[Resenha Dupla] Garnet e Estrada Livre

Garnet - Labirinto de Sombras
Autor(a): Anne Lanes
Editora: Novo Século      Páginas: 264
Lançamento: 2013      ISBN: 9788542800876
42147985
CAVALEIROS. SACERDOTISAS. DE NOVO AQUELE PESADELO… Quando Lina, uma adolescente introspectiva de 15 anos, começa a ser assombrada por um terrível sonho, onde se depara até mesmo com o seu irmão morto, ela mal podia imaginar que sua mente lhe trazia o prenúncio de uma batalha prestes a acontecer. Tampouco a tudo o que poderia descobrir sobre si mesma. Entre incertezas, medos e segredos, surge uma realidade paralela, um fantástico complexo de ilhas povoado por criaturas como magos, dragões e seres das sombras, local onde as respostas poderão ser encontradas. Será que ela conseguirá atravessar este tortuoso caminho sem que haja perdas?
Garnet traz a história de dois jovens descendentes de um povo mágico, ligados com dragões e profecias, que viviam em um mundo paralelo e secreto. No entanto, Lina e o irmão Nick desconheciam sua origem, viviam uma vida pacata aqui na Terra e a única perturbação eram os pesadelos constantes que a menina tinha, onde via o irmão ser assassinado por alguém misterioso e depois ela morria pelas mãos deste mesmo ser, ainda nestes pesadelos, ela recebia a visita de uma mulher que lhe apresentava um estranha profecia. Um dia a mãe de Lina foi atacada por criaturas feitas de sombras, obrigando assim seu pai revelar a verdade sobre eles, no entanto havia um segredo mais perturbador ainda, algo que levaria Lina e o irmão a lutar contra a própria família.

Gostei bastante da história, a autora foi feliz em sua criação e nos apresentou um povo cheio de peculiaridades e força, os dragonianos, que são complexos e interessantes, com poderes bem diversificados. É importante prestar atenção na descrição de suas habilidades, que vão de guerreiros, até feiticeiros que dominam os quatro elementos e ainda contam com poderosos sacerdotes, para assim entender a dimensão desta mitologia. Eles muitas vezes são um mistério, seu passado um enigma para desvendar, inclusive  temos pessoas com personalidade dupla, um lado bom e um lado negro.

Os personagens tem personalidade forte, Lina é bem geniosa, embora no começo nos engane com sua timidez, dando a entender que vai fica quietinha todo o tempo, mas na iminência do perigo mostra-se bem forte e lutadora, esquecendo qualquer recato. Foi a personagem que mais gostei, ela amadureceu no decorrer da história.
 
O livro tem muitas cenas de ação, não faltam batalhas, é uma leitura bem dinâmica, não dá nem para piscar, no entanto algo que me incomodou, embora tenha curtido a trama, foi a maneira que a autora utilizou para se referir aos personagens, usando suas características – a ruiva, o mais velho, o moreno -  não por seus nomes, isso acabou me deixando confusa algumas vezes, principalmente em cenas em que as pessoas eram semelhantes e foi bem repetitivo, não apenas em algumas partes.

“- Como se eu precisasse de treino para derrotá –lo – o moreno redarguiu…
- Não foi esse o resultado da nossa última luta – relembrou a ruiva.”
Em suma é um livro leve, que dá para ler em uma tarde e traz algo novo. Recomendo.



Estrada Livre
Autor(a): Naila Barboni
Editora: Novo Século      Páginas: 472
Lançamento: 2013      ISBN: 9788542800999
42153054

Duas famílias prestigiadas lutam juntas contra monstros descobertos pela frota de Cabral. No entanto, passam a ser rivais após uma promessa ter sido quebrada por uma delas. Barone e Valfenir terão, no fim de sua linhagem, dois jovens que irão se unir para continuar a missão de suas famílias e acabar com essa rixa. Lilith Barone, com seus poderes especiais, descobre que terá a função de lutar para combater inúmeros demônios. Para isso, precisa de Estrada Livre, a espada que irá ajudá-la a enfrentar essas terríveis criaturas. O que ela ainda não sabe é que, enquanto luta para acabar com monstros externos, abriga um dentro de si, talvez muito maior do que todos os outros.
Achei a premissa deste livro bem interessante - duas famílias rivais, uma guerra contra monstros e uma espada especial -  são elementos atraentes e que me fizeram criar grandes expectativas em relação à esta obra, afinal fã de sobrenatural que sou, não poderia resistir.
 
Os Barone e os Valfenir são rivais. Em um tempo distante eles lutaram lado a lado caçando demônios, mas uma história de amor entre os membros de cada uma das famílias, que acabou em assassinato, deu início à uma relação de ódio e desconfiança por anos a fio, no entanto, Bernardo Valfenir estava disposto a colocar um ponto final nisso e foi em busca de um entendimento com alguém do outro lado,  a jovem Lilith Barone. Inicialmente ela não queria conversar com ele, mas em questão de minutos cedeu, tornaram-se amigos e não demorou muito namorados decididos a por fim na contenda. Mas não pensem que é só um romance, estes dois jovens são poderosos, eles são Patronos, os escolhidos para caçar demônios.

O livro começa com o encontro do casal em uma Noite do Terror no Playcenter, na cidade de São Paulo, tal como este local bem conhecido por quem mora aqui, a autora usou e abusou de  outros lugares bem familiares, como shoppings e livrarias locais, além de cidades nas redondezas, então foi algo bem familiar e pude ver bem cada cenário. Naila Barboni conseguiu fazer de lugares comuns, que passo diariamente, redutos sobrenaturais assustadores, posso dizer que nunca mais os verei com os mesmos olhos.

A história, como eu disse anteriormente, não foca só no romance, embora este tenha espaço e seja melado demais, mas o lado sobrenatural é mais bem forte, com esta mitologia de Patronos que caçam demônios, mas ao meu ver faltou uma introdução para o leitor neste universo, um detalhamento maior sobre estes seres e sua missão. Tudo na história acontece de maneira muito repentina, sem uma preparação, em um capítulo os personagens estão vivendo algo e no seguinte estão em uma situação totalmente diferente, esta passagem brusca de uma cena para outra não permite que mergulhemos no enredo, os acontecimentos não são desenvolvidos. 
  
Senti falta também de uma maior descrição dos personagens, não no quesito aparência, mas personalidade, mesmo que a narrativa seja em primeira pessoa, pela voz de Lilith, não vi nisso a causa desta limitação, ela poderia muito bem ter falado como via as pessoas, o que achava delas, mas não, nem a protagonista eu senti que conheci bem.

Além de não ter me conectado com os personagens, a história em si, que tinha uma proposta promissora, acabou não me deixando contente, foram tantos elementos sobrenaturais inseridos, que ficou carregado, eram vampiros, súcubos, variadores (que conhecemos como metamorfos), anjos e até Lucifer, fora a questão dos patronos, muita coisa mesmo, senti os assuntos jogados em meu colo, foi excessivo e novamente a falta de exploração de cada elemento da trama, não permitiu que eu me empolgasse com o que estava sendo apresentado. O livro é uma excursão por este universo, você encontra todos os tipos de criaturas em quase quinhentas páginas e no final nenhuma destacou-se devidamente.

Em suma a história não foi nada do que esperei, não me surpreendeu, nem trouxe algo novo, foi como acompanhar cenas dispersas, sem aprofundamento. É um livro grande, mas dá para ler rapidamente, então se você não é muito exigente em termos de narrativa mais profunda e estiver em busca de algo que não seja cheio de detalhes, estilo um diário de um caçador de demônios, pode curtir a leitura, mas se é como eu, que espera um universo estilo Caçadores de Sombra, não recomendo. De qualquer forma leiam e tirem suas conclusões.




2leep.com

16 comentários:

  1. é uma pena quando um livro tem tudo pra cativar, mas acaba decepcionando!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Das duas resenhas a que me chamou atenção foi apenas Garnet, gosto de coisas novas, e apesar de também gostar de elementos sobrenaturais não leria estrada livre :(

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida!
    Eu realmente não me interessei por nenhum dos dois livros.
    Tudo me pareceu tão comum e repetitivo, que não despertou minha curiosidade. E este segundo livro nem pareceu-me ter uma boa premissa.
    Enfim, realmente dispenso as leituras. :/
    Parabéns pela resenha, Cida! Adorei saber sua opinião sobre cada livro de maneira clara e objetiva.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  4. Achei os dragonianos bem interessantes, deu vontade de ler o primeiro livro. Já o segundo não me cativou, uma pena que tenha te decepcionado :/

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida,
    Bom sobre o primeiro livro eu ainda não conhecia, mas gosto muito do enrendo, da tematica em si, só que me deixou com um pé atras foi o detalhe que a autora diversas vezes fala dos personagens por características, isso me deixa bem confusa diante da leitura, quando não consigo me envolve de imediato.
    Já o segundo logo de cara não leria, lendo sua resenha percebi que faltou muito para ser uma boa leitura, por enquanto eu risco da lista.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  6. Oii!!!
    Ainda não conhecia nenhum dos livros resenhados. O primeiro faz meu gênero, foi o que mais me interessou!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura Entre Amigas

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    nossa a capa não tem nd haver com o livro. A principio pensei que seria um drama chato, mas gostei da história do primeiro livro
    Dica anotada.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz,com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Resenha dupla, que legal, gostei. Então, nenhum dos dois me atraiu tanto assim a primeira vista. Garnet parece ser um pouco mais interessante ao meu ver, apesar de ter esse lance da autora falar dos personagens só pelas características, já que eu também me confundo e as vezes nem imagino os personagens como os autores o descrevem UAHSUAHSUAHSUA Adorei as resenhas.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  9. Olá Cida,
    Ainda não conhecia nenhum destes livros, mas posso dizer que as premissas chamaram minha atenção. O primeiro acabou ficando mais evidente. Mas, não sei se os leria na minha atual fase de leitura. Ótimas resenhas!

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, eu nunca tinha ouvido falar de nenhum dos livros citados, mas parecem ser interessantes, mas devo dizer que não me chamaram tanta a atenção, creio que tenha faltado algo, e realmente o primeiro livro a maneira como a autora utilizou para descrever os personagens não é bem legal, pois iria nos confundir muito, eu me sentiria confusa, já o segundo livro, como assim não tem uma descrição mais detalhadas dos personagens? Que chato hein, como vamos saber a personalidade de cada um, acho que a autora devia ter trabalhado mais nisso.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  11. Gente já vi tanto livro com essa menina da capa do segundo O.o
    Ela e essa espada são famosas hahaha

    Achei a premissa do primeiro mais interessante e me deixou mais curiosa.
    Acho que pior coisa é um livro grande que não te agrada, dá até um desânimo.

    Gostei bastante da ideia de resenha dupla!

    bjs

    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  12. Sinceramente eu não conhecia , até que vi esses livros em um sorteio e se eu não me engano estou até participando do primeiro . Não conhecia , é a minha primeira resenha , eu gostei , espero gostar muito de ler esse livro .

    ResponderExcluir
  13. Nunca tinha ouvido falar de Garnet - Labirinto de Sombras, mas o enredo me chamou bastante a atenção, parece ser bem interessa mesmo, principalmente por haver tantas batalhas e ação! Fiquei interessada e achei a capa lindíssima! Como você destacou somente um ponto negativo, o fato de a autora chamar os personagens por sua característica, parece ser fora isso um ótimo livro que vale a pena ler, vou incluí-lo em minha lista!
    Já conhecia Estrada Livre e o enredo me agrada bastante, pretendo lê-lo em breve! Que pena que o livro não te surpreendeu, espero gostar da leitura. Mesmo concordando que faz muita falta a descrição aprofundada dos personagens, parece uma boa leitura! :)

    ResponderExcluir
  14. Dois sobrenaturais que me interessam muito, um por ter dragões (<3) e o outro por ter caçadores, uma pena essas falhas. Até que se referir por características não me incomoda (ao menos eu ainda não reparei rs), já quando os fatos são jogados sobre nós sem um prévia é bem incomodo.
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  15. Eu gostei de Garnet por ter magia e pelo gênio da Lina que você falou.
    Gostei do enredo de Estrada Livre, mas não sei se leria pelos outros pontos.

    ResponderExcluir
  16. Infelizmente nenhum dos livros chamou a minha atenção. Quem saiba mais pela frente eu não vá me interessar.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!