[Resenha] Exilada

Exilada
Título Original: Exile (Mercy #2)
Autor (a): Rebecca Lim
Editora: Fundamento    Páginas: 158
Lançamento: 2013     ISBN: 9788539505456


E se você acordasse sem saber quem é, de onde veio ou por que está ali? Assim é a vida de Mercy - ela simplesmente muda de "corpo" do dia para a noite sem nenhuma explicação ou lembrança que a ajude a se situar. E o pouco que ela consegue recordar é que foi exilada de sua existência real, de flashes do passado da vida das garotas em cujo corpo acordou e de Luc, seu amado, que ela só vê em sonhos e parece ser o único que sabe quem Mercy realmente é. Desta vez, quando ela acorda no corpo de Lela, sua rotina simples está dividida entre cuidar da mãe doente e trabalhar como garçonete em um café. Facilmente, Mercy se adapta a essa nova vida. Mas Luc tem um plano para resgatá-la. E esse plano envolve encontrar Ryan, o mortal que se apaixonou por Mercy quando ela estava no corpo de Carmen. Mas entrar em contato com Ryan desperta Mercy para sua verdadeira natureza e seus verdadeiros sentimentos e mais dúvidas e conflitos surgem. Para piorar, os Oito - os responsáveis pelo exílio de Mercy - pairam por perto determinados a garantir que ela e Luc fiquem separados para todo o sempre. 
Exilada é o segundo livro da série Mercy, da autora Rebecca Lim, publicada no Brasil pela Editora Fundamento. O primeiro livro, que tem o mesmo nome da série, já foi resenhado aqui no Moonlight Books. Por ter achado uma série sobrenatural com uma proposta diferente e com potencial, resolvi acompanhar e eis aqui minha opinião sobre a sequência.

Esta é a saga de Mercy, uma garota (não humana), que está sendo punida por alguns erros do passado, e desta forma não é dona nem de seu corpo, nem de suas memórias. Ela ocupa o corpo de muitas pessoas, vivendo por um curto espaço de tempo suas vidas, cumpre assim algum tipo de missão depois parte para uma outra vida. Fato importante: sempre esquece tudo ao ir para outro lugar.

O erro de Mercy, se é que foi mesmo um erro, é um grande mistério, e só ficamos sabendo o que aconteceu em seu passado no mesmo momento em que ela descobre algo, nada é revelado antes, sofremos junto com a protagonista.

Nesta nova aventura, Mercy ocupa o corpo de Lela, uma jovem que trabalha em uma lanchonete e divide seus dias entre cuidar da mãe que está morrendo, os sonhos que deixou de cursar a faculdade para trás e a rotina no trabalho com os clientes peculiares e os outros funcionários mais estranhos ainda. Desta vez, no entanto, algo mudou, Mercy está tendo sonhos com Luc, um cara que aparentemente foi seu grande amor, e nestes sonhos, ele passa orientações sobre o que ela precisa fazer para voltar à sua vida e ambos ficarem juntos. Ela agora desperta com muitos fragmentos de outras vidas na mente, e com a missão de trazer para junto de si Ryan, o bonitão de sua última vida na pele de Carmen.

Será que finalmente Mercy terá as respostas que tanto busca? Conseguirá sua vida de volta?

Mesmo sendo uma série sobrenatural, o livro anterior ficou mais focado em um mistério relacionado ao desaparecimento de uma garota, tendo assim um clima mais policial, já em Exilada, temos a pegada sobrenatural do começo ao fim. Uma mitologia nova é apresentada ao leitor, uma visão diferente de seres bem conhecidos por nós, anjos, mas que não posso detalhar para não estragar a surpresa da leitura. A autora continua nos torturando com poucas revelações, desta vez nem a missão de Mercy é muito clara.

Embora eu não tenha criado muitas teorias sobre o que Mercy deveria fazer, eu viajei em várias relacionadas aos personagens. Tenho quase certeza que o tal Luc não é bem o mocinho que diz ser, e está tentando tirar proveito do poder de Mercy, que mesmo oculto em suas memórias, é algo que interessa muita gente, tamanha sua grandiosidade. Ela representa algo extraordinário para sua espécie, e possivelmente, para a nossa também, e conforme a história foi avançando, percebi que nossa protagonista corre sério risco de vida.

É uma trama cheia de dúvidas, então não esperem ter a curiosidade saciada rapidamente, e acho que isso é um dos pontos que mais gosto. A falta de respostas permite dar asas para imaginação e mesmo com medo de a autora deixar pontas soltas, e eu acabar ficando nervosa, não consigo ficar desanimada.

Mas o que mais gosto, sem dúvidas, é a protagonista. Mercy é uma figura, dei boas risadas ao acompanhar suas gafes tentando ser a pessoa que está ocupando o corpo, algumas pessoas até acham que ela é maluca, e isso é hilário. Mas é sua personalidade forte que impressiona, um gênio terrível, uma língua muito afiada, nada de levar desaforo para casa. No entanto, isso não ocorre em seu proveito, ela usa sua força para defender as pessoas. Quem precisa, encontra em Mercy uma pessoa gentil e preocupada, mas quem não anda na linha... Corra!

Mas a heroína do último livro cede espaço para alguém contaminado pela humanidade, que deixa sua razão de lado e acaba cometendo erros. Mas esta nova realidade ajuda e muito, pela primeira vez Mercy sente a vida, a sua vida e vai ficando mais forte. Exilada é a evolução da personagem, seus crescimento e os primeiros passos rumo ao seu destino.

Além de trabalhar a história de Mercy, a autora inseriu em sua trama, tópicos bem interessantes, relacionados com auto-estima e violência doméstica. Temos personagens vítimas de ambos, que em alguns casos conseguem superar e em outros acabam prejudicando não só a si, mas todos ao seu redor. Algo que é bem real e vemos em nosso cotidiano, fazendo pensar que tal como Mercy, nós também podemos ajudar.

O final foi inesperado, e fiquei com o coração na mão, mesmo achando corrido. A protagonista está em um momento decisivo e acredito que no próximo livro teremos muita ação (senti falta disso, já que este é mais calmo que o anterior), até mesmo uma batalha épica, com presença de criaturas poderosas e cheias de amor e ódio. Com certeza será mais passional.

Leitura rápida, de horas. A narrativa em primeira pessoa é uma das mais agradáveis que conheço, não é detalhista, nem profunda, é descontraída e objetiva. Como no livro anterior, a autora não se aprofunda nos demais personagens, Mercy sempre é o centro de tudo. É algo que sinto falta, não posso negar, queria espaço para todos.

Uma pena o livro ser pequeno, sempre termino com gostinho de quero mais. Tomara que não demore em sair o seguinte.

"É mais uma prova de que dois mundos - o visível e o invisível - estão começando a se misturar. E eu, cidadã de nenhum dos dois, habitante de lugar nenhum, estou condenada a assistir a isso de longe e tentar entender. "


Série Mercy
Mercy (Mercy #1)
Exilada (Mercy #2)
Muse (Mercy #3)
Fury (Mercy #4)

Comentou? 
Então não deixe de participar do Top Comentarista aqui.

2leep.com

28 comentários:

  1. Fiquei bastante interessada, principalmente pela premissa do livro, a qual é bem diferente! Nunca li nada desse tipo, que a protagonista acorda em vários corpos diferentes!

    Beijos,
    Caroline
    http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. não conhecia a saga, nem o livro e só um pouco da editora, mas parece ser um livro que te instiga a todo o momento, vc precisa ler, vc precisa descobrir! com certeza cheio de informações e riquezas, e nesse mundo do místico, da fantasia esse tipo é o primeiro que vejo!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tinha me interessado por Mercy, mas nunca parei para realmente comprar e dar uma chance. Com tua resenha, e conhecendo melhor a série, preciso dizer que entrou para a wishlist principal rsrs.
    Tive pena da Mercy, não ter controle de nada da sua vida, nem das suas memórias, é difícil.

    Beijos,
    Myris
    http://www.nacabeceiradacama.com.br

    ResponderExcluir
  4. Esses finais inesperados são uma droga, sinceramente!
    Fico com vontade de matar o autora/autora, mas enfim... rs
    ESpero que um dia possa conhecer esse lindo trabalho.

    Beijos, Clicando Livros

    ResponderExcluir
  5. Eu quis dizer corridos, ao invés de inesperados *

    ResponderExcluir
  6. Oie Cida
    ao ler a primeira resenha de Mercy aqui no seu blog, que me interessei pela série, e sabe que a sinopse de exilada me lembrou muito o livro Todo Dia. Não sei se você já o leu, mas achei incrivel a coincidência.
    Quero ler a série, pois parece bem ágil, e cheia de mistério do jeitinho que eu amo.
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacque! É uma série diferente, eu gosto do jeito que a autora conduz a história e mais ainda do jeito de Mercy, eu sinto falta de uma interação com os demais personagens, mas mesmo assim sempre fico presa na trama.

      Excluir
  7. Oi Cida! é bem diferente né! nunca li nada sobre a série e pesquisei um pouco sobre o primeiro livro :) eu não gosto muito de finais corridos, mas acho que se faz parte de uma série dá para perdoar haha
    não é meu estilo favorito mas assim como eu fiz com o harlan coben, tenho que dar uma chance né ^^
    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Hey querida!

    Olha, eu não li essa resenha por conta de spoilers, mas eu sempre quis ler Mercy. A história parece ótima, eu curti muito a capa e escutei muitos elogios sobre a autora e a obra em si!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida,
    não conhecia o livro, mas gostei bastante, adoro personagens divertidas!
    Vou anotar a dica para uma futura leitura.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Li o primeiro e gostei bastante, vou comprar o segundo em breve!
    Fiquei bem curiosa para saber o que vai acontecer com a protagonista e a história!
    Bj,

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Li o primeiro e gostei bastante, vou comprar o segundo em breve!
    Fiquei bem curiosa para saber o que vai acontecer com a protagonista e a história!
    Bj,

    ResponderExcluir
  12. Oiii!!
    Ainda não conhecia essa série, mas fiquei curiosa com relação com a personagem! A leitura faz meu gênero!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  13. Só não corro pra comprar, porque não lançou o próximo. Estou farta de livros que fazem com que eu me corroa pela continuação. T.T
    Mas a história em si parece muito interessante e promissora, me deixou bem curiosa.
    Uma observação é que parece que todas as personagens são fortes e determinadas, até a chegada do segundo livro - ou seria a chegada do par romântico? hahaha

    Beijos,
    orocardovento.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Bom, eu gostei bastante do que você disse da História, e eu realmente adoro protagonistas assim, engraçadas, que nos fazem dar uma boa gargalhada, mas não sei se estou afim de começar uma série agora. Estou com tantas paradas, mas eu me interessei tanto... Vou adiciona-lo a minha lista, mas vou esperar dar uma organizada nas minhas leituras para ler.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Uau, que linda a sua resenha! Em apenas 158 paginas tem tudo isso? Quero muito ler! Amo livros!
    Um beijo <3

    Ellen- Momentos Assim!

    http://www.momentosassim.com/

    Resenha: O futuro da humanidade: http://www.momentosassim.com/2013/09/o-futuro-da-humanidade.html

    ResponderExcluir
  16. Oi Cida!
    É a primeira vez que vejo esse livro e a capa não me chamou a atenção, mas sua resenha me deixou com vontade de ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    É a primeira vez que leio sobre a série, sempre vi as capas e gostava mas nunca corria atras para saber como é. Estou anotando para comprá-los!
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi Cida!
    Lembro de você ter resenhado o primeiro livro, mas ainda não consegui ler. :(
    Essa série parece ser mesmo fantástica, bem do tipo que eu leio e curto muito. Ainda bem que a leitura é rápida né? Facilita demais!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  19. Oie amiga
    Desde sua resenha anterior da série que desejo ler.
    Acho a capa linda.
    Estou super ansiosa para ler essa série.
    Parabéns pela resenha.
    beijos

    Jéssica
    Leitora Sempre
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Hello Cida,

    Não tinha ouvido falar desse livro ainda, fiquei curiosa, mas nada que passe na frente dos meus outros livros que tenho pra ler.

    XOXO
    Gaby
    http://gabriellasm-1993.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Ainda não li Mercy :S Mas parece ser muito bom *-*
    Adorei sua resenha (e sim, livros pequenos que são bons dão uma dó quando terminam ....)

    Beijo

    ResponderExcluir
  22. Li por cima para não pegar spoilers, mas adorei a dica, porque não conhecia essa série. E assim como você, adoro narrativa em primeira pessoa. Acho algo tão mais íntimo, parece que conseguimos travar uma conexão mais profunda com o protagonista e com a história em si. Para mim fica ainda melhor quando os capítulos são intercalados entre vários protagonistas. Daí fica show. Adoro quando isso acontece. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  23. Eu li semana passada uma resenha de outro livro que tem a mesma premissa.
    Mesmo assim eu me interessei pelo livro.

    ResponderExcluir
  24. Nossa, adorei a premissa desse livro!! Me parece beem diferente do convencional.
    A narrativa em primeira pessoa é otima né, capitulos intercalados também!! Fiquei suuuuuper curiosa, pretendo ler em breve!!

    ResponderExcluir
  25. Oiee ;) Não tinha prestado atenção que Exilada era continuação de um primeiro livro, não me atentei ao fato de jeito nenhum... pensava que era livro único :P
    Quero conhecer Mercy e sua natureza hilária, gosto de personagens diferentes. Fiquei curiosa quanto ao Luc também, vou procurar o primeiro volume para ler.

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  26. Não conhecia a série e achei diferente a historia. Deve ser bem engraçado mesmo ver a adaptação de Mercy em um novo corpo. Bom quando o final é inesperado apesar de corrido. Não incluiria o livro em minha lista de leitura agora, quem sabe depois do laçamento do quarto livro.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!