[Resenha] Nada a Perder

Nada a Perder
Título Original: Roughneck
Autor(a): Jeff Lemire
Editora: Nemo                      Páginas: 272
Lançamento: 2018               ISBN:9788582864609
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Derek Ouelette costumava ser alguém. Promessa do hóquei, ele agora nada mais é do que a sombra do ídolo que um dia poderia ter sido. Um bêbado, sacana, violento, leva uma vida esquecida por todos em uma vila esquecida por todos. Um dia, no entanto, algo invade sua história e o coloca diante de uma escolha impossível. Uma escolha que só pode ser feita por um homem que não tem nada a perder.

Derek Ouelette era uma estrela em ascensão no hóquei, mas sua personalidade violenta colocou fim em uma carreira cheia de promessas. Ele se tornou um homem amargo, que evitava a ajuda dos amigos e que sempre que era reconhecido pelos fãs respondia aos elogios com grosseria e mais violência.

Derek segue por uma espiral descendente, cada dia afundando mais e mais em sua miséria autoimposta, até que uma pessoa do passado aparece em sua vida e o tira do torpor. Bethy é a irmã que ele não via há anos e agora lhe procura em busca de abrigo. Tão perdida, ou melhor, mais perdida do que Derek, ela precisa ser ajudada.

A HQ começa nos mostrando um Derek bebendo muito e encrenqueiro. Ele já começa a história arrebentando alguns homens e sendo interpelado pelo policial da cidade. O policial cresceu junto com Derek e, mais do que punir, ele tenta ajudar o amigo a tomar um rumo melhor.

Derek, no entanto, não quer ajuda e segue fazendo pouco caso de qualquer gesto de amizade. A gente se espanta com o grau de violência mostrado logo de cara e com um protagonista tão detestável, mas conforme avançamos na leitura podemos entendê-lo melhor.

O rapaz não teve uma infância e adolescência tranquilas. Criado por um pai extremamente violento, foi ensinado desde cedo a revidar e resolver as coisas nos punhos. Quando adolescente, ele até que não era uma pessoa tão estourada. Mas sabem aquele ditado que fala que “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”? Então, o pai dele insistiu tanto na educação de porradas, que o menino cresceu e virou um homem de bater e não de ouvir. 

Não estou justificando o que Derek faz, mas entendo que sua formação fugiu de seu controle e ele foi moldado para ser desta forma. Quantas pessoas não acabam assim? Vindas de lares problemas e levando então uma vida problemática? Há aqueles que conseguem escapar, mas nem todos são fortes o bastante e acabam sendo absorvidos.

Mas a história de Jeff Lemire, acaba sendo não sobre um homem no fundo do poço, mas sobre um homem que mesmo no fundo do poço conseguiu se erguer por amor. Derek se redime ao tomar para si a missão de salvar alguém que amava. Ao ver a irmã viciada em drogas e fugindo de um homem como o pai deles, ele percebe que pode, sim, reagir e fazer algo de bom. Ele luta por Bethy, a protege e nesta jornada de redenção acaba ajudando a si mesmo.

Nada a Perder é uma história sobre redenção, amor, amizade e recomeços. É brutal em suas imagens e não teme mostrar pessoas levando uma vida feia, mas acaba trazendo um alívio no final ao mostrar que segundas chances existem e que não podemos desistir de nós mesmos. 



2leep.com

9 comentários:

  1. OI, Cida.
    Quero muito conferir essa HQ. Sou apaixonada por histórias em quadrinhos.
    Bom saber que a história em si transmite algumas lições para carregarmos para a vida.

    Tenha uma ótima noite!

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    A Nemo sempre com títulos interessantes, cheios de premissas fortes.
    Eu vi a capa pelo Skoob e achei que tinha a ver com o filme da Record, do bispo kkkkkkk.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida

    Não leio HQs, mas amo histórias sobre redenção e recomeçou... parece ser bem emocionante.


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,

    HQ não é meu forte, não me sinto atraída, mas não digo que nunca lerei. No momento não encontro alguma que me prendeu o interesse a ponto de encarar a leitura. Infelizmente a história dessa HQ não me interessaria nem em livro escrito, porque achei bastante pesada e não estou no momento para encarar uma leitura assim, mas acho importante os autores mostrarem a importância das segundas chances, redenção e força do amor.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Cida.
    Infelizmente esse tipo de coisa acontece muito. Os filhos crescem para fazer o que prenderam com os pais. Eu vi esse livro entre os lançamentos da Autêntica, mas ele não me interessou muito.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,

    Não conhecia o livro, mas a história é bem interessante, ainda mais pelos temas abordados.
    Gostei da dica.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  7. apesar dos bons comentários confesso que não é um enredo que particularmente me atraia, pelo menos por agora

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/2018/07/resenha-uma-noiva-para-winterborne.html

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida, tudo bem? Eu adorei essa HQ achei que as cores super combinaram com o tema e a história de Derek é triste, violenta, mas muito boa de acompanhar! Espero ler mais do autor!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi, Cida!
    Interessante ver que o Derek se reergueu por amor à sua irmã. Geralmente colocam uma mulher aleatória na história.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!