[Resenha] Uma Chance Para Recomeçar

Uma Chance Para Recomeçar
Título Original: Christmas Eve at Friday Harbor (Friday Harbor #1)
Autor(a): Lisa Kleypas 
Editora: Novo Conceito        Páginas: 176
Lançamento: 2014               ISBN: 9788581636009
15067846 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele desconfia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe. Maggie perdeu o marido em uma batalha contra o câncer e não quer jamais - passar por tudo isso de novo. Por isso, ela fechou seu coração e prometeu a si mesma dedicar-se somente a sua nova loja de brinquedos em Friday Harbor, que permite às crianças viajar um pouco nas asas da imaginação. A amizade entre Maggie e Holly (que até passou a acreditar em fadas!) ao mesmo tempo comove e preocupa o tio Mark. Ele tem certeza de que a nova amiga fará bem a sua sobrinha, mas precisa decidir se a deixará entrar em sua própria vida... Nós também torcemos, do fundo do coração, para que Holly tenha uma linda noite de Natal.

Permita-se recomeçar!

Eu conheci o trabalho de Lisa Kleypas lendo seus romances de época, a série Os Hathaways é uma das minhas prediletas do gênero e, para falar a verdade, eu não sabia desta sua série de romances contemporâneos intitulada Friday Harbor, foi uma surpresa que a Editora Novo Conceito trouxe para nossas casas neste final de ano, o primeiro livro Uma Chance Para Recomeçar começa com um carta de uma garotinha pedindo ao Papai Noel uma mãe. Ah! Gente, ali já fui capturada, é algo tão delicado e triste que eu precisava conhecer a história da pequena Holly.
“O para sempre é composto de agoras.”

Quando a irmã de Mark morreu repentinamente, ele se viu com a responsabilidade de criar a sobrinha de apenas seis anos, Holly. Ele não sabia nem por onde começar, suplicou ao outro irmão Sam que o ajudasse e com muita chantagem emocional conseguiu, juntos os dois tios, solteiros convictos, embarcaram nesta missão, seguindo o único conselho deixado pela irmã… “Comece amando Holly. O resto virá por si.”

Só o amor pela garota os guiou, mas nem de longe sabiam direito como agir, Mark era tão sem jeito que nem conseguia acreditar em fantasia para alegrar o mundo da sobrinha, mas o maior de todos os problemas era a menina não falar mais, desde a morte da mãe, Holly se calou e ninguém sabia como ajudar, no entanto, naquele dia na loja de brinquedos o encontro com a jovem viúva Maggie foi providencial, um laço surgiu entre ela e menina, fazendo com que a pequena voltasse a falar, claro que o tio cético com fadas e afins, depois de ver a mágica daquela doce mulher com sua sobrinha começou a ver o mundo com outros olhos e seu coração foi profundamente tocado.

Eu adoro histórias de Natal, seja em filmes ou livros, sempre que chega dezembro separo livros assim para me deliciar e entrar no clima de festas, mas não é só isso, a principal razão destas histórias me agradarem são suas mensagens de esperança e amor, a chance de renovar e ser feliz, é algo inspirador que combina com a premissa positiva de alegria desta época.

Como citei, eu conhecia o trabalho da autora de romances de época e foi uma surpresa este livro, o que posso afirmar é que a delicadeza na escrita está presente em ambos os gêneros, Kleypas sabe como ninguém tocar o coração do leitor e criar uma atmosfera cativante e cheia de sentimentos para suas histórias. Seus personagens são extremamente humanos e sensíveis, seus dramas tão vivos que fica impossível não se envolver, e embora existam passagens tristes, o humor e a leveza estão no ar, cenas aqui e ali que nos fazem rir,  mescladas com aquelas que nos deixam com os olhos marejados.

Holly desperta ternura no leitor, dá vontade de estar ali segurando sua mão todo o tempo, ela é tão pequenina e perdeu a mãe, e embora ame muito os tios, precisa de uma mulher em sua vida. Maggie supre essa necessidade e a afeição que desenvolve pela menina é sincera, por mais que perca o fôlego quando vê Mark, ela gosta da menina sem nenhum interesse.

O romance está no ar, Mark e Maggie tentam resistir a princípio, mas com o tempo fica difícil evitar os sentimentos que surgem, contudo ambos têm coisas importantes para resolver antes de viver este amor. Ele uma namorada, ela a lembrança do marido e o medo de amar de novo. Os encontros do casal são meigos e permitem que uma amizade respeitosa faça parte da relação, dá solidez e cumplicidade ao romance.

Mark e Maggie são duas pessoas muito boas e generosas, eu gostei da química que rolou com o casal; entre os outros personagens, destaco Sam, este rapaz é muito divertido e como a série trará um livro dedicado à cada um dos irmãos, estou ansiosa pelo deste moço.

É uma história simples, sem grandes reviravoltas ou situações inacreditáveis, mas é na sua simplicidade que está o segredo, porque te faz acreditar que é real. Quantos Marks, Maggies e Hollies temos por aí? Pessoas que perderam quem mais amavam e mesmo assim ainda possuem um coração tão cheio de amor e bondade para compartilhar. Que precisam se encontrar para recomeçar.

Inspirador e doce. Um livro delicioso, a história é curtinha mas completa e mesmo sendo parte de uma série o final é conclusivo. Recomendo sem dúvidas e ainda deixo a dica de sua adaptação para as telas, Christmas With Holly (Um Natal Para Recomeçar), mas alerto que existem algumas mudanças em relação a trama original.

“Há pouco tempo eu disse à Holly que o amor é uma escolha. Eu estava errado. O amor não é uma escolha. A única escolha é o que você vai fazer com ele.”





2leep.com

16 comentários:

  1. Amiga, fala sério que é uma série de livros? Que máximo, jurava se tratar de um livro único! Assim como você, Lisa me conquistou logo naquela cartinha singela, mas tão profunda, de Holly! Nossa! E também amo histórias de natal, ainda mais quando são mágicas como essa :) Este é o segudo ano que a Novo Conceito acerta na pedida. Ano passado amei Anjos à Mesa. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim Mi, se não estou enganada são 5. Bjos!!!

      Excluir
  2. Que legal tudo que essa garotinha fez e o que fizeram por ela, todos ajudando-se a superar algo.
    Também amo histórias de Natal, e não poderia perder essa!
    Amei a resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
  3. estou apaixonada pela capa e pelo que vi Lisa se consagra como uma autora bestseller!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Chonei, pelo livro. A superação da Holly e seu irmão maravilhoso.

    ResponderExcluir
  5. Oiee

    Nunca li nada de Natal e estou animada para ler esse livro, espero poder ler na semana do Natal e entrar no clima.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  6. Holly parece uma garotinha bem sofrida, pelas mortes e pessoas que perdeu. Vi que nasce um provável romance de Maggie e o tio, por ver que a moça ajudou a garota.
    Ainda bem que teve gosto pelos personagens, eles parecem ser cheios de problemas mas ainda assim tentam viver juntos; Holly parece uma garotinha bem triste, e fiquei com pena dela.
    Mas quero conhecer o livro. E achei uma pena ter tão poucas páginas, é ótima opção para se ler no natal.
    Abraços Cida.
    http://leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie Cida =)

    Eu adoro o Natal, mas não curto ler ou assistir nada com essa temática acredita. Não sei ou a abordagem dada é muito alegre ou muito triste e eu sempre acabo um pouco incomodada com isso.
    Estou lendo muitas resenhas positivas desse livro, mas por mais que a história pareça bonitinha e tudo mais, não consigo sentir aquela vontade de ler ele.
    Questão de gosto, ou de manias rs... fazer o que XD

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  8. Com ele aqui em casa mas ainda tenho que ler, até agora só li comentários positivos o que aumenta a expectativa para ler ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ai que lindo Cida!!!
    Eu só conheço a autora por ler resenhas aqui no seu blog. Aliás, resenhas cheias de elogios rasgados.
    Pelo jeito vou amar a leitura.
    Porém vou ler depois do meu aniversário. Fico muito mais besta nessa época, então prefiro ler livros violentos e com muito sangue, rsrs. Mas depois eu volto aos romances e histórias tocantes.
    Amei a resenha!! Vou amar a leitura com certeza!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Estou doida pra ler esse livro, e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa pra conferi essa história que parece mesmo ser ótima, não sabia que ele faz parte de uma série.

    ResponderExcluir
  11. Eu não sou a maior fã de livros com tema de natal, mas esse me ganhou com a cartinha da Holly e eu não consegui resistir. Li e adorei!!!!
    Não sabia que o livro era de uma série... Agora quero ler os outros!!!!

    Beijinhos,
    Lica
    http://amoreselivros.com.br

    ResponderExcluir
  12. Nossa eu não esperava que esse livro fosse tudo isso, a sinopse não passa o quanto a história pode ser boa. Gostei a resenha e fiquei interessada em ler o livro.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Jurava que esse era um livro único, mas é daquelas séries que cada livro é uma história diferente? Parece ser lindinho mesmo o livro, bem aquelas histórias que a gente vê/lê no Natal e se emociona.

    ResponderExcluir
  14. Oieeee,
    Nossa não sabia que era uma série acredita? Como você eu adorei o livro, pequeno, curto e adorável mesmo, né?
    Acertaram em cheio neste livro. A cartinha que ela deixa no final do livro foi extremamente tocante!

    Beijos,

    Greice Negrini
    Blogando livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  15. Oie Cida, tudo bom?
    Esse livro tem a cara do Natal por falar de perdas e recomeços. Só conhecia as obras históricas da autora e fiquei morrendo de vontade de ler esse romance.
    A história dessa menininha é triste, mas acho que ela vai conseguir passar por essa fase difícil. Fora o romance entre o casal que parece ser bem trabalhado.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!