[Resenha] Uma Noite No Museu – O Segredo da Tumba

Uma Noite No Museu – O Segredo da Tumba
Título Original: Night at the Museum: Battle of the Smithsonian: A Junior Novelization
Autor(a): Michael Anthony Steele
Editora: Novo Século           Páginas: 176
Lançamento: 2015               ISBN: 9788542804638
Uma noite no museu_CAPA FILME.indd ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|

O guarda-noturno Larry Daley se estabeleceu em seu papel como zelador dos habitantes mágicos do Museu de História Natural de Nova York. Contudo, ele está prestes a enfrentar o maior desafio de todos os tempos quando, na companhia de seus amigos, descobre que a fonte misteriosa que os traz à vida todas as noites está desaparecendo rapidamente. A busca de Larry por respostas desta vez leva-o para o Museu Britânico, em Londres, onde irá começar um verdadeiro caos da magia. Será que ele vai ser capaz de salvar seus amigos a tempo? Ou eles estarão fadados a desaparecer para sempre? Prepare-se para se encantar por esta mais nova e eletrizante aventura repleta de figuras históricas, heróis improváveis e surpresas emocionantes!

A série de filmes Uma Noite no Museu, protagonizada por Ben Stiller, traz uma trama leve e divertida, onde o guarda noturno do Museu de História Natural de Nova York, Larry Daley, vive aventuras especiais junto com as peças do museu, que com o cair da noite adquirem vida num passe de mágica.

Eu particularmente gosto bastante dos filmes, o primeiro é meu preferido,  mas os demais também cumprem o papel de entretenimento para toda a família, este livro, Uma Noite no Museu - O Segredo da Tumba, é baseado no terceiro filme da série e veio para agradar os fãs de Larry e sua turma. Quem estava acostumado com o cenário americano, vai viajar com os personagens para Londres e conhecer um outro museu prestes a ganhar vida.

Acredito que se você não conhece viu ainda os três filmes, pelo menos um deve ter assistido, então ao ler este livro vai sentir-se familiarizado com o cenário e com os personagens, mas eu indico a leitura depois de assistir os dois primeiros e antes de assistir o terceiro, isso porque aqui teremos a definição do destino dos personagens, bem como sua evolução através de cada aventura vivida.

Eu li e corri para conferir o filme, achei a trama bem simples comparada com as demais, contudo a questão de amadurecer e seguir adiante foi abordada todo o tempo, por melhor que um momento de nossa vida seja, mudanças se fazem necessárias, e até mesmo Larry que por tanto tempo não tinha um rumo definido na vida e no Museu encontrou algo que lhe caiu como uma luva, percebeu que seu tempo ali tinha acabado, era chegada a hora de buscar novos sonhos e conquistas.

Quando falamos em amadurecer, a imagem de um adolescente sempre vem à mente, mas aqui fica claro que não importa a idade, sempre iremos ficar mais experientes e abraçar novas responsabilidades na vida. Na história temos o filho de Larry saindo de casa e explicando ao pai que quer trilhar seu próprio caminho, aprender com erros e acertos, e Larry relutando em aceitar que seu menino cresceu.

Após diversas discussões amistosas, ambos chegam num acordo, e o guarda enxerga seu momento de mudar. Foi um contraste interessante e revigorante, mesmo história sendo uma aventura de fantasia, foi esta mensagem de crescimento pessoal e a relação pai e filho que mais me agradaram, além disso a amizade do guarda com a turma do museu é bem bonita.

A leitura é rápida e fluida, e tem aquele clima de despedida, não é excessivamente descritiva, tenham em mente que por ser baseada no roteiro é bem direta e objetiva, segue tal como o filme, mas o final da produção cinematográfica foi mais comovente. Em suma, embora a trama pudesse ter sido melhor desenvolvida no quesito aventura, a mensagem final é positiva.









2leep.com

15 comentários:

  1. Olá Cida!

    Eu nem sabia que Uma Noite no Museu era uma adaptação, estou surpresa.
    Curtir o primeiro filme e acho que assisti o segundo. São filmes agradáveis e leves, mas não me atrai como uma leitura. Ficarei apenas nos filmes mesmo.

    Beijos,
    Bibliotecando com a Cris

    ResponderExcluir
  2. Olá, ainda não li esse livro, mas os filmes todos são bem legais, é estranho um livro baseado em um filme porque não vai ser tão detalhado e tudo mais, não sei se vale a leitura.
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  3. Oie =D

    Quando eu vi este livro sendo lançado achei tão estranho kkk Porque ele é baseado no terceiro filme, então quem nunca assistiu os dois primeiros acho que ficará um tanto boiando!? Enfim, adorei ver sua resenha dele aqui!

    Também gosto mais do primeiro, mas os dois subsequentes são bons também. Eu assisti o terceiro, e apesar de achar a trama fraca gostei de alguns pontos. E realmente, é um clima de despedida. Achei o final comovente e deu até um apertinho no peito. Ainda mais tendo, ainda o Robin Williams. Enfim... um dia se tiver oportunidade quero ler =D Adorei a dica.

    Beijos,
    Livy
    nomundodoslivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Livy, a pessoa precisa ter assistido os filmes para entender, já que o livro foi baseado no terceiro filme.

      Excluir
  4. Oi, Cida!
    OMG, juro que não sabia desse livro. Eu geralmente fico com um pé atrás com adaptações de filmes, mas gosto tanto da atmosfera desses filmes que quero muito ler <3 Já assisti alguns da série, mas já faz muito tempo.

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!

    Lembro que assisti ao primeiro filme no cinema, rs. Aliás, foi o único de que eu gostei, pois o segundo não me animou muito, infelizmente.
    Gostei do tom desse livro, abordando o amadurecimento, novas fases e tudo o mais. Fiquei curiosa em ler o livro e, quem saber, assistir ao filme. Parece ter um final e uma mensagem bem bacana!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. de verdade, não é uma proposta que me atraia! eu só assisti o primeiro filme e confesso que não me prendi muito
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!
    Não sabia que existia um livro do filme! Eu vi os dois primeiros filmes e gostei, mas o primeiro também é meu favorito.
    Infelizmente não tive boas experiências com outros livros adaptados de filmes, por isso não tenho interesse nesse livro.

    Obs: Te indiquei para uma tag no blog - http://www.meujardimdelivros.com.br/2015/03/tag-se7e-coisas.html

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Fofura, mas confesso que fiquei com vontade de ler os três.
    Gosto dos filmes, mas gostaria de ler também :/ Será frescura??
    Enfim, resenha fofíssima!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, tudo bem?

    Não sabia que o filme tinha livro, não vi o filme mas no momento não me senti atraída pela história.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida, tudo bom?
    Eu assisti aos filmes e gostei muito. Claro que também achei o primeiro mais interessante, porém os outros também me divertiram. Mesmo não sendo tão emocionante quanto o filme, acredito que esse livro seja despretensioso e rápido de ser lido.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assim mesmo Aline, leitura de uma sentada só.

      Excluir
  11. Não sabia desse livro, tô até surpresa. Pra ser sincera, só vi o primeiro filme, porque hoje em dia virou moda fazer trilogia de tudo, né? Vi só o primeiro, adorei e achei que estava bom o bastante. Aí o liro é baseado no terceiro filme e não dá para entender sem ter visto? Que loucura. kkkkkkk Obrigada pela explicação.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Sinceramente, o filme podia ter parado no primeiro. Os demais são bem inferiores, e eu só os assisti por ser fã do Ben Stiller. Sendo assim, não tenho muito interesse no livro.

    ResponderExcluir
  13. Já assisti o filme , então a leitura será bem mais promissora, espero ler em breve...

    ~_^

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!