[Resenha] Encrenca

Encrenca
Título Original: Trouble
Autor(a): Non Pratt
Editora: Verus                           Páginas: 304
 Lançamento: 2016                    ISBN: 9788576864103
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||

Quando o colégio inteiro descobre que Hannah Sheppard está grávida, ela tem um verdadeiro colapso. E quem está ao seu lado é Aaron Tyler, um aluno novo e o único garoto que não parece ter segundas intenções em relação a ela. Desejando compensar seus erros do passado, Aaron toma uma difícil decisão: ele se oferece para fingir ser o pai do bebê. E, temendo revelar quem é o verdadeiro pai, Hannah aceita. Encrenca é a história de dois jovens que estendem a mão um para o outro quando todas as demais pessoas parecem lhes dar as costas. Em um período marcado por perdas, arrependimentos e esperança, os dois vão descobrir que nada se compara a encontrar o seu primeiro melhor amigo de verdade. Este livro inteligente, por vezes comovente, por vezes engraçado, mostra que crescer pode ser complicado, mas é assim que se descobre o que realmente importa na vida
Encrenca, de Non Pratt, publicado no Brasil pela Verus Editora, foi um livro que trouxe uma história muito bem contada sobre a adolescência e os erros e acertos que fazem parte da nossa vida nessa época.

Eu adoro livros, filmes e seriados ambientados durante o ensino médio e quando trazem temas sérios, atuais e passíveis de discussão, acho melhor ainda. É atraente para o público alvo se ver na história, conseguir se identificar e, dada a veracidade com a qual o autor aborda um tema, até mesmo encontrar inspiração e respostas.

Este livro é bem assim. Não traz aquela trama superficial e fútil, nem tampouco algo fácil no estilo Sessão da Tarde. Ainda assim, embora não seja pesado, aborda certos temas de maneira honesta e verdadeira, sem panos quentes e como de fato acontece muitas vezes.

Hannah Sheppard é uma garota que gosta de beber, curtir e ficar com muitos garotos. Tem apenas 15 anos mas não esconde seus desejos e apetite sexual. Se fosse um garoto seria o "tal", mas como mulher acaba sendo taxada como "fácil" e “rodada”. Quando se vê grávida, tudo muda. Não apenas seus jeito de encarar a vida ou a rotina familiar, ela percebe que amigos de verdade são muito preciosos e que pessoas falsas e mesquinhas são bem mais fáceis de encontrar.

Nossa protagonista é traída de maneira maldosa pela garota que considerava a melhor amiga. É deixada de lado pelo pai da criança e justamente o novo e misterioso aluno que chega na escola é quem lhe estende a mão. Aaron Tyler tem um passado sombrio, carrega seus fantasmas e por ter sido julgado não acha certo julgar os outros. Vê em Hannah mais do que uma garota atirada e sim um ser humano em busca de algo mais. Ele se oferece para ser o pai da criança, gesto que não só o torna o melhor amigo dela, mas também a comove profundamente. Não foi por amor. Aaron buscava também sua própria redenção.

A narrativa em primeira pessoa se divide entre Aaron e Hannah. Enquanto ela é um livro aberto para nós, ele é um grande enigma, pois aquilo que o traumatizou no passado intriga o leitor. Queremos saber porque Aaron praticamente desistiu da vida.

Hannah não está apenas sendo salva, serve também como motivação para reanimar Aaron. A forma como a relação dos dois se torna mais sólida é linda de ver. Eu fiquei apaixonada por ambos e me comovi com a sensibilidade que a autora teve para delinear esta jornada. 

Além disso a forma como tratou outros assuntos foi muito bem feita. Gravidez na adolescência e todo seu impacto na vida dos jovens e de suas famílias. Rejeição, imaturidade de colegas que acabam sendo maldosos em seus julgamentos, sexualidade, responsabilidade, luto, perda, preconceito. Abortar ou não?

Sou a favor do direito de escolha, mas o que acontece quando você não quer escolher?

Hannah lidou extremamente bem com o ocorrido e foi bem madura. Me surpreendi com suas atitudes de maneira positiva e olha que nas primeiras páginas eu achei que não fosse gostar dela, mas conforme a conhecemos melhor entendemos que não é uma garota fácil como todos julgavam, um pouco inconseqüente e despreparada, mas ainda assim uma jovem que errou tentando acertar.

Aaron é um príncipe dos tempos modernos. Que garoto encantador e gentil! E como sua dor me marcou. Esta dupla me deixou muito comovida. Nem um deles é como se apresenta no começo e podem se preparar para grandes transformações.

A autora não deixou nada ao acaso e nos deu uma trama maravilhosa e convincente, uma narrativa fluida, cativante, envolvente e muito viva. Eu adoraria uma sequencia para saber o depois de cada um destes personagens e queria que duas pessoas tivessem recebido punição por seus atos, mas nem sempre a vida funciona desta forma. O final é fechado, mas deixa gostinho de quero mais. Amei este livro e recomendo sem dúvidas.



2leep.com

13 comentários:

  1. Oi Cida,
    Eu li esse livro logo que lançou e adorei.
    Achei realista, doce e envolvente. Hannah fez uma 'besteira', mas em momento algum ela quis abandonar o bebê, gostei muito disso nela.
    Super recomendo a leitura também!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. essa Verus sempre com um livro apaixonante, ja me encantei pela sinopse com esse lado romântico
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, eu gosto de livros assim também e gostei muito da resenha, chamou minha atenção. Achei a capa muito bonita e olha que sou exigente com capa de livro.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!!!

    Tb gosto do ambiente escolar!! E poxa, já estou apaixonada por esse Aaron, acho que vou ler só por causa dele rsrsrs Brincadeira, a trama parece ser muito boa!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Esse livro está me intrigando há muito tempo, Cida! Adorei os temas que a autora selecionou para abordar e acho que é um leitura importante - até para pararmos de julgar os outros sem antes conhecer suas histórias.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida!
    Eu ainda não li esse livro, mas quero muito.
    Eu tinha uma ideia meio diferente da história, mas depois de ler algumas resenhas eu mudei a ideia e quero saber mais sobre o desenvolvimento.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  7. Olá, Cida.
    Esse livro me interessa muito. Acho que a sua já é a quarta opinião positiva que leio dele. Essa situação é um tapa na cara da sociedade que quando vê que é uma garota que faz tudo isso já vem o machismo imperando. Se fosse um homem tudo bem. E que bom que a autora conseguiu tratar o assunto com a profundidade que ele merece.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei.É um tema atual e altamente discutido né?Gosto da forma como a história parece ter sido abordada.É sempre mais fácil quando temos alguém para combater os problemas né?
    Gostei muito e me interessei pela história.

    Beeijão
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Amei sua resenha e fiquei muito interessada pelo livro.

    Aqui tem sempre dicas de livros para me deixar doida e minha lista enorrrrrrme hehehe

    Bjoo


    http://janisecomousemcrise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu achei a capa uma coisinha fofa demais ♥

    Mas que garota arretada heim?!?! Mulher, adorei!!! Hahaha. Agora que eu quero mesmo!

    Bjkssssssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida,
    É a segunda resenha vejo desse livro e ambas foram resenhas positivas. Achei muito interessante o tema abordado no livro e fiquei curiosa para conferir.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida
    Não conhecia esse livro e pela capa, não dava nada por ele... adorei a sua resenha, fiquei querendo saber o que aconteceu na vida do Aaron. A trama me fez lembrar um pouco o filme "Juno".
    Parabéns pela resenha!
    Vou colocar o livro na minha listinha de desejados ;)
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Lindo! Adorei! Capa e enredo mto bom! A autora soube como prender o leitor numa história triste mais ao msm tempo tão real que nos remete á uma boa leitura...
    Parabéns pela resenha, me deixou com gostinho de qro mais!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!