{Resenha} Roubo de Espadas

Roubo de Espadas - Revelações de Riyria #1
Título Original: Theft of Swords
Autor(a): Michael J. Sullivan 
Editora:  Record      Páginas: 602
Lançamento: 2013      ISBN: 9788501093325

Roubo de Espadas, Editora Record, Michael J. Sullivan
Royce Melborn e Hadrian Blackwater, os ladrões mais habilidosos de todos os reinos, construíram sua fama ao realizar façanhas aparentemente impossíveis. Porém, após concordar em roubar uma famosa espada do interior de um castelo, os dois se envolvem numa trama repleta de armadilhas, anões, elfos, conspirações políticas, magia e, sobretudo, perigosas reviravoltas. Para comtemplar a missão com sucesso, Royce e Hadrian precisam ser cuidadosos ao escolher inimigos e aliados, pois não é apenas a vida da dupla que está em jogo,mas o futuro da Igreja, dos reinos e de todo o mundo.
Eu não acredito que já acabou. Sério, mesmo 600 páginas de aventura e fantasia não foram suficientes para saciar esta ávida leitora, eu preciso de mais Hadrian Blackwater e Royce Melborn.

Eu sou fã de livros de fantasias, quando vi este aqui entre os lançamentos da Editora Record já me programei para colocá- lo entre as leituras de maio, tem uma boa quantidade de páginas e como estava de férias teria tempo para ler com tranquilidade. 

O livro todo foi uma grata surpresa, começando por ser um livro duplo, isso mesmo temos dois volumes em um só, duas histórias com finais conclusivos, mas que sempre deixam um gancho para seguirmos adiante na aventura.

A Conspiração Pela Coroa é o livro um, nela somos apresentados aos personagens que irão compor a série Revelações de Riyria, tendo como protagonistas a dupla de ladrões Royce e Hadrian. Os rapazes são contratado por um nobre para roubar uma espada, porém tudo não passa de uma armadilha para jogar a culpa do assassinato do rei de Melengar nas costas dos dois. Prestes a serem executados por um crime que não cometeram, Royce e Hadrian aceitam a proposta da princesa Arista de sequestrar o futuro rei, em troca de sua libertação, mas não é um simples rapto, eles devem levar o rapaz ao encontro de um mago preso há novecentos anos em uma prisão de pedra. Nesta viagem, eles não só lutarão pela vida, mas descobrirão o passado daquelas terras,  tentarão salvar o reino da corrupção imposta pela Igreja e darão o primeiro passo na busca pelo herdeiro de toda uma nação, o descendente do Imperador, que era filho dos deuses.

No livro dois, Avempartha, os rapazes já saíram da confusão anterior, e passado dois anos, recebem um novo trabalho, um novo roubo de espada, mas como da vez anterior, não é um simples roubo, existe muito mais por trás de tudo. Eles reencontram os amigos, e também os inimigos da outra aventura, e agora enfrentarão uma criatura mágica, que está dizimando toda uma cidade, mais do que isso, novamente a Igreja está por trás de tudo, desta vez criando um falso herdeiro do Imperador para dominar e impor seu poder. 

O tamanho do livro pode assustar, como a maioria das fantasia épicas faz, mas se levarmos em consideração que temos dois livros aqui, não é tão grande assim. A narrativa é em terceira pessoa, perfeita para nos apresentar todo este cenário espetacular. A trama passada na era medieval, mostra uma luta entre monarquia, imperialismo e nacionalismo, onde a Igreja tem papel fundamental, depondo e colocando soberanos no trono. Temos ainda a participação de deuses, elfos, anões, magos e a dupla de ladrões mais misteriosa e irreverente de todos os tempos.

Logo nas primeiras páginas, fui conquistada por Royce e Hadrian (parece nome de pistoleiro do velho oeste), seu humor inteligente e personalidades peculiares são cativantes. Eles não são ladrões de beira de estrada, não mesmo, são a elite, roubam o que ninguém consegue roubar, suas ações são nos estilo missão impossível de sua época. Assim são contratados pela nata da nobreza, realizando furtos que entrarão para a história, a fama de ambos os precede, fazendo com que sejam muito respeitados. Mas eles atuam também como heróis na maior parte do tempo, se tem uma causa justa, não importa o pagamento, eles abraçam a missão e de vilões, viram mocinhos. Não posso nem classificá- los como vilões, são algo que foge dos padrões. Royce tem habilidades ímpares para caminhar em florestas escuras e abrir qualquer coisa que esteja fechada, Hadrian é um exímio espadachim, mas também domina qualquer tipo de arma que tenha em mãos. O passado deles é desconhecido, mas temos um nuance de suas vidas no segundo livro.

Não são somente os dois que compõe as Revelações de Riyria, todos os personagens são bem construídos, não são perfeitos, são pessoas que tem defeitos e qualidades, muito verossímeis. A formação deles é tão bem caracterizada que você ama todos os mocinhos, torce muito por eles, e na mesma medida odeia os vilões. Claro que existem alguns  personagens dúbios, que não identificamos bem suas verdadeiras intenções, como é o caso do grande mago Esrahaddon e do anão Magnus

A história é cheia de aventura, tem batalhas de tirar o fôlego, não há nenhum momento que posso dizer que achei a leitura cansativa, cada capítulo traz revelações de tirar o fôlego, enquanto vamos acompanhando a resolução de um grande problema, nos são dadas pistas de algo muito maior, que é mais trabalhado no segundo livro, a descoberta do herdeiro do Imperador de Novron. Ambas as histórias são dinâmicas, onde a primeira é uma apresentação de nossos amigos e a segunda uma abordagem mais profunda de seus segredos.

Terminei a leitura desesperada por mais, é uma história tão deliciosa, bem humorada, que  nem vi as páginas passando. Michael J. Sullivan apresentou nesta série um mundo criativo, uma mitologia fascinante, rica em detalhes, num enredo muito instigante e com personagens que ganham um lugar especial em nossos corações. Garanto que vai agradar os mais exigentes leitores de fantasia. Um livro que entrou facilmente para o rol de favoritos.



Revelações de Riyria
Roubo de Espadas #1-2

Volumes individuais no Goodreads aqui

2leep.com

28 comentários:

  1. Cidaaaaa... percebi que você gosta mesmo de fantasias, também gosto bastante, mas não chega a meus gêneros favoritos. Fiquei curiosa pela história. Se consideramos que tem 2 livros em 1, 600 páginas não é tão grande mesmo!

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Super me interessei por esse livro *-*
    Colocando na listinha, now!
    Obrigado por partilhar algo tão incrível conosco :)

    Gabriel - http://umpapoentrepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Até que fim, encontrei uma resenha positiva sobre o livro. Todas que li era dizendo que o livro não era tão bom como se mostrava. E é bom saber que você gostou dele, assim, me animo a ler novamente. Quando cheguei ao fim de sua resenha, me deu vontade de ir na livraria e trazer ele para casa (só não fui, porque é domingo, hihi). Ótima resenha, Cida!

    ResponderExcluir
  4. Puxa, agora quero muito ler esse livro! Também sou fã de fantasia, e livros desse gênero, mesmo grossos, parecem ser tão rápidos de ler! Adorei a resenha! O livro já está na minha lista para próximas leituras :}

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida, que linda resenha!!
    Adoro quando terminamos as leituras com gostinho de quero mais..
    Não conhecia o livro e este vai para os desejados. ^^

    beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Sua resenha me impressionou, quando vi a sinopse desse livro não fiquei tão interessada e nem sabia que ele tinha esse tanto de páginas. Parece ser aventura do início ao fim! Fiquei super curiosa para saber como eles sequestram o rei e como eles se safam dos dois livros, devem ter finais eletrizantes.

    Abraços,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  7. Oie Cida =D

    Não conhecia esse livro, mas agora sinto que necessito dele *------* Como vc sabe eu adoro literatura fantastica e as que tem um toque de mitologia são as minhas favoritas!

    Adorei a resenha!!!

    Beijos e uma ótima semana!
    ;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Oi, Cida!

    Você já leu O Nome do Vento, do Patrick Rothfuss?

    Se sim, pode me confirmar se esse livro é parecido com O Nome do Vento? É que eu gostaria muito de ler um livro de fantasia que seguisse o mesmo estilo, rs.

    Beijos,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natalia! Não li O Nome do Vento, mas posso dizer que este livro aqui é muito bom, e se você der uma chance não vai se arrepender.

      Excluir
  9. Oi Cida!

    Eu gosto de fantasia, mas confesso que a quantidade de páginas me assustou um pouco. Gosto de livros longos, mas sempre fico preocupada se a história ou o autor vai conseguir segurar minha atenção até o final. Achei interessante a sinopse e se tiver oportunidade vou ler o livro. A capa é bem bonita! ;)

    Beijos!

    Rafa {Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  10. Só me interessei depois de ler sua resenha, já que a capa não me agradou. Mas o enredo parece ser eletrizante, e os personagens cativantes.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ah.. Saudades daqui, Cida!
    Essa minha falta de tempo está horrível. Mas estou conseguindo me reorganizar novamente!

    Não conhecia este livro (série).
    Gostei muito, e opa! é favorito aqui. Oba oba! rs..

    Beijos e uma linda semana, Lu ♥
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida!
    Não conhecia esse livro, mas lendo a sinopse já vi que não é o tipo de leitura que me atrai muito, mas que meu marido adora! Vou anotar o título. O livro deve ser bom mesmo, já que são 600 páginas e você ainda queria mais :)

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida!

    Adorei sua resenha! Nossa me deixou muito curioso!!!
    Logo que o estilo desse livro faz parte do meu gênero favorito <3
    omg

    Adorei a resenha - 5 + <3 é coisa boa demais! hahaha
    Um Beijo Cida!
    > http://apanhadordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie Cida,
    não conhecia esse livro, mas parece ser bom.
    Confesso que não gostei da capa e não seria um livro que me chamaria atenção, mas sua resenha me fez pensar um pouco sobre ele.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida, tudo bem?
    Meu Deus, eu fiquei simplesmente sem palavras com essa resenha e com uma vontade enorme de ler esse livro.Parece ser uma estória de tirar o fôlego e acredito que 600 paginas passam fácil. Dica mais do que anotada, pois sou uma das que é apaixonada por livros de fantasia.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  16. Oi Cida,

    Bom não é um dos meus gêneros favoritos, mas eu gosto bastante!!!!
    Acho que não seria um livro que eu ompraria em um primeiro momento, mas poxa me chamou a atenção ser um livro duplo !! Assim não sofremos tanto né??

    600 páginas , no primeiro momento é um susto né? Mas se a história é realmente boa acho que a gente nem sente passar.

    Vou dar uma chance para esse livro!! Add na minha listinha rs !

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro, achei bastante interessante, pois nunca o vi por aí e ele parece simplesmente mágico, profundo e muito, mas muito bom mesmo.
    Adorei sua resenha, ficou bem clara para mim, consegui entender perfeitamente.
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde :)
    Como vai,Cida?

    Nossa,eu não conhecia este livro :O
    Mas o gênero faz meu tipo,digamos assim >.<

    Beijos e tenha uma excelente semana
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
  19. Mais um livro de fantasia mega elogiado por tu, Cida. Assim vou realmente pensar a respeito de conferir mais tramas desse gênero. \O/ Você escreve uma com excitação incrível... dá muita vontade de conferir, também.
    Fico feliz que tenha curtido... é impressionante como nessas horas tamanho/quantidade de páginas não significam nada. Porque o que vale mesmo é a qualidade. ;)

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico empolgada mesmo Fran, saio escrevendo tudo que achei na resenha para dividir com vocês.

      Excluir
  20. Ai, meu Deus!
    Como você tem a audácia de fazer isso comigo, Cida? Me deixar estupidamente curiosa para ler um livro? Cara, eu amei a resenha! Amei mesmo! Fiquei super, iper, mega curiosa para ler esse livro, apesar dele ter 600 páginas.
    Ai Deus! Preciso urgente desse livro.
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha! Agora você vai ter que ler mesmo, precisa saciar esta curiosidade. Bjos!

      Excluir
  21. Livro 5 estrelas?! Adoroooo!! Parabéns pela resenha, gostei muito.

    ResponderExcluir
  22. Bom dia Cida,

    Não conhecia esse livro e a capa e a sinopse me chamaram atenção, depois da sua resenha entrou na lista de desejados, esse livro faz meu estilo de leitura...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Eu amo livros de fantasia e acabo de acrescentar mais um na minha extensa lista de livros para ler. amei cad pedacinho da resenha e estou com muita vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  24. Não tinha ouvido falar do livro antes, mas como achei a capa bonita, decidi ler a resenha. Estou até com medo de quando ler esse livro, porque você realmente falou bem dele (tenho esse receio de criar expectativas). Mas acho que fale o risco, parece ser realmente interessante.

    Beijos,

    Adeus Realidade

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!