[Projeto] Desventuras em Série – O Seriado

Olá

Quem acompanha o blog sabe que está rolando o Projeto de Leitura Coletiva de Desventuras em Série, mas esta é uma postagem para falar do seriado produzido pela Netflix que teve a estreia no dia 13 de janeiro.



Aqui comentei sobre minhas expectativas e agora vamos retomar os tópicos para ver se foram ou não alcançadas.

Fiel aos livros?

Sim! Na maior parte do tempo, embora tenha me incomodado muito o final do primeiro episódio com uma bombástica revelação.


Viver com o Conde Olaf é fácil?



Claro que não! Que dó daquelas crianças! Vê-los cuidando daquela casa asquerosa e agindo como escravos foi impactante. Realmente desde o primeiro momento o clima foi de pura desesperança e o seriado mostrou que ser adotado por este vilão é pior que o pior dos pesadelos.


Clima? OK! E a ambientação?

Foi linda! Ver aqueles locais que imaginei ali na tela não teve preço, acho que o seriado foi bem feliz neste ponto.


E os atores?

No geral as atuações me agradaram bastante e se não fosse por medo do Conde eu ia até querer adotar os irmãos Baudelaire. Tanto as crianças do filme, quanto as do seriado, são adoráveis e não consigo escolher as minhas preferidas.

O grande destaque,  para mim,  foi sem dúvidas Lemony Snicket. Ele é o narrador mais cheio de personalidade que temos por aí e no filme,  embora tenha sido interpretado pelo maravilhoso Jude Law, foi bem coadjuvante. Já no seriado ele apareceu e ganhou muito destaque, de forma a ser ainda mais interessante sua participação do que nos próprios livros.




Vi comentários que suas interrupções quebravam o clima e as suas explicações deixavam tudo meio que infantilizado. Em nenhum momentos estes dois aspectos me deixaram incomodada já que nos livros ele age assim. 

O texto é bastante  didático por conta do público alvo e ele entra mesmo no meio das cenas para dar pitaco. Acredito que tirar isso da adaptação seria deixar de lado uma característica marcante da narrativa.

E o vilão?



Neil Patrick Harris fez direitinho o serviço, mas ainda assim não conseguiu superar Jim Carrey para mim. Desta forma o último sempre será meu eterno Conde Olaf.  

Esta foi uma das estreias mais aguardadas e fico muito feliz em ver que foi um seriado produzido com cuidado e para os fãs. Não vejo a hora de termos a segunda temporada por aí e enquanto isso sei que vou rever estes primeiros oito episódios.

E aquela abertura?

Você vê uma vez e fica com a canção na cabeça. Viciante!

 E vocês gostaram?


Lembrando que No Instagram do blog também tem atualização do Projeto. Acompanhe esta aventura com o a Editora Seguinte , o Moonlight Books e também em outros nove sites e canais.


(Imagens Netflix)
2leep.com

8 comentários:

  1. Oi Cida, sua linda, tudo bem?
    Estive doente esses dias, peço desculpas pelo sumiço. Não sabia que no livro, o autor interrompia para falar com o leitor, achei isso incrível, essa interação vai agradar o público mais jovem com certeza e a mim também. Que bom que a série foi fiel e parece ser tão boa quanto os livros. Estou louca para ler e ver a série na tv também.!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida! Acredita que não consegui ver tudo ainda? rs Eu achei a parte estética belíssima, a fotografia, cores, tudo impecável! E fico feliz por ser fiel aos livros, tomara que a segunda temporada não demore logo.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. eu só vi o filme, mas creio que o seriado deve ser ainda melhor pois tem a questão de ser menos compactado
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,
    Queria muito participar do projeto de leitura, mas ando meio sem tempo.
    Mas fico feliz em saber que a série é boa, preciso assistir.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Eu tenho uma relação de amor e ódio com essa história. Ódio porque ninguém "vê" as armações do Olaf.
    Com certeza o narrador é um dos melhores personagens, assim como a Sunny.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida!
    Ainda não vi a série, mas tenho lido muitos comentários positivos a respeito. Acho que também não vou me incomodar com as interrupções do Lemony. Como você bem disse, isso faz parte da forma como a história é contada nos livros, também acredito que tirar isso descaracterizaria um pouco a coisa toda. Não sei se isso vai mudar quando assistir, mas quando penso no Conde Olaf também logo me vem à mente o Jim Carrey.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  7. Oie Cida =)

    Vou ser bem sincera ... assisti três episódios da série e não gostei muito =(

    Achei toda a ambientação linda e a trama interessante, mas não foi aquele seriado que me deixou morrendo de vontade de saber o que vai acontecer no episódio seguinte, sabe?

    Pretendo ver essa temporada até o fim, agora que já comecei a assistir e espero que até lá a série conquiste meu coração, como conquistou o de tantas pessoas.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Cida.
    Eu gostei bastante da ´serie. Achei bem fiel aos livros. Como não assisti ao filme, não posso comparar os dois atores, mas gostei bastante do Neil interpretando. E concordo sobre a música, foi só você falar já comecei a cantar em pensamento hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!