[Resenha] Morte Lenta

Morte Lenta
Título Original: The Short Drop (Gibson Vaughn #1)
Autor(a): Matthew FitzSimmons 
Editora: Faro                        Páginas: 320
Lançamento: 2017               ISBN: 9788562409912
 ||Skoob||  ||Goodreads||
Dez anos atrás, Suzanne, uma garota de 14 anos, simplesmente desapareceu sem deixar qualquer vestígio. Filha do então senador Benjamin Lombard, agora poderoso vice-presidente dos EUA, o caso continua sem solução e se transformou numa obsessão nacional. Para Gibson Vaughn, renomado hacker e mariner, trata-se de uma perda pessoal. Suzanne era como uma irmã para ele. No décimo aniversário do desaparecimento da garota, o ex-chefe de segurança de Benjamin Lombard pede a ajuda de Gibson para realizar uma investigação secreta e entrega a ele novas pistas. Assombrado por memórias trágicas daqueles dias, Gibson acredita ter agora a chance de descobrir o que realmente aconteceu. Utilizando as suas habilidades, já em suas primeiras pesquisas descobre uma rede de múltiplas conspirações em torno da família Lombard e se depara com adversários poderosos – e perigosos – que farão qualquer coisa para silenciá-lo. Ao mexer no vespeiro, novas informações e personagens vêm à tona, a identidade de Gibson é revelada, tornando-o igualmente vulnerável. E enquanto navega por essa teia perigosa de fatos, ele precisa estar sempre um passo à frente se quiser descobrir a verdade… e se manter vivo.
Morte Lenta é o primeiro livro da série Gibson Vaughn, de Matthew FitzSimmons, publicada no Brasil pela Faro Editorial. Gosto bastante de livros policiais e de suspense. Enfim, gosto de thrillers e a premissa desse livro traz o mote central focado no caso nunca solucionado do desaparecimento de uma garota e foi isso que me interessou de cara e garanto que encontrei uma excelente história.

Gibson Vaughn é um hacker de nome, que ao invés de cumprir uma pena na cadeia por suas transgressões tecnológicas, teve a escolha de servir a marinha dos EUA. Como fuzileiro naval, usou seus talentos cibernéticos em grandes planos militares, mas hoje, novamente um civil não consegue achar trabalho. O problema é que na adolescência Gibson fez um grande inimigo, o na época senador e agora vice presidente dos Estados Unidos, Benjamin Lombard.

Lombard é um homem que não permite que aqueles que tentam impedir sua corrida para a presidência fiquem impunes. O politico usa de meios obscuros para destruir obstáculos e nem o desaparecimento da filha Suzanne amoleceu o coração deste homem ambicioso.

No aniversário de dez anos deste desaparecimento, o ex chefe de segurança de Lombard recebe novas informações sobre a garota e decide ir em busca de uma solução para o caso, convocando Gibson para ser parte do time. O hacker que sempre teve em Suzanne uma irmã mais nova, aceita a missão e acaba descobrindo coisas sobre seus próprio passado que nunca imaginou existir. Há uma conspiração política em curso, que deixa uma trilha de corpos por onde passa.

A história é muito envolvente e cheia de enigmas, daquelas que prendem fácil o leitor e nos impulsiona a ler mais uma página para ter respostas. E, de página em página, devora-se o livro.

Matthew FitzSimmons construiu uma trama complexa e cheia de ramificações. Não basta apenas encontrar Suzanne ou ao menos saber se ela está ou não viva. Precisamos saber a razão deste desaparecimento que a cada página parece menos um sequestro e sim uma fuga. 

Uma fuga de uma garota feliz é algo que não faz sentido. Para entender o que aconteceu o passado é revisitado e com isso surgem novos mistérios envolvendo suicídios, brigas e rancores. Gibson se vê lutando com fantasmas e percebendo que fez julgamentos errados em relação ao pai e sobre si mesmo. Para ele, a investigação é de caráter muito pessoal e o coloca numa posição de caça. A cada minuto que mais se aproxima da verdade, mais sua vida corre riscos. E então nos perguntamos quem não quer que a verdade sobre Suzanne seja revelada.

A história não tem um ritmo acelerado, mas não é em momento algum cansativa. É intrigante com sua narrativa cheia de detalhes para serem colhidos e entendidos. Eu me senti dentro da investigação, colhendo pistas sem sentido e quebrando a cabeça para entendê-las e uni-las. O autor não tem pressa de revelar a verdade, ele vai nos mostrando um cenário cheio de entrelinhas, apresenta a fundo cada um dos personagens, nos permitindo conhecê-los de verdade. Cria uma tensão maior a cada capítulo, nos envolve de forma a fazer com que os sentimentos dos personagens nos dominem e fiquemos em estado de pura apreensão. Tanta coisa acontece, tantas reviravoltas e somente bem próximo do final eu consegui entender o que estava acontecendo, só não descobri quem realmente estava por trás de tudo e sua razão para isso.

Gibson me lembrou muito os protagonistas de Harlan Coben, que assumem investigações sem mesmo serem policiais e se veem envolvidos de maneira muito pessoal e emotiva na situação. Eu gostei do personagem. Ele foi bem injustiçado na juventude e até hoje paga por ter revelado a verdade. Não sabe bem que caminho tomar para si, mas luta para dar o melhor para a filha pequena e ser um bom pai. Ele te cativa, te faz torcer por ele e a forma como lutou para desvendar o mistério sobre Suzanne só lhe deu mais pontos positivos. Um personagem com potencial para muitas outras histórias.

Morte Lenta traz intriga política, assassinato e muito suspense se conectando de maneira perfeita. É aquele livro para te fazer virar a noite lendo e ficar com o coração na mão a cada segundo com tantas surpresas. A história é viva e os personagens humanos, nada de pessoas de papel. Você as vê como pessoas reais e se conecta com seus dramas. Amei fazer esta leitura. Super recomendo. Eletrizante!






2leep.com

10 comentários:

  1. Olá, Cida.
    Confesso que já tinha visto esse livro, mas vi essa capa e nem quis ler a sinopse. Pensei se tratar de algo completamente diferente. E agora lendo sua resenha eu preciso ler esse livro. Eu amo livro assim onde o autor consegue segurar o mistério até o final. E amo tramas onde a gente vai pegando as pistas e tentando desvendar o que realmente está acontecendo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. uma premissa interessante, mas que não me atraiu pelo enredo mesmo que não é o que venho buscando nas minhas leituras

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida,
    Li meu primeiro livro de suspense esses dias e gostei.
    Acho que vou me aventurar mais no gênero. Obrigada pela dica!
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!
    Ainda não conhecia o livro mas também adoro os livros do Harlan Coben, então vou querer ler.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!
    Queria muito levar a sério o título desse livro, mas ele é o apelido que eu chamava um lanche na faculdade hahhahah
    Enfim... achei interessante a premissa, principalmente pelo cara ser das tecnologias e tals...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida, a Faro está lançando uns suspenses bem bacanas, né? Gosto de tramas com reviravoltas e que bom que a narrativa não foi cansativa!

    BJs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Não conhecia esse livro e gostei muito da sinopse, parece bem interessante, principalmente porque gosto de livros de suspense.
    Vou procurar por esse livro
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida,

    Que medo dessa capa!!
    Adoro livros com esse estilo investigativo, mas ando numa fase um pouco impressionável e estou evitando alguns gêneros.
    De qualquer forma, obrigada pela indicação e deixo anotada a dica.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Cida!
    Eu não conhecia esse livro nem mesmo esse autor. Com todo esse mistério, parece exatamente com o tipo de livro que eu adoraria ler. Apesar da capa... Hahah!

    Beijo!
    www.controversos.com

    ResponderExcluir
  10. Esse livro quem leu foi a Renata lá pro blog, mas ela me disse pra ler... praticamente ela me obrigou a ler mesmo!!!
    Pelo jeito que ela disse, e por sua resenha, acho que vou gostar mesmo!

    Bjks

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!