[Resenha] A Escola do Bem e do Mal

A Escola do Bem e do Mal
Título Original: The School for Good and Evil (The School for Good and Evil #1)
Autor(a): Soman Chainani
Editora: Gutenberg              Páginas: 352
Lançamento: 2014               ISBN:9788582351673
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
No povoado de Gavaldon, a cada quatro anos, dois adolescentes somem misteriosamente há mais de dois séculos. Os pais trancam e protegem seus filhos, apavorados com o possível sequestro, que acontece segundo uma antiga lenda: os jovens desaparecidos são levados para a Escola do Bem e do Mal, onde estudam para se tornar os heróis e os vilões das histórias. Sophie torce para ser uma das escolhidas e admitida na Escola do Bem. Com seu vestido cor-de-rosa e sapatos de cristal, ela sonha em se tornar uma princesa. Sua melhor amiga, Agatha, porém, não se conforma como uma cidade inteira pode acreditar em tanta baboseira. Ela é o oposto da amiga, que, mesmo assim, é a única que a entende. O destino, no entanto, prega uma peça nas duas, que iniciam uma aventura que dará pistas sobre quem elas realmente são. Este best-seller é o primeiro livro de uma trilogia que mostra uma jornada épica em um mundo novo e deslumbrante, no qual a única saída para fugir das lendas sobre contos de fadas e histórias encantadas é viver intensamente uma delas.
O primeiro volume da série A Escola do Bem e do Mal, de Soman Chainani, mostra que ainda há muito para ser explorado nas escolas de magia. O primeiro livro foi uma leitura agradável, que me fez dar boas risadas e me encantar profundamente.

Agatha e Sophie vivem na pequena Gavaldon, uma cidade cercada por uma densa floresta, que de tempos em tempos vê suas crianças sendo levadas pelo Diretor. Este homem conhecido apenas por este nome, dirige a Escola do Bem e do Mal, um centro de formação de futuros vilões e mocinhos. As crianças que são levadas para lá, vão se tornar personagens de contos de fadas e figurar nas histórias que outras crianças ouvirão.

A escolha é meio aleatória e nesta temporada Agatha e Sophie são as mais visadas para partir e, de fato, acabam sendo as escolhidas. São amigas, sendo que a primeira vive em um cemitério e é considerada estranha e a segunda vive com o pai e parece uma princesa sempre preocupada em ser bem vista e amada.

Agatha parece nascida para ser uma vilã da Escola do Mal e Sophie uma princesa da Escola do Bem. No entanto, quando são levadas, cada uma vai para a escola inversa do que imaginou e começa assim a jornada das amigas para “consertar” esta situação tão adversa.

A série de Soman Chainani é ambientada nesta escola cheia de magia, mistérios e capaz de criar contos de fadas. É uma premissa muito interessante, pois temos histórias se formando dentro da história. Vemos como seria, se realmente existisse uma escola assim, a formação de crianças comuns em personagens de contos de fadas. Os critérios de seleção são criativos, assim como as explicações para o surgimento de vilões, mocinhos e afins.

No meio deste universo que poderia ser considerado como uma fábrica de sonhos, Agatha e Sophie vivem um grande pesadelo. Estão presas ali. Apenas resolvendo um desafio imposto pelo vilão que é o Diretor, poderão voltar para casa. A princípio, apenas Agatha quer mesmo voltar e Sophie finge desejar o mesmo. A amizade delas é posta a prova diversas vezes por conta da disparidade de vontade e quando um príncipe entra em cena, tudo fica mais complexo. 

O primeiro volume gira em torno da apresentação da Escola, da adaptação das meninas a esta nova realidade e dos testes que a amizade delas vai passar nesta jornada. Eu gostei da trama, de todo o rol de aventuras e ação e em especial dos mistérios que habitam a Escola. Há muito escondido por debaixo da criação de contos de fadas e são aspectos sombrios  e assustadores.

As protagonistas são cativantes. De início Agatha foi minha preferida, Sophie era muito fútil e por vezes egoísta, mas no decorrer na leitura foi ela quem definitivamente tornou-se a minha personagem preferida. Os personagens secundários são muitos, mas não se destacam tanto quanto as meninas, exceto pelo Diretor e pelo príncipe Tedros, que têm papel fundamental no que se passa entre as amigas.

O autor, nesta sua grande fantasia, aborda temas interessantes como a questão de estereótipos e como os mesmos acabam levando a conclusões precipitadas e preconceituosas e também o que torna algo/alguém bom ou ruim. A Escola, com seus conceitos, faz a divisão ser tudo preto e branco, mas nem sempre é assim. As pessoas não são 100% só uma coisa, ela são um pouco de cada e o meio influencia o que será o final.

Será que aqueles denominados maus, são mesmo ruins? Vimos gestos de bondade neles, assim como gestos nada bons nos alunos do Bem. Infelizmente os pré-julgamentos os condenaram. Sophie e Agatha revolucionaram a Escola e mostraram que seria possível, sim, um meio termo se cada um tivesse tido oportunidade. O melhor é que até provaram que nem todo conto de fadas precisa de um príncipe para salvar todo mundo. E diga-se de passagem, o príncipe é um belo fiasco. Tedros é minha ressalva na trama, um garoto que acha que nasceu para ser o dono do mundo.

A Escola do Bem e Do Mal é um livro que abre bem uma série de carisma, excelente ambientação (você se sente viajando para dentro de um mundo mágico),  muito divertida e com potencial para proporcionar ao leitor grandes aventuras. O final é conclusivo para a jornada inicial das amigas, mas sabemos que depois de descobrirem os segredos da Escola, nunca mais a vida delas será a mesma. Recomendo!

2leep.com

12 comentários:

  1. Oi Cida,
    O universo criado pela autora parece ser bem interessante. E adorei como o caminho das personagens se parte. Acho que só lendo mesmo, pra sentir a simpatia. Linda capa, quem sabe futuramente caia por aqui. haha

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Oiii Cida

    Esse livro tem uma pegada que me atrai, eu amo fantasia e ja notei que a ambientação é de luxo aqui, além do mais a história parece ser mais madura e ampla do que eu havia imaginado e isso me agradou. Quero conferir essa série assim que der, acho que irira gostar.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida!
    EU AMO ESSA TRILOGIA. É uma das minhas favoritas. Acompanho a série desde que foi lançado o primeiro aqui, a algumas eras atrás, mas ela sempre se manteve bem abaixo do radar. Agota que ta todo mundo lendo, EU TO MUITO FELIZ porque finalmente tenho amigos para conversar.
    A Sophie no inicio me dava mos nervos. Eu ficava querendo matar ela, mas ela melhora. Amadurece um bocado e você passa a sentir pena dela também. E Agatha é so um amor <3

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Cida.
    O primeiro livro é muito bom, mas os outros são incríveis. Eu também senti a mesma coisa com as garotas. Comecei gostando mais da Agatha, mas ela se apagou um pouco ao longo da historia. A Sophie é um personagem que mesmo odiando, é impossível negar o quanto o personagem é grande. E ainda bem que o Tedros muda porque o principezinho chato hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Eu conhecia esse livro mas não tenho ele anida, amei saber mais detalhes e sua opinião sobre a leitura. Vou querer conferir e ler também.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. todo mundo gosta de uma boa história, dica anotada!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/2018/07/resenha-luz-que-perdemos.html

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida tudo bem?
    Lembro do lançamento desse livro na época fiquei apaixonada pela capa, e doida para ler. Hoje em dia confesso que a vontade diminuo um pouco, mas, quem sabe um dia.
    Beijos

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Cida!
    Comecei a ler esse livro sem pretensão alguma e amei! Só não dei 5 estrelas porque achei ele meio confuso em certos momentos..
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  9. Oie Cida =)

    Vejo resenhas super positivas dessa série, mas confesso que tenho um certo receio em começar a leitura por ter medo de achar a leitura juvenil demais.

    Gosto dos elementos presentes na trama, e a narrativa parece ser bem envolvente. Só preciso deixar meu receio de lado rs...

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Cida

    Tenho lido ótimas resenhas a respeito da trilogia, mas o gênero não me agrada muito, sabe? Gosto dessa abordagem do bem e do mal, de ninguém ser totalmente bom e dos ruin às vezes não serem tão ruins assim, mas o todo não chama minha atenção, infelizmente.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida, tudo bem?
    A história desse livro parece bem legal, mas é bem infantojuvenil, né? Até pela capa, talvez, eu sinta isso. Não sei se leria no momento, mas gostei de saber mais.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida,
    TODO mundo tá lendo essa série e eu aqui... Boiando! HAHAHAHA
    E olha que eu não tinha me interessado, mas agora quero saber dos babados literários da obra, rs.
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!