[Resenha] Adeus Por Enquanto

Adeus Por Enquanto
Título Original: Goodbye For Now
Autor(a): Laurie Frankel
Editora:  Paralela      Páginas: 320
Lançamento: 2013      ISBN: 9788565530224

A talentosa autora de Atlas do amor inova em seu segundo romance, no qual conta a história do jovem casal que estendeu seu amor para além dos limites da vida. Não é milagre e nem magia, é pura ciência da computação. Graças ao software que Sam Elling, um divertido programador do MIT, desenvolve, torna-se possível conversar com projeções perfeitas de pessoas queridas que morreram. Assim, ele ajuda sua namorada a superar a perda recente da avó, mas não esperava que um dia fosse precisar se tornar usuário de seu próprio programa...
E se o amor continuasse além da vida?

Acredito que o amor nunca morre, quem morre são as pessoas, mas para aqueles que ficam, o sentimento continua, agora mesclado com saudades e por um bom tempo, a dor da perda. Este livro nos mostra o quanto é complicado lidar com o luto, muitas pessoas têm dificuldades de seguir em frente, outras nem conseguem superar, e isso causa sofrimento não só nelas, mas em todos ao seu redor.

Quando Meredith perdeu sua avó, deixou de ser a garota alegre e ativa que sempre foi, tornou-se uma pessoa triste e absorta em seus pensamentos. Ela não notou o quanto isso afetava seu namorado Sam, e na tentativa de ajudá-la, ele criou um programa de computador que permitia que Meredith falasse tanto por ligações em vídeo, quanto por e-mails, com a avó falecida.

Sam, um talentoso programador, usando todos os rastros que Meredith e a avó deixaram na internet, conseguiu compor a base de dados de seu programa, recriando perfeitamente a pessoa falecida, numa junção e combinação de todas as informações trocadas entre as duas, o programa, batizado de Repose, criou novas conversas e permitiu à Meredith adiar a despedida, deixando para depois o adeus para sempre, dizendo somente, adeus por enquanto.

Com grande talento e tato, em uma narrativa em terceira pessoa, a autora Laurie Frankel abordou neste livro alguns assuntos já conhecidos, mas a forma como fez isso foi inovadora e isso dá uma roupagem excelente a história, deixando o leitor interessado e envolvido. Ao falar de imortalidade ela não usou o sobrenatural, usou tecnologia, e não nos empurrou conceitos absurdos, tudo foi bem explicadinho e fundamentado, fazendo esta possibilidade ser crível. Mas não é uma imortalidade comum, de corpo sólido, é uma imortalidade de presença, de imagem, de sons, pois o Repose mantém as pessoas em contato com os que morreram de forma virtual, eu até defini este conceito como a rede social dos mortos, no entanto se formos pensar em como agimos nas redes sociais, não funciona diferente do Repose, afinal a pessoa não está ao nosso lado de verdade, a diferença é que sabemos que está viva.

Tudo isso me fez pensar neste imenso mundo virtual, no quanto de nós deixamos diariamente em nossos perfis de redes sociais, nos e-mails que trocamos e até mesmo em nossos blogs, imaginem um dia se não só for possível criar nossa projeção com base nestas informações, mas até nos recriar. É incrível como surgem várias ideias em nossa cabeça ao ler este livro.

Mas não pensem que é uma história de pura tecnologia, fria e distante, pelo contrário, este livro aborda toda uma gama de sentimentos, nunca de forma cansativa, nem mórbida, já que fala tanto de morte, mas sim de maneira ágil, algumas vezes com humor e leveza, outras com seriedade e profundidade.

Temos romance na história, Sam e Meredith protagonizam um casal muito real, não são aquele casal meloso, mas sua relação baseada em amor, respeito, amizade e cumplicidade é linda, ambos são personagens que cativam e entram de vez em nossas vidas. Não só os dois, mas cada um que faz parte deste livro é muito bem  construído e apresentado, a autora consegue nos fazer crer na existência de cada um, sentir suas emoções e viver suas história. Ri muito com Dash, chorei com Josh e tive ótimas  festas em família com Sam e Meredith.

Voltando ao programa, Sam a Meredith não guardaram o Repose para si, junto com Dash, primo da garota, eles montaram uma empresa, vendendo o programa. Nesta hora vemos claramente os efeitos do luto nas pessoas, a dificuldade de lidar com isso e como o Repose foi um bálsamo, tudo que eles queriam e nem imaginavam ser possível existir, digo isso pois os usuários do programa tiveram coragem de dizer coisas para seus entes queridos em forma de projeção, que nunca conseguiram fazer em vida. Mas o mais legal de tudo isso, é que este pessoal tornou-se muito próximo, deixou de ser uma relação comercial e passou a ser uma relação de amizade, na busca por um mesmo ideal, as pessoa ficaram mais unidas. 

Certas horas sabemos o que vai acontecer, mas em certos momentos somos surpreendidos, há algo que ocorre que parte nosso coração, no entanto foi necessário para evidenciar a bola de neve que estava sendo o Repose, suas consequências e resultados.

Eu achei o Repose uma loucura, criativo, fabuloso, mas por mais pontos positivos que demonstre  ter, eu não usaria, nem mesmo apoiaria seu uso, acho que cria uma dependência enorme em seus usuários, sua proposta de suavizar a dor da despedida apenas protela algo inevitável. O rumo que a história toma prova que nada substitui o calor humano, a vida, as relações entre amigos, pais e familiares. São estes relacionamentos o mais belo da trama, Laurie mostra cuidado em criá-los, sempre com a presença de muito respeito e solidariedade. Gente que delícia ver Sam com seu pai, ou suas conversas com Dash e mais ainda, o zelo da cada um com os idosos, que aqui são tratados com muito carinho e amor, nunca deixados para trás, isso mostra valor, dignidade,  mesmo sendo uma obra de ficção, não deixa de nos dar exemplos para vida. 

Adeus Por Enquanto é um livro marcante, inteligente, é diferente. Uma história de amor. Cada ato de seus personagens foi uma demonstração deste sentimento, como a própria criação do Repose, é uma história extremamente sensível, delicada e humana, que ao falar da morte, nos mostra o verdadeiro presente que é a vida.

Não temos o Repose, então é melhor dizer e fazer o melhor agora, aproveitar ao máximo cada dia e principalmente, cada um em nossas vidas.

E vocês? Aprovariam o Repose?



2leep.com

28 comentários:

  1. Oi Cida, tudo bom?
    Nossa, estou repetindo nossa aqui. hahaha
    Já vi várias resenhas do livro, e por incrível que pareça, são parecidas, acho que caiu no gosto da galera.
    Mais que curiosa por essa leitura!

    ResponderExcluir
  2. Que incrivel. Historia super original. Com certeza vou ler!
    E quanto a usar o Repose, eu tambem nao usaria. E concordo com todos os motivos que voce listou para nao usá-lo. Mas, bem... na hora do desespero, quando a saudade aperta pra valer... quem sabe?

    girlishbooks.blogspot.com.br
    @girlishbooks

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida,
    não conhecia o livro e fiquei na duvida se iria gostar. Realmente a ideia de 'recriar' alguém a partir de registros que ela deixa é surreal, mas não tão 'dificil'

    bjos

    http://blog.vanessasuero.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie Cida =D

    Eu gosto muito da capa desse livro, pois ela me parece bastante enigmatica e melancolica e pelo visto o livro tem esse toque.

    Sinto falta de ler romances reais, e inteligentes as vezes acho que os autores fantasiam um pouco sobre o amor e quando pegamos um livro desses para ler, mesmo que nos choque e nos deixem com aquela pontinha de tristeza no coração, sempre terminamos a leitura com aquela sensação que precisamos aprender a viver melhor ^^

    Ótima resenha!

    Beijos e uma ótima semana para você;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente achou tudo rápido, eu achei natural e assim bem real mesmo Ane, o romance é crível, nós sabemos que pode acontecer.

      Excluir
  5. Gente que coisa doida isso de recriar as pessoas através de dados espalhados por aí. Gostei muito do livro, super original ^^
    Na verdade só olhando a capa eu nem imaginava que se tratava de algo assim.

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  6. Achei bem diferente e até mesmo inovadora, a proposta da autora.
    Não conhecia o livro, mas fiquei com vontade de lê-lo.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Achei muito interessante, fiquei com vontade de ler :)

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Otimo livro,pelo que eu li a resenha interessante............

    ResponderExcluir
  9. Cida, eu morro de vontade de ler esse livro. A proposta da autora, curiosa, diferente e extremamente inovadora, me cativou logo de cara.
    Eu p-r-e-c-i-s-o desse livro.
    Não sei se aprovaria, concordo com você que há uma dependência quanto a utilização do programa.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  10. Apesar de parecer bem interessante, não tenho vontade de ler =/

    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  11. Todo mundo fala super bem desse livro.
    Não tem como não ficar com aquela vontade de ler e poder conferir também.
    Gostei da resenha, quem sabe futuramente eu não o leia.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  12. Oie Cida
    essa já é a terceira resenha que leio, que me deixou com água na boca para ler esse livro rs acho essa capa tão cute, e sei que vou chorar muito com esse livro :(
    bjo

    ResponderExcluir
  13. Ainda não conhecia esse livro
    Mas parece ser muito interessante

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Cida, assim como a maioria aqui também não conhecia esse livro, mas ou contrario deles essa foi a primeira resenha que li sobre esse livro. sobre o repose eu realmente não apoiaria :P

    beijos
    http://amostradelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi,
    Adorei a resenha, ainda não conhecia melhor o livro e gostei de conhecer!

    Paola
    uma-leitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Cida, faz tempo que não venho aqui, tinha me esquecido de como suas resenhas são completinhas!
    Não li nenhuma resenha sobre o livro ainda, nem ouvi falarem dele, achei a ideia super original, já anotei pra quem sabe um dia ler. E sobre repose, não sei, acho arriscado demais sabe.

    Beijão
    Michelle Boyd
    Little Things

    ResponderExcluir
  17. Oi Cida!
    Não sei se leria esse livro. A história parece ser surreal demais.
    Percebi que você curtiu muito a história e até a achou interessante, mas não sei se conseguiria me envolver com tudo o que a autora ousou criar.
    Enfim, gostei muito da sua resenha e talvez só leia por curiosidade e para ter uma opinião sobre ele. Somente.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lê! Eu gostei por ser algo diferente, foge da mesmice e admiro muito livros assim.

      Excluir
  18. Parabéns pela resenha, Cida! Cara, você tem o dom da maldade, sério. Me deixou com vontade de ler este livro também! Muita vontade, aliás. E, sei lá, acho que eu usaria o programa, porque seria maravilhoso poder conversar com o meu pai, visto que ele faleceu quando eu era muito pequena.
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Estou para resenhar esse livro, mas ainda não sei como fazer direito. Esperava mais dele, até gostei, mas não amei, sabe? Apesar do lance da Repose ser super genial, achei tudo muito simples. Aconteceu muito fácil para eles, quando na verdade uma ideia desse tipo deveria ter chocado o mundo, não? Não sei, pra mim faltou alguma coisa. Mas é um bom livro.

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  20. Amei a resenha, estou louquinhaaaa para ler esse livro e você me deixou com ainda mais vontade.. hehe Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  21. Oie ;)
    Nossa acida como tens lidos ótimos livros!
    Caracas fiquei surpreendida por esse resenha, não imaginei que pegava essa linhagem tecnológica, algo tão presente no nosso dia a dia e capaz dela acontecer mesmo futuramente da forma como esse mundo particular anda, se tiver o livro lerei com certeza!
    Assinatura.
    Beliscões carinhosos da Máh-
    Felicidades nos Livros
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  22. Hey
    Gente, esse livro deve ser lindo!
    Que prova de amor do rapaz.
    Fiquei super curiosa e já vi que vou chorar bastante haha
    Ah um Repose pra curar minhas dores =/

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  23. Oi Ci !

    Adorei sua resenha e adoro livros com essa temática de pensar sobre a vida e também a morte rss

    Muito legal mesmo já adicionei como desejado.

    Beijos minha linda!

    Andressa
    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Não conhecia esse livro e essa já a segunda resenha que leio falando que a história é ótima! Fiquei muito empolgada e já estou separando os lencinhos por que tenho certeza que vou chorar.
    Muito boa a resenha ;)

    Beeeijão!
    http://literarioecultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Cida!
    Achei a proposta realmente original e amei sua resenha. Eu também não usaria o Repouse, no fundo saberia que era tudo ilusão.
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  26. Bela resenha... bateu uma saudades da minha avó.. certamente quero ler esse livro. Quanto a usar ou não o Repose... acho que vai bastante do momento, de sanar a dor de cada um... enfim, só lendo pra tentar entender!!! Bjos!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!