[Resenha] Ruínas do Tempo

Ruínas do Tempo
Título Original: Beautiful Ruins
Autor (a): Jess Walter
Editora: Verus      Páginas: 364
Lançamento: 2013      ISBN: Jess Walter
Compare & Compre   Skoob  Facebook  Hotsite 1ºCapítulo
Ruinas do tempo


Ano de 1962. Em um trecho rochoso do litoral italiano, um jovem dono de hotel olha para as águas incandescentes do mar da Ligúria e vê uma aparição; uma bela mulher se aproximando em um barco. Ele então descobre que se trata de uma atriz, uma estrela americana, e que ela está morrendo. A história dá um salto e recomeça nos dias atuais, a meio mundo de distância, quando um idoso italiano aparece em um estúdio de cinema procurando pela misteriosa mulher que ele viu pela última vez em seu hotel décadas atrás. O que se desenrola a partir daí é um romance que abrange cinquenta anos e algumas vidas. Da filmagem de 'Cleópatra' à agitação do Edinburgh Fringe Festival, o autor nos apresenta um emaranhado de vidas de uma dúzia de personagens - o apaixonado dono de hotel italiano e seu amor desaparecido; o conservado produtor que outrora conseguiu juntá-los e sua jovem e idealista assistente; o veterano do exército que se tornou escritor e o libertino Richard Burton, cujas vontades são responsáveis pelo desenrolar de toda a narrativa - ao lado dos amantes e sonhadores, celebridades e perdedores que povoam o mundo nas décadas que se seguem.

Considerado como um dos melhores livros de 2012 pelos jornais The New York Times e The Washington Post, Ruínas do Tempo de Jess Walter desembarca no Brasil pelas mãos da Editora Verus, prometendo um romance que viaja de 1962 até os dias atuais.

A história tem seu começo na Itália, em uma cidade  beira mar, conhecida como Porto Vergogna, um local bem isolado, acessível somente de barco e com uma população bem pequena. Lá vive o jovem Pasquale, que após a morte de seu pai, resolveu dedicar-se a administração do hotel da família, o Vista Adequada.  Em um dia comum, ele recebe uma jovem atriz americana como hóspede, algo raro naquele local, já que o hotel estava praticamente abandonado. Mas maior que a surpresa de alguém aparecer por lá, foi a sensação de arrebatamento que tomou conta do rapaz. Aquela mulher de beleza exótica mexeu profundamento com Pasquale, levando – o, cinquenta anos depois, a cruzar o oceano rumo a Hollywood, para revê-la.

Mas o quê aconteceu com eles no decorrer destes anos?

Narrado em terceira pessoa, Ruínas do Tempo mostra a história de várias pessoas e suas jornadas ao longo dos anos. O livro começa em 1962 na Itália e alterna seus capítulos por várias épocas, inclusive nos dias atuais. São apresentadas várias histórias, de vidas bem diferentes, de vários locais e sem nenhuma ligação aparente. No começo eu não conseguia imaginar o que iria acontecer, como aquelas pessoas seriam ligadas, depois imaginei uma trama cheia de intrigas, como todo aquele furor que cerca Hollywood e um romance passional no centro de tudo, no entanto me enganei totalmente.

A trama é calma, mesmo apresentando pessoas envolvidas em uma série de conflitos, não pega fogo, essa é a melhor expressão que posso usar, na verdade não vivemos as situações com os personagens naquele exato momento, o que temos é um relato de como um caso de amor, que gerou uma gravidez indesejada, repercutiu através dos anos e mudou a vida de muitas pessoas.

A ligação de Pasquale e da atriz Dee, é diferente, não foi em nenhum momento o que imaginei, pois acreditei, como disse anteriormente em romance passional, mas aqui é algo platônico. Ela representa um marco na vida do jovem, um pontapé inicial. Pasquale estava vivendo comodamente, sem objetivo e Dee mostrou-lhe, mesmo sem saber, como agir.

O personagens são pessoas que sonharam muito, mas viram que vida real não é conto de fadas, e nem sempre o que desejamos acontece, cabendo a cada um de nós, decidir que caminho seguir. Lutar sempre ou frustrar-se profundamente. São personagens adultos, então a história em si é bem madura. O autor não trabalhou profundamente nenhum deles, então mesmo sabendo de muitos fatos de suas vidas, eu não consegui me apegar a ninguém, pois acho que faltou mais tempo em descrever seus sentimentos presentes, situações que estivessem acontecendo naquele momento, enfim, um mergulho em seus corações.

Dee foi uma mulher que sofreu bastante, que lutou para criar seu filho sozinha e ainda teve que lidar com os problemas de um jovem rebelde, mas isso tudo é citado por alto, eu queria tanto ter compartilhado com ela sua jornada, não apenas flashes.

Pasquale e Dee se distanciaram e o reencontro de ambos é a força motriz que conduz a trama e une todos os personagens, deparamos com alguns mistérios que somente são esclarecidos no final. O autor inseriu ainda pessoas reais no enredo, como Elizabeth Taylor e Richard Burton, fazendo assim sua história nos deixar com aquela pulga atrás da orelha. Será que estas pessoas de Ruínas do Tempo, não existiram de verdade? Que sua história não carrega algo de real? Minha imaginação cria asas nestas horas.

Um livro interessante, bem diferente, mas que para mim poderia ter sido mais humano e emocional.  No quesito cenário, a capa linda, mostra um local paradisíaco  mas que o autor não explorou, sua Itália poderia ter sido mais acolhedora.

Eu recomendo que vocês leiam, quem gosta de narrativas conflituosas, que trabalhem fortemente dramas pessoais, sem a presença de um romance melado, vai apreciar bastante. É bem verdadeira e crível, como a própria vida, um retrato fiel dos encontros e desencontros do homem, com as pessoas e com seus sonhos.



2leep.com

33 comentários:

  1. Oi Cida,
    não sei se iria gostar desse livro.
    Gosto de coisas diferentes, mas pelo que você escreveu faltou alguma coisa na leitura.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante do enredo do livro, mas fiquei com pulgas atrás da orelha quando você disse que muitas coisas foram pouco exploradas e que ele é narrado em 3° pessoa, que eu julgo um detalhe chatinho pra mim rs

    Beijos,
    Caroline
    http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oiiiiiiiiiiii
    Já tinha lido a sinopse desse livro e me interessei
    mas ainda n li, tá na listinha!

    Bjoooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Achei a capa linda e o título sugestivo. Adoro histórias que remetam ao passado e fale das (im)possibilidades do amor, das dores e sofrimentos, mas tb da vida que segue e não é perfeita. Da simplicidade das coisas. E de como superamos ao final de tudo. O q nos resta, no fim, é uma boa história para contar e momentos felizes. Adorarei ler esse livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manu! É isso mesmo, aqui a vida é mostrada de maneira nua e crua, e vemos claramente como tudo nunca é como esperamos. leia sim e me fale o que achou. Bjos!!

      Excluir
  5. Oi!
    Fiquei curiosa com o livro,quero saber qual é o elo que liga todos os personagens e tive a impressão que leitura foi gostosa.

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu li uma citação desse livro que me deixou chocada e curiosa para saber sobre o personagem que falava, mas a sua resenha agora me deixou desanimada. Não sei mais se leria, mas enfim, se tiver oportunidade de ler, lerei.
    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  7. Oi! Esse livro é uma novidade para mim, não conhecia ::::::(
    Adorei tua resenha, mas não sei se leria esse livro, minha lista esta imensa :(
    Beijos!
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  8. Estou precisando de um livro mais real esses dias. Exatamente desse tipo, que não chegue a ser uma biografia mas trate de temas reais, conflitos, entre outros. Gostei muito de saber que esse livro trata justamente disso, e já o inclui na wishlit para adquiri-lo o quanto antes!!

    Beijos,
    Myris
    http://www.nacabeceiradacama.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oie Cida
    hum, eu esperava tanto um romance nesse livro, mas pela sua resenha vi que é totalmente diferente do que imaginava.
    A capa é lindissima, e é uma pena o autor não explorar o cenário, tão rico.
    E gosto quando os sentimentos, dramas e personalidade dos personagens são trabalhados a fundo. Sei lá, acho que não é leitura para meu momento atual.
    bjos

    ResponderExcluir
  10. Eu imaginei um enredo bem diferente, quando vi a capa, que por sinal é linda, mas mesmo assim acredito vale a pena dar uma conferida no livro.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Cida!
    Realmente parece ter uma narrativa interessante, mas não chamou muito minha atenção!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!
    Eu acho a capa desse livro linda! Mas, apesar disso, não tenho muita vontade de lê-lo. E, depois de ter lido a sua resenha, acho que vou deixá-lo de lado mesmo... :)

    Beijos!!

    http://pensamentotangencial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá Cida, gostei da resenha, mas não sei se leria o livro... Obg pela visita no blog... Adorei seu blog, é lindo...

    BEijos

    Isis Silva
    www.felicidadenoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto de narrativas que tem conflitos, mas também gosto de romance, será que vou gostar desse livro? Ai que dúvida difícil, gostei da sua resenha e espero que eu goste da leitura.

    Beijos

    Bru

    www.viagem-imaginaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru! Leia sim, mate esta dúvida, não tem romance melado, mas as personalidades deste pessoal é bem complicada e você pode encontrar muitos desafios aqui.

      Excluir
  15. Oi Cida :)
    É a primeira resenha que leio desse livro (na verdade, eu nem conhecia ele) e fiquei meio na dúvida se leria ou não. A temática me atrai, é o tipo de leitura que gosto (dramas, conflitos, romance)...mas me pareceu ser uma história meio "arrastada" e ultimamente tenho fugido disso. Se surgir uma possibilidade de ler o livro, quem sabe eu arrisque?
    Beijos
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Cida, tudo bem?

    confesso que não conhecia esse livro. Simpatizei com o livro por ele ser em parte ambientado na Itália, acho que nunca li um livro que se passasse por lá. Acho um país tão bonito! Mas algo que me incomoda é o fato de ser a história de várias pessoas. E sim, a capa é linda *-*

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Eu acho que o livro parece ser muito bacana, mas por agora eu não vou ler não rs. Tenho tanto livro pra ler :D

    Bjus.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Fiquei tão empolgada quando li Itália, mas me desanimei um pouco com a história em si, pois não é bem o tipo de livro que eu gosto de ler e o fato de vários pontos não terem sido aprofundados o suficiente também me incomodou. Mas ponto para a capa, que é muito bonita!
    Adorei a resenha, Cida!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta capa dá vontade de fazer as malas e viajar, sempre me sinto assim quando olho para ela.

      Excluir
  19. Ao final da resenha eu fiquei em dúvida se gostaria ou não.
    Nesse caso sempre procuro ler. kk.
    Beijos.

    http://www.some-fantastic-books.com/

    ResponderExcluir
  20. Cida pra mim o livro ja não dá, como vc aponta faltam elementos e que ao meu ver deixam a trama pesada!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Cida,
    Eu não conhecia o livro, mas logo de cara simpatizei com a capa. Parece um gênero que eu gostaria de experimentar, apesar de ter ficado um pouco em dúvida se realmente valia a pena lê-lo. Vou aguardar uma oportunidade, só pra não ficar na "dúvida" mesmo.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Parabéns pela resenha, esse livro tem um plano de fundo lindo e acho sim que a historia é super interessante, mas mesmo sem ler e pela sua resenha, acho que falta um algo mais nele para poder nos prender durante a leitura.
    Não sei se embarcaria.
    Bjs
    Amanda Nery
    leituraentreamigas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. A capa desse livro é linda demais *-*
    Eu queria muito ler mas agora, depois da sua resenha, acho que vou énsar dias vezes antes de dar uma oportunidade :S
    Obrigada pela dica

    Beijo

    ResponderExcluir
  24. Oie amiga
    Gostei muito da resenha, e quando comecei ler a resenha pensei que seria um romance bem meloso, mas me surpreendi com suas palavras,pois a história parece ser tensa e bastante real, mas eu achei interessante.
    Uma pena que não traz muito sentimento e emoção, mas eu leria essa história.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    Jéssica Rodrigues
    Leitora Sempre
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá!Bom confesso que pela capa eu não compraria o livro e nem me interessei pela sinopse.Mas lendo sua resenha noto que o livro ,é sim,interessante.
    Sabe o que acontece,o porque me atraiu este livro,é que ele trás uma historia profunda,da verdade de uma vida,e não mais um clichê,o qual estamos acostumados.
    E isto foi o que me atraiu no livro.
    Tá certo que você achou que faltou mais profundidade,mas eu estou muito curiosa para saber como será depois de tantos anos que se passaram.
    Parabéns pela resenha ela esta maravilhosa!

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana! De clichê não nada mesmo, isso é verdade e acho ótimo você ler, assim você mata sua curiosidade. Bjos!

      Excluir
  26. Apesar da capa ser lindíssima e da história ser situada na Itália, sinceramente não é um livro que me chamou atenção ou que me deixou morrendo de vontade de ler, mas, quem sabe um dia?! Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  27. Este livro chegou para resenha no blog, confesso que estou adiando a leitura ao maximo, pois já na sinopse o livro não me agradou nem um pouco. A historia me parece confusa, e sem ação. Mas a capa é linda. hahaha

    ResponderExcluir
  28. Não sei se consigo acompanhar uma historia que alterna o passado e presente sem ficar confusa, sou lerda mesmo.
    A capa do livro é realmente bela, uma pena o autor não ter explorado mais a linda Itália.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!