[Resenha] Inesquecível

Inesquecível
Título Original: Unremembered (Unremembered #1)
Autor(a): Jessica Brody   
Editora: Rocco Jovens Leitores            Páginas: 336
Lançamento: 2017                               ISBN:9788579803000
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Após um acidente aéreo, uma garota é encontrada ilesa e sem memória em meio aos destroços em pleno oceano Pacífico. Ela não estava na lista de passageiros da aeronave e seu DNA e suas impressões digitais não são reconhecidos em nenhum lugar do mundo. Sua única esperança é um garoto estranho e sedutor que afirma conhecê-la. E que eles eram apaixonados um pelo outro. Mas será que ela pode confiar nele para recuperar seu passado e descobrir quem ela realmente é? 
Inesquecível é o primeiro volume da Trilogia Unremembered, de Jessica Brody, publicada no Brasil pela Editora Rocco (selo Jovens Leitores) e  é uma trama de ficção cientifica com uma boa dose de mistérios e romance. Os demais volumes são Unforgotten e Unchanged.

Quando o avião da Freedom Airlines caiu no Pacífico era de se esperar que não houvessem sobreviventes, mas a equipe de resgate encontrou ali uma garota de aparentemente dezesseis anos sem nenhum ferimento. No entanto, havia uma sequela do acidente, a perda de memória e confusão mental da passageira. Para ela o ano era 1609 e não os dias atuais e coisas básicas como um abraço não eram algo familiar.

A garota de beleza extraordinária e olhos de um azul único passou a ser chamada de Violet pela equipe médica e pela imprensa. Sim! A imprensa viu ali um furo de reportagem e queria saber tudo sobre a sobrevivente, ainda mais quando a companhia aérea não encontrou nada sobre ela na lista de passageiros e ninguém apareceu para ir buscá-la. Violet foi então encaminhada para uma família adotiva para esperar a recuperação da memória ou a aparição de um familiar. Tudo poderia ser até mais um caso comum, se não fosse a aparição de um garoto dizendo que ela estava sendo procurada e corria risco de vida. Ah! Ela disse que a conhecia e seu verdadeiro nome era Seraphina. Violet? Seraphina? Quem ela era de verdade?

O livro é narrado em primeira pessoa por Violet/Sera e desde a primeira página tudo ao seu redor é uma grande incógnita. Seguimos com a protagonista em sua busca por memórias e respostas, pois mesmo não sabendo quem é, ela sabe que não é uma pessoa comum. Violet possui uma força acima da média, um entendimento acima do normal de matemática, um conhecimento profundo de palavras tal qual tivesse um dicionário na cabeça e ainda por cima um velocidade assustadora. O engraçado é que mesmo sendo tão genial, ela se perde em coisas simples como gírias e figuras de linguagem. Ela é uma criança dando os primeiros passos em muitos aspectos e esta ingenuidade traz um tom leve e divertido para a trama em vários momentos.

A protagonista é uma menina doce e mesmo sem ser dona de uma personalidade dominadora e impactante, cativa o leitor de alguma forma. A fragilidade inicial, a inocência e a solidão, tudo isso contribui para que você sinta vontade de ajudá-la.

No entanto, a vida da protagonista não é tão simples assim, ela percebe aos poucos que está sendo seguida e perseguida e precisa entender qual a razão disso. Logo fica claro que as pessoas que a procuram não tem muitos escrúpulos e podem matar. É justamente aquele garoto misterioso que surgiu em sua vida que parece ser o único no qual confiar.

Não dá para falar muito sobre o que cerca Violet sem soltar spoilers, mas posso afirmar que ela está em uma bela saia justa e precisa fugir se quiser ser livre. Eu gostei da ideia geral e nos capítulos finais a autora incrementou ainda mais este aspecto da trama com o acréscimo de um gene inovador para a raça humana. Brody abriu vários caminhos para a série a partir daí, podendo assim levar sua protagonista por aventuras ainda mais ousadas.

Fiquei bastante empolgada com tudo o que cerca a existência de Violet e quero entender a razão de tantas pessoas ou melhor do poderoso conglomerado de tecnologia de  nome Diotech querer tanto ela em seu poder. Na verdade tudo que envolve a Diotech precisa ser esclarecido e este é mais um assunto que só tivemos um aperitivo aqui. No começo parece um tanto confuso e até mesmo sem sentido, mas quando você fica sabendo sobre o que o tal gene pode fazer, aí sim vê que nada está ali ao acaso.

Há romance na obra. O tal garoto misterioso é Zen e segundo ele a alma gêmea de Violet. Eu não shippei o casal, senti falta de um aprofundamento maior na relação deles para que eu comprasse a ideia do grande amor que Zen afirma existir entre eles. Pode ser que nos próximos volumes eu realmente sinta sinceridade nesta relação, mas agora achei –a bem frágil.

Ainda assim a história não se perde por conta desta relação, é interessante e intrigante na medida certa para manter o interesse do leitor e fazer com que a espera pelo próximo volume seja grande. Inesquecível é um bom volume inicial para uma série indicada para o público jovem adulto que deseja ter uma obra leve de ficção cientifica em mãos. Ambienta o leitor  neste novo universo e abre portas para a história se desenvolver por caminhos diversos. Torço para que a autora escolha os mais arriscados e permita que Violet cresça ainda mais daqui para frente.



2leep.com

13 comentários:

  1. Vixemaria!! Gostei desse trem aí!!
    A capa tá um escândalo e curti esse lance de perda de memória, adoro livros com isso, hehehe. Sério mesmo!

    Bjkssss

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    Sou apaixonada por essa capa, rs. Já quero ler esse livro para ontem.
    Uma pena ser série e não ter os próximos volumes lançados ainda.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Vai que a autora explora melhor essa de alma gêmea nos próximos volumes? Nunca se sabe...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,
    Não sou totalmente fã de ficção cientifica, mas todo esse mistério envolvendo a protagonista, me deixou curiosa. Dica anotada!!

    *bye*
    Marla
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Fiquei me imaginando no lugar dela. Se ser perseguida sabendo de tudo já é ruim, imagine como deve ser terrível passar por isso sem saber de nada. Desde que vi esse livro que estou praticando o pecado da cobiça (haha). Espero gostar tanto quanto você.
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida, sua linda, tudo bem?
    Sou fã de ficção científica e já estava super curiosa para descobrir quem era Violet, mas pelo vista ela pode ter feito parte de alguma experiência com esse novo gene. Uma das perguntas é: por que ela estava naquele avião e por que ele caiu matando todos menos ela? Será que ela entrou ali fugindo e eles derrubaram o avião para matá-la??? Por que ela precisa estar morta? Estou louca para descobrir. Adorei sua resenha!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oii, adorei a dica de leitura.
    A capa me chamou muito atenção e adorei a história.
    Beijos

    Literatura Por Amor

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida, tudo bem?
    Apesar de ter achado a sinopse interessante, não me cativou sabe? Acho que, no momento, eu não iniciaria essa trilogia.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Uau, parece ser uma ótima leitura, ein? Fiquei curiosa... Gostei de saber que a ficção científica é trabalhada de forma leve, deve ser um ótima livro para iniciar no gênero.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  10. Olá, Cida.
    Eu não conhecia esse livro ainda e achei a premissa dele bem interessante, mesmo não sendo de um gênero que eu goste muito de ler. Mas não gostei foi de ser trilogia hehe. Geralmente em livros do gênero o romance não é tão intenso mesmo, mas pode ser que nos próximos seja diferente.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Oie Cida =)

    Tenho visto a capa desse livros nas redes sociais, mas a sua é a primeira resenha que leio sobre ele.

    A premissa é boa, embora não muito original no meu ponto vista. Desanimei um pouco em saber que é série (mais uma), porém não nego que fiquei um tanto curiosa em saber como a autora desenvolve a narrativa.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  12. apesar dos bons comentários não é um enredo que me atraia por agora, não é muito meu estilo

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida,
    Estou doida para ler esse livro.
    Parece ser muito interessante a trama toda.
    Já esta na minha lista.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!