[Resenha] Enigma na Capela Real

Enigma na Capela Real (Os Invencíveis #2)
Autor(a): Ana Cristina Massa
Editora: Biruta                     Páginas: 168
Lançamento: 2004               ISBN: 9788588159303
ENIGMA NA CAPELA REAL ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Uma igreja no centro da cidade de Rio de Janiero que guarda os segredos, confissões e cerimônias da família real brasileira, especialmente da imperatriz Leopoldina e de D. Pedro I, além de objetos sacros dos séculos XIX. Um lugar onde ninguém sabe o que acontece depois que as luzes se apagam. Um novo mistério, trancafiado a mais chaves de que se possa imgainar. Passado e presente se misturam em Enigma na Capela Real, novo desafio de "Os Invencíveis" - apelido de internet de um divertido e cúmplice grupo de amigos, cada vez mais próximos para enfrentar as maiores aventuras do mundo real e virtual.
Enigma na Capela Real, de Ana Cristina Massa, é o segundo livro da série Os Invencíveis e traz de volta o grupo de amigos Gênio, Goma, Isa, Jonas e Sofia, que adoram participar de desafios virtuais e mostrar o quanto são espertos. No entanto, a garra e coragem dos amigos ultrapassa o universo virtual e invade o mundo real, sempre que podem, encaram desafios envolvendo fatos estranhos, pessoas suspeitas e muita História do Brasil.

Em Mistério no Museu Imperial eles acreditavam ter encontrado um fantasma na residência de verão de Dom Pedro II, em Petrópolis, quando na verdade era alguém bem humano que estava lá cheio de segundas intenções. Desta vez, depois de enfrentar alguns problemas no colégio e praticamente discutir com toda a turma, incluindo os amigos, Gênio foi dar um passeio com seu tio Ed nas locações de um filme (o tio Ed é diretor de cinema) e acabou descobrindo um sala na Capela Real, Rio de Janeiro,  possivelmente habitada pelo “fantasma” da imperatriz Leopoldina. Superando a mágoa depois de brigar com os amigos, ele reuniu Os Invencíveis e resolveu investigar o mistério.

Tal como no livro anterior, temos a oportunidade de aprender um pouco sobre a História do Brasil enquanto acompanhamos a investigação desta turminha, afinal a Capela Real e a própria Leopoldina são reais e não apenas produto da imaginação da autora. Massa mescla fatos históricos com a parte ficcional para incrementar a trama, criando assim um mistério mais interessante e intrigante.

Os Invencíveis já haviam ganhado meu coração no livro anterior e eu estava morrendo de saudades de cada um deles, até da Isa que é chatinha e ainda não aprendeu a ser uma amiga para todas as horas. Eles estão mais maduros e vemos que os laços firmados anteriormente estão ficando mais fortes, até mesmo surge um romance desta vez e o casal não poderia ser mais fofo.

O Gênio está firme e forte no papel de líder e muito mais corajoso. Goma garante as risadas com suas trapalhadas e paixão por chicletes. Jonas foi meu personagem favorito da vez, pela forma como agiu em situações difíceis; e as meninas, Isa e Sofia, me lembraram da minha adolescência, dos momentos confidentes com as amigas e as pequenas discussões que pareciam o fim do mundo e depois acabavam bem.

O mistério não foi tão intrigante e assustador como o do Museu Imperial, na verdade achei que o foco maior foi na evolução de cada um dos Invencíveis do que no caso em si, mas mesmo assim não deixou de ser legal e  trouxe algo muito surpreendente. O grupo contou com a ajuda de uma pessoa tão esperta quanto eles e achei isso o melhor de toda a história, muito bom mesmo, ressaltando o clima de amizade e camaradagem presente na série. Quem é esta pessoa eu não vou falar, mas foi uma ideia genial dar este espaço para tal personagem, tomara que ele volte nos próximos livros. 

A narrativa em terceira pessoa é bem dinâmica, com linguagem jovial, permitindo que seja uma leitura fluida e gostosa. Aventura, ação e muita diversão. Ri bastante e no final já estava dando gargalhadas com a confusão armada para revelar a verdade sobre o “fantasma” de Leopoldina. Não é um livro sobrenatural, embora certos acontecimentos possam nos dar essa impressão de início, mas depois há uma explicação bem coerente e humana para tudo.

O desfecho mostra para o leitor algo que vem acontecendo mais frequentemente com nossas obras de arte, os tesouros que contam sobre nosso passado estão sofrendo, pena não termos Os Invencíveis aqui para dar uma mãozinha.

Leitura leve e para a família, minha sobrinha leu os livros na escola e fico feliz em saber que temos educadores adotando obras tão bacanas para incentivar o hábito da leitura na nossa juventude. Recomendo.






2leep.com

25 comentários:

  1. Achei muito interessante a resenha e me despertou minha curiosidade para essa escritora que eu não conhecia. Já anotei e vou procurar ler.

    ResponderExcluir
  2. Eu li O Mistério do Museu Imperial na época da escola e só recentemente descobri que havia continuação. Com certeza, se tiver a oportunidade, lerei os livros seguintes.
    Excelente dica!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcos! São quatro publicados até agora, espero que você consiga ler os demais.

      Excluir
  3. Oie Cida =)

    Não conhecia a série, mas só pelo fato de ela ter como plano de fundo a História do Brasil já fiquei muito curiosa. Adoro esses livros que misturam ficção com fatos reais e ainda mais um livro que tem a nossa própria história como palco.

    Amei saber que o livro fala um pouco de arte também, e estou me perguntando como não fiquei conhecendo essa série antes rs... Obrigada pela dica *-*

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ane! Espero que você tenha oportunidade de ler, o primeiro me fez ter vontade de fazer as malas e ir visitar o Museu Imperial.

      Excluir
  4. Cida!
    Livro onde podemos aprender um pouco mais sobre a história do BRasil são sempre interessantes de serem lidos, porque dão uma verdadeira aula. Estamos esquecendo como o Brasil foi colonizado e tudo que ocorreu depois, é sempre bom lembrar.
    “Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  5. Que lindinho!!!! A Biruta arrasa demais!!
    Amei!! Não li o primeiro, mas sei que vou amar os dois!!

    Bjks mil

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida!
    Adorei a resenha, parece um livro super divertido. Quando pequena, eu adorava livros infanto-juvenis de mistérios, e esse me lembrou um pouco esse sentimento. Tem um ar meio "Scooby-Doo", sabe? Hahaha!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Priih, agora que você falou eu noto a semelhança.

      Excluir
  7. Oi Cida!
    Que legal esse livro! Aventura mais história do Brasil... gostei!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,
    Adorei conhecer a história, apesar de não lembrar de conhecer o primeiro livro. Ter gostado desse pode me abrir portas para querer ler o primeiro. A principio, se encontrasse em uma livraria pode ser que eu não tivesse interesse.
    Curiosa para saber que é esse personagem misterioso.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Não conhecia este livro . Não li o primeiro , mas gostei muito o que vi na resenha me fez lembrar de livros que eu lia quando eu estudava.
    Parabéns pela resenha!
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. oi flor, acho legal quando alguns elementos reais e que fazem parte da história são explorados em um livro, creio que torna mais rica a leitura
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Sua resenha está muito boa, achei o livro bem interessante, mas no momento não pretendo ler, não é o tipo que me agrada, quem sabe futuramente.

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!

    Não conhecia este livro, mas pareceu muito legal, a historia parece leve e divertida. Esse tipo de livro é muito bom pra ter na listinha de leitura, ainda mais com essa temática nacional. Gostei muito da dica!

    Beijo!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida,
    Não conhecia essa série e olha, moro no Rio e nunca fui a Petropólis haha
    Lembrei que uma vez tive que visitar esse museu pelo site mesmo...e imprimi tudo para o trabalho da escola.
    Fiquei bem curiosa como inseriram a História do Brasil.

    Ótima resenha.

    bjs e tenha uma maravilhosa semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério Nana? Eu sou de SP e morro de vontade de conhecer a cidade, aproveita aí que você está pertinho.

      Excluir
  14. Não conhecia essa série, mas parece ser super divertida e educativa, com muito mistério, aventura e e ainda mais com esse tema histórico. Quero ler, parece ser super divertido e rápido.
    Abraços, adorei a resenha, super completa ^_^

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida,
    Eu não conhecia a série, mas com essa resenha fiquei bem curiosa, me parece divertido e ainda tem história do Brasil vou adicionar a listinha de livros para ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi, Cida!

    Livros que envolvem ficção e elementos históricos sempre chamam minha atenção. Por ser voltado também para o público mais jovem, é uma excelente maneira de introduzir História do Brasil de um jeito divertido e instigante.
    Fiquei curiosa para ler e acompanhar as aventuras dessa turma acolhedora!
    Ótima resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Amei de verdade! Estou querendo ler esse livro.
    ótima resenha.

    ResponderExcluir
  18. Eu já estava querendo ler esse livro e sua resenha me fez querer ler ainda mais!

    Amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  19. não conhecia a série! fiquei com uma mistura de surpresa e sentimento de ter sido agraciada com a obra. adoro livros que contenham a história em si.
    livros assim, geralmente, são para jovens. até a escrita é voltada para eles. por isso, tenho certeza que algumas partes do livro não irão me agradar. mesmo assim to curiosa para conhecer a obra.

    bjs

    ResponderExcluir
  20. Achei muito legal o autor misturar a história do brasil com esse livro,pois ao mesmo tempo que a gente o lê iremos aprender um pouco da nossa história e descobrir sobre quem era a pessoa na capela e as suas intenções.

    ResponderExcluir
  21. Nunca tinha ouvido falar dessa série, a julgar pela capa pensei que se tratasse de livro de arte. Estava lendo sua resenha e pensando que não me chamou muito a atenção, livro estilo série vaga lume, depois no final vi que sua sobrinha leu na escola, então acho que esse livro é mais indicado para esse público, ou para que estiver disposto a ler um livro mais leve e despretensioso.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!