diferentes mesmo... Eu tenho ele, e ainda não, mas achei a premissa bem legal. Espero gostar também *-*

    ResponderExcluir
  24. Oi Cida,

    Primeira resenha que leio desse livro, não é o estilo literário favorito, mas gostei muito achei que essa historia, é bem real como você disse, preciso ler esse livro agora, achei a capa tão linda, a sinopse legal e a resenha super interessante espero aprender muito com o Dan.

    Mayla
    http://meulivromeutudo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Adorei o Blog, e comprei este livro hoje mesmo. Ando louca para ler logo, ainda mais depois da tua resenha. Fantástica!
    Beijos e Parabéns.

    www.livrosechimarrao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. É um livro que foi me "conquistando aos poucos" hahaha...
    Vi tantas resenhas dele, que em algum momento (não sei qual) comecei a me interessas por ele.
    Parece ser bom demais, e de emocionar mesmo!

    ResponderExcluir
  27. Eu já li diversas resenhas deste livro, porém nunca me interessei em lê-lo. A sua resenha está maravilhosa amore.

    ResponderExcluir
  28. Oie Cida
    Essa é a primeira resenha que leio de Seis Coisas Impossíveis é gostei da premissa do livro, onde pelo que entendi é um livro juvenil, mas que traz a tona os problemas do protagonista e tudo que ele sofre. Parabéns pela resenha.

    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!