[Resenha] A Profecia do Paladino

A Profecia do Paladino
Título Original: The Paladin Prophecy (The Paladin Prophecy #1)
Autor(a): Mark Frost 
Editora: Galera Record         Páginas: 420
Lançamento: 2016               ISBN: 9788501401427
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Um misterioso thriller do roteirista de Quarteto Fantástico e co-criador da série Twin Peaks. Will West faz de tudo para não chamar a atenção. A pedido dos pais, ele se esforça para tirar notas medíocres e não se destacar. Mas quando sua escola o obriga a fazer uma prova de desempenho geral, ele acaba se esquecendo de errar algumas respostas. Seu resultado espetacular atrai o interesse de uma das escolas particulares mais exclusivas do país, que o procura para oferecer uma bolsa de estudos. No entanto, assim que recebe essa oferta, começa a ser seguido por homens misteriosos e sedãs pretos. Ao tentar escapar de perseguidores, seus pais desaparecem e Will acaba se matriculando às pressas no misterioso colégio. Chegando à sua nova escola, ele percebe possuir talentos físicos e mentais que beiram o impossível e descobre que suas habilidades estão conectadas a uma batalha milenar entre forças épicas.
A Profecia do Paladino é o primeiro livro da série The Paladin Prophecy, de Mark Frost, publicada no Brasil pela Galera Record. Nesta história conhecemos Will West, um garoto que passou a vida mudando de uma cidade para outra e seguindo sempre a recomendação de não deixar seus talentos se destacarem. De acordo com a lista do papai de como viver,  tudo deveria começar com a importância de uma mente centrada e daí em diante se basear nas outras noventa e oito regras que a lista apresentava.

Na nova cidade, o garoto acredita que aquela manhã será uma como tantas outras e do nada se vê sendo perseguido por carros pretos e homens de boina muito suspeitos. Chegando na escola é surpreendido com um convite para ingressar numa escola para jovens com inteligência acima da média. Will gabaritou um teste aplicado na escola e com isso despertou o interesse de muitas pessoas, algumas boas e outras más. O problema é saber diferenciar quem é quem nesta história.

Ele ficou em dúvidas sobre ir ou não para a escola, mas quando a mãe começou a agir de maneira suspeita e aqueles homens apareceram novamente, Will usou de muita astúcia e fugiu. Falsificando a assinatura dos pais em diversos documentos, conseguiu se matricular e virar aluno de um centro de talentos bem parecido com a escola do Professor Charles Xavier de X-Men.

O livro é narrado em terceira pessoa e totalmente focado no protagonista, nos fazendo seguir com ele em cada etapa de uma jornada cheia de perigo e mistérios. Will não sabe porque está sendo perseguido, não sabe como sua mãe ficou estranha e tampouco a razão dos pais sempre mandarem ele ser discreto e ocultar a inteligência e certas habilidades que possui. Sim! Quando citei um local estilo a escola dos X –Men não exagerei, tanto o protagonista como os demais alunos do local têm poderes incomuns e esta coincidência é mais um dos enigmas sem resposta que Frost nos apresentou.

Embora seja protagonizada por um garoto, a história é bem madura. O começo é meio confuso com uma sucessão de fatos aleatórios e pessoas surgindo, é apenas quando Will chega na nova escola e começa a investigar o local e sua vida que as coisas vão sendo esclarecidas. Ele fica intrigado com a ligação que aquele lugar parece ter com ele e com a ajuda dos colegas de alojamento descobre que muitas mentiras o cercaram a vida toda.

Eu não fazia ideia do que poderia estar acontecendo, cogitei magia, invasão alienígena e até mesmo a mão do homem como causa do surgimento de criaturas bizarras e situações ainda piores. É uma trama com um enredo interessante e intrigante, a narrativa é envolvente o fator curiosidade nos move  durante a leitura. Não nego que em alguns aspectos o autor poderia ter sido mais breve, mas ainda assim há muita ação na história.

Will é um garoto que me surpreendeu por não se assustar tão fácil com a situação que estava encarando, ele tem uma língua afiada e adora provocar as pessoas. É frio, centrado e muito esperto. Não senti uma ligação forte com o personagem, mas admirei sua coragem. A personagem que me ganhou por ser uma avalanche de emoções e um tanto enigmática foi Elise. Esta garota aparece desde as primeiras páginas, mesmo que logo de cara ninguém faça ideia de quem ela seja. Uma personagem que com certeza merece mais destaque nos próximos livros.

O desfecho é conclusivo para esta primeira parte da série e traz uma revelação que mostra ao personagem que ele nunca soube quem era de verdade, assim abrem-se portas para uma segunda fase.  Uma mistura de fantasia, ficção e thriller que desafia a imaginação. 


2leep.com

12 comentários:

  1. Oi Cida! Esse livro parece ser carregado de mistério em torno do protagonista, já é a segunda resenha positiva que vejo a respeito deste livro! Parece ser bom.

    Jéssica Patrício - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Olhando essa capa eu nunca imaginaria que esse era o enredo do livro e o título também me deixou confusa haha parece uma leitura bem interessante, gostei muito da sua resenha.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  3. oi Cida, não é um livro que me atraia, apesar de sua boa critica não me vejo lendo e curtindo uma trama assim, é mais uma questão de afinidades
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!!

    A colunista lá do blog, a Aleska, leu e tb gostou, tb disse que tem muito mistério e a história foi bem desenvolvida. Eu, particularmente, chei o enredo bem interessante tb!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Pela capa imaginei uma história completamente diferente da que você descreveu!
    Ainda não conhecia esse livro, mas parece interessante.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Esse é um livro que estou muito curiosa para ler.
    Essa coisa parecida com os X-men me fez interessar ainda mais.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cida!
    Gente, que confusão essa história hahahhaha
    Fiquei intrigada em saber o que estava com o Will.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Hummm, eu AMEI a resenha, mas dessa vez vou deixar passar. Nem vou acrescentá-lo na minha lista de desejados.
    Outra série?? OMG. Não dou conta de mais uma.
    Adorei essa fantasia toda, mas enfim, agora não.
    Até gostei desse mistério, dessa bizarrice, desse suspense em saber o que está acontecendo... Ai, tô confusa agora.
    Vou pensar.

    Bjksssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  9. Ooi! Apesar de não ser exatamente o tipo de livro que eu curta achei a história interessante. Acho que me incomodaria com o inicio, mas se depois tudo vai sendo explicado então okay.
    Beijos
    Estilhaçando Livros
    Tem sorteio no Cantar em Verso valendo box dos Jogos Vorazes.

    ResponderExcluir
  10. Apesar de ter achado, pelas resenhas que li desse livro, o enredo muito clichê, eu até leria ele, se fosse uma protagonista. Estou casada, cheguei a essa conclusão recentemente, de histórias do menino branco, mesmo que elas sejam envolventes... Como a série vai avançar e virão mais resenhas não vou dizer que NUNCA vou ler, nunca é muito tempo, mas a priore não me animo!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Adoreeei!
    Cada veez que leio resenhas sobre o livro mais curiosa eu fiko em ler esse livro tão na minha opinião, interessante!
    Qro mto ler os detalhes!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oie!

    Adorei sua resenha! A Carol do blog também leu e adorou o livro. Eu tô looouca pra ler, gosto muito desse tipo de história: mistérios, poderes e tudo mais. Com certeza vai pra lista dos desejados

    Beijos,
    caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!