[Resenha] Louco Por Você

Louco Por Você
Título Original: Falling into You (Falling #1)
Autor(a): Jasinda Wilder 
Editora: Novo Conceito        Páginas: 272
Lançamento: 2014               ISBN: 9788581635316

CAPA-Louco-por-você ||Compare & Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Nell e Kyle são amigos desde a infância. Sempre fizeram tudo juntos, então ela nem se lembra de quando se tornaram realmente um casal. Quando Kyle morre da forma mais repentina, o mundo de Nell é lançado em um abismo de incertezas e dor. É quando Nell conhece Colton, irmão de Kyle e até então um completo desconhecido para ela. Estranhamente, é como se Colton a conhecesse há muito tempo... é como se ele a conhecesse por dentro. Ambos passam, então, a lutar para seguir em frente da melhor maneira possível. Nell, sufocada pelo peso da culpa.Colton, lutando contra a força que o arrasta em direção a ela... Cada um à sua maneira, os dois precisam desesperadamente encontrar o sentido da cura e do perdão. Entre a paixão e a dor, Jasinda Wilder combina o calor do desejo com a angústia, a perda da inocência, o luto e as tentativas de recomeço. O resultado é uma viagem ao mesmo tempo sensual e melancólica que ficará gravada em sua pele muito tempo depois que esta história terminar.
Louco Por Você é um livro de fases, com uma história que avança junto com os anos dos personagens, seu começo mostra a adolescente Nell chegando na idade na qual seu pai permite que comece a namorar, ela está toda empolgada e aceita prontamente um convite para sair com um dos caras mais populares da escola, quando conta para seu melhor amigo Kyle sobre isso é surpreendida pela reação dele, uma explosão de ciúmes, algo que ela não esperava, mas que lhe fez ver como ela e Kyle sempre estiveram juntos e jamais consideraram algo além da amizade, mas ao olhar bem para o rapaz,  vê que sente coisas que uma amiga não sentiria e podemos dizer o mesmo em relação à ele, que ao saber que outro cara poderia ter o coração de Nell, deu-se conta do quanto gostava dela.

Para muita gente, Nell e Kyle sempre foram uma única pessoa e seu namoro coisa certa, então as famílias aceitaram esta relação, na verdade mesmo sem os jovens notarem, sua união desde pequenos anunciava um grande amor, pessoas feitas uma para outra, era o destino seguindo seu caminho… ou quase. A tragédia estava espreitando e Nell um dia viu sua juventude e alegria de viver partindo, conforme os olhos de Kyle se fechavam para sempre.

Na primeira parte da obra, narrada por Nell, vemos a transformação de amizade em amor, os primeiros passos de um relacionamento muito bonito e cheio de descobertas, a sexualidade aflorando em beijos mais longos e olhares mais ousados, tudo regado de muito romantismo e sonhos.  São dois anos que servem para amadurecer o namoro de Nell e Kyle e você acha muito fofo cada acontecimento, mas eis que Kyle sofre um acidente e a dor da perda transforma uma história doce em algo dramático.

Por mais que você sinta a tragédia chegando, por que está claro na sinopse o que vai acontecer (embora eu tenha lido a mesma só após finalizar a leitura), nada te prepara para a intensidade da dor de Nell, eu me vi chorando ao seguir seus passos nesta fase da perda, é de partir o coração, a dor é palpável e compartilhada com o leitor, minhas lágrimas escorreram tão naturalmente que foi como estar lá e ver tudo ao vivo e à cores. Eu não nego que quis sentir raiva de Nell devido as suas atitudes com Kyle antes do acidente, se ela tivesse agido de outra forma as coisas poderiam ter sido diferentes, mas não consegui ficar brava, Nell se pune, se fere constantemente e isso basta, senti muita pena dela.

A nossa protagonista conhece o irmão mais velho de Kyle no enterro, Colton,  um cara grande e intimidante, mas que consegue ser gentil com a garota quando ela precisa, rola uma química entre eles, uma forte atração, mas não pensem que algo acontece repentinamente, não mesmo, a autora avança mais dois anos na história e nos leva para Nova Iorque. Agora na voz de Colton a trama segue outros caminhos.

Essa imprevisibilidade na sequencia de acontecimentos me agradou, eu imaginava um caminho e a autora tomava outro, chegou um momento que deixei de lado as teorias e fui seguindo a correnteza, então vi como Colton nunca esqueceu aquela menina e ficou surpreso ao vê-la outra vez enquanto tocava violão e cantava num parque. Dali em diante ele decide se aproximar, o que não é simples, Nell mudou e hoje é a pessoa mais auto-destrutiva que você pode imaginar, o relacionamento dos dois baseia-se em salvação antes de tudo, ele que já enfrentou seus próprios fantasmas, sabe como é complicado sair do fundo do poço, mas prova para Nell que não é impossível.

Então temos pela frente duas pessoas que têm muito em comum, a dor da perda, os fantasmas pessoais, culpa e algo que não é tão triste, que acaba sendo a maneira como ambos conseguem se comunicar, música. Cantando e compondo eles chegam a um entendimento.

Kyle, Nell e Colton são personagens humanos e sensíveis, temos pouco de Kyle, mas mesmo assim ele nos conquista, já os outros dois são bem mostrados e garanto que pessoas muito sofridas, a carga dramática que suas história têm é enorme, eles passam por momentos bem feios e cruéis, doentios e violentos, mas há atração sexual também e as cenas mais picantes dominam os momentos finais do livro, foi aí que a história teve outra mudança significativa, o clima em si ficou diferente, confesso que não me agradou muito, eu estava amando a intensidade e o drama que estavam cercando o casal, mas o sexo veio tão feroz e explícito que fugiu do clima que estava, de superação, de luto, de dor, de reconstruir o coração. Eu gosto de momentos quentes e torço muitas vezes para que os lençóis peguem fogo, mas aqui não era necessário tantas chamas.

Em suma, é um livro com uma história envolvente, forte e muito triste, que te faz torcer pela felicidade de dois jovens atormentados e destruídos, a parte musical é essencial em muitas cenas, como eu disse a música ajuda Nell e Colton a se entenderem e se aproximarem mais, a trilha sonora é nota dez. O final poderia ter sido mais sensível e detalhado, não tão hot, mas gostei da leitura.

“Sobreviver não significa ser forte, significa continuar respirando, um dia de cada vez; ser forte significa viver apesar da dor.”








2leep.com

24 comentários:

  1. Oie Cida =)

    Pelo visto esse é um tipo de new adult diferente. Confesso que estou meio cansada da fórmula usada por todas as autoras do gênero e saber que esse tem uma narrativa diferente do habitual me chamou a atenção.

    Vou ver esse livro com outros olhos agora.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  2. Oi Cida!
    Ainda não li esse livro,mas tô doida para começar logo. Achei a história toda tão delicada, já me vejo derramando litros de lágrimas. Até hoje, todas as pessoas que conheço e que leram esse livro comentaram o mesmo que vc: que a dor é palpável e que não tem como não chorar. Eu, chorona do jeito que sou, devo desidratar. rs
    A única coisa que não curtir foi a capa. É bonita, mas parece não ter nada a ver com a história.
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  3. Cida li tanta resenha ruim desse livro que ja tava dando como causa perdida, mas você deu um novo olhar a ele!
    confesso que estou reanimada a lê-lo o mais rápido possivel!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que surpreendente.. Acredito que muitos não vão gostar desse rumo da história e desde final hot.. Mas eu acredito que depois de lerem o livro mudem de opinião, pois, como você bem disse, não foi uma coisa repentina.. Foi meio que natural.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Tivemos opiniões bem parecidas. Hehe
    Ainda vou postar a resenha deste livro no blog, mas achei que concordamos em muitos aspectos. A imprevisibilidade foi algo que me surpreendeu. Quando eu também esperava fosse trilhar por um caminho, a autora migrava para outro e eu ficava surpreso.
    Adorei o rumo sensível (bem mais que de início) que a trama tomou. A pegada HOT foi muito bem elaborada e a cenas muito bem descritas. Poucos livros com tais momentos deixam-me satisfeito.
    Esperava também um final mais tocante, sensível e detalhado, no entanto, gostei como a autora finalizou.
    Agora este livro é o primeiro de uma série mesmo? Você sabe me dizer?
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Le! É uma série sim, pelo que vi são quatro livros, este, seguido por Falling Into Us, Falling Under e Falling Away.

      Excluir
  6. Li várias resenhas que apontavam exatamente a mesma coisa: a parte hot não se enquadrou bem na trama. Isso é triste pois um livro com tanto potencial merecia um desfecho carregado de emoção.
    Acho desnecessário a sinopse contar que o menino morreu. Poderia ter feito um suspense, dito que algo grave separaria o casal.. menos ao vezes é mais! Maaaas, enfim.
    Estou cada vez mais arrependida de não ter pego esse livro na promoção do submarino haha
    Essa mistura de musica e drama me agrada muito e eu sei que vou curtir a leitura.

    Beeeijinhos ;*
    Andressa - Mais que Livros


    Beeeijinhos ;*
    Andressa - Mais que Livros

    ResponderExcluir
  7. Puxa Cida, não sei se estou preparada para ler por causa da tragédia, tenho sérios problemas com mortes em livros, pq eu tenho sérios problemas com o tema morte, mas parece ser um livro cincrível!

    Linda resenha!

    bjs,Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Foi incrível tudo o que a autora despertou em mim durante essa leitura, e claro não gostei da forma como ela introduziu o novo casal no velório, por aí já desenvolvi antipatia por ambos, mas conforme a autora foi moldando a história, minha visão foi mudando....mas nesse meio tempo passei muita raiva.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  9. sempre acho bonito livros romanticos mas nao gosto de tragedias haha amei sua resenha

    tem post novo no meu blog, se puder vem me visitar ^^

    http://jackelinenuit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida!
    Esse livro parece ser bem intenso, com um tipo de narrativa diferente do comum... pena esse excesso no final, mas acontece, né? o importante é que a história como um todo foi satisfatória!
    Bjus,
    Paty Algayer - Loucuras da Paty

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida!
    Estou louca para ler esse livro! Ainda bem que já tenho o meu exemplar, agora é só arranjar um tempinho para ler.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida...
    Recebi este livro para resenhar em um blog e vou começar essa semana. Acabei de ver uma pessoa falando deste livro e ela pediu para não ler a sinopse senão revelaria um segredo da história..rs
    Mas ela fala disso mesmo, que nem você citou, todo o sofrimento do casal. Mas como voce e muitas pessoas gostaram, acho que irei gostar também.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Pela capa eu imaginei que tivesse algo de hot, só nunca imaginei que tinha uma carga dramática tão grande. Isso é muito bom porque te prende por uma história de verdade.
    Adorei. Vou ter que passar na frente para ler logo. Só espero que os outros livros não demorem muito para serem lançados aqui.

    bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oiee

    Estou lendo esse livro no momento e até agora estou gostando muito vamos ver se o final vai me agradar ou não ... a única coisa que achei ruim são os capítulos serem muito grandes chega a ter quase 30 páginas e como leio no transporte publico as vezes não dá.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida!
    Eu amei a primeira parte do livro e chorei a perda do Kyle junto com a Nell, curti bastante a segunda parte da história, mas... também não curti a introdução do erotismo na trama, achei que não combinou com o enredo, as cenas de sexo poderiam ter sido narradas de uma maneira diferente, sem quebrar o clima romântico/dramático construído até então. Ótima resenha =)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  16. Estou bastante interessada em ler esse livro, gosto muito de história envolvente, forte e triste, já foi pra minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  17. Oi Cida, tudo bom?
    Eu já estava interessada na leitura de Louco por Você, mas não tinha me atentado a esse detalhe da morte de um personagem na história. Nem imagino como a protagonista deve ter sofrido.
    Ainda estou com vontade de ler e fiquei feliz ao saber que a autora não é previsível. Gosto quando a história é boa e nos surpreende a cada momento. (mesmo com a mudança de foco no final).
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Sou completamente apaixonada por essa história
    é tudo muito intenso nesse livro

    Colton me conquistou completamente

    Amei sua resenha, Parabéns :D

    ResponderExcluir
  19. Até iria ler, por ter esse drama, mas no final ter do nada cenas de sexo não me agradou. Com certeza não combinou com a história.
    Ótima resenha! Abraços!

    ResponderExcluir
  20. Oi Cida!
    Pela sinopse eu não tinha gostado do livro, não acho muito legal essa coisa de um morrer e o irmão "tomar o lugar" no coração da moça, mas lendo a resenha eu percebi que não é bem assim, que foi uma coisa construida com o tempo e isso me agradou.

    ResponderExcluir
  21. Oie Cida
    confesso que nem li a sinopse, e pulei a parte da história para não pegar nenhum spoiler. Mas me surpreendi ao saber que se trata de uma história triste e romântica ao mesmo tempo. Queroler
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  22. Já li esse livro e o que dizer? Gostei da leitura,apesar da história ser um pouco melodramática demais! Curti demais o Colton,acho que ele é o melhor personagem da história e a Nell as vezes complicar demais as coisas,mas em um geral a história é super envolvente!! Também achei o final super vago,mas acho que a autora deve continuar a história ,espero que sim!!
    Bjos :D

    ResponderExcluir
  23. Não gostei muito da Nell, acho que ela deveria ter um pouco de consciência, meu.. o irmão do seu namorado, achei ela muito sem graça, e olhando para a capa achei que seria bem hot, o que tem bastante no livro, mas acho que como o tempo passou ela se recuperou um pouco, mas imagina a família desses dois namorados que ela teve? Como reagiram ao namorar um filho que morreu, e depois ir com o outro? Bem confuso, mas o amor quebra as barreiras na maioria das vezes, e quase sempre tem um final feliz mesmo com toda a trama, segredos, mistérios, choros e alegrias.
    Quero ler!
    Beijos.
    ThaynáQ.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!