[Resenha] A Casa dos Pesadelos

A Casa dos Pesadelos
Autor(a): Marcos Debrito 
Editora: Faro                        Páginas: 144
Lançamento: 2018              ISBN:  9788595810099
 ||Skoob||  ||Goodreads||
Dez anos depois de estar cara a cara com aquela assombração, Tiago finalmente concorda em voltar à mesma casa para visitar sua avó. Agora adolescente, ele pretende provar para si mesmo, que a terrível imagem que o aterrorizara nas madrugadas por tanto tempo, não passava de uma criação tenebrosa da infância. Mas, ao chegar no casarão, o jovem se depara com o misterioso quarto de seu falecido avô, agora mantido fechado, e tratado como espaço proibido. As restrições com relação ao aposento, as sensações e barulhos no meio da noite logo alimentam nele a suspeita de que algo terrível habita o local. Tomado por uma estranha coragem e desejo de ver-se finalmente livre do medo, tudo que o rapaz deseja é descobrir o que há por trás daquela porta. Então, o pesadelo toma novo impulso quando a figura sombria da infância mostra-se real novamente... mas, desta vez, ela quer atacar o seu irmão mais novo. Determinado a impedir que o caçula passe por terror semelhante, Tiago, mesmo apavorado, decide enfrentar a criatura. E o que descobre expõe terríveis segredos do passado que ninguém poderia imaginar.
A Casa dos Pesadelos é de dar pesadelos com certeza. O autor Marcos Debrito conseguiu me prender da primeira a última página com este livro que apresenta um adolescente traumatizado pelo “fantasma” que viu na casa da avó aos seis anos de idade e, durante toda a infância e adolescência, não superou o medo vivido naquelas noite insones.

Tiago é um menino com medo. Ele se veste de uma indiferença fingida, confundida com desprezo, para mascarar o pavor que um dia viveu. Sua mãe deseja que ele supere o trauma, não acredita que o filho tenha visto um fantasma ou monstro na casa da avó e resolve levá-lo de volta para lá e provar que foi tudo imaginação. No entanto, parece que o que a criança viu é ainda mais perigoso pelos olhos do adolescente. Agora Tiago precisa descobrir se está louco ou não, ainda mais quando seu irmão caçula pode estar em perigo.

É difícil não devorar o livro. Você se pega querendo saber o que aconteceu com o garoto na infância e entender se foi uma fantasia ou realidade. O fato é que a casa da avó tem um clima ruim e ela própria é uma pessoa de humores volúveis e nem de longe parece ser a boa vozinha que queremos ter. Sinceramente, eu peguei uma implicância com ela desde o começo, suas atitudes soavam falsas e forçadas e para mim ela sabia o que tinha acontecido com o neto e se fingia de cega.

Tiago é um personagem frágil e forte ao mesmo tempo. Frágil pelo tanto que já sofreu, forte por ter ficado de pé e estar disposto a encarar aquilo que o fragilizou. O autor explora bem a personalidade do jovem e temos a chance de compartilhar com ele suas mais profundas emoções.

No começo eu nem imaginei o que poderia de fato existir na casa, mas conforme fui lendo e percebendo as dicas sutis, fui criando em minha mente algo assustador e acabei vendo que estava certa e preferia não estar. A resposta para o mistério da vida do protagonista é cruel e violenta. Eu fiquei abalada com a escolha do autor para explicar o que tinha acontecido. Prepare-se se for ler, mesmo esperando, causa impacto.

Eu adoraria ler outras obras do Marcos, ele sabe criar uma trama que desperta curiosidade e trazer personagens que nos comovem com seus dramas. Mesmo que o final não tenha me deixado confortável, a história foi muito boa de ler. Recomendo.




2leep.com

10 comentários:

  1. É um livro forte, hein Cida?
    Ai ai ai, eu morro de medo dessas coisas, HAHAHAHA.
    Acho que não vou me arriscar não. Mas sei que tenho amigas que iriam vibrar com uma obra desse jeito.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Cida.
    Estava querendo ler alguma resenha desse livro porque ele me interessou bastante. E já quero ler porque fiquei muito curiosa com o que você falou do final. Me deu até medinho só de ler a resenha hehe. Vou querer com certeza.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida

    O que mais me chama a atenção nesse livro é descobrir se tudo era real ou não. Gosto de histórias assim, só fico meio receosa por conta do tamanho do livro, acho muito curto para o desenvolvimento de tal enredo... mas só lendo pra saber.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. O meu já chegou, e vou ler em breve! 😉

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida, parece uma leitura rápida, mas sou medrosa pra esse tipo de livro, quem sabe uma hora crio coragem!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    HAHA já acho que é real. Eu adorei a outra obra do Marcos, então fiquei bem ansiosa pra ler essa. E parece ser leitura de um dia, ne? Poucas páginas!

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida =)

    Você pode imaginar que já fiquei aterrorizada só com a primeira frase da sua resenha rs... De verdade, se eu ler algo assim fico sem dormir por uma semana.

    Porém, é visível pela sua resenha que para os fãs do gênero, ou para quem não é medroso como eu, que aqui temos uma narrativa fluida e envolvente.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,

    Parece ser um livro bem intenso, não faz muito meu gosto, mas não descarto uma leitura futura.
    Que bom que gostou.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida,

    Eu sempre me interesso por livros assim, que são instigantes, tem muito mistério e alguma revelação surpreendente, mas eu não posso com livros assim também, porque sou muito medrosa e, mesmo que não tenha um "elemento" para se temer, quando a história é bem construída eu fico aterrorizada.
    Mesmo MUITO CURIOSA pra saber o que acontece na vida de Tiago e que o faz temer tanto assim a casa, acho que não conseguiria levar a história até o final.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Cida!
    Bom saber que o autor soube trabalhar bem a história apesar do tamanho de páginas do livro.
    Eu já tenho minhas suspeitas do que seria essa assombração de Tiago, mas só lendo pra ter certeza.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!