[Resenha] Bruxas: Laços de Magia

Bruxas: Laços de Magia
Título Original: Witches: Lazos de Magia (Saga Witches #1)
Autor(a): Tiffany Calligaris 
Editora: Planeta (Outro Planeta)      Páginas: 208                         
Lançamento: 2017                           ISBN: 9788542210422
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
O livro acompanha o dia a dia da universitária Madison Ashford, que cursa Design Gráfico na Universidade Van Tassel, em Boston. Ela está no segundo ano e divide um pequeno apartamento com sua melhor amiga, Lucy. Madison namora Derek, atleta da instituição, mas, quando o misterioso e atraente Michael Darmoon inicia seu curso em sua classe, ela se sente estranhamente atraída por ele. Na mesma época em que Michael e suas exóticas primas, todos nascidos em Salem (a terra das bruxas), se mudam para Boston, situações bizarras começam a ocorrer no campus e Madison acaba sendo alvo de alguns desses acontecimentos.

Bruxas – Laços de Magia, de Tiffany Calligaris, é o primeiro volume da Saga Witches, publicada no Brasil pela Editora Planeta (selo Outro Planeta).

Li este livro propositalmente em outubro para combinar com o clima de Halloween. Eu gosto de combinar leituras com o clima do mês e este é um dos meus temas preferidos. Além disso, sinto uma falta enorme de mais livros com o tema bruxas e fiquei feliz com a chegada de uma nova saga aqui no Brasil.

Neste volume de abertura, a escritora argentina Tiffany Calligaris, nos apresenta uma trama ambientada em uma universidade americana e seu núcleo central de personagens é todo formado pelos estudantes de Van Tassel. A estudante Madison Ashford é a protagonista e seguimos com ela em seu retorno para mais um ano letivo ao lado dos melhores amigos Marc e Lucy.

Os três estão curtindo o momento de deixar de morar no campus da universidade para ter o próprio apartamento. As garotas moram juntas e Marc é o vizinho da porta da frente, o que não impede o rapaz de estar sempre com elas fazendo as refeições e até pedindo uma ajudinha na faxina. O trio é amistoso, carismático e dá a trama um clima gostoso de amizade e companheirismo. São aqueles amigos que estão ali uns pelos outros em toda e qualquer situação. É bem bacana.

Logo no primeiro dia de aulas Madison tem um encontro, literalmente explosivo, com o novo aluno Michael Darmoon e dali em diante seus dias ganham novas cores. A atração por Michael torna-se sufocante, ela acaba sentindo que o atual relacionamento perdeu o brilho e logo vemos que ela e o novato vão se envolver. E se não bastasse este rapaz misterioso e enigmático para compor o cenário, ele traz com ele duas primas ainda mais peculiares – Lyn e Maisy –, que vão abalar a universidade Van Tassel juntamente com uma onda de assassinatos em forma de rituais.

O título do livro já é bem explicativo sobre o assunto e fica fácil  para o leitor identificar quem forma o time da magia. Michael, Lyn e Maisy vieram de Salem e são pessoas extremamente reservadas e com costumes estranhos.  Só que os personagens do livro não fazem ideia de nada e vamos vendo os pobres inocentes sendo ludibriados diariamente pelos bruxos. Com certeza Madison é a mais afetada, já que acaba se envolvendo com Michael. Como citei a atração entre eles é bem forte, mas euzinha aqui não consegui acreditar em um sentimento real e nem torcer pelo casal.

Qual motivo? O Michael chegou todo poderoso e exercendo seu charme de muitos watts de potencia pra cima dela, nem deu tempo de a garota respirar e já estava caidinha por ele. Michael nem ao menos fez um esforço, cativou e mimou Madison, apenas afirmou que tinham que ficar juntos. Cadê o romance? Eu senti manipulação na relação e não confiei no moço desde a primeira aparição. Segundo ele, não havia chance de manipular sentimentos (apenas outras coisas, o que ele fez sem peso da consciência) e afirmava que ela o amava. No entanto, mesmo com todo este discurso, não acreditei e não comprei o romance.

Apesar deste meu parênteses em relação ao romance, a trama vai além dele e me ganhou por diversos outros motivos. Há uma mitologia de magia interessante e um pano de fundo histórico que se baseia em fatos ocorridos na cidade de Salem. A autora desconstrói o que sempre foi tido como a verdade sobre a caça as bruxas e cria uma nova versão da história, onde as bruxas foram bem ardilosas e não as vítimas. Há ainda as tradições da família de Michael que começaram a ser exploradas neste primeiro volume e prometem ser material desafiante para os personagens no decorrer da saga.

Há também uma série de assassinatos ocorrendo entre os universitários e pelo final do livro isso acaba se conectando com Madison, Michael e companhia. Pelo que vi será o tema abordado no segundo livro - Witches: El Club del Grim –, algo que colocará a vida de todos em perigo e vai garantir, quem sabe, uma guerra entre bruxos.

E por último, mas não menos importante entre tantos assuntos, Calligaris conseguiu desenvolver bem seus personagens e dar para cada um suas próprias jornadas e histórias próprias. Você consegue desenvolver uma relação com eles e ouso dizer que não foi o casal central que roubou a cena e sim os dois amigos de Madison – Marc e Lucy –, que são os melhores amigos da vida, que você quer para você.  E na minha opinião, Marc deveria ter sido o mocinho da série, sem nenhuma dúvida.

Bruxas – Laços de Magia foi um ótimo volume introdutório para a saga. A leitura é fluida, não foi previsível para mim (mesmo com alguns clichês, eu não fazia ideia de onde ia chegar), o clima é agradável com  a dose certa de jovialidade, mistério e perigo. A autora conseguiu costurar bem os assuntos apresentados, nos deu personagens promissores e abriu portas para a trama seguir por excelentes caminhos. Daria um série de TV muito legal. Curti bastante e torço para que a continuação chegue logo aqui. 



2leep.com

7 comentários:

  1. Oi, Cida!
    Eu fiquei com vontade de ler esse livro, mas só essa manipulação aí do carinha que me deixou com um pé atrás.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    Não li muitos livros com tema bruxas, mas gosto da forma como cada autora aborda esse tema. Uma pena o casal não ter lhe conquistado, mas pela sua resenha percebi que esse fato não prejudicou em nada a sua leitura. Dica anotada!!!

    *bye*
    Marla Almeida
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiii Cida

    Eu amo os livros da Tiffany, ela escreve bem, de maneira simples e fácil de entender mas nem por isso perde o charme da história. Ainda não li Bruxas, tenho que finalizar outra trilogia dela que tenho aqui "Lestat" que também é de fantasia. Bruxas me chama demais a atenção, justamente porque quero ver esa nova visão sobre Salem que a autora agrega à história.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia este livros, nem a série, mas adoro histórias com bruxas! Vou ficar com esta dica debaixo de olho! =)

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  5. eu não sou muito chegada em enredos com bruxas, creio que isso é que deixa de pé atrás com a história
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida, tudo bem? Confesso que eu não conhecia nem o livro e nem a autora, mas que o livro não é muito na vibe do que eu tenho lido. Uns 7 anos atrás eu estaria pirando com ele. Mas a Bianca, também lá do blog, é super na onda de bruxas e acho que ela ia curtir muito essa história, super vou indicar.

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  7. Olá Cida,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, não li muitos livros com bruxas e quem sabe eu leia esse, ela sua resenha parece interessante, vamos ver....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!