[Resenha] Vida Após o Roubo

Vida Após o Roubo
Título Original: Life After Theft 
Autor(a): Aprilynne Pike 
Editora: Bertrand Brasil       Páginas: 294
Lançamento: 2015               ISBN: 9788528618273
Capas Vida apos o Roubo V5 MF.indd ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Kimberlee Schaffer talvez fosse linda de morrer... só que ela acabou morrendo mesmo, há mais de um ano. Agora, precisa da ajuda de Jeff para resolver alguns assuntos pendentes. E não vai aceitar um ‘não’ como resposta. Quando estava viva, Kimberlee não era apenas uma menina maldosa; era, também, cleptomaníaca. Portanto, se Jeff não quiser ser assombrado pelo fantasma dela até o dia de sua formatura, terá de ajudá-la a devolver tudo que roubou. Rapidamente, porém, ele descobre que é muito mais fácil roubar do que devolver. Pagar pelos erros cometidos adquire um significado completamente novo nesta versão moderna e inteligente do clássico Pimpinela Escarlate, criada por Aprilynne Pike.
Aprilynne Pike é conhecida no Brasil pela série Fadas, também publicada pela Bertrand, mas foi com Vida Após o Roubo que decidi conhecer seu trabalho, já que não resisto as histórias de fantasmas passadas na época da high school.

A família de Jeff está vivendo um ótimo momento. O pai fez um bom negócio e ganhou muito dinheiro, assim foi possível deixar a vida simples em Phoenix e ir morar em Santa Monica, entre os ricos e abastados. Na nova escola, Whitestone, o garoto sente-se um peixe fora d’água e odeia todo aquele esnobismo. Ela sempre foi um garoto humilde e de vida monótona  e estar cercado de tanta pompa não lhe agrada. No entanto, ao ver uma bela garota loira deitada no corredor da escola, mascando despreocupadamente um chiclete, ele acredita que precisa salvá-la de ser pisoteada, mas Kimberlee Schaffer não precisa deste tipo de ajuda e logo ele descobre que deveria ter ignorado a garota.

Ninguém via Kim, apenas Jeff,  que se deu conta tarde demais, que ela era um fantasma. Claro que não aceitou isso logo de cara e foram necessárias provas contundentes para convencê-lo, mas após este susto inicial, Jeff entendeu que ela estava presa ali por ter assuntos para resolver com os vivos. A jovem era cleptomaníaca e durante anos roubou sem pudores, juntando todo seu “tesouro” em uma caverna, agora precisa devolver tudo para partir e o garoto vai ter que ajudar, querendo ou não.

É desta premissa de devolver os artigos roubados que Pike desenvolve sua história, o que a princípio parecia apenas se tratar de um garoto em busca de adaptação na nova escola, ganha outros contornos com a chegada da terrível fantasma e torna-se uma trama divertida, diferente e cheia de lições.

Se vocês acham que histórias de fantasmas estão fadadas ao clichê, então precisam ler Vida Após o Roubo. O primeiro diferencial se dá por não ter um romance entre Jeff e Kim - algo que sempre esperamos do encontro de um humano com uma criatura sobrenatural - , na verdade os dois têm uma relação conturbada, cheia de brigas e provocações, que acaba se solidificando em uma amizade bem peculiar e sincera. Há romance sim, Jeff acaba se apaixonando por uma outra garota da escola e embora seja algo bem terno, não chegou a me empolgar, era o problema de Kim meu verdadeiro interesse.

O outro ponto, que na minha opinião foi um diferencial, é a mensagem sobre perdão, rancor e arrependimento. Todos aqui tinham pendências e buscavam redenção, não só Kim, claro que suas ações foram responsáveis por boa parte disso, mas havia mais e conforme as devoluções começam, podemos descobrir todos os segredos de Whitestone e seus estudantes. 

A autora conseguiu, de maneira leve e bem engraçada, abordar objetivamente como carregar culpa no coração ou mesmo guardar rancor, é nocivo para cada um de nós. Que embora seja difícil perdoar, as vezes é algo necessário para que sentimentos ruins saiam de nossas vidas. A vida é tão curta para perder tempo com isso, vale mais a pena ser feliz. Eu não sou da opinião que perdoar é esquecer, mas acredito que atitudes positivas atraem coisas boas. Não sabemos se existe segundas chances de acertar os erros como a que Kim teve, então é melhor ser feliz agora.

Kim é irritante e convencida, mas por trás de sua máscara de atitudes rudes, eu vi uma garota triste e solitária. Ela errou, não nego, mas ainda assim foi impossível não torcer pra que tivesse um final feliz. É de partir o coração ver uma menina tão jovem deixar a vida tão cedo. Alerto que ele não é um poço de doçura e inferniza muito Jeff, mas as cenas dos dois são tão engraçadas que não dá tempo de ficar com raiva. E ele, o exemplo do bom menino, tem sua vida virada do avesso e acaba amadurecendo e ficando mais esperto no decorrer desta experiência.

A presença de um fantasma não leva a trama por uma vertente sobrenatural, na verdade acaba mesmo sendo usada para questionar fé e muito mais. Kim estava ali para agir nos bastidores e revelar todas as dificuldades vividas por adolescentes. No universo de intrigas daquela escola de elite, a autora abordou, sem meias palavras,  o bullying, as drogas, o álcool,  as dificuldades de adaptação, a descoberta da sexualidade e a morte. Pela voz de Jeff a narrativa fica jovial e fluida, prende fácil e leva a mensagem ao leitor de maneira gostosa.

Vida Após o Roubo é um livro muito bom, como citei, com uma mensagem muito positiva sobre vários aspectos de nossa vida. Embora o público alvo seja o leitor mais jovem, eu o recomendo para toda a família, pois não há como terminar a leitura sem levar algo de valor positivo. O final me comoveu bastante e me fez ver o quanto é importante um pedido de desculpas, uma segunda chance e recomeçar.




2leep.com

12 comentários:

  1. Li sua resenha e achei muito interessante: após a morte tentar consertar o que fez de errado, é um tema bem diferente de outros temas que tenho lido. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cida!
    Na primeira vez que olhei essa capa, eu nunca pensei que esse livro fosse sobre fantasmas e high school. Muito menos que a história se desenrolasse como você falou na resenha.
    Nunca li nada da Aprilynne (que nome estranho). Pretendo começar por esse livro também
    Hoje em dia, é muito difícil vermos um romance sobrenatural sem os personagens realmente virarem um casal.
    Sua resenha realmente me deixou inspirada para ler logo o livro. Eu acho que ficamos com uma sensação boa ao final.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. pelo visto a trama é bem interessante e diferente do que eu imaginava, curti bastante e creio que leria! aliás espero ler em breve
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida, sua linda, tudo bem
    Nossa, adorei sua resenha!!!! Eu já tinha lido duas resenhas desse livro, mas a sua, preciso dizer, que texto!!!!! Você me deixou tocada, primeiro estava imaginando a situação em que ele se encontra, por ser usado por ela para poder devolver tudo o que ela roubou e com isso, ela encontrar a redenção por tudo o que fez e não deu tempo de corrigir antes de morrer. Mas agora percebo a profundidade da história, que é muito mais do que isso. Eu já tinha o livro na minha lista de desejados, mas agora, eu preciso dele.
    beijinhos.
    cila.

    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida!

    Vi que você estava lendo este livro uns dias atrás, mas não fazia ideia de como era a história. Surpreendeu-me. Adorei essa ideia que cerca o fantasma e dos aspectos diferentes que você mencionou, Jeff parece ser uma personagem super carismático! Fiquei curiosa para saber como tudo termina.
    Ótima resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Cida
    Tudo bem?
    Apesar da historia parece interessante, não me chamou tanta atenção.
    Mas de fato e algo diferente, na maioria dos casos o personagem sempre se apaixonar pelo ser diferente, fico feliz em saber que este tratado de forma diferente, parece ser um meio de aventura entregar todos os tesouros roubados HAHAHA, gostei também do fato da autora aborda temas realista vividos por adolescentes, talvez eu de uma chance ao livros.
    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Cida!
    Bem interessante de fantasma e não ter romance e não ser sobrenatural.
    Parece mais uma lição de aprendizado familiar, onde podemos melhorar nossos paradigmas.
    Claro que quero ler.
    “Jamais se desespere em meio as sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda.”(Provérbio Chinês)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  8. AFFF, sabia que eu já tinha visto essa autora em algum lugar, rs. Valeu por me lembrar.

    Primeiro, adorei a capa. Muito linda. Só isso já me faz querer o livro.
    Agora, fantasma e ensino médio??? Gente!! Quero!! Adoro!!

    Amei a resenha. Um livro engraçado e leve pra descontrair. Sério, vai pra lista já!

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, tudo bem?
    Mais um livro que fico conhecendo aqui em seu blog. E já fiquei interessada. Sua resenha me fisgou. Com certeza entrou pra lista dos desejados e logo que eu puder, estarei conferindo.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oii Cida, tudo bom?
    Já tinha passado várias vezes por esse livro e nunca tinha olhado duas vezes, agora vejo que devia ter pensado melhor. Na verdade nunca imaginei que se tratasse de uma história de fantasmas e assim que você mencionou lá em cima esse pequeno detalhe já teve a minha atenção, principalmente, por me lembrar uma série que acompanho a algum tempo The Goth and The Ghost, fiquei um pouco decepcionada que não tem romance, mas ainda estou interessada! *-*
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  11. Oi!!! Não conhecia o livro e achei muito legal!! Apesar de ficar um pouco na dúvida se vou gostar do personagem da Kim, ela me parece ser um pouco fútil no início. Mas quero muito ler!!!
    Beijos
    Quer falar de livros?

    ResponderExcluir
  12. Adoro histórias de fantasmas e fiquei bem curiosa por esse livro, Cida. Ainda mais por ele fugir do clichê.
    Fiquei bem curiosa para conhecer

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!