[Resenha] Perigo Para Um Inglês

Perigo Para Um Inglês
Título Original: The Day of the Duchess (Scandal & Scoundrel #3)
Autor(a): Sarah MacLean 
Editora: Gutenberg              Páginas: 304
Lançamento: 2018               ISBN:9788582355121
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Malcolm Bevingstoke, o Duque de Haven, viveu os últimos três anos na solidão auto-imposta, pagando o preço por um erro, e perdendo, para sempre, um amor. Mas Haven precisa de um herdeiro, o que significa que ele deve encontrar uma esposa até o final do verão. Há apenas um problema – ele já tem uma… Depois de anos no exílio, Seraphina, a Duquesa de Haven, retorna a Londres com um único objetivo – encontrar a felicidade, livrando-se do homem que partiu seu coração. Mas o marido lhe oferece um acordo: ela poderá ter sua liberdade, assim que encontrar uma substituta. Isso significa que terá que passar o verão com o marido que ela não quer, mas que, de alguma forma, não consegue resistir. O Duque tem apenas um verão para estar com a esposa e convencê-la de que, apesar do passado, ele poderá tornar o felizes para sempre, uma realidade todos os dias...
Perigo Para Um Inglês é o terceiro volume da série Escândalos e Canalhas, de Sarah MacLean, publicada no Brasil pela Editora Gutenberg. É uma série de romances de época com histórias de amor independentes, mas com um núcleo em comum de personagens. Por isso, não se surpreenda, se acontecimentos dos outros livros forem citados eventualmente entre as histórias. E, neste volume, vamos conhecer Malcolm e Seraphina Bevingstoke, duque e duquesa de Haven.

Seraphina vem de uma família grande e que apesar do título do pai, não é bem aceita pela sociedade. O pai dela é um conde que adquiriu o título e não o recebeu de berço. Considerados alpinistas sociais, os membros de sua família, em especial ela e as irmãs, recebem apelidos dados pela sociedade aristocrata. As moças são as famigeradas Irmãs Perigosas.

No entanto, apesar do preconceito, Sera se casou com um duque. E, em pouco tempo, escandalizou todos ao fugir e deixar o marido para trás, para então, após três anos invadir a Câmara dos Lordes e solicitar o divórcio. Ela o amava. Ele a amava. Então qual o motivo da fuga e separação?

Para entender a história dos Haven é preciso retroceder ao passado e a autora faz isso intercalando os capítulos entre os dias atuais e os dias onde o casal se conheceu, se envolveu, casou-se e viu o casamento afundar. Isso permite ao leitor conhecer os protagonistas num giro de 360º graus, desde quando eram pessoas sonhadoras, passando por pessoas feridas e se tornando um homem e uma mulher mais fortes e conscientes.  A construção de ambos é muito boa, com evidente evolução e amadurecimento.

Claro que logo de cara não fica claro o que levou Sera a fugir e o casamento não dar certo. Vamos ter que seguir passo a passo para entender como duas pessoas que pareciam se amar acabaram se magoando tanto.

Este livro me deixou cheia de sentimentos conflitantes. Eu queria um romance intenso, mas não queria que Sera voltasse para Haven. Há motivos válidos para ambos terem errado bastante um com o outro, nenhum dos dois estava totalmente certo. Para uma reconciliação seria necessário muito perdão, mas a forma como Malcolm agia, como cercava e interpelava Seraphina, em nada me agradou nas primeira metade da obra. Como citei, ambos erraram, mas eu só conseguia dar razão para ela. E vê-la lutar para ser livre, obter o divórcio e se tornar uma empresária num cenário totalmente dominado por homens, só contribuiu para que eu torcesse mais para que não voltassem.

Ele, no entanto, não quer desistir da esposa e luta para tê-la de volta usando de um embuste para isso. Malcolm a convoca para achar um substituta e só assim vai ter o divórcio. Sera aceita o acordo, sem imaginar que Haven nem sonha com outra além dela. Então, quando as pretensas noivas e a atual duquesa se encontram, a situação fica hilária e a história me fez rir demais, ainda mais quando todas as Irmãs Perigosas entraram em cena para ajudar Sera. Um incrível exército de espartilhos.

O romance ficou cem por cento em segundo plano para mim com a chegada destas mulheres escandalosas, ousadas, sem papas na língua e sem freios. Ela deixaram o duque doido de raiva e a cada nova briga deles, eu me encantava mais e mais com o livro. O desconforto inicial, por rejeitar o entendimento do casal foi esquecido e eu só queria saber qual a próxima peripécia que uma delas iria aprontar. E então a mágica aconteceu! As Perigosas e as pretensas noivas foram espetaculares e conseguiram o que achei ser impossível. Sim! Elas abriram a mente do duque e o transformaram em um homem melhor, um homem que finalmente merecia estar com Sera.

E Haven me ganhou aos quarenta e cinco do segundo tempo ao tomar uma atitude contrária a nobreza a as regras que regiam a sociedade inglesa. Ela foi criativo e conseguiu impressionar positivamente a mim e sua esposa. Assim, sendo tão inovador, Malcolm Bevingstoke teve sua chance de virar um jogo perdido.

É, em suma, uma história surpreendente e que me ganhou as poucos até me deixar apaixonada. Eu não li os outros volumes, mas sei que as Irmãs Perigosas protagonizam alguns e fiquei ansiosa para ter mais da ousadia destas mulheres em minha vida de leitora. Sera, junto com as irmãs, formam o grupo das mais divertidas protagonistas femininas que buscam liberdade e são emponderadas, sem para isso deixar de amar. Elas querem um homem em suas vidas para amar e compartilhar. Querem relações de igualdade, embora elas acabem sendo mais poderosas em todos os sentidos.

Perigo Para Um Inglês, no original, The Day of the Duchess, é sim sobre uma história de amor, mas também é sobre a força das mulheres, de sua união e de como sempre devemos lutar por aquilo que queremos e acreditamos. 




2leep.com

9 comentários:

  1. Oi Cida, a Sarah é maravilhosa, eu li os outros dois da série e adorei, minhas expectativas para esse estão bem altas <3 Espero gostar tb!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida. Romances de época são meu gênero favorito e, recentemente, conheci a narrativa da Sarah MacLean na série "Os Números do Amor" quando ela se tornou uma das minhas autoras favoritas desse gênero. Quero muito ler essa série, já adorei que ela criou personagens femininas fortes, determinadas e que não se dobram aos ditames da sociedade da época. Também acho que narrativas que intercalam passado e presente são muito interessantes e, para algumas histórias, necessárias para fazer o leitor compreender os acontecimentos, como parece ser nesse caso. Adorei a resenha!
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida, tudo bem?
    Amei essa capa, já quero ler esse livro com certeza
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  4. Olá, Cida.
    Eu comecei esse livro com um pé atrás com o protagonista porque odiei ele no primeiro livro. Mas depois que vi que os dois erraram na relação, achei que ele merecia uma segunda chance. As Irmãs Perigosas são o melhor da série.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida, tudo bem?
    Ainda não li nenhum livro da série, mas já fiquei curiosa para conhecer Sera e suas irmãs e acompanhar tudo o que elas aprontam. Dica anotada!!

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida!
    Eu acho essas capas bem bonitas, mas confesso que tenho dificuldade em acompanhar tantas autoras e histórias de época. Fiquei interessada nesse livro, achei a trama bem diferente e instigante heheh. E que bom saber que tem mulher fortes na história, isso é ótimo e muito motivador! Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  7. Aii mdsss, eu não posso com isso.
    Cida, de todas as escritoras de época, a Sarah MacLean é minha favorita. O modo como ela trata seus livros para que eles sejam maiores do que só um romance me faz ter a certeza do meu amor por essa mulher.
    Assim como você disse sobre este, muitos livros da autora me causam desconfortos inciais ou totais, mas existe sempre uma história que vai além do romance para dominar tudo e mostrar porque a Sarah é tão maravilhosa.
    Eu já estava louca de vontade de ler esse livro, agora a sensação de urgencia me dominou. Eu preciso muito de mais Sarah MacLean na minha vida.
    Amei o post.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,

    Ainda não comecei a série, mas quero muito ler.
    Mais um que vai para a lista de leitura.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  9. Oi, Cida

    Desde que terminei Os Números do Amor que não leio nada da Sarah. Eu fiquei bem curiosa aqui para saber o motivo do rompimento e gostei que o romance fica em segundo plano, uma diferenciada legal.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!