[Resenha] Que Falta Você Me Faz

Que Falta Você Me Faz
Título Original: Missing You
Autor(a): Harlan Coben
Editora: Arqueiro                 Páginas: 368
Lançamento: 2015               ISBN: 9788580414035
51M8 MRpfpL._ ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Dezoito anos se passaram desde que a detetive Kat Donovan sofreu as maiores perdas de sua vida: a morte do pai e o fim do relacionamento com o noivo. Foram dois acontecimentos muito bruscos que ela ainda não conseguiu superar totalmente, mas, no dia a dia, prefere não pensar muito nisso. Contudo, de uma só vez, essas duas feridas voltam a se abrir. Ao saber que o assassino de seu pai será executado, Kat resolve ter uma conversa com ele para esclarecer o caso. Mas o homem nega a autoria, dizendo que foi obrigado a confessar o crime, e ela acaba ficando com mais dúvidas. Ao mesmo tempo, a detetive é procurada por um garoto que acredita que a mãe está desaparecida. Sem entender por que o adolescente insiste que ela, e não um outro policial, investigue o caso, Kat descobre que o sumiço está relacionado a seu ex-noivo e a um site de relacionamentos. Lidando com dois casos simultâneos, ela decide seguir em frente com as investigações, mesmo que todos ao seu redor tentem dissuadi-la disso. Determinada, Kat trabalha segundo suas emoções, e a intuição lhe diz que ela não deve desistir.
Que Falta Você Me Faz é o mais novo livro de Harlan Coben lançado no Brasil pela Editora Arqueiro e posso dizer que a cada obra dele que leio fico mais gamada no autor. Gente! Eu nem sei mais qual meu preferido, Não Conte a Ninguém sempre foi queridinho, mas este aqui roubou meu coração de tal forma que não dá para escolher. Se você é fã do autor e ainda não leu, pare tudo e corra na livraria. Se não é fã ainda, ótima oportunidade de conhecê-lo.

Assim como em outras histórias, o autor trouxe aquela receita de nos apresentar vários fatos desconexos e pessoas com nenhuma ligação aparente, em cada capítulo começou um pequeno mistério e foi nos conduzindo por uma estrada escura, rumo à um destino desconhecido.

Há no entanto dicas sutis que permitem que você vá tecendo uma teia e criando algo maior, visualizando a situação como uma só. É o prazer de tentar adivinhar as conexões entre fatos e personagens um dos pontos mais fortes do livro. É inevitável, você veste a capa de detetive e quer descobrir a verdade atrás de tantos véus.

Não posso afirmar que há apenas um mistério para ser desvendado, temos muitos. A personagem Kat Donovan é uma policial da cidade de Nova Iorque e nunca aceitou de bom grado o assassinato do pai. Após dezoito anos ainda quer a verdade, pois a confissão de um antigo matador da máfia nunca a convenceu. Ele poderia ter executado, mas não dado a ordem. Kat precisava do nome do mandante, mas ao retomar esta investigação acabou sendo surpreendida por verdades sobre seu pai que nunca cogitou e percebeu que a morte dele era algo mais complexo e com muito mais envolvidos do que dito a principio. Paralelo à isso, ela investiga um caso de desaparecimento que parece ter conexão com o único homem que ela amou e praticamente a deixou na beira do altar, Jeff.

Temos então várias perguntas: Quem era de verdade o pai de Kat? Quem o matou? Estaria Jeff envolvido no desaparecimento de Dana Phelps? O que estaria por trás do desaparecimento dela e de tantas outras pessoas? Existia uma conexão? E na minha opinião, a mais importante de todas as perguntas, e aquela que mais demorou para ser respondida: Por que Jeff deixou Kat?

Os capítulos são curtos e cada um dedicado à um destes mistérios, não dá para parar de ler, a curiosidade domina e você não sabe qual resposta quer primeiro. A narrativa é ágil, com poucas descrições e muitos diálogos, dando mais dinâmica e agilidade para a história.

Os personagens são ótimos e Harlan como sempre os cria com muito carisma e humanidade, é tão fácil se conectar com cada um e comprar suas brigas. Eu torci muito por Kat, por Dana e seu filho Brandon, mesmo quando acreditei não existir mais saída para eles. Até mesmo um mafioso consegue parecer simpático, mas não pensem que todos são bonzinhos, temos bandidos aqui e posso dizer que são vilões de verdade, do tipo que você sente medo de encontrar na próxima esquina. Seus atos são vis e cruéis, senti calafrios. Não li todas a obras do autor, infelizmente, mas esta foi a primeira que me deparei com uma mulher como protagonista. E que fibra tinha Kat,  tanto ela, quanto as outras mulheres que conhecemos aqui.

E embora existam momentos pesados – trazendo assuntos atuais e relevantes –, e outros pontuados com dramas, temos também um texto bem humorado e espirituoso. Além disso, há sensibilidade na trama, suavizando o mais grave, nos permitindo sorrir e se emocionar.

Harlan Coben é conhecido como o mestre das noites em claro e merece o título. Como foi difícil deixar este livro de lado, eu praticamente caminhava na rua com ele aberto, comia com ele do lado e não queria dormir para terminar. Só que não nego que fechei com aquele sentimento agridoce: triste por dizer adeus para um enredo tão cativante e viciante, mas feliz pelo desfecho inusitado, cheio de adrenalina. Uma obra tocante, que fecha mesclando injustiça com justiça. É complicado explicar melhor, eu soltaria aquele spoiler, então digo apenas que foi incrível. O autor me enganou direitinho boa parte do tempo, desviando minha atenção do principal e surpreendendo de maneira gratificante.





2leep.com

17 comentários:

  1. Eu acho a capa desse livro a coisa mais linda desse mundo e esse enredo despertou muito o meu interesse. É um livro que eu adoraria ler! <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida
    Essas dicas sutis do autor acabam comigo, porque mesmo assim acabo caindo em uma pegadinha. Mas muitas coisas dá para imaginar. Esse livro parece ter um diferencial e morro de vontade de ler. Adoro as obras do autor, e gostei de saber que este livro é tao bom quanto os outros.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. oi flor,
    a história é mais light do que eu esperava, pois geralmente quando me vem o nome do autor ja dou uma estremecida na base, não sei se o leria por tão já, mas fica a dica!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. a primeira coisa a elogiar eh essa capa linda ne??
    eu nunca li uma obra do autor, comecei a sua resenha achando que nao iria gostar mundo do livro, sendo a principal uma policia, nao curto mt livros assim, mas parece ser uma historia mttt boa! ate porque mistura um monte de coisas.. vc falou mt bem do livro e como vc disse nao conseguiu parar de ler, mais um motivo para querer ler... mais dialogos do que descrição é comigo msm!
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Amei seu post. Não conheço esse autor, mas assim que tiver oportunidade irei comprar um dos títulos dele. De preferência os que indicou aqui.

    Bjos
    http://kelenvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida!
    Eu já li esse livro e também adorei!!! Realmente não dá vontade de fazer mais nada além de ler, a gente fica precisando saber logo do final, tentando adivinhar o que vai acontecer... É muito bom!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  7. Puxa que coincidência, hoje peguei este livro na mão! Ainda não li anda do Harlan, e quero muito conhecer, mas no momento o único que tenho aqui em cada é Seis Anos Depois! Espero curtir!

    Notei que estamos lendo o mesmo livro Cida, vamos ver o que achamos dele depois, é o da Lisa!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joi! Eu estou no começo e achando bem divertido. Depois comparamos nossas impressões. Bjos!!!

      Excluir
  8. Acredita que nunca li nada do Coben?
    Tenho muita vontade de conferir seus livros. Tenho um aqui na estante que ganhei no aniversário do ano passado. Mas, acabo sempre deixando pra depois.
    A capa deste livro é linda, a premissa super interessante e a sua resenha instigante...
    Mais um pra lista. E espero conseguir conferir a escrita dele o quanto antes.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oie Cida =)

    Me sinto uma ET por nunca ter lido nada do Harlan Coben rs...
    Esse livro pelo visto tem uma temática mais leve se comparada com os livros anteriores do autor.
    Talvez seja uma boa opção para começar, já que não conheço a narrativa do autor.
    Espero gostar ^^

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  10. Oii
    Ainda não li nada do Coben, mas os livros dele sempre me chamam a atenção. São estória no seguimento que eu gosto, mas ainda não pude ler nenhuma.
    Gostei da resenha, a personagem parece aquele tipo de pessoa determinada, que não se deixa abater!

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  11. Harlan Coben divo!! Ainda não tenho/li esse, mas em breve, em breve!

    Beijos
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Cida!

    Ainda não li os livros do Coben, mas você sempre me deixa muito curiosa. Gostei bastante da premissa deste livro, especialmente por tratar de temas atuais (como você mencionou) e ser tão cativante. Sem contar que o autor parece ter uma escrita maravilhosa e bem envolvente.
    Amei a resenha! Com certeza, está na minha lista de leituras futuras. Acho que irei gostar tanto quanto você.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Ai Cida!
    Me acabo com esses livros do Harlan.
    Ele parece que tem a fórmula para nos prender na leitura.
    Gostaria de ler todo o drama pelo qual Kat passa e descobrir todos os mistérios juntinho dela.
    “A alegria evita mil males e prolonga a vida.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  14. Oi Cida,
    Gosto de livros que surpreendem, sem falar que a escrita do autor é fluida e envolvente, mas como ainda não me recuperei do último livro que li dele, vou deixar para conferir a trama desse livro no futuro.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Ainda não li muita coisa do Harlan, mas esse está na minha lista porque desde o começo achei que gostaria da leitura. Mas depois de saber que você ficou agarrada ao livro desse jeito, já tenho certeza que vou amar e me viciar. Tá na lista!

    ResponderExcluir
  16. Amei a capa, e gostei de muitas resenhas dele que li, mas essa sua me cativou de um jeito, menina!! To com vontade de ler ele agora kkkkkk
    Do Harlan só li Confie em mim e Alta tensão, achei a escrita formidável, mas as histórias não me conquistaram, não gostei, tanto é que já troquei os livros, rs
    Porém, não deixarei de ler outros do Harlan, todos dele me aticam a curiosidade então, quero todos kkk e esse é um dos que mais gostei pelas resenhas que li.
    bjos

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!