[Resenha] A Pequena Livraria dos Corações Solitários

A Pequena Livraria dos Corações Solitários
Título Original: The Little Bookshop of Lonely Hearts (Lonely Hearts Bookshop #1)
Autor(a): Annie Darling
Editora: Verus                      Páginas: 308
Lançamento: 2017               ISBN: 9788576865889 
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes. Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu “felizes para sempre”. O primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários!
A série A Livraria dos Corações Solitários, de Annie Darling, publicada no Brasil pela Verus Editora, vai trazer as histórias de amor dos funcionários de uma livraria inglesa e neste primeiro volume vamos acompanhar a de Posy Morland.

Posy perdeu os pais aos vinte e um anos e se viu tendo que criar o irmão caçula Sam. Ela foi morar no apartamento que ficava sobre a livraria Bookends, local onde passou a infância e mais tarde seu trabalho.

Quando Lavinia – a dona da Bookends – morreu, deixou a livraria para Posy e o restante dos imóveis que cercavam a loja para o neto Sebastian. No entanto, se em dois anos a loja não tivesse lucros, Posy a perderia.

Pode até parecer que foi uma bela herança, mas a livraria estava prestes a falir e Posy precisava ter uma ideia genial para salvá-la. Ela então opta por um projeto ousado, fazer ali a primeira livraria das redondezas voltadas apenas para livros de romance e com um novo nome, Felizes Para Sempre. Só que Sebastian parecia ter planos diferentes para o legado da avó. E quando ele queria algo, não desistia facilmente.

Posy e Sebastian desde a primeira página brigam. Os dois cresceram juntos e um dia ela até nutriu uma paixonite por ele, mas o passar dos anos os afastou e hoje ambos só conviviam num mesmo local por serem devotados à Lavinia. Com a morte da velhinha parecia que uma guerra estava declarada. Posy tentando salvar a livraria e ele a criticando sem dó por perder tempo com algo tão inútil.

Na verdade ele a critica por tudo, mas quando Posy precisa ele a ajuda sem pensar. Não demora pra que a gente note que por trás de tantas brigas pode existir um sentimento que passa longe de ódio e quando ela começa a escrever um romance de época tendo eles dois como casal, aí você sabe que lá no fundo aqueles dois nasceram um para o outro.

Eu achei que ia odiar Sebastian pela forma que Posy o descrevia, mas apesar de ele não ter nenhum tato (sendo mesmo rude muitas vezes) e muito mandão, eu adorei este moço. Ele é teimoso e genioso, mas a cada vez que mascarava um gentileza com uma ordem me ganhava um pouquinho e logo vi que ele estava ali para salvar Posy de si mesma.

Por qual motivo? Bem, ela pode até ser uma garota responsável de vinte e oito anos, que criou o irmão com muito amor (e trapalhadas), mas é ingênua, imatura em algumas atitudes e totalmente apegada ao passado. Uma boa pessoa sim, mas precisando de um choque para viver a vida e não deixá-la passar.

No entanto, salvar a livraria é o foco central e vamos seguir com esta garota no projeto da Felizes Para Sempre.  É com certeza uma aventura divertida, cheia de muitas cenas de pura vergonha alheia e um grupo de personagens que vai ganhar seu coração.

Posy é a cola que os une, mas não seria uma dona de livraria completa sem ajuda dos amigos e agora seus funcionários que ali trabalham. Temos Tom, um universitário cheio de mistério, que se nega a revelar detalhes de sua vida e do assunto da tese que está escrevendo.  Há Verity, a gerente da loja que adora números, tem um namorado que ninguém nuca viu e pavor de interações sociais, não sei nem como fez amigos dentro deste grupo. Tem também a Diane, linda vendedora cheia de curvas, tatuagens baseadas em livros e péssimo gosto pra homens. Eles são um time ímpar e apaixonados por livros.

E com certeza esta história é sobre livros e amantes de livros. São várias as referencias a grandes escritores e como Posy é uma aficionada por romances de época,  você que também ama o gênero vai se identificar com ela facilmente e querer até pegar uma dicas, afinal ela se declara fã de Julia Quinn, Mary Balogh, Eloisa James e Georgette Heyer. É ou não é uma pessoa pra ter como amiga?

E não digo isso apenas pelo gosto literário, eu me vi em Posy nas tentativas de mostrar para as pessoas como os livros são tesouros mágicos, como nos proporcionam alegrias, viagens e mil vidas sem sair do lugar. Esta história é um tributo aos livros, aos leitores, as livrarias e as histórias.

Não adiantava tentar explicar para Sebastian como era bom abrir um livro novo e inspirar aquele aroma maravilhoso. Ou o cheiro poeirento, quase terroso dos livros velhos.

Darling nos apresenta uma história adorável, fofa, cheia de amizades e amor que te conquista mais e mais a cada página de maneira leve e despretensiosa. Ela nos toma e faz sorrir. Envolve e cativa e sem nem perceber lá estava eu torcendo para o sucesso da livraria de Posy. E ainda me surpreendi com as críticas sutis ao capitalismo, aos projetos urbanos que destroem a história das cidades, ao modo de vida frio e distante das pessoas que deixam de lado os verdadeiros  prazeres da vida em busca de ganhar, ganhar, ganhar e… ganhar. Cadê o amor, os amigos e o simples prazer de abrir um livro e tomar uma xicara de café para relaxar?

A Pequena Livraria dos Corações Solitários resgata a nossa vontade de  apreciar a vida com mais moderação e relaxar um pouco. É uma história que abraça, quentinha como um cobertor e cheia de sentimentos bons e laços de amor, amizade e família. . Tem seus clichês, o romance da obra é um grande clichê, mas dos bons.

Em suma foi uma leitura extremamente prazerosa e aconchegante. Quem curte comédias românticas vai se apaixonar e fechar o livro já morrendo de saudades desta turma. O volume dois é com a Verity e estou bastante curiosa para conhecer o tal namorado e entender o motivo dela para ter alergia das pessoas.  Recomendo.

As estantes estavam repletas de livros, cada um esperando que alguém o comprasse para que pudessem partir juntos em uma aventura. Apaixonar-se perdidamente. Talvez as palavras impressas nas páginas fossem as palavras que o leitor ouvia há tanto tempo bem no fundo de sua alma, sem que nunca tivesse conseguido expressá-las.


2leep.com

12 comentários:

  1. Oi Cida,

    Desde que vi a capa desse livro, senti que ia ser uma boa história.
    Acredito que vou adorar, pois tem tudo o que eu gosto em um livro.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida! Uma colaboradora do blog leu e adorou tb, eu amo um bom chick-lit e com certeza esse está na minha lista! Sem contar que eu não resisto a uma história que tenha livros/livrarias heheheheh

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Gente, não sabia que "A livraria dos corações solitários" era uma série. Olha que eu adoro séries, mas confesso que as vezes desanimo... Mas, não desanimo o suficiente para rejeitar um livro cuja protagonista é fã de Julia Quinn, Mary Balogh, Eloisa James e Georgette Heye ahahahah ai pegou pesado, seria uma amiga minha? Seria blogueira literária? hahaha É muito nossa cara! E como sou uma eterna carente, adoro livros que abraçam. A pequena livraria conquistou um lugar na minha lista.


    Jaci
    #DoQueEuLeio

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida

    Essa será uma das minhas próximas leituras e eu estou super animada! Como não me identificar com a Posy? Amo RE, amo livros... mal vejo a hora de fazer essa leitura! <3
    E espero que os próximos volumes tenham uma capa tão linda quanto essa, que é maravilhosa!

    Beijocas
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida
    Desde que eu vi esse livro pela primeira vez me apaixonei pelo titulo e a capa.E pelo que li da sua resenha é exatamente o que eu esperava.Uma leitura leve, divertida e aconchegante.
    Não sabia que pertenci a uma serie.

    Amei a resenha

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida!
    Eu amo um clichê, principalmente quando o casal não se bica de primeira. E essa capa está muito fofa!
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos de A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida, adorei a sua resenha, ainda não conhecia esse livro, mas já quero ler!
    E a capa é maravilhosa mesmo!!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  8. Parece ser uma gracinha esse livro, já entrou na minha listinha quando vi a capa pela primeira vez, haha
    Adorei ler sua resenha!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu estou com uma vontade enorme de ler esse livro! A capa é linda, os personagens são interessantes pelo que vi na sua resenha, e eu não resisto a um livro sobre pessoas que gostam de livros!

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, Cida.
    Eu me apaixonei por esse livro quando vi a capa e o título dele. Mas a sua é a primeira resenha que leio. Não sabia que era uma série de livros, achei que era uma história só. Vou querer ler com certeza. Infelizmente muitas livrarias estão falindo. Só as mais famosas que ainda resistem. Os livros são bem mais baratos pela internet, eu mesmo raramente compro algum livro em lojas físicas.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Oie Cida =)

    Esse livro será uma das minhas próximas leituras e até o momento eu não tinha lido nenhuma resenha dele. Fiquei feliz em saber que a autora conseguiu humanizar os personagens e que o livro foi feito para os amantes de livros.

    Sua resenha sem duvidas me deixou mais animada para começar a leitura ^^

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  12. eu me encantei de cara pela proposta do livro, quero muito ler, tem tudo para me agradar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!