[Resenha] Tudo Aquilo Que Nos Separa

Tudo Aquilo Que Nos Separa
Título Original: Ghosted 
Autor(a): Rosie Walsh
Editora: Record                    Páginas: 336
Lançamento: 2018               ISBN:9788501113771
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||

Imagine a seguinte situação: você conhece um homem, vocês passam sete dias maravilhosos juntos, e você fica apaixonada. E o que é melhor: o sentimento é recíproco. Você nunca teve tanta certeza de algo na vida. Então, quando ele parte numa viagem de férias agendada há muito tempo e promete te ligar para o aeroporto, você não tem nenhum motivo para duvidar disso. Mas ele não liga. Seus amigos dizem que você deve desencanar, que deve esquecer o cara, mas você sabe que eles estão errados. Eles não sabem de nada. Algo de ruim deve ter acontecido, deve haver um motivo sério para explicar o silêncio dele. O que você faz quando finalmente descobre que tem razão? Que existe um motivo ― e que esse motivo é a única coisa que vocês não compartilharam um com o outro? A verdade.

Sete dias perfeitos e então ele desapareceu.

Esta frase resume bem o que acontece nesta obra. Uma mulher conhece um homem, eles se entendem logo de cara e acabam passando uma semana maravilhosa juntos. Ela tem a impressão de que sempre o conheceu. Que pode falar de tudo e sobre tudo com ele e não ter medo de se expor. Pode ser sincera, honesta e deixar as máscaras para trás. Acredita que quando juram se ver outra vez, que vá ser para ficarem juntos para sempre. Os dois contra o mundo. 

Infelizmente quando a euforia passa vem a dura realidade. Ele sumiu. Ele não atende suas ligações e nem responde as mensagens. É como se aquilo tivesse sido importante apenas para ela, que se viu apaixonada à primeira vista e de coração partido.

Sarah estava dando os primeiros passos na nova vida de divorciada e conheceu Eddie justamente quando não esperava achar um amor. Tudo que descrevi acima aconteceu com eles e ela não conseguia aceitar o sumiço do rapaz. Seus amigos, por mais que a quisessem feliz, evitavam alimentar a esperança dela neste relacionamento.

No entanto, o ser humano é um ser que deve ser mais do que carne e osso. Parte de nós é esperança, é desejo, é amor e vontade de ser feliz. Assim Sarah acreditou que algo grave tivesse acontecido com Eddie e não que ele simplesmente não tivesse dado importância ao que viveram e sentido o mesmo.

A história não é agitada e corrida. Rosie Walsh segue com calma e desenvoltura nesta jornada, apresentando ao leitor sua Sarah e a vida dela. A personagem não é só presente, ela tem um passado denso e parte da trama serve para desvendar esta época da vida dela que tanto a marcou e parece carregar muita dor, perdas e sofrimentos. No começo da leitura a gente acha que sabe o que aconteceu com Sarah, o que a levou a abandonar a família na Inglaterra e construir uma nova vida na Califórnia. A gente não entende o Eddie e julga suas atitudes. Mas a verdade é que nada é o que parece ser. Se você voltar e ler alguns trechos vai perceber que o que pensou não estava sendo afirmado ali, mas acostumados a pensar no óbvio, nos equivocamos nas deduções.

A história de Sarah e de Eddie, que é uma só antes mesmo que ambos saibam, é cheia de nuances e camadas. Há muito para desvendar por trás dela e quando começamos a ver cada segredo sendo revelado a gente sente na pele um impacto, uma emoção tão grande quanto a que os atinge.

O amor deste casal é difícil, é praticamente impossível. Não parece ser certo ou mesmo que terá um final feliz. É uma relação muito vida real, cheia de infortúnios e reviravoltas possíveis, que nos fazem acreditar que seja algo acontecendo com dois amigos e que por mais que eles mereçam ser felizes, talvez isso não possa ser com os dois juntos.

Ah! Gente! Até a última página não previ nada, não acertei nada e fui surpreendida pelo que a autora aprontou com a gente e com o casal. Se você gosta de romances bem realistas, com boa dose de drama e muitas incertezas, vai curtir demais esta história. É uma saga que fala de amor, de família, de amigos, de perdas, recomeços, de depressão, de culpa, de redenção e acima de tudo, de perdão.

Eu não sou a pessoa que coloca muita fé em amor à primeira vista, mas o casal do livro até balançou um pouco minha opinião. A história deles é muito delicada e sensível, mexe e  emociona a gente. Faz ver que a vida é um caixinha de surpresas e oportunidades. Em suma, com um clima terno e doce, Tudo Aquilo Que Nos Separa aquece corações.






2leep.com

9 comentários:

  1. Oi, Cida

    Pois eu acredito muito em amor à primeira vista, pois foi o que aconteceu comigo. Foram quase sete anos com a determinada pessoa, surreal, né?
    Sobre o livro: eu amei! Realmente não dá para adivinhar e naquele momento lá antes do Eddie começar a narrar eu surtei! hahahaha
    Uma das grandes surpresas do ano, com certeza!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cida!
    Mulher, eu estou morrendo de curiosidade em saber por que o cara sumiu aaaaaaaaaaaaaaaaaa Infelizmente esse livro não faz muito meu estilo por agora, mas ele não saiu da listinha de futuras leituras. Um dia, quem sabe...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra a um exemplar autografado de O que eu tô fazendo da minha vida
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. São quatro kits; um para cada ganhador

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida, tudo bem?
    Estou suuuper curiosa pra ler esse livro e louca de vontade de saber porque o cara some. Já coloquei na lista, vou conferir assim que possível!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Está na lista e estou super curiosa pra ler, falam muito deste livro, mas sem nenhum spoiler e isso deixa um suspense terrível kkkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Tá td mundo falando tão bem desse livro, e esse mistério me deixa curiosa! rsrs
    Já está na minha listinha! 😍
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida. Esse livro tem sido tão bem comentado, muitos leitores até elegeram como a melhor leitura do ano até o momento. Quando eu li a sinopse não me interessei muito, mas são tantos os comentários positivos que despertou a curiosidade. Tua resenha me mostrou um ponto que não gosto muito que é a questão do amor à primeira vista, mas acho que o desenvolvimento da trama suprime isso. Indicação anotada.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oiii Cida

    Gosto de romances realistas, que surpreendem a gente e esse final imprevisível é bem empolgante pra mim mas fico com o pé atrás com respeito ao drama, em excesso me satura fácil. Não sei se lerei o livro por enquanto, ando numa fase mais pra comédia, porém não descarto conferir futuramente.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida!! Quando esse livro chegou com uma caixa de lenços eu já imaginei que despertaria emoções. A Natália lá no blog adorou tb!! Espero curtir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. QUERO. QUERO. QUERO. QUERO PARA ONTEM.
    AAAAA, Cida! Esse livro está na minha lista desde que o vi pela primeira vez no facebook da editora e depois dessa resenha... QUEROOOOOOOOOOOO.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!