[Lançamentos] Grupo Editorial Record (@editorarecord, @Verus_Editora, @BertrandBrasil)

Olá galera!

Confiram as novidades do Grupo Editorial Record!


Uma pitada de amor, Katie Fforde, Quando Zoe Harper conquista uma cobiçada vaga em um reality show de culinária, ela mal pode esperar para pôr suas habilidades à prova. Sua principal motivação é o prêmio em dinheiro: um valor que certamente a ajudaria a abrir sua tão sonhada delicatéssen. No entanto, ela logo percebe que a competição vai muito além da cozinha. Cher, outra concorrente, está disposta a tudo para ganhar, incluindo jogar seu charme para cima dos jurados. E as coisas se complicam ainda mais quando Zoe percebe que está se apaixonando por um deles: o incrivelmente sexy Gideon Irving. Com tudo o que está em risco, os dois têm muito a perder caso se envolvam, algo que parece cada vez mais inevitável. De repente, Zoe percebe que há mais em jogo do que apenas canapés, cupcakes e técnicas de corte. Uma pitada de amor é um livro engraçado e doce na medida certa.
A garota no trem,  Paula Hawkins, Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

A casa das marés, Jojo Moyes, Merham é uma metódica cidade litorânea na década de 1950. Lottie Swift, acolhida durante a guerra e criada pela respeitável família Holden, ama viver ali, mas Celia, a filha legítima do casal, não vê a hora de ultrapassar as regras da cidade. Quando um excêntrico grupo de artistas se muda para uma velha mansão construída de frente para o mar, as meninas não resistem à tentação de se aproximarem deles. Mas o choque para os moradores de Merham é inevitável e acaba por desencadear uma série de acontecimentos que terão consequências trágicas e duradouras para todos. Quase cinquenta anos depois, no início do século 21, a mansão começa a ser restaurada, voltando à vida e, mais uma vez, trazendo à tona intensas emoções. E a magia que permeia a mansão faz com que os personagens confrontem suas lembranças e se perguntem: É possível deixar nosso passado para trás?
A ponte de Haven, Francine Rivers, Hollywood, década de 50. Lena Scott é a estrela mais quente a chegar às telonas desde Marilyn Monroe. Poucos sabem que seu verdadeiro nome é Abra. Menos ainda sabem o preço que ela pagou para finalmente sentir que é alguém. Para o pastor Ezekiel Freeman, Abra sempre será a menininha que roubou seu coração na noite em que ele a encontrou, recém-nascida, abandonada debaixo de uma ponte nos arredores de Haven. Ele e seu filho, Joshua, a observam crescer e se tornar uma mulher de beleza exótica. No entanto, as circunstâncias de seu nascimento deixaram cicatrizes profundas em seu coração, que a tornam vulnerável a um homem charmoso e persuasivo, o qual a atrai para o mundo glamoroso do cinema. E ela vai descobrir tarde demais que a fama chega a um preço terrível. Agora, o que ela mais quer é um caminho de volta para casa. A ponte de Haven é uma envolvente saga sobre tentação, graça e amor incondicional.


Não olhe para trás, S. B. Hayes, Desde a infância, Sinead é compelida a cumprir uma promessa a seu manipulador irmão Patrick: a de que sempre seguirá os passos dele. Quando ele desaparece misteriosamente, ela então se vê obrigada a procurá-lo. As dicas que Patrick parece deixar sobre o seu paradeiro levam-na à Casa Benedict, um lugar onde o tempo não tem sentido — onde um segundo parece durar uma eternidade. Lá, ela conhece James, que está em busca de respostas sobre o seu passado, e por quem se apaixona. Juntos, os dois descobrirão verdades terríveis que irão testá-los até o limite. Apesar de seu novo amor, Sinead permanece aflita por Patrick e acredita que ele, de alguma forma, seu irmão está por perto e a observa. E ela não conseguirá descansar até encontrá-lo.
Sinos do inferno - (Vol. 2 As aventuras de Samuel Johnson), John Connolly, Samuel Johnson está em apuros. Sua visão ruim o faz passar o maior vexame, e o demônio sra. Abernathy está com sede de vingança desde que seus planos de invadir a Terra foram frustrados pelo jovem. Ela planeja aprisioná-lo e, quando o Grande Colisor de Hádrons é religado, a oportunidade bate à porta. Samuel e seu fiel bassê, Boswell, são arrastados para as profundezas do Inferno, onde serão caçados pela sra. Abernathy e seus lacaios infernais. Mas apanhar Samuel não será nada fácil para o demônio, que já testemunhou de perto a bravura e a inteligência do garoto e seu cão, além da leal amizade entre Samuel e o infeliz demônio Nurd. Ela também não conta com a presença de dois incompetentes policiais e de um azarado – no sentido mais otimista da palavra – sorveteiro. Tampouco poderia esperar a intervenção de um grupo de pequenos seres que confirmam que Samuel e Boswell não são os únicos habitantes da Terra a pararem de uma hora para outra no Inferno. Se você pensava que demônios eram assustadores, espere até encontrar Os Elfos do Sr. Merryweather
O primeiro marido,  Laura Dave, Annie Adams acredita ter tudo. Ela atravessa o mundo escrevendo sua coluna de viagens e acredita que seu relacionamento de cinco anos com o cineasta Nick é perfeito... Até ele resolver deixá-la. Pouco depois, Annie conhece Griffin, um charmoso e atencioso chef de cozinha, diferente de Nick em quase todos os sentidos. Ela rapidamente se casa com ele e os dois se mudam para uma pequena cidade rural no Massachusetts. Uma vez lá, no entanto, ela percebe o quão pouco conhece Griffin e acaba se perguntando se o relacionamento é pra valer ou se o casamento às pressas foi pura e simplesmente um equívoco. Quando Nick retorna, pedindo uma segunda chance, Annie fica dividida entre o marido e o homem com quem tivera a intenção de casar-se e é forçada a escolher entre um deles.
Perdidos por aí, Adi Alsaid, Quatro jovens ao redor do país têm apenas uma coisa em comum: uma garota chamada Leila. Ela entra na vida de cada um com seu carro absurdamente vermelho no momento em que eles mais precisam de alguém. Entre eles está Hudson, mecânico em uma cidadezinha, que está disposto a jogar fora seus sonhos de amor verdadeiro. E Bree, uma garota que fugiu de casa e festeja todas as terças-feiras — além de algumas transgressões ao longo do caminho. Elliot acredita em finais felizes... até sua vida sair totalmente do script. Enquanto isso, Sonia pensa que, quando perdeu o namorado, também perdeu a capacidade de amar. Hudson, Bree, Elliot e Sonia encontram uma amiga em Leila. E, quando ela vai embora, a vida de cada um deles está transformada para sempre. Mas é durante sua própria jornada de quase sete mil quilômetros através do país que Leila descobre a verdade mais importante: às vezes, aquilo de que você mais precisa está exatamente no ponto onde começou. E talvez a única maneira de encontrar o que você está procurando seja se perder ao longo do caminho. 

A escolha de Yasmeena, Jean Sasson, Em um relato emocionante, Jean Sasson compartilha com o mundo a história real de Yasmeena, uma linda e corajosa comissária de bordo libanesa. Quando Saddam Hussein invade o Kuwait, atrasando o voo de Yasmeena, soldados iraquianos levam-na à prisão feminina, onde suas memórias trazem à tona impiedosos ataques sexuais, incansáveis torturas e um desolador cenário sociopolítico. Em A escolha de Yasmeena, o leitor terá acesso à angustiante realidade de ser a favorita do Capitão da prisão e proteger sua amiga, Lana, de um brutal estuprador. Neste enredo instigante, percorra junto de Sasson o momento da fuga destemida e o encontro, em refúgio, com a paz.
A guardiã do tempo,  Stacey McGlynn, Aos 77 anos, Daisy Phillips está cansada de ser tratada como se não conseguisse cuidar da própria vida. Seu filho Dennis quer que ela venda a antiga propriedade da família em Liverpool e se mude para uma casa de repouso. Para piorar a situação, sua melhor amiga vai fazer uma longa viagem durante o verão e sua nova chefe na biblioteca a informa educadamente que seus serviços como voluntária não são mais necessários. Mas a imperturbável Daisy não vai se entregar sem lutar. Então encontra a aventura de que precisa: devolver um relógio, presente de seu primeiro amor, um soldado americano que lutou na Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial. E, como ponto de partida, ela só tem o antigo endereço no Brooklyn – das cartas que os dois trocavam – e uma parte desconhecida da família que mora em Long Island para ajudá-la. Mas é o suficiente para Daisy ir atrás do que a vida ainda lhe reserva.
De pai para filho, W. Tierno e Francine Rosa Medeiros, No dia a dia corrido, estreitar os laços com nossos entes queridos tem sido cada vez mais difícil. Em meio a um mundo antenado, porém pouco atento ao presente, De pai para filho propõe um momento de conexão e de troca de experiências entre pai e filho. Neste livro de colorir, permita que o equilíbrio físico, mental e espiritual da arte-terapia permeie seu lar através de cada ilustração. Convide seu filho a mergulhar em cores ou seu pai a criar composições próprias. Vivam uma atividade simples e sem preocupações para reconstruir juntos a sintonia lúdica “De pai para filho”.
Feito tatuagem, Danee Suave, A arte milenar das tatuagens vai muito além da estética. Seja para representar um momento marcante da vida, eternizar memórias ou homenagear uma pessoa querida, elas fazem parte da vida de muita gente. Em Feito tatuagem essa arte está representada nas cinquenta páginas recheadas de belas ilustrações com temas variados criados pela renomada tatuadora Danee Suave. Suas ilustrações permitem que o leitor abuse da criatividade enchendo-as de cores e tornando-se o autor da própria tatuagem. Este é um livro imperdível para os fãs desse universo rico, histórico e colorido.
Belas mentiras,  (Vol. 1 Pretty Lies), M. Leighton, Inocente, pura e doce, Sloane sempre foi superprotegida pela família, mas ela jurou a si mesma que, ao completar 21 anos, tudo seria diferente. E, quando o relógio bate meia-noite, Sloane está pronta para sair do casulo e quebrar algumas regras. O jovem Hemi tem vários talentos, mas manter o controle, infelizmente, não é um deles. Acostumado a fazer o que sempre quis, nunca precisou se importar muito com as consequências de seus atos. Até que uma tragédia mudou para sempre sua vida. Agora ele tem apenas uma missão, e nada é capaz de afastá-lo de seu objetivo... Até conhecer Sloane. Mas nada que Sloane e Hemi viveram até hoje foi capaz de prepará-los para o que está por vir. Quando essas duas almas problemáticas se encontram, a conexão é imediata, e eles não têm outra escolha a não ser mergulhar em um mundo de loucura, paixão e devassidão. Porém, os dois têm algo a esconder, e logo vão descobrir que a tentação está nos pequenos detalhes. E é nos pequenos detalhes também que se encontram as mais belas mentiras.
Finalmente famosa,  Mayra Dias Gomes, Filha do dramaturgo Dias Gomes, a carioca Mayra Dias Gomes teve sua carreira deslanchada após escrever aos 17 anos seu primeiro livro, Fugalaça, uma polêmica e pungente mistura de ficção com autobiografia. Agora a escritora lança seu terceiro livro, o suspense Finalmente famosa, inspirado em um assassinato real ocorrido em Hollywood. ascinada pelo gênero, Mayra pesquisou sobre lugares “mal-assombrados” de Los Angeles para contar a história de Sophia Young, atriz de cinema que cai no ostracismo ao se envolver em um escândalo com o ex-marido. Após sair da prisão, ela vai morar em um prédio na Calçada da Fama que abrigou Charlie Chaplin, Fatty Arbuckle e Rudolph Valentino e outros astros do cinema mudo, mas que guarda a fama de ser habitado por fantasmas. É ali que ocorre o crime que colocará Sophia em uma viagem pelos lugares mais assustadores da capital do cinema.

O vírus das tulipas vermelhas, Daniëlle Hermans, Alkmaar, século XVII. O respeitado taberneiro e negociante de tulipas Wouter Winckel é encontrado brutalmente assassinado no salão de seu estabelecimento. Ele era o mais respeitado negociante de tulipas da cidade e possuía a mais bela coleção de flores da região, incluindo a mais cobiçada e cara de todas, a Semper augustus. Londres, século XXI. Com inúmeros ferimentos, Frank Schoeller é encontrado à beira da morte por seu sobrinho Alec. Pelas últimas palavras do tio – e pelo livro que segura com toda a força –, Alec deduz que sua morte esteja de alguma forma relacionada às tulipas. Com a ajuda de dois melhores amigos, ele segue um rastro que não só os leva ao comércio de tulipas do século XVII e à morte de Wouter Winckel, mas também a um grupo de investidores ricos do qual Frank fazia parte. Alec então se depara com uma cientista ambiciosa, Tara Quispel, que, ao que parece, conhecia Frank muito bem, mas não pelas razões que ele imagina. Quando ficam claras as intenções de Frank e o que estava em jogo, todos os envolvidos passam a temer pela própria vida.
A orquestra vermelha Anne Nelson, Rote Kapelle, ou Orquestra Vermelha, era o nome dado pela Gestapo a um intrépido bando de artistas, intelectuais e burocratas alemães (quase metade dele constituído de mulheres) que lutou contra as mais traiçoeiras adversidades para revelar os brutais segredos de seus empregadores e opressores fascistas. Com base em anos de pesquisa e em entrevistas exclusivas, e trazendo informações inéditas, Anne Nelson documenta esta instigante história através dos olhos de Greta Kuckhoff, uma mãe e trabalhadora alemã. Com a expansão da guerra e o crescimento desenfreado dos abusos nazistas, a resistência passou a ser a única via possível. Para muitos dos membros da Orquestra Vermelha, os audaciosos atos de coragem resultaram em seu trágico e precoce fim. Esses indivíduos desconhecidos são retratados aqui com força e compaixão impressionantes. A orquestra vermelha é uma história cheia de suspense sobre cidadãos comuns, embora destemidos, que estavam dispostos a sacrificar tudo para derrubar o Terceiro Reich.

E tem muito mais. Clique nas capas para conferir as sinopses.

=


2leep.com

11 comentários:

  1. Oi Cida, sua linda, tudo bem
    Nossa, acabei de ler uma resenha do livro A Garota no trem e a história é ótima, não vejo a hora de ler. Eu adoro a Verus, o livro perdidos por ai além de ter uma capa super fofa parece ser fofo também. E o livro o primeiro marido,belas mentiras e o da Jojo Moyes eu também quero!!!! Como sempre a editora está arrasando.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila! Eu já li A garota no trem e adorei, espero que você possa conferir e curtir.

      Excluir
  2. Olá, tudo bem?
    Sinos do Inferno e Orquestra Vermelha foram os que mais chamaram a minha atenção. Acredito que eu vá adorar ambos os livros.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Cida! A editora esse mês esta demais hein!
    Estou louca para ler A garota no trem. Gostei também de A ponte de Haven, Perdidas por aí.
    Queria todos se pudesse..rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A garota no trem é ótimo. Leia sim.

      Excluir
  4. Que livros lindos! Estou louca pra ler "Uma Pitada de amor". ♥
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Como escolher qual ler primeiro??
    Achei muito fofa a capa de Uma Pitada de Amor, me lembrou um outro livro que eu li que também era sobre um reality show de culinária. Esqueci o nome do livro agora, mas era da Harlequin!
    Também me interessei bastante por A Ponte de Haven, gosto de histórias relacionadas a década de 1950.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sora! Acho que é aquele livro da série À Flor da Pele, se não me engano o primeiro volume.

      Excluir
  6. amo chick lits e como estou voltando a ler o gênero com mais freqüência o lindo uma pitada de amor entrou na lista de compras ou presentes almejados
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nossa Cida!
    Tantos bons lançamentos que nem sei qual escolher...
    A Guardiã do tempo e A garota do trem são meus favoritos.
    “A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda.”(Oliver Goldsmith)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  8. Noooossa, quero um monte!!!!
    A casa das mares, A garota do trem, A ponte de Haven, Uma pitada de amor, e tem outros que me interessaram também!!!
    AAh, sendo livros, todos me interessam kkkk
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!