[Resenha] Geek Girl

Geek Girl
Título Original:Geek Girl (Geek Girl #1)
Autor(a): Holly Smale
Editora: Fundamento         Páginas: 256
Lançamento: 2014             ISBN: 9788539506798
geek_girl_1 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
"Meu nome é Harriet Manners e sou uma geek." Harriet Manners tem 15 anos e sabe tudo... sobre quase tudo. Ela só não sabe porque ninguém na escola parece gostar dela - especialmente sua arqui-inimiga Alexa, que adora humilhá-la todos os dias. Harriet só queria que sua vida fosse diferente... Quando Nat, sua melhor amiga, a arrasta para fazer compras num evento badalado, Harriet é descoberta por uma agência de modelos. É a grande chance de recomeçar! Mas tem um pequeno detalhe: Harriet não conhece nada sobre moda. Na verdade, ela não "Dá a mínima para a moda". E, claro, tem a Nat, que é linda, fashionista e sempre quis ser modelo. Seria como roubar o sonho da sua melhor amiga, não é? Harriet decide fazer uma sessão de fotos com o famoso - e incrivelmente lindo! - Nick, mas esconde a verdade e mente para as pessoas que ama. O que ela não esperava é que no dia seguinte essas fotos fossem estar nas capas de todas as revistas de moda! Em meio a muitas confusões, Harriet descobre que ser modelo não é nada fácil... Afinal de contas, também existem "Alexas" nas passarelas. Será que Harriet vai gostar do mundo da moda? Ou melhor, será que o mundo da moda vai gostar dela?
Geek Girl é o primeiro livro da série de mesmo nome da autora Holly Smale, publicada no Brasil pela Editora Fundamento, é uma obra voltada para o público juvenil, que conta as aventuras e desventuras de uma garota de 15 anos, Harriet Manners, a nossa geek do momento.

O livro começa com Harriet nos contando que descobriu ser uma geek, após ter a palavra escrita em sua mochila por algum engraçadinho da escola, procurou o significado no dicionário e viu que era uma ótima definição para si, mas não é só isso que descobrimos sobre a garota, ao ler o livro, que mais parece um diário, aprendemos a gostar dela e sei jeitinho geek de ser, além de saber como é sua vida na escola, ao lado de amigos e inimigos, a história de sua família e sua aventura no mundo da moda.

Geek X Moda? Dois universos diferentes, mas que se uniram no dia que Harriet visitou uma feira com sua melhor amiga Nat, contra sua vontade é claro, mas precisava ir apoiar a amiga em sua busca por ser descoberta por alguma agência de modelos, no entanto o tiro saiu pela culatra, foi Harriet quem chamou a atenção dos olheiros e recebeu um convite para modelar, e daí em diante sua vida virou de pernas para o ar. Nossa protagonista nunca gostou de moda e até achou que o convite fosse uma piada, mas ao ver que era algo verdadeiro viu a oportunidade de promover em sua vida algumas mudanças, não que tenha se apaixonado por este universo do dia para a noite, mas quem sabe assim poderia se tornar uma garota mais popular, querida pelos outros alunos de sua turma e deixar de ser vítima da perversa Alexa. Será que este plano daria certo?

Uma leitura fluida e dinâmica, o livro é narrado em primeira pessoa por Harriet e tive a impressão de manter uma conversa com a personagem todo o tempo, ela é uma menina doce, que na tentativa de deixar sua vida mais fácil, acabou deixando tudo muito complicado, meteu-se em grandes confusões e me fez dar boas risadas, nunca vi tantas trapalhadas juntas, situações de puro vexame, que deram um tom leve e divertido para a obra.

Harriet quer deixar de ser o patinho feio e se tornar um belo cisne, contudo acaba indo em busca deste sonho mentindo para as pessoas que ama, neste caso para Nat e sua madrasta Annabel, magoando assim as duas, o choque ao perceber que as feriu mostrou para a garota que ela não precisava agradar os outros e ser igual a eles para ser feliz, ela precisava aceitar-se como era e gostar de si mesma, e acima de tudo, ser honesta com aqueles que só queriam seu bem.

Esta jornada de auto-descoberta é comum nesta fase da vida e ter o apoio dos pais é imprescindível, a autora me deixou muito feliz ao dar uma família amorosa e presente para a protagonista, o pai e a madrasta são muito dedicados e participativos. Ele é uma figura, muitas vezes mais moleque que a filha e Annabel age como uma verdadeira mãe, confesso que logo no começo seu jeito controlador me irritou, mas depois percebi suas verdadeiras motivações e não pude deixar de admirar esta mulher pela forma como se dedicou a criar Harriet, ela é a prova que nem todas as madrastas são más.

Harriet podia não perceber, mas era muito afortunada, além desta família linda, tinha amigos verdadeiros, Nat e um outro garoto geek, Toby, mesmo com suas mentiras e comportamento nada elogioso, eles ficaram ao seu lado e lhe ajudaram a superar medos e desafios.

É um livro com personagens cativantes, que ganham seu coração facilmente, claro que Alexa não chegou neste ponto, ela é uma pequena víbora, mas fora isso, os demais são pessoas muito legais. O pessoal da moda é totalmente extravagante, dão um tom diferente para a trama, como um banho de purpurina. E por mais absurdo que pareça ser o ingresso de Harriet no mundo da moda, porque você vai acompanhar aqui situações que parecem impossíveis, me surpreendi ao ler a biografia da autora e ver que ela mesma viveu algo semelhante, era uma geek girl e na mesma idade de sua protagonista foi descoberta e virou modelo.

Um livro muito divertido, tem seus clichês, mas nem por isso deixa de encantar, você vai dar boas risadas com Harriet e suas listas infinitas, seus pensamentos incomuns, seus planos “brilhantes” e claro, todas as saias-justas das quais precisou sair ao longo de sua jornada de patinho-feio para lindo cisne. A garota é uma protagonista promissora e os personagens secundários não deixaram nada a desejar em seus papéis, a obra tem um núcleo excelente e me deixou com muita vontade de ler toda a série, não que o final tenha ficado aberto, este primeiro volume é conclusivo, com final redondinho e uma mensagem bem legal para os leitores, eu quero os outros livros pois me diverti bastante e quero rever esta turminha logo. Muito fofo.






2leep.com

33 comentários:

  1. É a segunda resenha positiva que leio do livro. Ao que parece, Harriet é mesmo uma mocinha incomum, gente boa e com tiradas ótimas, não é? Tenho muito livro nessa linha YA. Sempre é possível tirar lições desses livros, apesar de alguns acharem clichês e sem muita utilidade.
    Beijão!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  2. Nossa!Amei a sinopse,já vi esse livro na livraria do shopping algumas vezes,mas nunca me interessei muito.
    Bjs ;)
    chocolatesemarshmallows.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Cida, confesso que não tinha ligado à primeira vista pelo livro, mas agora estou super curiosa!
    mesmo estando fugindo de séries eu quero ler esse!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida, tudo bom?
    Eu adoro livros juvenis como esse e fiquei curiosa para ler. São leituras que são mais simples, mas que deixam uma lição ao leitor. Fico pensando na protagonista e nas dificuldades que ela passou por ser uma geek. Um livro com um bom nome que incrivelmente conseguiu unir o universo geek com a moda.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Não dá para imaginar uma geek no mundo da moda, isso só pode render confusão!
    Parece uma leitura leve e gostosa, fiquei interessada!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha. Harriet parece ser uma personagem muito divertida e confusa. Apesar do clichê da rival, eu gostei muito. Deve ser muito estranho em um dia ser geek e no outro uma "grande estrela". Dica já está anotada!
    Já estou seguindo o seu blog. Poderia seguir o meu?
    Abraços,
    http://pactoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Sabe Cida, eu não me importo nem um pouco com os clichês rsrsrsrsrs e se a leitura é leve, fluida e dinâmica como você falou eu fico com vontade de ler! Eu gosto de livros do g~enero, pelo que parece a autora trabalha bem os personagens! Tá na lista!

    beijocas, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não, se o clichê for bem apresentado vale a pena. Bjos!!!

      Excluir
  8. O livro parece ótimo, história leve e divertida, fiquei bastante interessada em ler.

    ResponderExcluir
  9. Se Harriet vai gostar do mundo da moda eu não sei, mas que eu vou gostar desse livro eu tenho certeza!

    ResponderExcluir
  10. Bonitinha sua resenha. Gostei!!
    Harriet me pareceu fofa demais, vou gostar do livro com certeza!!!

    Bjksssssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  11. Eu fiquei encantada mesmo. Quero muito ler!
    Aliás, o fato de uma menina geek chamada Harriet me fez lembrar do filme "A pequena espiã". Só que depois tudo migra para um universo, ok com certo clichê, mas inesperado para mim no começo da resenha.

    Pra lista de 2015.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!
    Já tinha visto o livro anteriormente, mas não tinha chamado muito a minha atenção... que bom que li sua resenha! Parece ser um livro bem diferente, e com uma história bastante divertida... vai para os desejados, fiquei curiosa!
    Bjus,
    Paty Algayer - Loucuras da Paty

    ResponderExcluir
  13. Cida, querida, que bom que um livro voltado pra galerinha mais jovem consegue encantar com personagens interessantes e bem construídos, além de abordar temas tão presentes e importantes nessa fase conturbada da vida. Amizades, autoestima, bullying e apoio da família são sempre instigantes abordagens que podem mesmo ajudar os adolescentes a compreenderem o mundo e seus valores, especialmente quando se chocam com os valores da família.
    Ótima dica!

    ResponderExcluir
  14. Esse livro me chamou a atenção antes de ler a resenha, só pelo titulo, eu sou uma geek girl...
    Amei a resenha, foi bem explicativa, sem dar spoller.
    Me deixou com mais vontade ainda de ler o livro...

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida..
    Acho essa capa bem bolada..rs
    Eu leria esse livro sim e sou a favor de clichês nos livros.
    Só não sabia que se tratava de uma série.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oie Cida =)

    Não conhecia o livro, e fiquei surpresa em saber que ele faz parte de uma série.
    A premissa me pareceu ser bem divertida e fiquei curiosa em conhecer a história =D

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  17. Oi Cida, já adorei a capa e a temática. É curioso como hoje em dia, num universo tecnológico como o nosso, ainda seja difícil ser geek. Lembro que ser nerd era piadinha no meu tempo de colégio.. hoje não.. mas enfim, preconceito sempre existe e com isso alguns ficam mexidos e perdidos e tentam ser quem não são para serem aceitos. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  18. oie Cida
    não conhecia o livro, mas amo esse universo Geek. E sei que mesmo com os clichês, esse é o tipo de leitura que costumo amar. Vou colocar na wishlist de natal.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Cida tudo bem, estou bem curiosa para ler este livro, eu gosto do genero juvenil até mesmo para entender o que acontece na cabeça deles. Os dilemas, os preconceitos que ainda sobre tão jovem né! E também sobre aceitação de si! Amei sua resenha. bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  20. Nossa, dois mundos bem diferentes mesmo. Fiquei bem curiosa a respeito da série (que eu não conhecia). E nem ligo se tem alguns clichês. Não ha nada de errado com um bom clichê de vez em quando, não é mesmo?!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, se for bem feito, vale a pena.

      Excluir
  21. Oi Cida tudo bem?

    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, nem o vi e tal, mas já gostei pelo título!
    Parece ser um livro divertido, leve e tal, apesar da temática, preconceitos e o que nós sofremos na adolescencia e tal. Me identifiquei com o livro kkkkkk, acho que não tenho como fugir, sempre fui uma geek girl!
    Acredito que eu vá gostar do livro, foi uma boa dica! Adoreeei a resenha,muito explicativa!!

    Beijos!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Adorei a resenha Cida, já deu pra ter uma boa noção de como é a personagem e olha, eu gostei muito dela, senti até uma especie de reconhecimento com ela rs Parece ser um livro bem leve e divertido.

    ResponderExcluir
  23. Eu AMO livros assim.. Eu gosto muito de moda e até já fui convidada por uma agência de modelos por ser a mais alta da turma, mas , adivinhe! Não fui pra não atrapalhar meus estudos kk Pareço um pouco com Harriet kk'

    ResponderExcluir
  24. Muita vontade de ler esse livro, por ser divertido e a protagonista ter uma jornada de auto-descoberta.
    A capa é muito fofa!
    Ótima resenha! Abraços!

    ResponderExcluir
  25. O livro pareceu me clichê, mas mesmo assim com altas partes de humor, gostei da Harriet e de como ela pode ter se dado bem na vida nesse rumo de moda, não foi aquele tipo de obra que me encantou de primeira, mas daria uma boa cura para ressaca literária, ainda mais que estou precisando um pouco. Achei certo ela seguir seu caminho ou sua vontade, independente do que as pessoas acham ou querem que ela faça, pelo menos não é uma protagonista muito boba, e isso a deixou legal e divertida.
    Beijos, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  26. Adorei a resenha do livro , a capa é muito linda...
    Quero muito lê-lo :D

    http://roberttavieira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Já li resenhas positivas sobre esse livro e estou adorando conhecê-lo. É do tipo que gosto e me parecer ser divertido. A capa está linda também. Creio que o livro que começo a ler e só largo quando termino a última página. Espero ler logo logo. beijos.

    ResponderExcluir
  28. Não conhecia esse livro, mas parece incrível. Misturar o mundo nerd, com o diário de uma adolescente, acertou em cheio.

    E o livro deve ser hilário, pois o modo como o humor gira no mundo geek é muito legal. A capa está linda! Realmente, o livro tem uma premissa bem diferente! Gostei!

    Beijos!
    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir
  29. Oi! Faz tempo que me interesso por este livro, deve ter muitos clichês mesmo mas deve ser um livro bem leve e divertido. Gosto muito de estórias contadas como um diário e fiquei super curiosa para conhecer melhor esta personagem e o universo geek. :)
    Daniela Silva

    ResponderExcluir
  30. Não conhecia o livro, mas fiquei muito interessada! Adoro histórias que envolvem nerds e geeks (inclusive já li um livro sobre isso, acho que era Geek Charming, algo assim) e essa parece ser ótima! É bom ler um livro bem levinho de vez em quando, né?
    E é tão bom quando a gente espera de um livro e ele nos dá muito mais, não é mesmo!? Quero ler, com certeza!

    .
    Enfim, adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  31. Confesso que fiquei curiosa pra ler esse livro só por causa da capa haha Vi esses dias na livraria e achei bem chamativa :)
    Beijos -

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!