[Resenha] Amy & Matthew

Amy & Matthew
Título Original: Say What You Will
Autor(a): Cammie McGovern
Editora: Galera Record         Páginas: 336
Lançamento: 2015               ISBN: 9788501070180
10632396_1507288882844184_232004449_n ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Amy e Matthew não se conheciam realmente. Não eram amigos. Matthew sabia quem ela era, claro, mas ele também sabia quem eram várias outras pessoas que não eram seus amigos.Amy tinha uma eterna fachada de felicidade estampada em seu rosto, mesmo tendo uma debilitante deficiência que restringe seus movimentos. Matthew nunca planejou contar a Amy o que pensava, mas depois que a diz para enxergar a realidade e parar de se enganar, ela percebe que é exatamente de alguém assim que precisa.À medida que passam mais tempo juntos, Amy descobre que Matthew também tem seus problemas e segredos, e decide tentar ajudá-lo da mesma forma que ele a ajudou.E quando a relação que começou como uma amizade se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava (ou sabe definir), eles percebem que falam tudo um para o outro... exceto o que mais importa.

Amy tem uma deficiência física que não permite que ela se locomova sem um andador, além disso, para falar ela precisa digitar tudo num computador e este aparelho reproduz suas palavras em formato de voz, no entanto isso não é limitação para sua inteligência e determinação. 

Matthew é um garoto bem bonito, mas devido a sua obsessão por limpeza e outros detalhes, ele é visto como um garoto meio louco pelos colegas que não percebem que ele sofre de TOC.

Dois jovens com problemas próprios, que acabam tendo seus destinos cruzados quando ele diz à Amy coisas que ninguém teve coragem de dizer. A sinceridade do garoto é a motivação necessária para ela pedir à mãe que troque seus acompanhantes adultos por jovens de sua idade, claro que ela alega que é apenas para fazer amigos, quando na verdade é para se aproximar do garoto que mexeu com seu coração.

O livro é narrado em terceira pessoa e foca tanto na interação dos dois jovens, quanto em seus momentos distantes um do outro, onde podemos ter uma visão de suas relações familiares e de momentos íntimos e reveladores. Os sentimentos são palpáveis e compartilhados, é uma narrativa delicada e que mesmo mostrando um drama não é apelativa, agradeço por não ter um clima derrotista, ao contrário, abre portas, dá opções e deixa um cheiro de otimismo no ar.

Ela é muito inteligente, determinada e audaciosa, posso dizer que é até abusada em alguns momentos, mas é isso que permite que viva. Nem todo tempo Amy é agradável e o pobre Matthew é quem mais sofre em suas mãos, mas ao contrário de lhe prejudicar, é a força que o faz levantar.

Ele é um garoto adorável, desde o começo ganhou meu coração, sua fragilidade é tocante e me fez sentir vontade de estar ao seu lado e ser sua amiga, o mais impressionante em seu jeito, é que apesar de ter problemas, ele tenta sempre ajudar Amy e ser o melhor para ela, é um garoto com um grande coração e no decorrer da trama percebemos que é muito corajoso também.

Uma relação inusitada? Sim! Quase impossível. Foram esses meus pensamentos ao iniciar esta leitura, fica claro, logo nos primeiros capítulos, que Amy é meio obcecada por Matthew e faz de tudo para criar situações onde ambos possam se aproximar, mas ao contrário do que pensei, que fosse ela a precisar de ajuda, fui surpreendida ao perceber que era ele. Amy tem um problema bem grave, ao qual terá que conviver toda a vida, mas foi cuidada desde cedo e seus pais lhe proporcionaram uma estrutura de vida apropriada; já Matthew esconde o TOC, na verdade nem sabe exatamente o que tem quando os sintomas começam, e envergonhado por suas compulsões não recebe a ajuda necessária, é Amy que o confronta e faz ver que precisa de tratamento.

Assim minha visão desta relação foi mudando, eu que não via como poderia dar certo, me peguei acreditando que não havia como dar errado, fui cativada totalmente e torci por este casal. Existem limitações? Sim, é óbvio que a autora não fez mágica e curou os dois, ela simplesmente adaptou a condição de cada um para a realidade apresentada, conforme avancei na leitura, esqueci que eram doentes, eu via apenas duas pessoas que precisavam de coragem para assumir seus sentimentos, pois embora exista algo forte surgindo, não esperem por um caindo nos braços dos outro instantaneamente. É uma dança com passos que sincronizam aos poucos.

O trama começa em ambiente escolar, mas não fica restrita neste espaço, há um avanço de tempo na história e muitas reviravoltas acontecem, a autora não fica presa num mesmo assunto, ela seguem em frente criando um história a cada momento mais comovente.

Há momentos tristes, momentos alegres e incríveis momentos de superação, é possível rir e chorar com este livro. Minha maior alegria foi ver a evolução de Matthew, que vocês já devem ter percebido que foi meu personagem favorito, vibrei com cada conquista do garoto. Já com Amy, quando está mais forte, vem um acontecimento inusitado em sua vida, e preparem –se para se surpreender com as dificuldades que ela vai encarar, nenhuma ligada a sua deficiência, é na verdade uma carta na manga da escritora, que nos leva por novos caminhos, muito angustiantes,  foi aí que eu chorei e fiquei assim até fechar o livro.

Amy & Matthew é um livro especial, embora tenha sido comparado à outros, posso dizer que ainda não havia lido algo assim, apresenta dois jovens em uma realidade que pode não soar tão familiar para a maioria dos leitores, mas sua história é bonita, eles constroem um relacionamento cúmplice, amigo, sincero, cooperativo, que foge de clichês, mas nem por isso deixa de ter romantismo. Pouco convencional? Também! E muito corajoso.







Este livro foi a leitura do Desafio Literário – No Clima do Mês. Tema: Volta às Aulas, uma trama em ambiente escolar. Confiram os detalhes do desafio aqui.


2leep.com

34 comentários:

  1. este me parece ser um livro bem interessante, temática diferente e ao mesmo tempo atual, que seja um bom lançamento para a editora e mais uma vez você arrasou com uma resenha delicada, dedicada à obra e aos sentimentos que a história te fez sentir
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela leitura e pela ótima resenha. Confesso que ainda não tinha prestado atenção ao enredo até agora, parece interessante e importante para reflexão. Valeu pela dica de leitura querida.
    Beijinhos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  3. Embora já tinha visto vários comentários positivos sobre esse livro e o tema abordado pareça ser interessante, esse livro ainda não despertou o meu interesse a ponto de querer lê-lo. Não sei o motivo, talvez eu esteja mais voltada para outro gênero agora.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida!
    Fui surpreendida pela trama, imaginava algo totalmente diferente. Eu costumo fugir de livros nesse estilo porque sofro muito com a leitura, mas fiquei curiosa e acho que vou dar uma chance ao livro! Parabéns pela ótima resenha! ;)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Gostei muito da resenha, não tinha lido nada tão completo sobre a obra. =D
    Eu confesso que também achei um pouco improvável a relação dos dois, mas acredito que essa visão mude conhecendo os personagens. Acho que fiquei um pouco traumatizada com ACEDE, do John Green hahaha! :(
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Oi! Já tinha visto a capa deste livro várias vezes pela internet mas ainda não conhecia a estória, gostei muito de conferir sua opinião. Deve ser uma estória emocionante e doce, já que mostra como duas pessoas de realidades tão diferentes podem dar certo. Pelos seus comentários, imagino que a estória passa ao leitor muitos sentimentos. Vou colocar na lista. :)
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é realmente lindo, mas confesso que gostava mais quando eles estavam na escola do que quando se separaram.. sem contar que não curti muito o final. Mas bato palmas para a criação desses personagens tão incríveis. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  8. Não sabia que a premissa dessa obra era tão interessante. O amor vencendo as limitações é, certamente, algo para se conferir.
    Excelente resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Cida,

    Nossa que livro hein, não conhecia e sua resenha me deixou com uma curiosidade imensa, a história parece tocante, já vai para a minha lista, ótima dica....abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Fiquei com medo deste livro por causa das comparações, mas pelo jeito não foram tão fundamentadas assim.

    Gostei dessa relação inusitada, diferente e comovente. Dá até vontade de soltar uns coraçõezinhos aqui, rs. ♥

    A capa é muito bonita e quanto a isso a comparação não me incomodou. Eu achei linda e não ligaria de ter mais umas 10 dessa mesma linha.

    Amei a resenha!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie,
    tenho visto várias resenhas deste livro, mas confesso que ainda não me chamou atenção.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida

    Eu já li este livro entendi os pontos que você colocou mas não consegui me sentir ligada aos personagens, achei muita chata algumas passagens que não tinham muito haver com toda a história e também não gostei do final então eu li o livro com altas expectativas e acabei me aborrecendo um pouco entendi a mensagem que a autora quis passar mas não gostei muito da narrativa e do rumo que a história levou.

    Beijos
    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  13. Ainda não li esse livro mas estou louca para conhecer a história inusitada desses dois protagonistas. Como fisioterapeuta tenho paixão por tramas que abordam esses assuntos.

    Parabéns pela resenha!
    Beijos!
    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito desta resenha. Muitos falam que este livro é uma mistura de "A Culpa é das Estrelas" com "Eleanor and Park", já li os dois e amei, se for isto mesmo foi amar este livro. A capa me lembra Eleanor and Park, pelo mesmo tom de cores usadas, e eu me apaixonei perdidamente pelo Park, vamos ver se vai ser a mesma coisa pelo Matthew. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  15. Eu estou louca pra ler esse livro, mesmo tendo pessoas falando que o final não é tão bom, mas a sua resenha me fez querer mais ainda ler esse livro!!
    Bianca Valente

    ResponderExcluir
  16. Menina, que resenha linda! Ameeei a resenha já, rsrsrsrsrs
    Também to querenho MUCHOOOO, very much, ler esse livro!!!
    ADOROOO livros com personagens doentes, cheios de limitações, e até aqueles que pelo menos se acham fracassados.
    Por que?
    Porque a vida não é perfeita. Porque as coisas lindas, maravilhosas, eternas, podem sim, acontecer com qualquer um, pelo menos aquele um que busca seus sonhos, que luta, que acredita, que ama a vida, enfim, amo livros que são reais. Que nos ensinam a lutar e seguir em frente. Ah, e principalmente, aqueles que nos mostram como devemos dar valor à vida, coomo (pelo menos eu) somos sortudos por termos saúde, um teto, uma família. Mesmo com dificuldade, não corremos tantos perigos e má sortes como outros.
    Por isso quero muito ler eesse ♥

    ResponderExcluir
  17. Amei a sua resenha! tenho ouvido várias coisas sobre este livro, mas a premissa dele me deixa com vontade de le-lo cada vez mais. Os personagens parecem encantadores e a forma como essa relação acontece me fascinou! Já é um dos desejados.

    ResponderExcluir
  18. Adorei ler essa resenha, tinha lido uma resenha um pouco negativa sobre esse livro e tinha ficado com medo de me decepcionar, mas gostei de ver que teve gente que amou a leitura. Estou com um pouco de expectativa em relação a esse livro, vou tentar não aumentá-la tanto pois não quero me decepcionar, mas não nego que estou ansiosa pela leitura. Gosto de livro onde os personagens acham forças uns nos outros, e conseguem reconstruir suas vidas com base em uma bela amizade.
    Espero me envolver e me emocionar com essa história que tem tudo para ser linda.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Esse livro me chamou a atenção pela aparência parecia com Eleanor e Park. Pelas resenhas que tenho lido, percebi que a história de Amy & Matthew tem uma profundidade maior, os personagens tem dificuldades mais perceptíveis... Histórias com personagens assim sempre são emocionantes.
    Parabéns pela resenha!
    Quero muito ler esse livro.

    ResponderExcluir
  20. Estou maluca para ler esse livro, muito curiosa e ansiosa.

    ResponderExcluir
  21. Cida que história! Sua resenha me v fez querer saber tudo que vai acontecer. Sentir essas mesmas emoções e me surpreender com a carta na manga que autora reservou para os leitores.
    Já foi para a lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oi Cida, eu estou muito ansiosa para ler este livro. Não pude comprar por agora, mas vou comprar assim que sobrar uma graninha :D

    Essa história parece ser linda e emocionante, quero muito conhecer e me emocionar.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Loooooouca pra ler, muito ansiosa!
    A capa me lembra muito Eleanor e Park, se o conteúdo também for esse livro promete!

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Já estou ansiosíssima para ler este livro a temática me chamou a atenção embora tenha visto algumas pessoas falando que no fim ele não é tão bom quanto se espera,mas a gosto e gosto e eu quero saber qual será o meu veredito a este.
    Tenha uma feliz semana

    ResponderExcluir
  25. Adorei a resenha, principalmente por abordar as características dos personagens e tratar com eficiência a história do livro.
    Quando vi a capa, cheguei a pensar que teria alguma semelhança com Eleanor & Park, mas por sua resenha se trata de dificuldades diferentes, mas que podem aproximar os personagens.
    Estou feliz com os autores que tem procurado explorar algumas deficiências existentes, mostrando que a superação de obstáculos pode acontecer.
    Parabéns MB pela resenha!

    ResponderExcluir
  26. O livro começa com uma amizade entre os protagonistas e depois se torna algo ais profundo!! Uma estória em que um parece ajudar o outro a reconhecer a si mesmos!! Defeitos todos nós temos, porém acima de tudo, também temos qualidades!! Lindo, lindoo!

    ResponderExcluir
  27. Nossa vi a sinopse deste livo e fiquei super animada pra ler e agora depois de ler sua resenha, tô louca pra ler!!!
    Parabéns

    ResponderExcluir
  28. to maluca pra ler esse livro! adorei a resenha,agora to mais ansiosa

    ResponderExcluir
  29. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser ótima.

    ResponderExcluir
  30. aah! o tipo de livro que qualquer mulher adora, gostei da historia e sua resenha está impecável, adorei

    ResponderExcluir
  31. Parecer ser um livro com uma história muito bonita

    ResponderExcluir
  32. Não gosto quando ficam comparando livros. Porque, mesmo que sejam do mesmo gênero e sigam o mesmo estilo eles sempre tem alguma coisa de diferente. Acho que Amy & Matthew deve ser um livro único e muito bom. Ainda não li e confesso que não tinha vontade de ler mas sua resenha me fez ficar curiosa.
    Adorei!

    ResponderExcluir
  33. Adorei a resenha. O livro parece se tratar de temas bastante interessantes e os personagens parecem ser cativantes. Quero ler em breve.

    ResponderExcluir
  34. Amei a resenha... Estou apaixonada por este livro... E doida para poder lê-lo... Espero poder adquiri-lo em breve para fazer a leitura... Promete uma caixinha de lenços... Rsrss... Beijinhos

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!