[Resenha] Quebrando as Regras

Quebrando as Regras
Título Original: The Daughters Break the Rules (Daughters #2)
Autor(a): Joanna Philbin
Editora: Galera Record         Páginas: 304
Lançamento: 2015               ISBN: 9788501090461
Capa ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||

Carina Jurgensen está acostumada a vestidos caros, viagens de luxo e aos melhores restaurantes – afinal, ela é nada mais nada menos que a filha de um dos caras mais ricos de Nova York. Mas, depois que se separou da mãe de Carina, o pai trata a filha com a frieza de um homem de negócios. Quando, num ato de rebeldia, Carina acaba divulgando documentos comprometedores sobre a empresa da família, ela recebe o pior castigo da história: o pai corta todo o seu dinheiro. Agora, ao lado de suas inseparáveis — e igualmente ricas — melhores amigas Lizzie e Hudson, Carina deve decidir se abre o jogo sobre seu atual status financeiro ou se prova para a alta sociedade, e para si mesma, que não precisa de grana para conseguir o que quer... mesmo que para isso precise contar algumas mentirinhas.  

Quebrando as Regras é o segundo volume da série Daughters de Joanna Philbin, publicada no Brasil pela Editora Galera Record (selo Júnior). Os livros trazem a história das amigas Lizzie, Carina e Hudson, três garotas que se denominam “As Filhas” ou seja, são as filhas de pessoas ricas e poderosas, as garotas são herdeiras de grandes fortunas.

Em As Herdeiras, fomos apresentados às três garotas, mas foi a história de Lizzie que nos divertiu, embora Carina e Hudson estivessem lá todo o tempo apoiando a amiga, não só com seus problemas de auto-estima, mas também na conquista de seu primeiro amor. Após tudo estar nos trilhos e Lizzie feliz, tivemos uma surpresa, Carina entra em contato com as amigas para avisar que estava metida numa bela encrenca.

É exatamente do final do livro anterior que Quebrando as Regras começa, só que agora como a protagonista é Carina, temos noção do tamanho do problema. Filha de um grande empresário e vivendo sempre cercada de muito luxo, a garota adorava viver aventuras, uma vida ao ar livre e esportes radicais, só que seu pai queria algo diferente, para ele Carina deveria ficar mais tempo nos escritórios de suas empresas e aprender como administrar o negócio que um dia iria herdar. A relação dos dois que era ruim, ficou ainda pior quando ela resolveu se vingar do pai por prendê-la em sua empresa. Carina divulgou para a imprensa fatos comprometedores sobre ele, com isso quase foi parar em um colégio interno e finalmente teve sua mesada cortada. Sem dinheiro, motorista particular e o apoio do pai, teve que aprender a deixar de ser rica.

No livro anterior fui conquistada por estas meninas e foi justamente Carina minha personagem preferida, sua ousadia inata foi fundamental para ajudar Lizzie e desde então fiquei curiosa para saber como seria sua história.

Não nego que logo nas primeiras páginas senti falta daquela garota impressionante, estava faltando algo em Carina, e acredito que seu brilho tenha sido ofuscado pela tola obsessão por Carter, um garoto popular e mais velho na escola que sempre lhe chamou atenção, estava bem óbvio que os dois não tinham nada em comum, pois mesmo sendo uma garota rica, Carina não era fútil e mimada, como tantas na mesma condição que ela, e ele era um babaca, não há outra palavra para descrevê-lo. Quando surgiu uma oportunidade de ficar com ele, seu pai lhe deixou sem nada e para poder acompanhar o ritmo de Carter, ela precisava de dinheiro, muito dinheiro e a única maneira de conseguir seria trabalhando. Aí sim aquela Carina ressurgiu.

A história que estava morna no começo deu uma guinada e fiquei muito feliz em ver na protagonista todas aquelas qualidades que tanto me agradaram anteriormente, Carina em momento algum reclamou ou ficou se fazendo de coitada, agiu com muita criatividade e conseguiu aos poucos dar a volta por cima. Nesta jornada, a autora nos apresentou não só a evolução e amadurecimento de sua personagem, mas ainda abriu espaço para trabalhar a relação pai e filha, que mesmo gostando muito um do outro, não sabiam como viver juntos e demonstrar seu amor, este lado da história foi lindo e cheio de sentimentos, confesso que fiquei emocionada e com o coração apertado ao acompanhar estas duas pessoas, diferente do livro anterior que focou mais em amizade, este ficou direcionado ao amor em família.

Falando em amizade, Lizzie e Hudson estão ali, podemos acompanhar como estão as coisas na vida de cada uma, no caso da primeira, vemos como está realizada e feliz, já a segunda, está vivendo sob muita pressão, tanta, que no final surta e nos deixa aflitos para ter seu livro em mãos e conferir sua história. Voltando ao livro atual, embora eu goste muito destas duas, não foram as amigas que Carina precisava, foi o charmoso Dj Alex que fez a diferença.

Alex e Carter. Quem levou o coração de Carina? Só digo que Alex é adorável, um garoto que sabia tirar das coisas simples a verdadeira diversão, ele ensinou Carina ver a vida com outros olhos e mais prazer.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas foca em explorar os sentimentos da protagonista, é como ver tudo através de seus olhos e dividir com ela cada momento. Foi fácil compartilhar as frustrações, eu queria ir lá e lutar com Carina, sair do meio de todos aqueles problemas e especialmente, fazer às pazes com o mundo e com aqueles que tanto amava. É uma jornada daquelas que  é preciso tudo dar errado primeiro, se quebrar literalmente e depois vir um novo começo.

Uma leitura bem gostosa, com a dose certa de drama e diversão, ressalta que embora o dinheiro torne a vida mais fácil, não garante felicidade. Carina e o pai precisavam apenas de uma conversa sincera e abrir seus corações para serem felizes, e para isso os milhões que tinham não eram necessários. Eu acho bem legal mostrar que as Herdeiras têm problemas como qualquer jovem da mesma idade, como baixa auto-estima, crises familiares e medo, afinal ricas ou não, são humanas.

O cenário agitado de Nova Iorque continua sendo o palco da história, dá o clima ideal de agitação, modernidade e variedade cultural para ambientação da trama e também se torna atraente para seu público alvo, com referências à cultura pop e moda. Reafirmo o que coloquei na resenha do livro anterior, é ideal para o jovem leitor, com uma mensagem positiva e cheia de valores, e refrescante para o leitor mais maduro, uma das melhores séries jovens que acompanho.



2leep.com

27 comentários:

  1. Oi Cida, sua linda, tudo bem?
    Eu gostei desse livro de cara porque achei bem diferente mostrar o ponto de vista dos filhos de pessoas que têm dinheiro e são muito importantes. Pena que o livro começou um pouco lento, mas a reviravolta com certeza deve ter valido a pena pela sua resenha. Gostei muito dessa personagem, ela é forte e tem valores pelo visto não corrompidos e a mensagem do livro é linda. Não vejo a hora de ler essa série. Adorei a resenha!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. eu não leria por agora, mas creio que num futuro me arriscaria sim!
    creio que vai me agradar!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    menina estou com este livro em casa, mas ainda não li.
    Ele realmente parece ser bem fofinho.
    Amei a resenha

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha,leituras em terceira pessoa é o tipo que eu mais gosto.Nunca tinha ouvido falar da série,fiquei bastante curiosa a respeito desse livro.O quanto antes lerei o 1 da série! <3

    ResponderExcluir
  5. Oi! ^^
    A história me interessou. Tanto esse livro quanto o primeiro. Fiquei curiosa para conhecer a história das meninas. Apesar dessa curiosidade, não é meu gênero favorito, amo muito fantasia, então esse livro entra para minha lista de leituras, mas lá para o finalzinho.

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
  6. Eu acho o enredo desse livro encantador e adoraria ler! Além disso, a capa é muito fofa!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida,
    Que graça essa capa adorei a ilustração das meninas haha

    Vi o selo escrito Junior, achei que fosse algo mais 'infantil', e gostei que mostra a evolução das personagens e ainda parte amorosa, gosto de livros assim.

    bjs e tenha um ótimo resto de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  8. Oi, Cida!

    Estou louca para ler esse livro, desde que foi lançado. Achei a capa muito fofinha e a história me pareceu bem cativante e divertida. Adorei saber que a Carina não fica de mimimi - acho que irei gostar dela.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Essa capa parece tão infantil que não dá nem pra imaginar que o livro tem uma carga de drama e que é tão divertido.

    Adorei mais uma vez a resenha!!

    Bjkssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  10. Que fofinho o livro! *-*
    Não sabia que era o segundo, fiquei curiosa para ler o anterior! Adoro tramas leves assim.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  11. Quando vi que este livro seria lançado pelo selo Junior da Galera Record, fiquei curiosa para saber mais sobre a história já que a capa me chamou bastante atenção, uma vez que adoro livros infantojuvenis com capas de desenhos. Quando li a sinopse fiquei encantada com a proposta, que me lembrou bastante um Gossip Girl juvenil e, por isso, quis começar a ler o quanto antes e agora ao ler a resenha fiquei ainda mais curiosa sobre o livro.. ^_^

    ResponderExcluir
  12. Oie Cida =)

    Acho esses livros mais juvenis super fofos *-* Eles são uma ótima opção para curar uma ressaca literária ou mesmo para ler naqueles dias que pedem algo mais despretensioso.

    Não conhecia a série, mas achei a proposta interessante. Se tiver oportunidade vou dar uma chance sim ^^


    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Não conhecia o livro, mas me encantei com a capa e premissa. Parece uma leitura leve e divertida.
    Quero muito ler!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  14. Oi Cida

    Que interessante um livro voltado para o público jovem passar tantas mensagens positivas né, fiquei encantada com a sua resenha, normalmente não gosto de ler livros mais jovens porque acho que dificilmente passam uma mensagem importante mas esse quebrou paradigmas para mim eu quero dar um chance com certeza!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi
    parece ser um livro bom e do jeito que gosto, nem sabia que esse era o livro 2 mais quero conhecer essas três amigas, parecem ser boas juntas.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oláaaa, Cida, olha nunca tinha lido a sinopse desse livro, sobre a resenha acho que leria o livro sim, achei o enredo bem apropriado para um assunto que estou escrevendo sobre limites de filhos de pais com posse. Logo vou publicar no blog. Dica anotada.

    Dani Casquet - Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  17. Vi esse livro ontem e apesar de ser uma literatura infantil, eu realmente fiquei curiosa pra ler. Achei que o enredo tem uma pegada jovem e diferente que provavelmente muitos leitores vão achar demais! Ainda não tive a chance de comprar o primeiro volume, mas irei em breve.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Sinceramente, eu não dava nada para esta série, a sinopse dele, não chamava minha atenção, parecia um simples livro junevil, mas ler a resenha, me deu uma visão mais ampla do que esperar, e temos então uma enredo bem estruturado com uma linda mensagem aos leitores, seja de que idade for. Gostei bastante, eis uma série, que agora despertou meu interesse.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Cida, eu não sabia que este As Herdeiras tinha um segundo livro. Acho a história dessas meninas muito legal e gosto da mensagem que o livro passa, estou ansiosa para ler esse segundo volume.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Ainda não li o primeiro livro dessa série, parece ser ótima, estou bastante interessada em conferi e essa resenha me deixou ainda mais animada.

    ResponderExcluir
  21. Ei Cida,
    Vendo a capa achei q era um livro infantil. hahahaha, acho q n escolheria este na livraria, mas gostei do fato de ser uma história divertida e ainda mostrar q o $ n é tudo na vida!!
    Bjos!!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Eu gosto de juvenis, mas procuro evitar os muiiito juvenis, rs, porque costumam me irritar. Mas esse me deixou curiosa, para conhecer melhor essas meninas, nesse mundo tão diferente do meu. E pode ser impressão, mas o pai dela me pareceu meio cretino, :(
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi, Cidoca!
    Eu não conhecia essa série. Adoro ler livros juvenis, como você mesma disse é frescor para nós, né.
    A capa é linda, adorei! E parece ser uma leitura muito agradável e que transmite ótimas lições e valores. Gostei mesmo, vou anotar a dica e quem sabe comprar para a minha filha.

    Beijinhos!
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  24. Cida!
    Estou com esse livro aqui para leitura e depois de sua resenha acho que vou passar na frente da pilha.
    Gosto de livros que nos fazem ter empatia com os protagonista e com certeza sentir o que sentem é espetacular porque traz o vínculo que facilita a leitura.
    Bom final de semana!
    “O segredo da felicidade é encontrar a nossa alegria na alegria dos outros.” (Alexandre Herculano).
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Não li o livro anterior, até porquê nem conhecia, mas depois dessa resenha, fiquei curiosa e empolgada para fazer a leitura, ainda mais por você ter dado nota máxima. Adorei a capa, super simples e bonita. Amo livros juvenis, estão entre os meus favoritos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Oi, Cida!
    Apesar de ser uma série obviamente voltada a um público mais teen, eu adorei demais a história no geral. Posso garantir a você que leria - na verdade acho que vou ler em breve. Gosto das publicações da Galera Record, sempre me encantam. Vou chegar aos 30 anos ainda lendo livros desse selo, certeza hahah
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Oii tudo bem??
    Nossa que resenha maravilhosa.. e pela capa eu não dava nada pelo livro juro... é o segundo pelo que entendi... fiquei bem curiosa para conhecer a história... eu curto algumas coisinhas assim nesse estilo e juro que vi todo um filme sendo produzido... gostei da premissa e do enredo.. sua resenha ficou ótima, parabéns... xero!!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!