[Resenha] A Livraria dos Finais Felizes

A Livraria dos Finais Felizes
Título Original: The Readers of Broken Wheel Recommend
Autor(a):  Katarina Bivald
Editora: Suma de Letras       Páginas: 336
Lançamento: 2016               ISBN:9788556510150
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Sara tem 28 anos e nunca saiu da Suécia — a não ser através dos (vários) livros que lê. Quando sua amiga Amy, uma senhora com quem troca livros pelo correio há anos, a convida para visitá-la na cidade de Broken Wheel, Iowa, Sara decide se aventurar. Mas ao chegar lá, descobre que Amy faleceu. Sara se vê desacompanhada na casa da amiga, em uma cidade muito pequena, e começa a pensar que talvez esse não seja o tipo de férias que havia planejado.Com o tempo, Sara descobre que não está sozinha. Nessa cidade isolada e antiga, estão todas as pessoas que ela conheceu através das cartas da amiga: o pobre George, a destemida Grace, a certinha Caroline e Tom, o amado sobrinho de Amy. Logo Sara percebe que Broken Wheel precisa desesperadamente de alguma aventura, um pouquinho de autoajuda e talvez uma pitada de romance. Resumindo: a cidade precisa de uma livraria.
Para os apaixonados e para aqueles que ainda irão se apaixonar.

A Livraria dos Finais Felizes (Suma de Letras) é o tipo de livro que você abre, se perde nas páginas e deseja que nunca chegue ao fim. Eu me ausentei do mundo durante a leitura e passei momentos que jamais vou esquecer na cidade de Broken Wheel.

Sara é uma moça simples que por toda sua vida na Suécia sentiu-se confortável no meio dos livros. Trabalhou por dez anos em uma livraria e quando a mesma fechou decidiu ir para os EUA conhecer Amy, outra amantes dos livros, que era sua amiga por correspondência.

Tudo nesta viagem aconteceu de maneira inesperada. Desde a carona que nunca chegou até o momento de finalmente encontrar Amy. Mas o que mais surpreendeu Sara foi ser tão bem acolhida em Broken Wheel, justo ela que não era bem aceita pela família com seu jeito  mais recluso e imersa em livros. A pequena cidade a aceitou como era e, mais ainda, inspirou a jovem  pela primeira vez em seus 28 anos a ser feliz.

Eu gosto muito de histórias ambientadas em cidades pequenas. Livros, filmes e séries assim são um alívio para quem mora em cidade grande e vive cercado de muita correria e estresse. Estava saudosa destes climas peculiares desde o fim de Hart of Dixie e seria uma omissão não citar que este livro me lembrou a série.

Não que Sara seja Zoe Hart, mas sua chegada na cidade e toda a comoção que causou são semelhantes. Sara não é uma médica como a garota do seriado de TV e sim uma leitora assídua que viu necessidade de compartilhar seu amor pelos livros como uma forma de retribuição pelo carinho que os moradores de Broken Wheel dedicaram a “turista”, como eles gentilmente a chamaram.

A forma como agem com ela, como não permitem que pague por nada e ainda ocupam-se em fazê-la sentir-se bem vinda é carismática. Até um romance eles tentam arranjar e com isso as risadas são garantidas. É uma história de gente boa, de bons sentimentos e muito divertida.

Cada personagem tem algo a somar e você se vê apegado, criando laços com todos. Eles vão aprontar muitas coisas e junto com Sara transformar a cidade de apenas quatro ruas num lugar feliz e bom para viver. É muito gostoso acompanhar cada história de vida.

É tudo muito simples, nada de arrojos tecnológicos ou mesmo situações fantasiosas. É um cotidiano de bater papo, tomar um café e ir no bar ou lanchonete mais próximo para beber algo. Quando Sara abriu a livraria foram doações de toda a cidade que mobiliaram o lugar e a ajuda do pessoa que tornou o empreendimento um sucesso.

Eu amei este livro! Creio que ficará entre os melhores do ano com certeza. Favorito, já é. E além de ter uma história encantadora de uma moça solitária que achou um lar do outro lado do oceano, é um guia de leitura. São muitas as dicas que vamos angariar aqui, mas cuidado que em alguns casos teremos spoilers.

- Eu não poderia ler todos esses livros sozinha. Se outra pessoa comprar, então pelo menos eles vão ser apreciados. E, quando a gente ama um livro, quer compartilha-lo com os outros.
- E ser for um livro que ninguém quer?
- Existe uma pessoa para cada livro. E um livro para cada pessoa. 

Há também a deliciosa aventura de ver Sara converter pessoas que nunca haviam lido em leitores. Com sua sensibilidade ela soube achar o livro certo para cada um e a verdade foi que ela deixou de ler um pouco, para pela primeira vez viver novas experiências. Ela tão quietinha, se mostra uma pessoa forte e determinada em igual medida e muda a sua vida e a de muita gente.

Sem sombra de dúvidas uma história que vai encantar você a deixar o coração mais quentinho. Adoraria conferir mais livros de Katarina Bivald.

Embalagens de cigarros vinha com avisos, por que livros trágicos não podiam ter? Havia frases nas garrafas de cerveja para avisar que ninguém devia beber e dirigir, mas nenhuma palavra sobre as consequencias de ler livros sem lenços à mão.



Oi! Eu sou a Jô. E de vez em quando vocês vão me ver por aqui.





2leep.com

10 comentários:

  1. oi Cida, sua resenha positiva só atiçou ainda mais a vontade que tenho de ler esse livro!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jô!
    Esse livro parece ser bem fofinho mesmo.
    Também curto livros em cidades pequenas porque dá vontade de largar tudo e ir morar por lá hahahah
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  3. Olá, Jô.
    Eu já amei o nome do livro. Falou em finais felizes já estou dentro hehe. Também gosto muito de histórias que se passam em cidades pequenas. E amei saber que ela "converte" as pessoas hehe. Já anotei aqui.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi!! Parabéns pela resenha, amo livros que deixa uma sensação boa e nos diverte. Li recentemente estarei aqui e creio que seja no mesmo estilo desde. Colocarei no meu Skoob. Bjos ♥️

    Click Literário 

    ResponderExcluir
  5. Oie Jô =)

    Seja bem-vinda!

    Desde que esse livro foi lançando eu tinha uma certa curiosidade em ler ele. Agora depois da sua resenha, fiquei ainda mais convencida em dar uma chance a ele.

    A narrativa parece ser leve e envolvente, daquelas que quando o livro chega ao final queremos começar a ler tudo de volta.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Já estou encantada com esse livro ♥
    Com certeza é uma leitura que pretendo seguir.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  7. Esse livro tem cara de ser muito fofo! Já admirei a Sara e seu jeito de ser, e imagino o quão emocionante seja acompanhá-la chegando numa cidade nova e sendo tão bem acolhida.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida! Só de ler o título eu já abri um sorriso aqui, fiquei com vontade de ler, parece ser mesmo uma história super envolvente! Acho que vou curtir bastante!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida!
    A capa desse livro é muito fofa! Adorei sua resenha e gostaria de ler.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. Logo de cara amei a capa e o título e em seguida sua opinião só me deixou louca para iniciar a leitura. Com certeza irá para o topo da lista de desejo 💞😍🤓💞
    Também adorava Hart of Dixie, ainda tenho que ver a última temporada 😎☺️😘 Massa saber que "É uma história de gente boa, de bons sentimentos e muito divertida." Adoro livros que só nos inspiram coisas boas. Enfim amei a sugestão. 😜😍😘

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!