[Resenha] Em Busca da Glória

Em Busca da Glória
Título Original: Quests for Glory (The School for Good and Evil: The Camelot Years #1)
Autor(a): Soman Chainani
Editora: Gutenberg              Páginas: 368
Lançamento: 2018               ISBN:9788582355312
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Uma nova era. Um novo vilão. Se o Bem e o Mal não se aliarem, nenhum dos lados sobreviverá. A cada final vem um novo começo, e no 4º livro da série A Escola do Bem e do Mal, Em Busca da Glória, não poderia ser diferente. Sophie, Agatha, Tedros e os Sempres e Nuncas começam uma nova era além dos limites da escola para as maiores e mais ousadas aventuras de suas vidas. Os alunos da Escola do Bem e do Mal pensaram ter chegado ao seu_ felizes para sempre_ quando derrotaram o malévolo Diretor da Escola. Agora, nas missões do 4º ano, eles enfrentam obstáculos tão perigosos quanto imprevisíveis, e as apostas são altas: o sucesso traz adoração eterna, e o fracasso significa obscuridade para sempre. Agatha e Tedros estão tentando devolver Camelot ao seu antigo esplendor como rainha e rei. Como Reitora, Sophie buscar moldar o Mal à sua imagem e semelhança. Mas logo todos se sentem cada vez mais isolados e sozinhos e quando tudo mergulha no caos, alguém precisa assumir a liderança.
Se você, assim como eu, pensou que a Escola do Bem e do Mal seria uma trilogia, se prepara que temos ainda os volumes quatro e cinco para conferir. O autor Soman Chainani parece não estar pronto para se despedir de seus personagens e para nós fica a deliciosa missão de conferir as novas aventuras de Sophie e Agatha.

Eu acredito que o volume três tenha sido bem concluído, apenas Sophie ficou sem um par, mas isso não impedia de ser o final da série e ela seguir feliz sem um príncipe encantado. E verdade seja dita, se for para ser um príncipe igual ao Tedros (namorado de Agatha), é melhor ficar sozinha. O garoto é um belo embuste.

E é exatamente por Tedros ser fraco como príncipe e futuro rei de Camelot, que a coisas começam a desandar e dupla Sophie e Agatha precisa reunir novamente o grupo de amigos da Escola e tentar salvar o mundo de um novo vilão, desta vez muito mais ardiloso e misterioso.

As meninas começaram a série como duas garotas de um pequeno vilarejo que após serem levadas para uma escola de magia que produzia contos de fadas, tornaram-se bruxa e princesa, inimigas, amigas outra vez e derrotaram o mal que habitava a Escola. Hoje, que deveria ser a época de paz e construção de um futuro, acaba sendo uma nova época de caos.  As meninas percebem que elas e os alunos da Escola, assim como Camelot e os reinos vizinhos, estão sendo atacados por um tal de Cobra, só que ninguém sabe quem é ele, apenas que deseja o trono de Tedros.

A ação e aventura, já conhecidas dos leitores da série, se repetem em Em Busca da Glória e mais uma vez seguimos com Sophie e Agatha por uma série de desafios, lutas e mistérios. Eu fui surpreendida de maneira positiva com este quarto volume,  não esperava que o autor ainda tivesse tanta coisa para contar e conseguisse criar algo novo e renovar mais uma vez sua trama.

O que acho mais positivo na série é que desde o primeiro volume, Soman nunca foi clichê. Ele se reinventa sempre e dá novos rumos para sua história, algo que não esperamos. Você vê escola de magia e contos de fadas como a ideia central da série, acha que já viu de tudo neste aspecto e quando começa a ler percebe que não viu, não. A  Escola do Bem e do Mal tem muito para te mostrar.

Eu gostei demais deste livro, ver as meninas mais velhas e experientes lutando lado a lado de novo e também ter a reunião de todos os personagens que conhecemos as ajudando foi bem empolgante, mas admito que logo de cara fiquei frustrada com o tratamento que Agatha e outros deram para Sophie, sempre desconfiando dela e a fazendo de bode expiatório. Eu sei que ela errou no passado, mas ao meu ver se redimiu e fora que é minha personagem preferida e não é fácil vê-la sendo injustiçada. 

Sophie, assim como nos outros livros, foi mais uma vez a personagem que mais gostei e depois dela eu achei incrível a atuação do Cobra. O vilão é esperto e mesmo quando eu não sabia que ele era ele, já estava curtindo suas ações. Quando sua identidade foi revelada, aplaudi de pé. Eu sei que por seu o representante do mal, precisa ser derrotado, mas ele é tão mais esperto que o Príncipe Tedros, que fica difícil torcer pelo mocinho.

Em suma, mais um volume brilhante e de fazer o leitor roer as unhas. Não temos um final conclusivo, o Cobra vai aprontar muito e nossas meninas vão ter que ser ainda mais espertas para derrotá-lo em definitivo. O autor ainda temperou este volume como vários mistérios e temos muitas respostas ainda para serem descobertas, eu estou curiosa demais sobre determinados aspectos e segredos. Ansiosa pelo próximo! Amei!

2leep.com

9 comentários:

  1. Não conhecia a série, mas pelo jeito é bem boa.
    Eu não ligo para clichês, mas fico feliz de saber que esse autor é tudo menos isso. Se reinventar é sempre bom, né?
    Fiquei bem curiosa, ainda mais pela sua empolgação pelo livro e pela série toda.
    Se fosse pela capa não me chamaria tanto a atenção, mas gostei do enredo e sua opinião.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    Eu achava que essa série era de uma autora haha.
    Ah, que legal que mesmo continuando, não arruinou o clima da história. Deve ser ótimo acompanhar o crescimento dos personagens.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Nossa, Tedros uma porta mesmo. Menino chato e embuste, misericórdia!
    Fora isso, eu adorei esse livro! E todo aquele mistério eu já sabia mas só aquela besta do Tedros que não via...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Natal Literário 2018: 5 kits, 10 ganhadores. Participe!

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem?
    Gostei muito da resenha, e fiquei bem feliz em saber que terá mais dois livros da série!
    Beijos!
    littlelittlemoon.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!! Só leio comentários positivos desse autor e tb da nova serie, principalmente da Luiza do Babados. Tá na minha listinha infinita de leituras!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida

    Como assim não é trilogia? Estou perdida! Hahahahahah
    Que bom que o autor mantém a criatividade e continua envolvendo o leitor.
    Eu não tenho interesse na série, mas fiquei curiosa para saber o que Sophia fez anteriormente para todo mundo ficar desconfiado agora.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  7. Eu estou aqui com o primeiro livro da série, talvez seja a minha próxima leitura. Comecei ontem O Príncipe Cruel 😊

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,

    Apesar de não gostar muito das capas, quero muito ler esses livros, pois só vejo elogios para a série.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  9. Olá, Cida.
    O autor me surpreende a cada novo livro. A história só cresce e de uma forma maravilhosa. Já a Sophie, diferente do que acontece com você, para mim continua sendo o personagem que mais me irrita. Queria dar uma belas dumas palmadas nela para ver se deixa de olhar para o próprio umbigo e cresce um pouco. Quanto ao Cobra eu já desconfie da verdade desde o inicio. Espero ansiosa pelos próximos volumes.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!