[Resenha] A Filha do Apanhador de Demônios

A Filha do Apanhador de Demônios
Título Original: Forsaken (The Demon Trappers #1)
Autor(a): Jana Oliver
Editora: Farol Literário     Páginas: 368
Lançamento: 2012       ISBN:9788562525490

Compare & Compre    Skoob   Facebook   
1240325_394187317370793_841326467_n
Riley Blackthorne precisa apenas de uma chance para provar do que é capaz. E é exatamente com isso que os demônios estão contando... Riley tem apenas dezessete anos e é a única filha de Paul Blackthorne, um lendário caçador de demônios. Ela sempre sonhou em seguir os passos do pai e, em tempos de crise econômica, e de Lúcifer infestando as grandes cidades com novos demônios, a Associação de Caçadores de Atlanta está aceitando toda ajuda possível, mesmo que seja de uma garota. Quando ela não está fazendo o seu dever de casa, ou tentando disfarçar a queda que tem por Simon, outro aprendiz de caçador, Riley ajuda a proteger os assustados moradores da cidade das figuras demoníacas. Somente as de Nível Um, seguindo as regras do seu treinamento. Sua vida caminha normalmente, na medida do possível para uma adolescente caçadora de demônios, até que um demônio de Nível Cinco trava uma batalha com Riley na biblioteca. Como se isso já não fosse ruim o bastante, sua vida ainda é abalada por uma terrível tragédia, colocando em risco todas as suas escolhas e levando Riley para um perigoso caminho. Com o mundo desabando ao seu redor, a quem ela poderá confiar sua vida? E o seu coração?
Eu leio de tudo um pouco, meu gosto é bem variado, mas confesso que os livros sobrenaturais tem um cantinho especial no meu coração e claro na estante, e como ultimamente tenho lido poucos, A Filha do Apanhador de Demônios foi como encontrar água no deserto, matou a sede que eu estava do gênero.

Este livro é o primeiro da série Apanhadores de Demônios (The Demon Trappers), de Jana Oliver, publicado no Brasil pela Farol Literário. Uma série sobrenatural focada na luta de humanos contra demônios. O segundo volume, Ladrão de Almas, acabou de chegar nas livrarias.

Em um futuro não muito distante, mais exatamente 2018, em Atlanta, Georgia, as pessoas perderam tudo e vivem em situação de extrema necessidade. As escolas foram fechadas, não existem muitos  empregos disponíveis e para os que têm coragem, existe a opção de entrar na profissão da moda, ou melhor dizendo, trabalhar com uma das atividades mais necessárias do momento, caçar demônios. Isso ou virar reanimador, aquele que desperta os cadáveres do cemitério e os torna escravos dos humanos.

Neste contexto, conhecemos  Riley Blackthorne, a jovem aprendiz de caçador de demônios, que decidiu seguir os passos do pai nesta carreira. Mas é uma escolha complicada e difícil  que precisa ser renovada a cada dia, já que Riley é a única mulher em um universo totalmente masculino e mesmo o pai sendo um dos melhores mestres caçadores, isso não alivia em nada sua situação, pelo contrário, torna ainda pior, já que ela precisa provar ser mais do que a filha do apanhador de demônios. 

Em uma de suas caçadas, que deveria ser algo muito simples, ela acaba em uma grande confusão, e é quase expulsa da ordem dos caçadores e para completar o cenário, uma tragédia acontece. Tudo indica que os demônios estão a cada dia mais fortes e a ordem natural das coisas está mudando, para pior é claro. Riley e o pai parecem ser o maior interesse dos demônios e agora, além de firmar-se como caçadora, precisa encontrar uma maneira de sobreviver.

Por quê os demônios têm interesse nos Blackthornes?
Por quê eles chamam o nome de Riley?

São estas as perguntas que vão ocupar sua mente durante esta leitura, mas mais do que isso, você vai viver uma história muito eletrizante e cheia de emoção em cada página do livro. A Filha do Apanhador de Demônios veio para agradar aqueles que adoram o universo sobrenatural, mas também não abrem mão de aventura, romance e mistério.

O livro é narrado em terceira pessoa e é excelente esta ter sido a opção escolhida pela autora para sua trama, pois nos dá uma visão ampla deste universo com características de um mundo distópico, além de mostrar melhor cada um dos personagens e suas emoções.

A autora descreveu de forma bem detalhista o cenário, vemos claramente como a humanidade está destruída e desesperada em um mundo em ruínas. Becos, prédios abandonados, buracos de esgoto, pessoas passando fome, mercados de bruxa a céu aberto e um cemitério que dá arrepios, são parte do que ilustra a obra, além de demônios nojentos e perigosos e outros engraçados e travessos. Você se pega imaginando como viver neste caos.

Os personagens são bem construídos, e você ama e odeia na igual medida. Riley a protagonista é aquela garota que quer fazer de tudo para conquistar seu espaço e ganhar a aprovação do pai. Ela é muito doce, mas também muito teimosa. Algumas vezes fiquei muito nervosa com ela, pois em meio a sua afobação, acabou metendo os pés pelas mãos e sendo ingênua demais. Riley precisava parar e pensar antes de agir e fazer um grande esforço para aprender mais sobre sua realidade antes de mergulhar de cabeça em situações de grande risco. Não coloco a culpa nela, já que todos sempre a protegeram demais, e ao invés de ajudar, atrapalharam o amadurecimento da garota. 

Mas não pensem nela como um tolinha perdida, ela acorda para a vida, da pior maneira possível e nos dá uma mocinha cheia de coragem e vigor, e eu acabei esquecendo a raiva anterior e torcendo por ela. Seu crescimento de menina para mulher é visível, e de filha do apanhador, para a própria apanhadora de demônios, motivo de comemoração. Algo é certo, Riley é como os brasileiros, não desiste nunca, e tentou tanto resolver seus problemas que conseguiu sair-se bem na medida do possível. E ela tem charme gente, são tantos homens bonitos e charmosos atrás dela. Olha a lista…

Simon, outro aprendiz, bonito e muito bonzinho. Cavalheiro em tempos de fúria e o escolhido como namorado. Na minha opinião docinho demais e sem tempero, e a pior escolha de namorado para alguém tão destemida; Beck, o caçador de demônios viajante, um cara durão e na minha opinião, o melhor caçador. Aquele cara que tem pegada, mas quando o assunto é Riley, ele reluta e esconde os sentimentos, preferindo vestir a camisa de irmão mais velho (relação entre tapas e beijos a vista). Não dá Beck, quero declaração de amorPeter, é o melhor amigo desde a infância, e vive uma paixão platônica pela garota, já que ele só o enxerga como AMIGO… E temos Ori, o matador vindo do Vaticano, sempre salvando a vida de Riley e sumindo, lindo de morrer e perigoso. Cercado de mistério e na minha opinião um risco necessário, mesmo que eu torça por Beck.

E os vilões são os demônios, boa parte dos reanimadores e alguns caçadores machistas. Todos odiosos e de dar medo. Se vocês olharem bem, tem mais vilão que mocinho aqui.

E a narrativa é fluída, embora as partes que Riley passe em uma certa vigília eu tenha achado cansativas, mas nada que comprometa a história. É um volume introdutório, e te coloca exatamente no clima, te deixa no pique da largada para muito mais. As últimas setenta páginas são de tirar o fôlego e eu amei as lutas e toda a reviravolta que a história teve. Os personagens são surpreendidos por algo além de seus piores medos e vão ter que preparar-se para uma batalha muito grande, épica,  contra o desconhecido. Perdas fazem parte, então não apeguem-se muito nos personagens, Jana Oliver não tem dó de matar.

Riley ganha a torcida do público feminino, como nossa representante entre todos aqueles homens faz bonito. E além de despertar interesse de tantos gatinhos, é também objeto de desejo de demônios e de anjos. É isso mesmo! Os seres celestiais resolveram dar o ar da graça por aqui, com sua aparição nas últimas páginas. 

Então, mesmo que você esteja com muitas séries para ler, dê uma chance para esta, vale a pena e promete não cair na rotina. Quem não gosta de triângulos tem aqui um pentágono, então vai curtir também. Enfim, eu gostei muito do livro, fiquei com perguntas não respondidas que só deram aquele gostinho de quero mais. Quem é Riley de verdade? Qual sua importância? Que venha então Ladrão de Almas.


2leep.com

28 comentários:

  1. Oi Cida!
    Você sabe que estou adorando essa série, torcendo pela Riley e me desesperando com cada mancada dela, mas não podemos negar que ela é uma lutadora! O cenário sobrenatural criado pela autora é muito envolvente, assim como os mocinhos que cercam a Riley. Também achei o Simon sem sal, na verdade gamei no Beck =) O segundo volume é cheio de surpresas!!
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é mesmo Elis, uma menina que persiste. Quanto aos rapazes, acho que ela pode correr um risco com Ori, antes do Beck. Bjos!!

      Excluir
    2. Zip zip zip zá
      Minha boca eu vou fechar
      Porque spoiler não quero dar!!!
      Hi Hi Hi

      Excluir
  2. Oie
    Adorei a resenha♥
    Simplesmente sem palavras♥♥
    Quero muito ler esse livro*-*
    A capa é tão linda e a estória me ganhou.

    Beijoss
    http://cupcakedeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida
    Não estava muito empolgada para ler essa série não, mas depois de ler a sua resenha, ver que você deu cinco estrelinhas e falou que vale a pena ler, tenho que confessar que fiquei curiosa e vou colocar na minha lista de desejados :)
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê! É um livro muito empolgante, e quem curte sobrenatural vai ter ótimas horas, se esta é sua praia, invista.

      Excluir
  4. Nossa, não conhecia o livro!
    A capa não é lá muito boa, mas a sinopse é bacana e pela sua resenha, fiquei bemmmm curiosa!
    Eu sempre prefiro os caras bad boys, por isso não penso antes de escolher eles como os melhores. Cavalheirismo é importante, mas se vier acompanhado de um cara sexy, misterioso e atrevido, melhor ainda! hehehe

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não gosto de um cara mais atiradinho? Bjos!

      Excluir
  5. Eu não li muitas resenhas desse livro, mas gostei da temática e a protagonista também ser bem bacana. Para ser sincera não gosto de triângulos, mas como existe um pentágono, até eu fiquei interessada em saber com quem a protagonista irá ficar.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida.

    Não conhecia este livro, mas espero poder ler. Também leio de tudo um pouco. rs
    Na verdade quero ler tantos livros que o dimdim nunca vai sobrar, só quando ganhar na loteira (que eu nem jogo) rs

    Parabéns pela resenha.

    Beijos Fê
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto muito de livros que tenham triângulo amoroso, vamos ver o que acho desse pentágono rsrs.
    Acho que vou sim dar uma chance para esse livro, aproveitar que ainda é o primeiro da série.

    ResponderExcluir
  8. Cida, não conhecia o livro, pois no momento estou lendo mais os meus desejados e o tema também não me atrai! acho que o tema ja deu, sabe?
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Cida, esse livro parece ser INCRÍVEL. Sério, já estou com aquela vontade de ler logo, mas cadê que eu consigo ter tempo para pegar mais um livro e colocar na minha lista? Tão difícil. :(
    Mas parece ser exatamente a temática que vai me ganhar!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  10. Riley parece muito impulsiva! Normalmente não curto esses personagens, mas o livro em si parece maravilhoso e tô pensando em ler!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse livro, mas gostei do título.
    Só acho que poderiam ter caprichado beeem mais na capa.
    Eu gosto bastante de livros sobrenaturais e esse tem uma história que promete.

    Beijos!
    Livros e Tsurus

    ResponderExcluir
  12. nem conhecia e apesar de não ter gostado da capa parece uma boa história
    auhsshuhu sim sou fútil, a capa influencia na minha leitura xp

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida,
    confesso que não conhecia o livro e só de falar séries já fico com o pé atras, mas o livro parece ser bem legal. E adorei a representante feminina mostrar seu valor rsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Cida!
    Estou muito curiosa com esse livro, deve ser muito legal todos esses caçadores e só uma menina, também amei a capa do livro. Com certeza vou ler e espero gostar tanto quanto você!
    Beijos... Samantha.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sa! Não perde tempo não, o livro é muito cheio de ação e aproveita para trocar muitas figurinhas com sua mãe.

      Excluir
  15. Oi Cida,
    Eu não conhecia o livro, mas fiquei de boca aberta com o que você falou. Eu não quero começar séries por enquanto, porque estou com várias atoladas, mas acho que vale a pena ler esta.
    Adorei a resenha, a capa é linda.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oie Cida
    eu não dava a mínima pro livro, mas sua resenha me fez querer lê-lo. Gosto de narrativas em terceira pessoa que conseguem envolver o leitor. Antes eu preferia em primeira, mas estou começando a me apaixonar por livros narrados em 3°. O único fator que desanima é ser uma série :( estou com um monte delas para terminar.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duas Jacque, mas eu não consigo parar de colecionar. Eu gosto mais de narrativa em terceira pessoa, são somente em alguns casos que em primeira me agrada mais.

      Excluir
  17. Primeira vez que vejo resenha desse livro, não o conhecia ainda.
    Não gostei um pouco da capa, acho que poderia ser diferente, mas como não li ainda o livro eu não sei se tem muito haver com a história. Como eu gosto muito de narrativas em terceira pessoa, me fez querer conhecer um pouco mais da história.

    ResponderExcluir
  18. Senti como se estivesse em um episódio de supernatural aushahusauhs eu amei o livro já que sou totalmente fã de supernatural, ele faz bem meu gênero ainda mais envolvendo romance. Eu já amei a capa e o enredo então o tonam perfeito para mim. Necessito dele o quanto antes, faz tempo que não leio nada sobrenatural =/

    ResponderExcluir
  19. Oie amiga
    Eu conhecia essa série antes mesmo dela ser publicada por aqui e fiquei extremamente feliz que a Farol começou a publicar.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    Jéssica - Leitora Sempre
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  20. Aaaah, não me chamou muito a atenção não... ainda não conhecia, mas creio que não leria!

    ResponderExcluir
  21. Resenha bem elaborada, abordando pontos relevantes sobre o livro, despertando meu interesse pelo livro, vale a pena dar uma conferida...
    Porque é sempre bom ler coisas bem diferentes e gosto de livros assim...

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!