[Não Deixa Passar] Para Todos os Garotos que Já Amei

Oi galera!

Hoje é dia de #DicaLiterária e o livro da vez, ou melhor a série da vez, é Para Todos os Garotos que Já Amei de Jenny Han. A princípio tínhamos uma duologia formada pelos livros Para Todos os Garotos que Já Amei e P.S.: Ainda Amo Você, mas há alguns dias atrás a autora anunciou que em 2017 teremos mais um livro. (postagem livre de spoilers)


A série é uma graça. Eu já havia lido duas séries da autora e tinha gostado de uma e da outra não, estava em dúvidas quanto a fazer esta leitura, mas por ver tantos elogios a curiosidade venceu e mergulhei no primeiro volume. Gente! Que delícia! Seguir os passos da adolescente Lara Jean Covey não tem preço e fui cativada não apenas por esta garota, mas por sua família e por cada personagens da história.

Temos aqui uma família singular e um lar com clima amistoso. Lara Jean perdeu a mãe ainda criança e vive com o pai e as duas irmãs. Ela é a irmã do meio e oscila entre depender da mais velha Margot e cuidar da caçula Kitty. É uma posição incerta dentro do lar, mas quando a mais velha vai para a faculdade em outro país, Lara se vê responsável pela casa e pela família. Querendo ou não, precisava se virar sozinha para manter as coisas funcionando tão bem quanto Margot fazia.

Como uma espécie de encerramento, ela escreve cartas para todos os garotos que amou. Em cada uma coloca tudo o que sentiu e ao final dá adeus ao sentimento que ocupou seu coração por algum tempo. Ela não envia as cartas, guarda todas em uma caixa de chapéu dada pela mãe, contudo, em um belo dia é confrontada por Peter Kavinsky e ele começa a questioná-la sobre tudo o que estava escrito na carta dele. Como assim? É! Alguém havia enviado as cartas e agora Lara Jean teria que lidar com os garotos de sua vida. 

Para Todos os Garotos que Já Amei
Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.(To All the Boys I've Loved Before, Jenny Han, 2015, 320, páginas, Editora Intrínseca , SkoobGoodreads)
Este primeiro livro apresenta Lara Jean e o que citei não é nem o começo da história. Sim! Ela vai ter que lidar com a responsabilidade da casa e com os garotos, mas a verdade é que Lara lida com muitos outros problemas em sua vida, como estar apaixonada pelo namorado da irmã, Josh. É exatamente por conta disso que ela e Peter acabam se aproximando e fingindo ser um casal. Cada um tem um motivo e como estes relacionamento de mentira sempre acabam sendo um tiro pela culatra, é impossível não vibrar e se encher de expectativa com o que o futuro reserva para Lara e Peter.

É uma relação divertida, fofa e cheia de bilhetes que vão marcar para sempre os dias desta ingênua menina. Vamos ver Lara Jean pagar muitos  micos e também vê-la crescer e ser tirada da zona de conforto pelos desafios impostos por Peter. Eles brigam como cão e gato, mas se entendem. Amei esta protagonista que sonha com romance, ama a família e valoriza o que realmente é importante na vida. Falando em família, a desta garota é apaixonante e a relação de todos linda. Não posso deixar de citar a caçula – Kitty –, como aquela que rouba a cena com seu jeitinho determinado e tão maduro para a idade. Que figura!

E Peter é Peter. Fofo, gentil e lindo de morrer. Descrito no começo como o garoto popular e sedutor, mostra que na verdade pode ser o namorado dos sonhos, um verdadeiro príncipe. Só que é modesto e sutil em suas investidas e pode ser que as garotas não entendam sua verdadeiras intenções logo de cara e você torce para que Lara Jean entenda.


P.S.: Ainda Amo Você
Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários. Em "Para todos os garotos que já amei", Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em "P.S.: Ainda amo você", Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam. Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois. (P.S. I Still Love You, Jenny Han, 2016, 304, páginas, Editora Intrínseca , SkoobGoodreads)

Eu fechei o primeiro satisfeita com o desfecho e abri o segundo com vontade de rever os  personagens, mas com receio de a história não trazer nada de novo. Ledo engano. Han retomou a trama de onde havia parado e deixou a vida de sua protagonista ainda mais atraente para nós leitores. 

Admito que no começo eu achei que Lara não estava tendo um desempenho tão bom, havia muita insegurança em suas atitudes, mas analisando a situação no todo, ela tinha bons motivos para isso e que atire a primeira pedra quem nunca se sentiu incomodada pela presença da ex do namorado por perto. Entretanto, a autora foi nos conduzindo junto com a personagem por um caminho cheio de sopresas e quando me vi estava devorando o livro e ansiando por mais e mais desta história. Ri demais e fiquei comovida em igual medida. Lara está mais madura com certeza e nos mostra como cresceu desde o dia em que se viu com a responsabilidade de ser a filha mais velha e a garota que fingia ser a namorada de Peter. Ela se destaca mais nesta continuação e Kitty mais uma vez rouba a cena agindo de maneira certeira na vida da irmã.

Eu amei os dois livros e nem sei qual o melhor. Ambos trazem histórias para encher o coração dos românticos e alegrar quem não dispensa um bom romance adolescente no melhor estilo sessão da tarde. É sobre família, amigos, irmãos a amores. É sobre amadurecer, assumir responsabilidades, fazer escolhas, amar, confiar e ser feliz. Adorei a forma cheia de respeito e sensibilidade com a qual a autora abordou as diversas relações e depois de tudo isso só posso aguardar por mais um volume, não vou me cansar nunca desta turma.   #alwaysandforeverlarajean



Sobre a autora: Jenny Han nasceu na Virgínia, Estados Unidos, e cursou mestrado em escrita criativa pela New School. Sabe fazer um brownie perfeito, é ótima em inventar apelidos e tem paixão por livros de receitas. Sua série de TV preferida é Buffy - a caça-vampiros. Mora no Brooklyn, em Nova York.
2leep.com

15 comentários:

  1. oi Cida, que bom que você trouxe esse livro para o debate, eu estava na dúvida sobre o que pensar sobre ele!
    saber mais da sequencia também foi ótimo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Eu amei o primeiro livro, foi muito bom acompanhar a história da Lara Jean e todas as coisas que ele teve que enfrentar. Já vou ler o segundo e fiquei sabendo dessa novidade do terceiro, adorei a autora e a escrita dela.
    Parabéns pela resenha!!

    www.booksimpressions.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie Cida =)

    Tenho esses dois livros em e-book, mas ainda não tive a oportunidade de ler eles. Até hoje só li boas resenhas e a premissa me deixa bastante curiosa para conhecer a história. Espero conseguir ler os livros já lançados em breve ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  4. Oiii Cida

    Eu quero muito conferir esse livro, ou melhor essa dualogia. Parece fofa, jovial e divertida, sinto falta de uma leitura leve assim. E essas capas então, um amor só!

    beijos

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  5. Meu deus... o que dizer desse livro? eu simplesmente AMO. Não sei nem como começar expressando o que eu sinto haha porque é amor demais.
    Ansiosa para ver o que Jenny irá fazer no proximo volume.
    Beijos
    Estilhaçando Livros
    Tem sorteio no Cantar em Verso valendo box dos Jogos Vorazes.

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    ESTOU LOUCA POR ESSE LIVRO.
    Mas quero ele físico, sabe? Quero desfrutar de verdade!
    Só vejo elogios a obra e essa capa é maravilhosa.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Aaaai qro mto leeeer os livro dela!
    Cada vez que leio uma resenha fico ainda mais ansiosa!!
    Adoreeeeeeei a dica!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Estou louca com esses livros, só vejo comentários maravilhosos sobre! Adoro um bom romance em um livro leve de adolescente e apesar de não ter lido nada da autora, ela me conquistou pela premissa criada na série.
    Gostei muito das resenhas!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca tinha lido uma "resenha" tão completa quanto a sua.Faz um tempo que desejo essa duologia, mas agora quero bem mais :)
    Obrigada pela dica ehehehe


    beeijão ^^
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Adorei essa negócio de dica!!!!

    Esses livros estão na lista da Bienal.

    Com esse aval todo, acho que vou curtir :)

    Bjkssssssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  11. Olá, Cida.
    Adorei a postagem. Eu li Para todos os garotos que já amei no começo do ano, foi o primeiro e fiquei doida pela continuação. E não é que ela veio e eu ainda não li? hehe. Preciso corrigir isso. E me apaixonei pelo Peter e pela Kitty hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os dois com certeza são os melhores personagens.

      Excluir
  12. Oi Cida, tudo bem?
    Gostei da dica! A blogosfera fala muito bem desses livros, e parece realmente ser uma história fofa, gostosa de acompanhar.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  13. Oii Cida, tudo bom?
    Confesso que tenho muita curiosidade de ler essa trilogia, principalmente pelas críticas maravilhosas que leio e escuto sobre ela, mas quando penso que vou ter que enfrentar um harém de garotos e que a Lara Jean vai ter que escolher entre um deles já me desanima.
    Resenha Atual
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!