[Resenha] Boneco de Pano

Boneco de Pano
Título Original: Ragdoll (Detective William Fawkes #1)
Autor(a): Daniel Cole
Editora: Arqueiro                 Páginas: 336
Lançamento: 2017               ISBN:  9788580417036
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
O polêmico detetive William Fawkes, conhecido como Wolf, acaba de voltar à ativa depois de meses em tratamento psicológico por conta de uma tentativa de agressão. Ansioso por um caso importante, ele acredita que está diante da grande chance de sua carreira quando Emily Baxter, sua amiga e ex-parceira de trabalho, pede a sua ajuda na investigação de um assassinato. O cadáver é composto por partes do corpo de seis pessoas, costuradas de forma a imitar um boneco de pano. Enquanto Wolf tenta identificar as vítimas, sua ex-mulher, a repórter Andrea Hall, recebe de uma fonte anônima fotografias da cena do crime, além de uma lista com o nome de seis pessoas – e as datas em que o assassino pretende matar cada uma delas para montar o próximo boneco. O último nome na lista é o de Wolf. Agora, para salvar a vida do amigo, Emily precisa lutar contra o tempo para descobrir o que conecta as vítimas antes que o criminoso ataque novamente. Ao mesmo tempo, a sentença de morte com data marcada desperta as memórias mais sombrias de Wolf, e o detetive teme que os assassinatos tenham mais a ver com ele – e com seu passado – do que qualquer um possa imaginar. Com protagonistas imperfeitos, carismáticos e únicos, aliados a um ritmo veloz e uma deliciosa pitada de humor negro, Boneco de Pano é o que há de mais promissor na literatura policial contemporânea.
Olha aí! Eu lendo mais uma série de livros policiais. Eu até tento evitar novas séries, mas quando aparece um livro com uma premissa chamativa eu não resisto.

Boneco de Pano, de Daniel Cole, primeiro volume da série William Fawkes chegou com a proposta de um assassinato diferente. Múltiplo pra falar a verdade. Um corpo e seis vítimas. Como assim? Bem, um corpo montado de partes de outros seis e deixado em um prédio abandonado, exatamente exposto de frente para a janela do detetive Wolf (William Fawkes).

Wolf logo nota que aquilo foi um recado para ele e junto com outros policiais mergulha na caçada a um seriall killer que não contente com o bizarro cadáver que criou, ainda enviou para a ex –mulher de Wolf – a jornalista Andrea – uma lista com mais seis vítimas. Ele marcou as numa ordem e deu a data que vai matá-las. O último nome da lista é o do detetive.

Eu gosto muito de livros policiais, sempre que posso mergulho em um novo mistério e de longe os livros de serial killers são os que mais aprecio. Nestas histórias não temos apenas que descobrir o criminoso, temos que entendê-lo e suas motivações.  Há ainda a questão de que uma nova vítima pode surgir na próxima virada de página e isso deixa o leitor tenso e cheio de expectativas.

Boneco de Pano foi uma grata surpresa do gênero. Trouxe uma história complexa, com tensão e suspense na medida certa. Há bom humor na narrativa para balancear com os momentos pesados e violentos e além disso personagens carismáticos.

O protagonista é um cara com um histórico polêmico. Há quatro anos atacou um réu em pleno julgamento. Ele havia prendido o criminoso e tinha absoluta certeza de sua culpa, mas o júri acabou optando pelo veredito de inocente e aí Wolf surtou e quase matou o cara com as próprias mãos. Isso gerou seu afastamento imediato da polícia, um divórcio e a internação em uma sanatório. Agora, este caso do Boneco de Pano (como foi apelidado o cadáver), parece ter uma ligação direta com o réu que ele atacou e aquele julgamento. Quem poderia estar por trás do que parece ser um ato de justiça nada ortodoxo?

Seguimos com Wolf na busca de pistas e de maneiras de evitar que as seis pessoas da lista sejam eliminadas. No entanto, ele não é o investigador central, há um grupo de policiais trabalhando com ele e assim podemos dizer que a equipe é a protagonista da história. Este foi um diferencial na minha opinião, já que sempre encontro nestas obras um personagem destaque e aqui há o compartilhamento deste do papel.

Wolf é um excelente personagem e outro diferencial da trama. Não é sarcástico ou mesmo cínico. Ele tem coração, fragilidade e você percebe que sente-se responsável por cada pessoa que não consegue salvar.  Ele não é linha dura e este papel coube para a detetive Emily Baxter, uma policial rabugenta e sem nenhuma paciência. Ela é uma força demolidora no departamento de polícia e muito me agradou com seu jeito honesto e sincero. E há ainda aquele que pareceu pequenininho a princípio e na minha opinião roubou acena, o novato do departamento de homicídios, Edmunds.

Gente, este rapaz é determinado e brilhante, conseguiu entender o serial killer e praticamente resolveu o caso. Não que seja uma descoberta fácil, mas ele se empenhou e no caminho me fez dar boas risadas. O trio de policiais é uma mistura de personalidades que se completam muito bem.
 
Mas voltando aos assassinatos, eu afirmo que foram engenhosos. O criminoso era esperto e ousado. Eu fiquei aqui pensando quem poderia estar por trás de todo aquele plano macabro e bem estruturado. Desconfiei de meio mundo, se duvidar até de mim. E lá pelos últimos capítulos foi que vi luz no final do túnel e mesmo assim não consegui acreditar que fosse aquilo mesmo.

O meu maior receio era que um dos personagens que tanto gostei estivesse envolvido, ainda mais quando vi motivos para que qualquer um deles pudesse ser o assassino. Foi uma grande agonia.

Meu único parênteses fica por conta de Wolf, que acredito que mesmo sendo um personagem muito bom, precisa ainda ser mais fortificado para ser a pessoa que dá nome a série. Baxter e Edmunds foram muito mais marcantes que ele na investigação, isso é fato. Comprometeu a história? De maneira alguma, é apenas que se ele vai ser o principal, tem que ser ele a roubar a cena. É apenas uma observação.

No mais, já deu para perceber que foi uma leitura empolgante, não é? Gente, gostei demais do livro de estreia de Cole e torço para que em breve tenhamos mais obras do autor por aqui. Quem sabe um filme baseado em Boneco de Pano? Recomendo!

Conheça o hotsite do livro: http://livrobonecodepano.com.br


  

2leep.com

15 comentários:

  1. Adorei o primeiro paragrafo da resenha, resume minha vida com romance historico e mangá. Eu tento, mas ai aparece um livro com uma premissa chamativa e lá vou para passar dois anos colecionando alguma coisa haahah \o/ Eu não sou uma grande fã do gênero, mas adoro ver trabalho em equipe, adoro trabalhar em equipe, gosto de companhia... então esse aspecto do livro chamou minha atenção, a existência de uma equipe que resolve as coisas em conjunto. E sim, adoro as resenhas entusiasmadas, são as melhores.

    Uma Pandora e sua Caixa

    ResponderExcluir
  2. Oie Cida =)

    A sua resenha é a primeira que leio desse livro, e confesso que imaginava uma história um pouco diferente.

    Pelo visto mesmo o protagonista ainda precisando ser lapidado a narrativa é bem construida e desperta a curiosidade do leitor.

    Quem sabe mais para frente eu não dê uma chance para a há história ^^

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida! Eu vi vc postando no instagram e deu pra perceber sua animação com esse livro! Aliás, até agora só li criticas positivas dele. Estou lendo outro de suspense, mas em breve quero conferir este também!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida, tudo bem?
    Essa é a segunda resenha que leio desse livro hoje, fiquei super empolgada pela leitura mas não sabia que era uma série, estou evitando séries por enquanto, mas essa se eu tiver oportunidade de ler, não vou pensar duas vezes! Adoro livros policiais e amei sua resenha!

    Obrigada pelo carinho. Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  5. Acho que a sua é a primeira resenha que eu leio desse livro, e fiquei aqui extremamente tensa com a história e a ideia louca do serial killer, e ansiosa para descobrir mais sobre suas motivações e acompanhar as investigações. Ótima resenha!!


    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida!
    Pelo visto você curte mesmo um policial hein? Eu já curti mais, hoje em dia é beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeem difícil pra ler.
    Só vejo resenha positiva desse livro que estou ficando tentada a começar essa série
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos de A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Gostei do livro e mais ainda da resenha!
    Só o final que fiquei meio com cara de Fuen, mas o livro é ótimo!


    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida!
    Quando a Arqueiro lançou esse livro fique com aquela vontade de ler imediatamente e, se os correios derem aquela forcinha, vou começar essa semana ainda a lê-lo (#oremos rsrs). Sou fã de romances policiais, com assassinato, mistérios, sangue hahaha... Adorei a resenha! Wolf realmente parece ser um ótimo personagem. Acho que será uma leitura bem difícil de largar até chegar no seu desfecho. (Dando adeus desde já a vida social durante esse tempo rsrsrs)...
    Beijos
    Vivian San Juan
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
  9. Cida, um dos fatos principais ai presentes nesse livro é a forma como o autor delineia o suspense de forma a prender o leitor, pensar nos próximos passos do vilão, das ações do mocinho, além dessa capa são a receita perfeita para o sucesso até com quem não curte esse gênero, como eu
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Cida

    Eu tô louca nesse livro, só não solicitei ainda porque tive que escolher entre vários que eu queria! Hahaha
    Eu adoro crimes engenhosos e serial killers, é meu tipo de trama policial preferida! Acho a ideia da montagem dos corpos super mórbida, bem do jeito que eu curto mesmo! Haabhahahaha
    Lerei bem bem bem bem em breve e espero curtir assim como você!!!


    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, Cida.
    Nossa opinião sobre o livro foi bem parecida. O que e decepcionou um pouco nele foi o detetive que deveria ser o destaque e quem eu gostei mais foi o Edmunds que pelo jeito não vai aparecer nos próximos livros. Mas espero que o personagem melhore nos próximos, porque com certeza vou querer ler eles.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida,
    Preciso me aventurar mais nesse livros policiais.
    A premissa é intrigante e parece uma leitura envolvente.
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida!
    Eu já li o livro e também gostei. Gostei bastante da Emily e concordo com você que o Wolf precisava ser mais forte para virar o protagonista da série.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi Cida,
    O titulo do livro já me deixou curiosa desde a sua divulgação, e pela sua resenha o autor criou uma trama bem interessante, apesar das ressalvas em relação ao protagonista. Quero ler no futuro.

    *bye*
    Marla
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida!
    Estou querendo muito ler esse livro e conferir de perto esse mistério todo e descobrir quem é o assassino.
    A Vivian é que vai ler esse livro para a Saleta e tenho certeza que vai gostar muito.
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!