{Resenha} O Pessegueiro

O Pessegueiro
Título Original: The Peach Keeper
Autor(a): Sarah Addison Allen
Editora:  Planeta      Páginas: 248
Lançamento: 2013      ISBN:  9788542201253

O Pessegueiro, Sarah Addison Allen
Willa Jackson vem de uma antiga família que ficou arruinada gerações antes. A mansão Blue Ridge Madam, construída pelo bisavô de Willa durante a época área de Walls of Water, e outrora a mais grandiosa casa da cidade, foi durante anos um monumento solitário à infelicidade e ao escândalo. Mas Willa soube há pouco que uma antiga colega de escola – a elegante Paxton Osgood – da abastada família Osgood, restaurou a Blue Ridge Madam e a devolveu à sua antiga glória, tencionando transformá-la numa elegante pousada. Talvez, por fim, o passado possa ser deixado para trás enquanto algo novo e maravilhoso se ergue das suas cinzas. Mas o que se ergue, afinal, é um esqueleto, encontrado sob o solitário pessegueiro da propriedade, que com certeza irá fazer surgir coisas terríveis. Pois os ossos, pertencentes ao carismático vendedor ambulante Tucker Devlin, que exerceu os seus encantos sombrios em Walls of Water setenta e cinco anos antes, não são tudo o que está escondido longe da vista e do coração. Surgem igualmente segredos há muito guardados, aparentemente anunciados por uma súbita onda de estranhos acontecimentos em toda a cidade.
O Pessegueiro é o primeiro livro que leio da autora Sarah Addison Allen, mesma autora de A Garota que Perseguiu a Lua, ambos publicados no Brasil pela Editora Planeta/Essência. Sempre ouvi que suas histórias têm mágica, mas não fazia ideia de que tipo seria, o que quero dizer é que não é algo ligado em bruxas, é algo diferente, tanto que é possível acreditar que seja real.

O cenário da história é a cidade de Walls of Water, uma cidade pequena, que conta com belos pontos turísticos, famílias que viveram ali por toda uma vida, segredos e superstições. É um lugar encantador, descrito pela autora com muita sensibilidade e maestria, não só conseguimos ver a cidade, como também senti - la. A forma como tudo nos é apresentado desperta a vontade de estar lá, de viver lá e desvendar cada segredo do local.

Não só o local cativa, os personagens criados por Allen são excelentes, pessoas que em um primeiro momento aparentam ser simples, mas no decorrer da história vemos o quanto suas personalidades são densas, eu os intitulei de personagens cebola, com várias camadas, que são descascadas a cada página, até chegar ao seu interior, bem profundo. São pessoas como eu e você, e estão cheias de insegurança. Sentimos suas aflições na pele, e são coisas tão familiares a nós, que é impossível não compartilhar. Fica fácil gostar de cada um, na verdade neste livro não há um personagem que não cative, são todos tão verdadeiros e vivos, que tornam-se nossos companheiros.

Pela sinopse pensamos que Willa é a protagonista, mas na verdade a história gira em torno de quatro pessoas, Willa, Paxton, Colin e Sebastian, ambos nascidos e criados em Walls of Water, mas que em certo momento, com exceção de Paxton, deixaram a cidade em busca de algo, ou melhor dizendo de si mesmos. São jovens na casa dos trinta anos, que carregam os peso de estereótipos da juventude, mesmo adultos não conseguiram definir quem são de verdade, a partida da cidade em busca de identidade não resultou em nada, eles precisam entender as próprias raízes, para sabem que são.

É a restauração de uma antiga mansão na cidade, a Blue Ridge Madam, e a descoberta de um corpo enterrado sob um pessegueiro, que os une, na busca por saber o que aconteceu naquele local, eles passam a ter uma maior convivência, desenvolvendo laços muito fortes, não só de amor e cumplicidade, pois temos dois casais bem promissores aqui, mas também de uma amizade sólida e duradoura.

Eles encontram -se, apoiando-se e ajudando-se, conhecem a si mesmos. É fascinante, ver esta jornada,  me senti totalmente envolvida por cada um, Willa que achei ser medrosa, mostrou se uma garota forte e corajosa, Colin e Paxton, que dão a impressão de superficialidade e frieza, são na verdade frágeis e sensíveis, e Sebastian que parece ser enigmático, é a pessoa mais fácil de entender deste mundo. Mas resumir cada um nestas poucas palavras seria um crime, eles vão além, como eu disse, cebolas, são camadas e camadas, até descobrimos como eles são. Personagens fortes e marcantes. Allen não apenas cria personagens e coloca na história, ela cria pessoas e nos apresenta gentilmente a cada uma delas.

Destaco também as avós de Willa e Paxton, que contribuem muito para a história, pois são elas que esclarecem os segredos daquela cidade, a mansão esconde não só um corpo, mas a história das pessoas do local, marcada por um grande drama, mas também por uma amizade linda.

"Esta construção estava erguida como testemunho à vida, à amizade, às coisas boas que resultam de situações ruins."

E envolvendo tudo e todos, temos a magia. A névoa que chega devagar sinalizando que coisas boas ou ruins estão por vir, as campainhas que soam, sem ter ninguém na porta, as pessoas que encantaram outras, não usando apenas charme, mas algo mais e o cheiro de pêssegos que se espalha pelo local.  Muitas lendas que tornaram-se reais, saindo das páginas e nos fazendo ver que tudo aquilo é possível, que se olharmos com mais atenção ao nosso redor, estamos cercados de sinais e muita magia, basta acreditar e tirar o melhor disso.

Um livro que mostra de maneira sensível o crescimento e despertar de quatro pessoas que queriam encontrar seu lugar no mundo e serem felizes, que lutaram com garra por isso, provando que nunca é tarde para lutar pelo nossos desejos. Leia, inspire-se e encante com O Pessegueiro.

"Willa disse que a felicidade significa correr riscos. E se você não está ligeiramente assustada, não está fazendo as coisas direito."



2leep.com

23 comentários:

  1. Oi Cida,
    nossa que capa linda! eu não conhecia o livro, mas já estou adicionando ele na minha listinha. Ele parece ser lindo e fofo.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não conhecia esse livro, mas como gostei bastante de A garota que Perseguiu a Lua, espero me envolver com os personagens e me surpreender com os mistérios de O Pessegueiro.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida, fiquei encantada com sua resenha, este livro já é meu desejado, e estou louca para ler..
    Adorei sua resenha ^^

    Beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!
    A capa por si só já atrai os olhares, né? É linda!!!
    Eu já havia lido a sinopse dele e fiquei bem encantada. Agora, com todos esses elogios, com certeza irei ler! Amei sua resenha *-----*
    Beijos
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa que legal tenho muita vontade ler a garato que perseguiu a lua mas ainda não tive tempo ... esse ainda não conhecia mas ja esta na minha lista também de desejados.

    Beijos

    Andressa
    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu estou louca para ler esse livro. Já de cara ele me seduziu pela capa, que é linda demais, e a cada resenha que leio minha vontade só aumenta :o) Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  7. Já adorei a capa de cara! A resenha então, me conquistou e agora quero muito ler! O título desse livro é bem instigante, e a narrativa parece ser leve, mas ao mesmo tempo profunda. Gostei *-*
    Eu tenho a Garota Que Perseguiu a Lua, mas ainda não li. Você já leu? É bom?

    Anotei a dica e assim que tiver oportunidade comprarei esse livro sem dúvidas! ;)

    Beeijão Cida ;)
    http://literarioecultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li, mas pelo que vi é melhor ainda.

      Excluir
  8. Cida, morro de vontade de ler A GAROTA QUE PERSEGUIU A LUA. Confesso que não conhecia muito a trama pautada... é tanto, que não pensei que fosse tão bacana. Agora tenho mais um livro da autora na minha lista... rsrsrs. Sua resenha tá super clara, e descreve bem as qualidades e pontos marcantes da obra. Parabéns!

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. gente nao conhecia o livro, curti olha

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida, mais um livro que eu compraria já por conta da capa. Em relação ao conteúdo, as resenhas que tenho lido são muito boas fora o fato de ser da mesma autora de A Garota que Perseguiu a Lua e que eu também quero ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Eu super quero esse livro , a capa é linda e pela sinopse a história também....

    http://livroselivrosana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Quando li a sinopse imaginei um livro mais no estilo policiall, mas pela resenha percebi que ele foca mais a evolução dos personagens. Achei interessante... :)

    Letras & Versos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Anna, o foco é o crescimento de cada um.

      Excluir
  13. Já havia visto uma resenha que me apaixonei completamente, o livro parece ser bem estruturado e a história está encantando todos que leem. Também tenho muita curiosidade de ler o outro livro da autora, ambos possuem uma bela capa. Vou anotar na minha lista e espero ler em breve.

    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  14. A resenha mais positiva que eu vi do livro, sério, sempre tinha algum defeito que o pessoal comentava. E fico feliz por isso, pois sou apaixonada por essa capa, tem como não ser?

    Beijão, Cida.
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá Cida,

    Esse livro realmente parece interessante...sua resenha me deixou curioso...parabéns....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Terminei de ler ainda agora o outro livro da autora e realmente amei! Muito bom mesmo! Já sei até do que esperar de O Pessegueiro que será uma das minhas próximas leituras.

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  17. Oi Cida!
    Desculpa o sumiço, mas estava sem net.
    Adorei a resenha. É a primeira que leio desse livro e já fiquei curiosa com essa estória.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Nossa, me encantei com o livro!! Adorei sua resenha, a primeira que leio sobre O Pessegueiro e já vai para minha lista de desejados. Sim, a capa também é linda!! Ahhh.. adorei os "personagens cebola" ahahahahhahah Bjos!!

    ResponderExcluir
  19. Oi Cida!
    Vi esse livro no goodreads há um tempo e nem sabia que havia sido publicado no Brasil. Me interessei bastante por ele. Essa ambientação de cidade pequena é bastante interessante, analisar o comportamento das pessoas nesse nicho é bem legal. Estou ansiosa para ler, espero que leia logo!

    ResponderExcluir
  20. Oi Cida!
    Adorei a resenha, estou de olho nesse livro!
    Que bom que o conteúdo é tão incrível quanto a capa.
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!