[Lançamentos] Editora Planeta (@PlanetaLivrosBR)

Olá pessoal!

Confiram os lançamentos da  Editora Planeta



Bom dia, princesa!, Blue JeansEles se conheceram há dois anos, quando mais precisavam de apoio, e formaram o CLUBE DOS INCOMPREENDIDOS. No entanto, algo mudou e agora já não sabem se podem contar uns com os outros. Valéria não sabe se, ao se deixar levar pelos seus sentimentos, pode trair sua melhor amiga; Bruno escreve cartas de amor que não dão resultado; Maria é o patinho feio que busca o seu lugar; Elisabete não está acostumada a ouvir “não”; Raul não quer se equivocar desta vez; e Ester gostaria de gritar o seu amor aos quatro ventos.  Amores transbordantes, dúvidas existenciais, segredos inconfessáveis e muita, muita diversão.
Beije-me onde o sol não alcança, Mary del PrioreUm conde russo, a herdeira de um barão do café do Vale do Paraíba e uma exescrava. Unindo as pontas do triângulo, paixões, tragédias, a moral hipócrita de uma época, grandes fortunas, falências, derrocadas... Neste romance que parte de fatos e personagens verídicos, Mary del Priore cria uma narrativa que prende o leitor desde a primeira página.  O olhar da historiadora faz um retrato vivo do tempo e dos acontecimentos que o marcaram, mas é a história de amor de Maurice Haritoff, Nicota Breves e Regina Angelorum (nomes reais que parecem inventados) que nos arrebata. Com descrições de uma riqueza impressionante, Mary del Priore nos faz mergulhar na narrativa, nos carrega para dentro da história. Sentimos os cheiros, ouvimos os sons, vemos pelas frestas dos casarões um mundo onde convivem dramas, angústias, ambição, sensualidade, opressão feminina e religiosidade. Somos levados, ou nos deixamos levar. Difícil é voltar da viagem quando o livro acaba.


O que aprendemos com os gatos, Paloma Díaz-MasOs gatos – pensa a autora deste livro – têm muito a nos ensinar, mas para isso é necessário que estejamos atentos e dispostos a aprender. São carinhosos, mas jamais submissos, e por isso nos ensinam a pactuar nossa convivência a cada dia; são crédulos, mas só quando sabemos conquistá-los aos poucos, exercitando a virtude da paciência; são domésticos e independentes, como feras aclimatadas ao nosso habitat. Achamos que são indefesos, mas, na realidade, são muito mais preparados para sobreviver do que a gente. Sob sua pele sedosa se ocultam garras de fera e um corpo atlético invejável. E, quando os vemos brincar, exibindo sua magnífica forma física, ou dormir placidamente em nossa poltrona favorita (sim, essa poltrona onde os gatos nunca nos deixam se sentar) invejamos também sua capacidade de viver intensamente esse instante; sem se atormentar, como nós fazemos, com um passado que não existe mais e um futuro que talvez não chegue.
Eu fui a espiã que amou o comandante, Marita Lorenz, Poucas pessoas podem dizer que viram passar diante de seus olhos uma parte fundamental da história do século XX. E não como meros espectadores dos fatos, mas quase devorados por eles. Ilona Marita Lorenz é uma delas. Nasceu na Alemanha em 1939, às vésperas da invasão da Polônia. Seu pai, alemão, era capitão de navio; sua mãe, americana, havia sido atriz. Quando menina estev no campo de concentração de Bergen-Belsen. Logo depois do fim da guerra, aos sete anos, foi vítima de estupro. Nos anos seguintes, embarcava com frequência em viagens capitaneadas pelo pai. Em 1959, chegou à Havana revolucionária a bordo do Berlin. Um grupo de barbudos, encabeçado por Fidel Castro, subiu no navio. A atração foi imediata e rapidamente se mostraria fatal. Uma semana depois, o comandante mandava buscá-la em Nova York e a convertia em sua amante. Ela tinha dezenove anos. Logo descobriu-se grávida, mas foi submetida a uma intervenção e o bebê não chegou a nascer... Ou, pelo menos, foi o que lhe disseram. A CIA convenceu Marita de que Fidel era o responsável pelo ocorrido e a enviou de volta a Havana com a missão de assassiná-lo. Mas ela foi incapaz ‑ continuava apaixonada. De volta a Miami, conheceu o ex-ditador venezuelano Marcos Pérez Jiménez, outro envolvimento que teria sérias implicações. Tudo isso já parece suficiente para preencher duas vidas, mas ainda há mais. A trajetória de Marita tem luzes e sombras. Mas, sobretudo, é uma história sobre amar e correr riscos.




50 ideias de física quântica que você precisa conhecer, Joanne Baker  A história da física quântica é tão recheada de reviravoltas quanto de fenômenos estranhos. Ao longo do último século, uma série de personagens vívidos – de Albert Einstein a Richard Feynman – tentou resolver o quebra-cabeça do interior dos átomos e das forças da natureza. Mas mesmo a imaginação fértil deles foi superada pela física. O mundo quântico opera de acordo com a física do minúsculo. Mas fenômenos subatômicos não possuem a regularidade de um relógio, e com frequência são desconcertantes. Em 50 ideias de Física Quântica a autora Joanne Baker explica de maneira acessível que a física quântica não é intuitiva – o mundo subatômico se comporta de modo bem diferente do mundo clássico com o qual estamos familiarizados. E a melhor maneira de entendê-la é seguindo o caminho de seu desenvolvimento: encarando os mesmos quebra-cabeças contra os quais os pioneiros da teoria lutaram.
Conversando sobre economia com a minha filha, Yanis Varoufakis, Conversando sobre economia com a minha filha, escrito pelo economista grego Yanis Varoufákis, tem o principal objetivo de levar ao público jovem um texto sobre economia esclarecedor e que aproxime os adolescentes desse tema tão central e importante na sociedade. Os leitores poderão utilizar este livro para ver com outros olhos o colapso recente da economia social no mundo, assim como as razões pelas quais aqueles que detêm o poder se recusam obstinadamente a tomar as decisões que conduziriam à salvação das nossas sociedades na Grécia, na Europa e em todo o mundo. Com uma linguagem clara, com termos acessíveis e sem rodeios, Varoufákis busca mostrar aos adolescentes as grandes questões da economia social e como é importante saber, desde cedo, as repercussões que elas geram ao mundo todo.




2leep.com

7 comentários:

  1. Nossa, eu acabei de comprar um livro do Blue Jeans, e não sabia da existencia do autor... achei interessante o pseudônimo, hahahaha fiquei interessada pelo outro livro dele!
    beijão, e ah! te indiquei numa tag. :)
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei os lançamentos!
    Me interessei bastante pela sinopse de Bom dia, princesa!

    Conheça meu blog
    virandoamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Beija-me onde o sol não alcança me interessou.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Cida, eu não gostei muito das estórias proposta pela Editora Planeta. Confesso que gostei bastante das capas, desde 50 Ideias de Física Quântica Que Você Precisa Conhecer à Bom Dia, Princesa. Mas, nenhum me interessou o suficiente para a leitura.

    ResponderExcluir
  5. oi flor, os lançamentos dão uma graça verdadeira! livros mais juvenis, de enredos mais soltinhos e agradáveis, curti
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Gente, tem historiadora nessa lista! Li muito Mary Del Priore na graduação, ela escreve muito bem, vai vender horrores esse livro... MAS, me julgue, prefiro ler livros históricos da Lisa Kleypas e da Julia Quinn!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Nossa quanto lançamento incrível, mas eu não conhecia essa editora, porém agora pretendo ficar de olho nessa editora. Dos livros que você citou o que mais quero ler e o Bom Dia, Princesa e vai entrar para minha lista com certeza.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!