[Resenha] Desejo e Escândalo

Desejo e Escândalo
Título Original: Beyond Scandal and Desire (Sins for All Seasons #1)
Autor(a):  Lorraine Heath
Editora: Harlequin                 Páginas: 304
Lançamento: 2018                ISBN:9788539826650
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Mick Trewlove é o filho bastardo do duque de Hedley, mas ninguém sabe disso. Mesmo depois de se tornar um empresário de sucesso, ele ainda busca vingança contra o homem que o abandonou. E qual a melhor forma de fazer isso do que seduzir a noiva do filho legítimo do duque? Lady Aslyn está noiva do conde Kipwick, filho único do duque de Hedley, mas se vê, inesperadamente, apaixonada pelo misterioso bilionário Mick Trewlove. Durante os passeios pelos parques de Londres, ela começa a desconfiar de que algo se esconde por trás do sorriso sedutor, mas não tem certeza. Quando os segredos são revelados, uma reviravolta inesperada surpreende Mick, que terá que escolher entre manter seu plano de vingança ou ser feliz.
Eu gosto bastante de romances de época, mas admito que ultimamente não tenho tido grandes surpresas nas obras que li, sendo para mim leituras onde encontro aspectos repetitivos nas histórias. A fórmula funciona bem, eu consigo me divertir, mas encontrar uma história que consiga surpreender é sempre como achar um tesouro.

Desejo e Escândalo, de Lorraine Heath, foi lançado pela Harlequin no final de 2018 e faz parte da série Sins of all Seasons. Na busca de um leitura mais leve e despretensiosa, depois de livros mais densos, optei por esta obra e desde a primeira página a trama se mostrou envolvente e diferente do que eu esperava.

Mick Trewlove foi abandonado logo que nasceu como um bastardo, pelo seu pai, o duque de Hedley. O rapaz foi criado por uma viúva junto com outros de nascimento duvidoso como o dele. Sua vida nunca foi fácil, Mick passou fome, frio e diversos outros tipos de necessidades vivendo nas favelas de Londres. No entanto, dono de um mente aguçada e com tino para negócios, ele deu a volta por cima e hoje, aos trinta e um anos, é um empresário bem sucedido e rico.

Mick não esqueceu as origens, nenhuma delas por assim dizer. Tem na mulher que o criou, a verdadeira mãe. Ele considera como irmãos os bastardos que cresceram com ele e busca revitalizar as zonas mais pobres da cidade para que as pessoas não passem as mesmas necessidades que passou. E, como mencionado, lembra das origens e não esquece o duque que o abandonou. Quer ser reconhecido como um filho da nobreza e para isso arquitetou um elaborado plano de vingança contra o pai que o abandonou para morrer.

Sim! Para morrer, visto que o duque o entregou ciente que naquela época existia um esquema de entrega de bastardos para serem assassinados bebês, mas a viúva que criou Mick não teve coragem de cometer tal atrocidade. Conseguem imaginar como Mick se sente em relação ao pai? Ele o odeia.

Então seguimos com o protagonista na sua jornada em busca de vingança e o alvo é o irmão dele, o Conde Kipwick, que foi criado para ser o herdeiro do duque de maneira legitima.  Mick sabe que Kip é viciado em jogos e trama destruí-lo nas mesas de aposta, de quebra roubando também a noiva do rapaz, Lady Aslyn.

Só que Aslyn o surpreende sendo uma moça encantadora e doce, dona de um charme que o arrebata e enternece. Ela, uma dama criada cheia de proteção, busca liberdade e sua sinceridade ao admitir isso deixa Mick surpreso e curioso para desvendar a jovem dama.

Ah! Que delícia foi seguir este plano de vingança. Dá prazer observar a astúcia do Mick e ver como sua inteligência vai além dos negócios. Você torce por ele, pois sabe que o duque foi bem canalha com o filho. No entanto, há aspectos que intrigam o leitor, pois o duque de hoje parece ser bom e fica complicado entender como um dia foi tão vil. Parecem dois homens diferentes ou mesmo que há algo nas entrelinhas para ser decifrado.

A trama segue mostrando Mick em seu passo a passo da vingança e é neste tempo que o romance começa a tomar forma. Gostei da maneira que o laço dele e de Aslyn se formou, pois não foi um amor instantâneo e inconsequente.  Os dois ponderaram muito sobre o que estava acontecendo e se permitiram uma dança lenta para se conhecer e entender se deveriam dar vazão para tal sentimento. O resultado é um amor sólido, bonito de ver e que passa credibilidade para nós, embora seja uma vítima das regras sociais. Uma dama não pode se casar com um bastardo e eles se vêem tendo que encarar um romance proibido.

No entanto, apesar de ambos se completarem maravilhosamente bem, de terem uma relação terna e de muita cumplicidade, há a vingança e Mick terá que escolher o que fazer.

Se não bastasse toda esta dúvida sobre o futuro do casal, a autora guardou para os momentos finais uma revelação bomba. Quando achamos que as coisas vão de fato se concretizar e o tudo ou nada do protagonista chegou, vem aquele tiro que nos derruba bonito. Nem de longe eu desconfiei do que de fato estivesse oculto no passado de Mick e do pai e aí então foi possível entender o verdadeiro duque.

Gente! O livro é fabuloso e a trama envolvente e fascinante. Eu gostei de como a autora deu espaço para Mick e as famílias, para o desenvolvimento da vingança e para o romance. E, além disso, os personagens tiveram toda a oportunidade de se mostrarem e podemos conhecer todos bem. Até mesmo os secundários foram bem explorados para atiçar nossa vontade de ler os volumes futuros da série que vão protagonizar. 

O casal Mick e Aslyn é cativante e fica difícil não torcer pelo seu final feliz. E destaco a personalidade forte dela, que manteve suas opiniões firmes e soube se impor quando preciso. Nunca ninguém fez a cabeça de Aslyn e eu a admirei muito pela força em uma época de mocinhas dominadas por costumes. E o romance me agradou ainda mais por não ser aquele mel todo e sim consciente da realidade e maduro.

Em suma, Desejo e Escândalo ganhou cinco estrelinhas sem nenhuma dúvida, não apenas por ter uma história que ganhou meu coração, mas acima de tudo por trazer as surpresas que eu tanto ansiava dentro dos romances de época. Estou ansiosa para conferir mais obras da autora, este meu primeiro contato com ela foi ótimo e em breve vou ler o volume dois desta série. Vem aí O Amor De Um Duque, protagonizado por Gillie Trewlove, a irmã de Mick. 

2leep.com

12 comentários:

  1. Oi, Cida

    Eu também ando tendo algumas decepções com o gênero. É um gênero limitado, não tem muito para onde correr, mas estou sentindo falta de ser surpreendida também.
    Que bom que este volume te agradou assim, eu fiquei animada com esse enredo principalmente no ponto da vingança. Se eu achá-lo em uma promoção vou comprar.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Cida.
    Eu amei esse livro. Além da capa maravilhosa tem uma história incrível. Também fiquei de cara com a revelação do duque. E com certeza vou querer ler o segundo livro que está com a capa tão linda quanto também.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Sou apaixonada por essa capa! Ele está para ser lido esse ano, ainda mais agora que fiquei curiosa sobre a bomba do passado entre Mick e o pai.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Essa capa é linda demais, né? Ainda não conhecia esse livro, mas fiquei curiosa!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida, tudo bem?

    Eu adorei o livro tb, achei a história intrigante e gostei tb da relação do protagonista com o pai. Foi uma ótima leitura!

    BJs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. gostei de conhecer esse romance, gosto bastante de romance historico e fiquei curiosa pra ler esse

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  7. Oiii Cida

    Eu leio bem pouco históricos, mas esse me chama muito a atenção principalmente depois que vc falou o quanto a trama te agradou e envolveu. A Harlequin publicou tanta coisa legal ano passado, estou torcendo pra que eles continuem publicando muitos livros assim, bons demais (especialmente a continuação da série de Nova York, com amor)

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida! Romances de época tem muito potencial de ganhar meu coração, é o meu gênero favorito, mas acabam ficando muito no "mesmo do mesmo" e o que mais chamou a atenção na tua resenha foram as surpresas que a história trouxe. Se eu já queria conferir a obra antes, por conta dessa capa linda e por ser de uma autora que eu ainda não tive a oportunidade de ler, agora quero ainda mais.
    Beijos, Adri
    Espiral de Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida,

    Ultimamente também ando lendo livros de época com aquele mesmo roteiro e ás vezes é meio cansativo.
    Mas fiquei feliz em saber que esse livro conseguiu ser diferente e ainda ter uma boa reviravolta.
    Já vou adicioná-lo na lista do Skoob.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  10. Olá, Cida.
    Eu adoro a Lorraine Heath! Nunca li este livro, mas quando vi que era dela soube que tinha que ser bom. Ela tem sempre um elemento surpresa nos seus livros que nos deixa espantados.
    Mundo da Fantasia

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida,
    Até eu só lendo as resenhas, vejo que alguns são beeem parecidos. Leio, aliás, algumas comentando da mesmice.
    Ainda bem que esse trouxe novidades, espero conhecer essa série em breve tb.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida
    Li esse livro a pouco tempo e achei muito lindinho, gostei muito da história, um amor. A capa também é linda, enfim esse livro é todo perfeitinho ;)

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Facebook | Twitter | Instagram

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!