Vem aí... Lançamentos Companhia das Letras, Seguinte e Paralela


Olá pessoal!

Confiram as últimas novidades das Editoras Companhia das Letras, Seguinte e Paralela.



Lançamentos
Memória da pedra, de Mauricio Lyrio, Desde a juventude, Eduardo investiga a fenda que partiu sua vida ao meio” — um acidente no Rio de Janeiro, no fim dos anos 1960, que envolveu seus pais. Suicídio ou fatalidade? A resposta pode estar nos conhecimentos de um médico, ou nas lembranças escondidas da família numa casa em Teresópolis. Ou talvez o caminho seja outro, o da redenção, na possibilidade de reconstituir uma vida fraturada — o amor por Laura, a relação paternal com o menino Romário, o fascínio pela personalidade de Marina, uma mulher no limite. Tudo o que for preciso — e possível — para deixar de ouvir apenas “a mudez na face escura da montanha”.
A Mente Assombrada, de Oliver Sacks, Quem nunca fechou os olhos antes de dormir e se deparou com uma série de luzes e manchas? Ou pensou ter ouvido ruídos e vozes que não estavam lá? Quem nunca, em suma, duvidou da própria mente em alguma situação? Para o neurologista Oliver Sacks, um dos grandes cientistas de nosso tempo, as alucinações são parte fundamental da consciência humana. Elas oferecem um vislumbre da arquitetura do cérebro e uma chave para muitos de seus mistérios. Praticamente todas as culturas buscaram experiências alucinógenas nas drogas, o que nos faz questionar até que ponto elas podem ter inspirado nossa arte, folclore e religião. Combinando erudição médica com relatos pessoais, Sacks investiga as causas e consequências das alucinações, seguindo a trilha de autoanálise e compaixão que marca sua obra.
Restos Mortais, de Patricia Cornwell, Fred e Deborah, jovens, lindos e saudáveis, estão desaparecidos. O pânico toma conta da cidade de Richmond, na Virgínia. Será que o casal de namorados teve o mesmo fim que os outros quatro jovens casais desaparecidos anteriormente? A ideia é aterrorizante,  pois nos outros casos as vítimas foram achadas, meses depois, em estado avançado de decomposição. Suspeitos multiplicam-se como cadáveres abandonados, num quebra-cabeça sinistro e labiríntico onde vamos encontrar, mais uma vez, a dra. Kay Scarpetta: a mais intrigante protagonista do gênero policial moderno.


Lançamentos Companhia das Letras, Seguinte e Paralela

A Queda dos Reinos, de Morgan Rhodes, Nos três reinos de Mítica, a magia estava esquecida desde tempos imemoriais. Depois de séculos de uma paz mantida a muito custo, certa agitação começa a emergir. Enquanto os governantes lutam cegamente pelo poder, seus súditos têm suas vidas brutalmente transformadas com a eclosão repentina da guerra. É assim que o destino de quatro jovens — três herdeiros e um rebelde — acabam interligados para sempre. Cleo, Jonas, Lucia e Magnus vão ter de lutar, cada um à sua maneira, em um mundo revirado pela guerra, onde imperam traições inesperadas, assassinatos brutais, alianças secretas e paixões arrebatadoras.
Intervenções, de Kofi Annan 
Obras completas, volume 9, de Sigmund Freud
Os limites do possível, de André Lara Resende
Clique: como nascem as grandes ideias, de Frans Johansson



A Morte do Pai, de Karl Ove Knausgård, Uma noite de ano-novo e rebeldia, regada a cervejas vedadas aos menores, um amasso nauseante na primeira namorada, um show fracassado com a banda de punk no shopping center — em A morte do pai, primeiro romance da série autobiográfica Minha Luta, Karl Ove Knausgård se concentra em narrar os anos de sua juventude. Ao embarcar numa investigação proustiana e incansável do próprio passado, o narrador busca reconstruir, sobretudo, a trajetória do pai, figura distante e insondável que entra em declínio e leva o núcleo familiar à ruína. Honesto e sensível, Knausgård investiga também o próprio presente: aos 39 anos, pai de três filhos, ele deve se ajustar à rotina em família, trocar fraldas e apartar brigas, tudo isso enquanto tenta escrever seu novo romance, numa luta diária. Com A morte do pai, Knausgård inaugura um projeto monumental e ambicioso, que logo se tornou best-seller na Noruega e fenômeno literário internacional. São seis volumes híbridos entre a ficção e a memória, em que o autor explora, com pleno domínio da atividade narrativa, as possibilidades da ficção contemporânea.
Frank: a voz, de James Kaplan
Nada a invejar, de Barbara Demick

EM JUNHO


2leep.com

11 comentários:

  1. Oi,

    quantos livros bons! Quero muito A Queda dos Reinos e A Elite!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cida!
    Ótimos lançamentos!!!
    Estou interessado demais em A Elite e A Queda dos Reinos!!!
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu achei A Queda dos Reinos bem interessante, recebi uma amostra com o primeiro capítulo só que ainda não li. Parece ser uma ótima leitura!

    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  4. oie Cida
    só livros bons, já li A Elite e Queda dos reinos e gostei bastante.
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Fiquei interessado em "A queda dos reinos" e "Restos mortais"

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Adorei os lançamentos, principalmente o "A Elite", "Restos Mortais" e "Para sempre Sua"
    Renata
    Escuta Essa | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!
    Super lançamentos, viu? A Cia de Letras está de parabéns!!!!
    Louca para ler A Elite e Restos Mortais *-*
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,

    Estou louca para ler Queda dos Reinos e A Elite!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida.
    A Queda dos Reinos é o meu desejado, quero demais, li o primeiro capítulo e
    me encantei.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida,
    Fique interessada em Restos Mortais e quero ler A seleção para depois ler A elite.
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!