[Resenha] O Efeito Rosie

O Efeito Rosie
Título Original: The Rosie Effect (Don Tillman #2)
Autor(a): Graeme Simsion     
Editora: Record                    Páginas: 416
Lançamento: 2016               ISBN: 9788501106551
||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
A sequência do best-seller internacional O Projeto Rosie. O Projeto Rosie foi concluído, e Don e sua amada estão morando em Nova York. Ele é professor na Universidade de Columbia, e Rosie cursa o primeiro ano do programa de doutorado em medicina. Tudo vai muito bem até o dia em que ela anuncia: “Estamos grávidos.” Diante do desafio ainda maior do que encontrar uma esposa, Don não vê alternativa a não ser iniciar o Projeto Bebê. Ao tentar definir os protocolos para se tornar pai, usando seu estilo de pesquisa peculiar e suas habilidades sociais – ainda baixíssimas –, Don, é claro, acaba se metendo em várias confusões e mal-entendidos. Agora ele corre o risco de ser processado, deportado, de perder a credibilidade profissional e, o pior, de perder Rosie para sempre. Prepare-se para rir, chorar e se emocionar novamente com o professor de genética mais carismático de todos os tempos.
O Efeito Rosie, de Graeme Simsion, publicado no Brasil pela Editora Record, é a continuação de O Projeto Rosie, um dos romances mais inteligentes e adoráveis que li. 

O personagem principal é um homem – Don Tillman –, que possui zero de habilidades sociais, dificuldades para demonstrar empatia e emoções e que preza em sua vida organização acima de tudo. No livro anterior este professor de genética criou um questionário para encontrar a esposa perfeita e o resultado foi uma mulher totalmente oposta as suas metas. Rosie sacudiu a vida dele e ganhou seu coração. Agora vamos reencontrá-los longe da Austrália e vivendo a vida de casados nos EUA.

Don e Rosie são felizes e estão adaptados um ao outro, no entanto quando ela anuncia estar grávida tudo muda. Ele se vê com algo em mãos que não sabe como lidar e na tentativa de agradar sua amada e ser um bom pai e marido, acaba metendo os pés pelas mãos e criando muita confusão.  O Projeto Bebê é uma grande aventura e nós leitores com certeza vamos poder dar muitas risadas acompanhando Don nesta saga.

Eu amei o primeiro livro e na época que li nem imaginava que teria um sequencia e isso foi uma grata surpresa, pois Don é um dos protagonistas masculinos mais queridos do universo literário. Logo mais poderá ser o das telonas, já que a obra teve seus direitos adquiridos para o cinema. Mas voltando para a história, eu iniciei a leitura bem empolgada e Don não me decepcionou nadinha, preservando todo seu carisma e peculiaridades.

A forma como agiu com Rosie e todo seu esforço para cuidar dela na gravidez me deixaram comovida e mesmo quando ele agia sem nenhum tato e o resultado do projeto acabava criando crises, ainda assim eu não conseguia deixar de ficar encantada com Don.

Vale lembrar que ele não é uma pessoa convencional, nem do tipo que demonstra emoções e faz declarações de amor. Acredito que por isso as poucas vezes que perdeu o controle ou sofreu por decepcionar Rosie foram tão marcantes e significativas. Para ele ser pai e marido é um desafio, exatamente por não ser uma pessoa emoção e sim razão. Mas você vê que é um cara honesto e sincero em seus relacionamentos e torce para que todos enxerguem sua bondade e grandeza de coração.

E foi por admirar tanto Don que fiquei muito decepcionada com Rosie. Ela que foi uma personagem muito legal anteriormente, desta vez foi uma megera insensível e egoísta. Tem gente que pode até ter gostado da atuação dela, mas eu cheguei ao ponto de desejar que Don achasse outra parceira. OK! Podem dizer que foram os hormônios da gravidez, mas eu acredito que foi além disso. O momento que ela tentou escondê-lo dos colegas de faculdade foi cruel. Sinceramente ela não o merecia, nem seus medos justificaram as atitudes. Ela sabia como ele era quando aceitou casar.

Não pensem que é uma trama dramática, não mesmo. O que temos aqui é diversão garantida da primeira a última página e uma história realista e muito inteligente. O autor aborda com muita habilidade e leveza crises conjugais, traição, carreira profissional, traumas, relacionamentos entre pais e filhos e amizade. Claro que há muito mais, pois seus personagens são pessoas comuns vivendo um cotidiano normal tal como o nosso. Tudo bem que Don tem seus exageros, mas aí reside toda a graça. Se ele não fosse como é, a história não teria personalidade.

É um romance maduro, com uma dupla de protagonistas forte e um rol de personagens secundários necessário e fundamental para o desenvolvimento da trama. Acho que a energia da cidade de Nova Iorque serviu para deixar a história mais vibrante e dinâmica, tal qual o ritmo acelerado da metrópole.

O final de Don e Rosie é incerto. A gravidez não planejada foi uma bomba e mostrou o quanto diálogo é tão necessário quanto amor para uma relação dar certo. Eles se gostavam muito, mas as dificuldades para ter uma boa conversa foi o fator fundamental para afastá-los.

Se você quiser dar boas risadas e descobrir se Don, Rosie e o bebê tiveram um final feliz não deixe de ler. Se ainda não conhece a série, corre para conhecer. Indico para homens e mulheres de todas as idades e se for ler em locais de acesso público tenha cuidado para que as pessoas não achem você fora dos eixos, pois irá rir sozinho e ninguém vai entender direito. Confia em mim, não dá para segurar.


  
2leep.com

13 comentários:

  1. uau, Cida eu ainda não conheço os livros tanto o primeiro quanto este, sempre achei a trama mais sóbria do que eu geralmente curto, mas pela resenha vi que é um livro totalmente a minha cara!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. eu curti bastante a proposta e nunca havia me ligado muito na trama por achá-la um pouco fora da minha zona de conforto
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tenho que ler o volume 1 " O Projeto Rosie" que em todas as resenhas que li foram repletas de elogio.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida!
    Li só as duas primeiras linhas da resenha, porque estou há séculos querendo ler "O projeto Rosie" e sei que é impossível escrever sobre uma continuação sem entregar o que acontece no livro anterior, né?! :P
    Bom saber que você achou o romance inteligente, vou tomar jeito e providenciar logo essa leitura!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  5. Olá, Cida.
    Eu amei o primeiro livro, o Don é um personagem que me encantou e foi um dos primeiros livros que li com um protagonista masculino. E acho que não vou ler esse. Prefiro ficar só com a primeira história na minha cabeça. Ainda mais sabendo que a Rosie não foi muito bem nesse. E olha que já não fui muito com a cara dela no outro. Acho que não lerei.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Não li o primeiro livro, mas tenho muita vontade de conhecer a história. Agora preciso arrumar um tempinho rsrs.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!

    Nossa esconder o marido! Passada! Eu ainda não li o primeiro, mas o protagonista sempre me chamou atenção justamente por não ser convencional. Quero ler os dois, um seguido do outro. Espero poder conferir em breve!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Você não é a primeira pessoa que eu vejo criticando a Rosie, mas sei lá, acho que a gente não pode só ver o lado do Don. Ele fez um esforço extremo mesmo pra se empenhar no papel de ser marido, e agora descobrindo como ser pai, mas mesmo que a Rosie já soubesse como ele era, o dia a dia é sempre diferente, né? Ela grávida precisava lidar sozinha com a gravidez e mais com as doideiras dele, é complicado kkkk fora todo o trauma que ela tinha com relação ao pai. Até porque o lance de ela se encontrar com os amigos e despachar com ele, na verdade ela ficou sozinha o tempo todo, só queria um pouco de paz. Enfim, é um livro complexo, no fim das contas. A gente acha graça das trapalhadas dele, mas na verdade ele está levando tudo com muita seriedade. Um livro pra refletir bastante!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida!
    Ainda não li o primeiro livro, e para falar a verdade não tenho muita vontade de ler, apesar das resenhas positivas :(

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida,sua linda, tudo bem?
    Fiquei com o coração partido, essa é a segunda resenha que leio que tem a mesma visão da Rosie, estou decepcionada com o pouco do que você que ela irá fazer. E depois da sua declaração de amor por Don, impossível não amá-lo. Eu ainda não tive a chance de ler o primeiro livro, mas depois dessa resenha, vou tentar encaixá-lo, quero me divertir com ele e suas confusões. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu não quero este livro. Eu PRECISO dele.
    Amei o Don e a Rosie... Sei que vou amar muito a leitura.
    E se você garante diversão, tá indo pro carrinho.

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  12. Já ouvi falar desse livro, está na minha lista de desejados já tem tempo. Espero ler em breve, adorei a resenha. Menos a parte que a Rosie fica diferente e egoista nesse volume. Beijos ♥️

    BLOG LITERÁRIO 2

    ResponderExcluir
  13. Eu enrolei pra caramba pra ler O Projeto Rosie e continuo enrolando pra ler O projeto Rosie, mas sua resenha ta me fazendo reconsiderar, hahahha.

    Beijos!

    http://boookclicks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!