[Resenha] Uma Lição Inesquecível

Uma Lição Inesquecível
Título Original: An Invisible Thread
Autor(a): Laura Schroff e Alex Tresniowski
Editora: Universo dos Livros     Páginas: 256
Lançamento: 2013       ISBN:9788579303982

Compare & Compre    Skoob   Facebook   

936855_550701674974200_795250674_n
“– Com licença, senhora. Tem uma moeda? Tô com fome.” Manhattan, Nova York, 1986. Foi assim que começou essa história no mínimo improvável. Ela, uma diretora comercial bem-sucedida de 35 anos no auge da carreira. Ele, um garotinho negro de onze anos que sobrevivia pedindo esmolas na rua. Cada um seguia sua vida em mundos geograficamente próximos, mas completamente distantes um do outro. Até que algo inexplicável, uma espécie de fio invisível, os une de maneira permanente. E a vida deles – essa vida que, de formas distintas, já parecia tão consolidada e firme tanto para ela quanto para ele – mudará para sempre. Como eles nunca poderiam imaginar.


Laura levava uma vida extremamente corrida, regida pela anotações de compromissos em sua agenda, algo bem comum na rotina de uma mulher que trabalhava e lutava pelo seu lugar em Nova Iorque. No entanto, um dia algo diferente aconteceu. Laura não apenas passou pelas pessoas na rua, ela finalmente reparou naqueles que estavam lá, em especial no garotinho que pedia esmolas, o pequeno Maurice.

Ele lhe pediu dinheiro para comida, mas ela na pressa passou correndo, porém, apenas alguns passos adiante, parou e resolveu voltar. Laura sentiu algo pelo menino, e acabou levando ele para fazer uma refeição, a primeira de muitas que ela lhe deu, e não foi só alimento para o corpo, foi também para alma. Ali nasceu uma grande amizade, algo que salvou duas pessoas de uma vida de solidão, vazia e sem propósito.

Narrado em primeira pessoa por Laura, este livro é uma história real, que começou nas ruas de Nova Iorque e hoje está espalhada pelo mundo neste livro, Uma Lição Inesquecível. É interessante observar o título original da obra, An Invisible Thread (um fio invisível), que representa muito bem o sentimento que a autora tenta nos passar, o que realmente ela acreditou ser sua relação com Maurice. O livro começa inclusive com a citação de um provérbio chinês sobre o tal fio e a Editora Universo dos Livros teve o cuidado de usar na fonte que intitula os capítulos, algo semelhante à um fio que forma palavras, contínuo, sem fim.

“Um fio invisível conecta aqueles que estão destinados a encontrar-se, independente do tempo, lugar ou circunstância. O fio pode esticar-se ou emaranhar-se, mas nunca romperá.” Provérbio chinês

Este provérbio resume bem o desenrolar da história, pois parece mesmo destino o encontro de Laura e Maurice, e o emaranhado do fio foi o que aconteceu com eles no decorrer dos anos.

No começo eu achei a história confusa, Laura abordava muitos assuntos ao mesmo tempo, seu encontro com o menino, a vida que o menino levava, a sua própria vida e da família. Quebrava a linha de pensamento que eu estava seguindo, quando eu começava a sentir o clima daquele momento, ela mudava de assunto e isso me fez voltar a leitura em algumas vezes.

No entanto, logo ela foca no desenvolvimento da relação dos dois e como aquilo foi importante para ela, e embora sua entrada na vida de Maurice tenha sido boa para a formação do garoto, eu vejo que aquilo foi mais uma ajuda para a própria Laura. Ela não tinha um propósito na vida além da carreira profissional, e Maurice foi um objetivo em sua vida solitária. Maurice foi seu projeto.

Maurice, um garoto negro, oriundo de uma família de traficantes e viciados, sempre viveu uma vida de privação e bem restrita, mas ao conhecer novos horizontes e o conforto, abriu seus olhos para o mundo, e deixou de viver apenas pela comida para passar mais um dia e sim pelo futuro. É bem legal vê-lo sonhar com algo melhor para si, e o mais bonito de tudo é o sonho da mudança, de não permanecer como sempre viveu, de crescer.

Eu não simpatizei com Laura, como eu disse, acreditei todo o tempo que suas ações eram mais por si, para sentir-se bem e fazer bonito para as pessoas, mas Maurice me conquistou definitivamente. Ele era muito sensato, apesar da pouca idade e tinha plena consciência de que sua vida era perigosa para Laura, e tentava a todo custo proteger sua benfeitora. Além disso, ele retribui cada ato de Laura com esforço, tudo que ele fazia visava fazê-la orgulhar-se dele. Maurice nos toca profundamente, seus pedidos simples, tinham uma grandiosidade de emoções, que me deixaram com os olhos marejados. Um dia ele pediu a Laura que lhe deixasse lanches em um saco marrom, tal como os outros garotos da escola tinham, pois ele queria saber como era a sensação de saber que alguém tinha preocupado-se em preparar algo para ele. Para nós pode não ser nada demais, mas para Maurice foi a maior demonstração de amor que recebeu.

Mas nem só de momentos como este foi feita a história, tanto a criação do menino, quanto a de Laura foram mostradas, e nesta parte vemos lares destroçados por miséria, drogas, alcoolismo e violência. Fiquei surpresa ao ver como fatores tão negativos nem sempre prejudicam as pessoas, Laura e Maurice tiraram das experiências ruins de sua juventude a força para serem melhores e viverem de maneira totalmente diferente.

Eu realmente não conseguia imaginar onde terminaria a vidas destes dois. Eles ficaram próximos? Cada um seguiu seu caminho? 

Eu pensava que ambos não terminariam próximos, que em algum momento suas vidas tomariam rumos diferentes, a até mesmo temi que a saída de Laura da vida do menino o deixasse muito triste. Sabem o quê aconteceu? Não vou dizer, mas afirmo que independente do desfecho, Laura tornou-se mais que uma amiga, ela tornou-se uma mãe.

Uma bela história, onde o preconceito foi deixado de lado para dar espaço para uma grande amizade. Não é muito o tipo de livro que costumo ler, mas foi uma experiência excelente, estou buscando mais obras que me tirem da zona de conforto, e esta veio em boa hora. Espero que vocês tenham a oportunidade de conhecer Maurice e Laura. Eu aprendi com eles a valorizar mais o ser, não o ter. Eles provam que as vezes é bom dar uma paradinha na correria do dia a dia e olhar a nossa volta, afinal não sabemos quem vamos encontrar.



2leep.com

19 comentários:

  1. Não sou apaixonada por história assim, mas até que curto!
    Achei bem interessante, o drama envolvido deve emocionar, realmente é um livro desconhecido, mas que exacerba valores morais que são muitíssimos importantes para uma sociedade.

    Adorei a resenha!

    Beijão Cida, ótimo final de semana.

    Clicando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu! Eu também não leio muitos livros assim, mas é legal variar de vez em quando, e este livro tem uma história interessante.

      Excluir
  2. Ótima resenha! Eu amei o provérbio chinês... Achei o livro interessante, mas ainda não estou com uma vontade muito grande de ler...

    ResponderExcluir
  3. Oi,

    Achei interessante a jistória, sobretudo por se basear em fatos reais. Talvez a Laura tenha usado isso para fins próprios, mas, pensando um pouco além, o pequeno Maurice teve chances de conhecer, interagir e até mesmo aplacar a sua fome. Agora fiquei curiosa em saber o que acontece ao final!!

    Abraços,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/
    http://yumeeocantinhodaleitura.blogspot.com.br/
    http://www.facebook.com/pages/Yume-e-os-Livros/354138304679022
    @Yumeeoslivros

    ResponderExcluir
  4. não conhecia o livro, mas achei um enredo lindo! esta na lista de desejados!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O livro parece maravilhoso, com uma lição importante. Os melhores livros são esses que nos trazem ensinamentos. Com certeza lerei, mesmo com os contras.

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. É interessante sim, um tema legal, mas só... nada que me deixe morrendo de vontade de ler.

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!
    O mundo está tão louco e nossas rotinas tão corridas que é sempre bom entrar em contato com livros ou filmes que resgatam em nós essa vontade de aproveitar mais o momento presente e dar importância para o que realmente é essencial.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Elis, precisamos de um choque com boas ações para reanimar.

      Excluir
  8. Oii!!
    É muito bom quando um livro que não costumamos ler, se torna uma ótima leitura!
    Esse livro eu ainda não conhecia.
    Beeijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, tudo bem?

    Não conhecia esse livro, mas ele parece ter uma história bem tocante. Como o título mesmo sugere, deve ser uma super lição capaz de nos deixar com lágrimas nos olhos, né?

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Achei a história super interessante, mas não me chamou muito a atenção para ler.
    De qualquer forma, parece ser do tipo que deixa muitas lições mesmo.
    Bjo

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Adorei a resenha♥
    Não costumo ler muitos livros que são baseados em fatos reias, mas acho interessante quando leio porque imagino como foi a pessoa passar por aquilo.

    Beijoss
    http://cupcakedeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Gosto muito de histórias daquelas que quando fechamos o livros ela ainda fica no nossa mente e ainda nós traz algo de bom sabe. Acho que essa é a história certa para eu ler.
    Fiquei curiosa!

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esse livro.
    Achei a premissa bem legal!

    Visita o meu cantinho e se puder segue, =D
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie

    Fiquei encantada pela resenha...adicionado a minha wish list de leitura

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Primeira vez que ouço falar no livro, mas fiquei bastante curiosa para conhecer essa história por ter um tema bem difícil que é o preconceito.
    Espero poder refletir nesse livro.

    ResponderExcluir
  16. Esse livro parece passar uma verdadeira lição. É um livro tão real, pois vemos todos os dias essas crianças na rua e ninguém as ajuda, mas também tem um grande porém, não sabemos o que elas podem fazer caso tentemos as ajudá-las. Hoje em dia não podemos confiar nem mesmo em uma criança. Adorei o livro, ele já está na minha estante dos desejados

    ResponderExcluir
  17. Oie Amiga
    Esse livro me parece ser tocante e emocionante, onde mostra uma lição de vida.
    Mesmo não sendo meu tipo de leitura eu gostei da proposta do livro e fiquei com curiosidade em ler.
    Parabéns pela parceria;
    Beijos

    Jéssica - Leitora Sempre
    http://www.leitorasempre.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!