[Resenha] Em Queda Livre

Em Queda Livre
Título Original: All Fall Down (Embassy Row #1)
Autor(a): Ally Carter
Editora: Guarda-Chuva        Páginas: 352
Lançamento: 2015               ISBN: 9788599537404
Em queda livre ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Aos dezesseis anos, a protagonista Grace Blakely vê sua vida virar de cabeça para baixo ao se mudar para a casa de seu avô materno, o embaixador americano na capital do país fictício de Adria. Incapaz de aceitar as circunstâncias misteriosas que cercaram a morte de sua mãe três anos antes, ela tentará descobrir os segredos do seu passado e encontrar respostas para as dúvidas que a assombram. Contando somente com a ajuda de seus novos amigos, filhos dos embaixadores das outras nações, ela se lança na busca por um assassino que ninguém mais acredita ser real, ao mesmo tempo em que se esforça para seguir os rígidos protocolos que regem a vida diplomática. Não será fácil para Grace se adaptar a esse novo mundo, especialmente quando ela começa a se apaixonar pelo único garoto proibido para ela: o melhor amigo de seu irmão mais velho. Grace fará de tudo para ser a boa menina que todos esperam que ela seja, mas os problemas parecem sempre encontrá-la, e qualquer deslize cometido na Ala das Embaixadas poderá deflagrar uma crise internacional, colocando sua vida e o destino das nações mais poderosas do mundo em risco.
Eu já conhecia o trabalho de Ally Carter da série Ladrões de Elite e estava com muita vontade de ler outro de seus livros, quando a Editora Guarda-Chuva anunciou o lançamento de Em Queda Livre, primeiro volume da série Segredos Diplomáticos, eu fiquei muito feliz e sabia que teria que ler sem falta.

A protagonista Grace é aquela garota que vai logo conquistar muitas pessoas, isso porque não é perfeita, nem tampouco arrogante, ao contrário, é uma das personagens mais fragilizadas e tristes que já conheci. Ela perdeu a mãe muito cedo a acredita piamente que viu a mesma ser assassinada por um homem com uma cicatriz no rosto, o problema é que ninguém acredita nisso e a família trata Grace como uma vítima de trauma, com direito a consultas psiquiátricas e medicação pesada.

Imaginem então quando é obrigada a viver com o avô na embaixada americana, local onde a mãe foi criada e cheio de lembranças dela? Grace vai precisar não só lidar com o passado agridoce, como também tentar convencer que viu o que diz ter visto e ainda adaptar-se a vida cheia de diplomacia que está em seu destino. Os segredos diplomáticos começam a ser desvendados pela curiosidade desta garota que só quer justiça para aquela que lhe deu a vida.

É seguindo esta premissa que Carter dá o pontapé inicial em sua série, mostrando-nos uma personagem problemática, que além de se achar meio maluca, não consegue viver longe de confusão e precisa acima de tudo da verdade para recuperar sua sanidade. Em certos momentos ela é tão convicta do que diz, que você acredita na teoria do assassinato, já em outros são tantas as provas apresentadas por sua família e amigos de que está confusa, que você acredita que ela é mesmo transtornada. De uma forma ou de outra, a verdade é que naquela vida peculiar de um jovem criado e educado numa embaixada estrangeira, existe mistério, intrigas e mentiras. A vontade de descobrir a verdade nos prende facilmente e não dá para largar o livro.

Grace conta com o apoio de outros jovens, estes filhos ou parentes de outros embaixadores. Temos até mesmo dois rapazes, Noah e Alexei,  que podem em um momento futuro disputar seu coração, embora esta vertente não tenha sido bem explorada neste momento. Eu não senti falta de romance, mas gostaria de ter conhecido melhor os dois rapazes, assim como alguns outros personagens que não foram muito explorados. A narrativa em primeira pessoa é boa para ligar o leitor ao protagonista, mas acaba limitando nosso contato com os demais. Só que estar preso à Grace é o que permite vivenciar com mais proximidade suas experiências e busca.

Embora exista esta suspeita de crime no ar, a autora não abordou o tema de maneira densa e pesada, manteve um clima mais leve e descontraído, focando mais na maneira como Grace lidava com tudo e todos que a cercavam. Devido ao seu histórico problemático, se adaptar era um desafio enorme. Eu vejo a obra como ideal para o jovem leitor que busca uma trama com mistérios e intrigas apresentados de maneira ágil e sem aquela carga emocional dramática , que possibilite que ele se sinta na pele da personagem principal e siga lado a lado com ela, dividindo medos e desejos tão próprios da adolescência.

Os fãs de suspenses mais intricados devem estar preparados para um abordagem simples de certos aspectos presentes em obras do gênero, mas tal como eu, acredito que vão ficar de queixo caído como o desfecho, foi uma revelação tão surpreendente que até agora não digeri.  Sinceramente achei bem cruel e espero que a explicação no próximo volume para este desdobramento tão ousado seja bem convincente, pois acabou me fazendo mudar todos os julgamentos sobre caráter dos personagens e em alguns casos, ou melhor em um determinado caso, não foi para melhorar a opinião sobre esta pessoa e sim questionar quem era ela de verdade. Eu preciso muito do próximo volume.








2leep.com

15 comentários:

  1. Oi Cida, interessante a premissa. Gosto de obras que abordam o lado mais psicológico do personagem e imagino que eu entraria na piração junto com Grace.. hehe Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  2. Pela sua resenha, esse livro parece ser daqueles que a gente devora em questão de tempos.
    Eu já ouvi sobre a Ally Carter mas nunca li nada dela. Quem sabe esse não é o primeiro?
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Como adoro um bom livro de suspense fiquei bem interessada e curiosa para ler este livro, parece ser bem interessante a história, adoro livros tenham história relacionadas a buscas e investigação, sua resenha está muio boa.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida
    Eu gosto de personagens que não são perfeitas e que são comoventes. Eu ainda não tinha visto resenha desse livro, mas curti a premissa, e gostaria de ler. Gostei de saber também que tem suspense, e sem uma carga dramática maior, porque foi isso que pensei de início. Ótima dica.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie Cida =)

    O único livro que li da autora foi Ladrões de Elite e curtir bastante a leitura.
    Não estava sabendo do lançamento dessa nova série e confesso que não conhecia a editora também.

    Gostei bastante da premissa dessa nova série, por que mesmo não gostando muito de thrillers a narrativa da autora apresenta o estilo de uma forma mais leve, e sempre gosto de solucionar um bom mistério.

    É angustiante quando terminamos um livro querendo o próximo não é? Estou passando por isso com a Encruzilhada rs...

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  6. é um livro pelo qual de cara não daria muita moral, mas que percebi que pode dar uma ótima leitura!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!!!!
    Também gosto da autora, mas não sabia do lançamento desse livro. Fiquei doida quando vi sua resenha e, como fã de tramas com suspense, quero ler sim! Eu gosto de tramas mais mirabolantes, admito. Mas uma simples e bem escrita também me fascina.
    Já anotei o nome na minha lista de desejados.
    Ótima resenha!
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida!
    Eu nunca li nenhum livro dessa autora, mas os livros dela me parecem ser tão legais! Eles tem cara de filme de ação.
    Fiquei super curiosa para saber por que o final foi tão surpreendente, preciso ler.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida !
    Eu não conhecia a autora, mas como eu amo suspense já fiquei beeem animada,
    já coloquei na minha lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Cida!
    O enredo parece bem intrigante e com um final bombástico como o que relatou, o livro deve ser fabuloso para leitura.
    Gosto dos thrillers policiais e fiquei muito ansiosa pela leitura desse livro, embora o título dê impressão de outro assunto.
    “Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.”(Antoine de Saint-Exupéry)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto bastante de livros com suspense, então fiquei curioso com a premissa da obra. Apesar de alguns aspectos mais simples, se o final for tão surpreendente mesmo, acredito que eu vá gostar bastante.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  12. A premissa do livro parece ser bastante interessante, com suspense, aventura e muito drama e emoção. A personagem parece ser muito sofrida, mas nós leitores vamos ajudá-la a superar suas tragédias, rsrs. Adorei a resenha, super completa.
    Abraços :)

    ResponderExcluir
  13. Ola!
    Gostei bastante da premissa , achei realmente muito interressante , mas não faz muito o meu gênero de leitura.
    Parabéns pela resenha!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  14. achei a capa bem bonitinha.
    não esperava essa história pela capa! grace aparentou uma personagem frágil e forte ao mesmo tempo.
    histórias que contenham suspense e mistério sempre conseguem me prender. fiquei curiosa para saber do desfecho da história.
    que bom q p vc a experiência foi boa!

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Eu nunca tinha ouvido falar dessa autora,mas eu achei a estória legal. Fiquei intrigada de se ela irá conseguir descobrir quem é o assassino da mãe dela e de se dará certo o romance dela com o cara.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!