[Resenha] O Livro De Memórias

O Livro De Memórias
Título Original: The Memory Book
Autor(a): Lara Avery     
Editora: Seguinte                 Páginas: 352
Lançamento: 2016               ISBN: 9788555340178
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||  
Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano. É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.

Samantha Maccoy era uma estudante exemplar que desde muito cedo havia traçado planos para o futuro. Ela pretendia vencer o torneio nacional de debates, ter um excelente desempenho na escola, ser oradora da turma na formatura e ingressar na Universidade de Nova Iorque. Tudo estava seguindo maravilhosamente bem até que Sammie foi diagnosticada com Niemann – Pick C, uma espécie de demência.

A doença não tinha cura e aos poucos ela perderia a memória, a coordenação do corpo e definharia até morrer. Assim ela começou a escrever uma espécie de diário, um livro de memórias para ela mesma – a Sam do futuro –, na esperança que quando nem soubesse mais o próprio nome aqueles escritos pudessem resgatar parte do que tinha vivido.

Dizem que minha memória nunca mais será a mesma, então estou escrevendo para lembrar.

O Livro de Memórias de Lara Avery é um livro com uma bela história de vida e coragem. Pela premissa inicial você logo imagina uma história que nos encaminha para um final fatídico e uma protagonista sujeita a depressão, mas ao contrário disso o que temos aqui é uma história de vida e amor.

A protagonista nos conta sua história ao escrever seu livro de memórias e assim nos transmite a sensação de por toda a leitura estarmos sentados ao seu lado conversando. Você conhece Sammie, sabe como ela se sente e divide com ela esta jornada difícil cheia de altos e baixos. É uma  trajetória, sem sombra de dúvidas, árdua e que nos mostra a importância de buscar alegria nas mais simples coisas da vida.

Sammie é uma pessoa autêntica, por isso não a idealizem como um modelo de perfeição. Uma personagem criada longe dos estereótipos. Não se encaixa em certos grupos, mas não liga para isso. Não se acha lindíssima, mas entrar na faculdade que deseja é mais importante que ser vaidosa. Atropela meio mundo quando quer algo e muitas vezes não olha para trás para ver o resultado. É falha em vários aspectos ( até mesmo não me cativou de início), mas aprende com os erros e tenta melhorar. Pode até ser que se não estivesse doente não se corrigisse, mas o fato é que na situação que temos ela buscou o melhor.

O gênio de Sammie e sua personalidade marcante foram os aspectos que me afastaram dela logo de cara, mas ao conhecê-la melhor vi que seu jeito determinado de ser era algo digno de admiração e a cada página virada fui me apegando mais e mais a personagem e por diversas vezes me vi chorando por vislumbrar sua partida. Sammie ganhou todo meu carinho.

Uma garota corajosa que lutou para não deixar a doença vencê-la. Em nenhum momento deixou de lados seus planos e assim vivia a vida normalmente. É claro que a doença se manifestou e posso dizer que fui tomada de muita expectativa a cada objetivo que ela tentava alcançar. E como esta história é muito realista, ela vai tanto vencer , quanto falhar.

Só que falhar é algo que verdadeiramente não se aplica a esta guerreira, vamos dizer que ela apenas não conseguiu, pois quem lutou com tanta garra não pode ter falhado. 
  
E ao seu redor existem pessoas maravilhosas e não posso deixar de citar uma família grande e agitada, a querida professora Sra. T e o adorável melhor amigo (quem sabe mais) Cooper Lind. Cada um destes personagens contribuíram de maneira importante nesta jornada de Sammie e me apaixonei um pouquinho por cada um deles. Não apenas pela bondade, mas por todo o amor que traziam em seus corações.

Lar é onde está o amor

Apenas um elemento na trama eu achei que não foi necessário, um sutil triângulo amoroso que surgiu. Em parte o relacionamento dela com garotos lhe permitiu muita alegria, por outro lado acho que apenas um garoto teria sido suficiente para atingir este propósito da autora dentro da obra. De fato não atrapalha em nada o desenvolvimento da história, eu nem sou daquelas que não gosta de triângulos, mas  este não é um livro que tem como foco central o romance e com isso acho que tal artifício poderia ter sido deixado de lado. Ainda assim, foi uma leitura maravilhosa e que muito me agradou.

Em suma, O Livro de Memórias foi um dos livros mais lindos que já li e com uma história comovente e delicada em igual medida. Ri, chorei e me emocionei  bastante. Recomendo.





2leep.com

13 comentários:

  1. Oi Cida, tudo bem?
    Desde o lançamento desse livro eu estou curiosa quanto a ele. Eu fiquei curiosa por conta da manifestação da doença e de como a personagem lidou com isso. Parece ser um pouco intensa a leitura por tratar de algo tão real, mas acredito que vou gostar.
    Beijos
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. eu estou bem curiosa, não era uma trama que de cara me interessaria, mas estou bem curiosa, pelas resenhas, pelas boas opiniões, foi uma conquista gradativa, por assim dizer
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida,
    Estou vendo falar bem desse livro, realmente parece ser uma história emocionante.
    É um livro que vou colocar na minha para ler futuramente.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,
    Que capa linda, e o livro parece ser lindo também.
    Ah, essa coisa de triângulo é sempre batida -.-

    tenha uma ótima quarta :D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  5. Nossa confesso que o livro inicialmente não me chamou muito atenção, mas ao ler a resenha e principalmente ao final ter a definição de ser um dos livros mais lindos me deixou com vontade de ler.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Também ri e chorei com esse livro, foi uma das melhores leituras de 2016. Ele fez meu coração ficar pequeno e grande. A Sammie é inesquecível em sua bravura na hora de enfrentar uma coisa tão grave e tão ladra de sonhos e inspiradora na hora de encontrar graça nas pequenas coisas. Uma daquelas leituras que valeram muito a pena, uma das coisas boas que O Que Tem Na Nossa Estante trouxe para minha vida leitora.

    ResponderExcluir
  7. Estou louca por este livro desde a primeira vez que soube sobre ele. Ele está no topo da minha lista de livros que necessito comprar!
    Adorei seu blog, estou seguindo!
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  8. Oi, Cida

    Eu amei demais esse livro. E a Sammie roubou o lugar da Peregrina, de A Hospedeira, e agora é minha personagem feminina favorita!
    Também achei que o triângulo não era necessário, mas,como vc disse, ele foi sutil, então eu relevei.

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Cida!
    Quando saiu esse livro lá fora, nem me chamou atenção. Aqui ele está fazendo o maior sucesso e todo mundo que conheço está me indicando. Acho que vou acabar cedendo.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  10. Oie Cida! Poxa, esse livro parece ser muito bom mesmo! Não me admira você ter gostado tanto da personagem, gosto muito de personagens reais, corajosas e amáveis. Gostei bastante da resenha.

    beijos

    Jéssica - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Quero muitomuitomuito ler este livro logo!

    Amei a resenha, só pra variar.... perfeita!!

    Bjkssss

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Esse livro parece ser muito bom, além de ter uma capa linda. Adorei sua resenha e a minha curiosidade só aumentou!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  13. Olá, Cida.
    Eu amei esse livro. A Sammie foi um personagem marcante. A fé dela é incrível. mesmo quando ninguém mais acreditava ela continuava firme e forte em seu propósito. Não gosto de triângulos amorosos, mas nesse eu não consegui me decidir por nenhum deles hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!