[Resenha] Quando a Bela Domou a Fera

Quando a Bela Domou a Fera
Título Original: When Beauty Tamed the Beast (Fairy Tales #2)
Autor(a): Eloisa James 
Editora: Arqueiro                 Páginas: 320
Lançamento: 2017               ISBN: 9788580416800  
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads|| 
Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos. Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher. Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas. No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?
Eu sou apaixonada por romances de época, mas não foi por isso que quis tanto ler este livro, o motivo principal foi a autora. Em 2014 li um livro de Eloisa James no qual ela falava sobre a época que teve câncer e como isso impactou em sua vida. Foi um relato incrível sobre uma mulher que resolveu mudar e, nesta jornada ao lado da família, se redescobriu. Para ser mais precisa o que ela divide conosco é o período pós câncer, no entanto, foi a doença que motivou toda a mudança.

Ela me cativou com seu jeito espontâneo e verdadeiro. Conforme narrava a própria história, fazia comentários sobre os livros que estava escrevendo,  o que me fez desejar conhecer não apenas a mulher Eloisa James, mas também a escritora Eloisa James e suas mocinhas destemidas. Procurei detalhes sobre o trabalho dela e fui surpreendida ao me deparar com livros de um dos gêneros que mais amo e finalmente após longa (bem longa) espera, a Editora Arqueiro realizou meu sonho e trouxe a Série Fairy Tales para o Brasil.

A série traz releituras de famosos contos de fadas e Quando A Bela Domou a Fera foi inspirado em A Bela e a Fera. Eu amo todas as releituras deste conto e esta foi uma das mais diferentes que li, isso porque até agora estou na dúvida se a fera é o rapaz ou a mocinha, pois a dupla de protagonistas é terrivelmente geniosa e nos diverte do começo ao fim.

Linnet Berry Thrynne era uma beldade da sociedade londrina, estava sendo até mesmo cortejada por um príncipe nada nobre e destes flertes nada bom resultou. Ele simplesmente desistiu da moça numa festa e logo as más línguas entraram em ação. O fato é que seja por conta da canalhice do príncipe, da inveja alheia ou mesmo por conta de um modelo de vestido, Linnet se viu sendo julgada, desonrada e grávida. Não! Ela não estava grávida de verdade, mas o boato apareceu e sua família precisou remediar a situação, já que a filha de uma mãe não muito certinha, não era considerada um modelo de virtude.

A tia e o pai de Linnet arrumaram para ela um casamento de conveniência com   Piers Yelverton, o conde de Marchant, só que ele não ele sabia e nem queria casar. O homem era um médico extremamente progressista e competente, mas com uma carga de mágoas enorme e um gênio do cão, gênio este que lhe rendeu o apelido de Fera.  E lá foi Linnet com o futuro sogro enfrentar este ogro.

Piers e Linnet formam um dos melhores pares literários que conheci e com certeza são a alma desta história. Ele é rabugento e fala com as pessoas sem nenhum tato. Ri demais de suas “gentilezas” e afirmo que se os pacientes sobreviviam as consultas, da doença é que não morreriam. E ele sempre acostumado a assustar todos ao redor encontra naquela bela moça uma rival de peso. Linnet nunca baixou a cabeça para ele ou fugiu de um desafio e com isso foi conseguindo se aproximar do coração de pedra do médico. As interações entre eles são hilárias, cheias de ironia, perspicácia e inteligência. No entanto, aqui e ali, você vê ternura.

Não há muita formalidade na história de James, quem já leu outros romances de época vai se surpreender com  esta trama mais liberal e despojada. Mesmo que Linnet tenha sido afugentada de Londres por causa de um escândalo ( muito me incomodou a maneira como ela foi tratada), em Gales na casa de Piers, as aparências não são levadas em consideração e o que temos ali são pessoas agindo honestamente e com emoções sinceras. Este com certeza foi uma dos aspectos mais legais da obra, esta falta de máscaras.

A relação dos dois se desenvolve de uma maneira convincente e deliciosa. É impossível não ficar na expectativa por um beijo ou uma briga, acho que as brigas eram até mais empolgantes. Mas brincadeiras a parte, o que surge é algo sincero, forte e de muito bom gosto.

E a história não gira apenas em torno do casal, a autora abre espaço para as relações que ambos têm com os demais personagens e com os pais (mais forte no caso dele) e também para a questão da medicina da época. Como citei, Piers era um médico e como tal lutava por modernizar sua profissão inovando e se desprendendo de procedimentos arcaicos até então usados pelos colegas de profissão. A abordagem sobre a medicina é excelente, contando com debates interessantes sobre toda a dificuldade que os médicos precisavam superar na época e o numero elevado de perda de pacientes. A autora comenta que Piers foi inspirado no personagem  do seriado de TV Dr. House - Dr. Gregory House.

Quando A Bela Domou a Fera possui uma narrativa ágil, envolvente, divertida e alegre. Eu me apaixonei por esta história do começo ao fim. É sobre amor, amizade,família, respeito, segundas chances, recomeços e perdão. É sobre lutar por nós mesmos e por aqueles que amamos, mesmo quando parece que não há mais esperança. Recomendo!

Série Fairy Tales

* A Kiss at Midnight (Fairy Tales #1) *   *Storming the Castle (Fairy Tales #1.5) *
* Quando A Bela Domou a Fera (Fairy Tales #2) *  * Winning the Wallflower (Fairy Tales #2.5) *  * The Duke Is Mine (Fairy Tales #3) *  * The Ugly Duchess (Fairy Tales #4) *
* Seduced by a Pirate (Fairy Tales #4.5) *  * Once Upon a Tower (Fairy Tales #5) *




2leep.com

9 comentários:

  1. Olá, Cida.
    Espero que a Arqueiro traga todos os livros dessa série para o Brasil. Porque amei a escrita da autora. Ela se compara a da Julia Quinn, que é outra que amo. O destaque são sem duvida as cenas entre os protagonistas, eu ri muito com eles. Não sabia sobre a história da autora.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,

    Ainda não li esse livro, mas ele já está na minha lista de leitura.
    Pela sua resenha, tenho certeza que irei adorar a história.

    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  3. gostei bastante da proposta de James, achei a trama gostosa de ser lida e muito fluida, mais uma autora pra ter carta branca no meu coração
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida
    Estou doida pra ler esse livro, mas o meu ainda não chegou. tenho certeza que assim que ele chegar vou devorar no mesmo dia :D :D
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida! Transmissão de pensamentos! Acabei de fazer a resenha desse livro! Eu dei boas risada e a linguagem mais despojada tb me chamou atenção e os pais do Piers tb. Eu gostei muito da narrativa da autora e quero ler mais livros dela!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante
    Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida!
    Menina, esse livro está na lista. Já me falaram que ele é muito hilário.
    Gostei da forma despojada que a autora escreveu. Acho que dá mais uma veracidade.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Fiquei bem curiosa para ler o livro depois da sua resenha. Parece ser uma ótima estória mesmo!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  8. Oie Cida =)

    Confesso que não estava dando nada para esse livro, porém depois de tantas resenhas positivas em rendi e ele será uma das minhas próximas leituras.

    Adorei sua resenha! Me deixou com mais vontade ainda de ler o livro *-*

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, sua linda, tudo bem?
    Ás vezes a vida tira o chão da pessoa para que ela possa ao se levantar mudar tudo. Parece que foi o que aconteceu com a autora. Também adoro releituras de contos de fadas e a bela e a fera é um dos meus preferidos. E chamou minha atenção a autora ter criado o personagem com base no House, série que sou fã. Você me deixou super empolgada porque disse que chegou a ansiar pelas brigas e não sabia entre eles quem era a fera. Já vi que irei me divertir e me apaixonar por eles. Essa será uma das minhas próximas leituras, estou louca para ler. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!