[Resenha] O Resgate

O Resgate
Título Original: The Rescue
Autor(a): Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro                 Páginas: 320
Lançamento: 2014               ISBN: 9788580412932
o resgate ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Confrontado com situações de extremo perigo, Taylor McAden, bombeiro voluntário, expõe-se até ao limiar do perigo. Denise é uma jovem mãe solteira, cujo filho de cinco anos sofre de um inexplicável atraso de desenvolvimento e a quem ela devota a sua vida numa tentativa de o ajudar. Mas o acaso vai aproximar estes seres. Numa noite de tremendo temporal, Denise sofre um acidente de automóvel e é Taylor quem vem socorrê-la. Embora muito ferida, a jovem depressa toma consciência de que o filho já não se encontra na sua cadeirinha do banco traseiro. Taylor irá até ao fim de uma angustiante noite de buscas para o encontrar. Foram tecidas as primeiras malhas que os irão unir - o pequeno Kyle desabrocha ao calor da ternura daquele homem. Denise abandona-se à alegria de um amor nascente. Mas Taylor tem em si cicatrizes antigas, que o não deixam manter compromissos de longa duração. Nicholas Sparks, esse talentoso contador de histórias, intervém com a sua magia redentora e a sua inigualável capacidade de aprofundar a complexidade das relações e dos afetos.
O Resgate de Nicholas Sparks é mais um daqueles livros escritos para tocar nosso coração, ao mostrar nesta história as diferentes formas de amor e a dedicação fruto deste maravilhoso sentimento, o autor conseguiu não só me fazer chorar antes mesmo da página 100, mas também mostrar como é necessário nos permitir uma segunda chance em nossas vidas.

Logo nas primeiras páginas, Sparks nos apresenta Denise, uma mãe que luta dia a dia para criar o filho que sofre de um transtorno de desenvolvimento. Kyle está atrasado em relação as crianças de sua idade, tem dificuldades para falar e nenhum médico sabe dizer exatamente qual a sua doença. Cansada de diagnósticos confusos, Denise começa a trabalhar com o filho sozinha, pouco a pouco vai evoluindo, mas é uma longa jornada e nada fácil. Imaginem seis horas sentada na frente dele para lhe ensinar falar “maçã”? É, pode parecer nada para um de nós, mas para ela foi algo para se agarrar e seguir em frente, quem sabe um dia ele ainda lhe diria “Eu te amo!”.

Posso dizer que a jornada desta mulher comove, eu senti muita admiração por Denise e também muita pena, mas ela nunca reclamou ou se fez de coitada. Sozinha, sem ninguém no mundo, não foi vítima, amou incondicionalmente seu filho e se dedicou totalmente à ele, é um retrato lindo do que é ser mãe acima de tudo e de todos.

Quando Denise sofreu um acidente na estrada, ela e o filho foram salvos pelo bombeiro Taylor, este resgate foi o responsável pelas primeiras lágrimas que deixei rolar, foram momentos de pura angústia onde mais uma vez Sparks surpreendeu por nos mostrar que existem pessoas boas neste mundo.

Como podem ver, esta história é uma chuva de sentimentos, há amor de mãe, amor de amigo, amor ao próximo e claro o amor romântico, entre um homem e uma mulher. Taylor e Denise acabam desenvolvendo uma grande afeição um pelo outro, além disso, ele transforma-se na figura masculina que o garotinho nunca teve, o que aquece o coração daquela mãe, nesta hora vemos os primeiros passos de algo que poderia ser um final feliz, contudo Taylor não estava preparado para algo mais sério.

Depois de mostrar a relação e a história de Denise e Kyle, iniciar um romance entre o casal, Sparks abre espaço para seu protagonista, Taylor é um homem atormentado e o autor explora ao máximo seus traumas, mostrando que o resgate não foi aquele onde um bombeiro salvou uma mulher de um acidente, o verdadeiro resgate é o deste homem que carrega dentro do peito uma culpa imensa.

Eu gostei muito da forma como cada personagem foi apresentado e suas histórias pessoais contadas, Sparks os apresenta de maneira individual, mesmo quando suas vidas estão sendo entrelaçadas, nos dá um panorama completo de cada um, vidas além do romance. Há um pano de fundo bem tecido, personagens secundários tão presentes quanto os protagonistas, todos atuando de maneira singular para formar esta história que é uma lição de vida e esperança. Foram muitos os que me agradaram, admiro sempre a força das protagonistas do autor, mas seus mocinhos embora de muito caráter, me deixam bem irritada quando agem movidos pela mágoa, Taylor foi maravilhoso em certos momentos, mas um estúpido em outros, sei que ele estava sofrendo, mas porque estes homens precisam ser tão fechados? Tão teimosos? Nós aguentamos a carga, dividam conosco suas dores rapazes, quem ama conforta.

Fico toda emotiva com as obras do autor, gosto de ler seus romances carregados de dramas pessoais, são histórias humanas e reais,  entre minhas variadas leituras, têm um lugar especial, isso porque quem tem amor no coração sempre vai sentir afeição pelas histórias que Sparks cria, seja como mãe, mulher, filho, irmão, amigo… Enfim, há alguém ali que traduz nossos sentimentos, que é como a gente, além disso são histórias que valorizam caráter, gentileza, dignidade e várias coisas positivas, em suma é algo que nos faz sorrir, chorar e sentir.

Podem dizer que seus livros são sempre iguais, e mesmo concordando que existam elementos que estarão sempre ali, há também algo novo, neste livro foi uma relação de pais e filhos inspiradora, que ganhou mais significado ao ler a nota do autor nas últimas páginas, mais uma vez chorei. É isso mesmo! Tudo ganhou um significado ainda maior com os comentários de Sparks, a trama é muito mais realista do que vocês imaginam.

O Resgate fala de amor, redenção, segundas chances, esperança e coragem para lutar por nós mesmos e por aqueles que amamos.






2leep.com

18 comentários:

  1. Resenha linda! Parabéns ;)
    Não tenho nem o que falar, você disse tudo que eu senti, e isso inclui minha raiva pelo Taylor em alguns momentos da história....hahaha. Amo os livros do tio Nick, sempre os irei ler <3

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  2. Denise tem que continuar forte, mesmo com o problema do filho! Achei uma historia muito emocionante!

    ResponderExcluir
  3. Olá, adorei de verdade seu ponto de vista sobre a obra. Inclusive o mesmo, bastante positivo.
    Mas confesso que Sparks vem me irritando um pouco com todas as semelhanças presente na maior parte de suas obras. Porém pelo que você mencionou este livro parece diferente.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não sou muito fã do Sparks mas parece que ele fez um bom trabalho nesse livro, uma história bem emocionante. Creio que o menininho é o que mais cativa.

    ResponderExcluir
  5. Gente, que resenha linda. Me tocou bastante, até por que minha mãe está grávida e em um diagnóstico, deu que o bebê dela está com um pequeno problema de má formação na cabeça, e em algumas pesquisas que eu fiz, essa doença pode atrapalhar no desenvolvimento da criança. Enfim, gostei muito da história do livro, irei ler ele e além disso, irei indicar a leitura para minha mãe.
    Beijo,
    http://pactoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Fico na margem da confusão, uma hora ouço leia outra é ruim não recomendo D:'
    Ouço muito bem que ele sabe mesmo tocar no coração com seus romances, chorar antes de começar praticamente?... deve ser muito envolvente.
    Denise é batalhadora mesmo, me encantei com o amor em relação ao seu filho, ainda mais esse grade transtorno, que é muito complicado.
    Ah claro, fofo Taylor herói, imagino um pouco a cena.
    Gostei que o Nicholas desenvolveu bem os personagens, e deu bastante características e passados tristes e como são agradecidos.
    As vezes os romances são parecidos mesmo, mas é por que é do mesmo autor, então tem um pouco dele ali.
    Beijos Cida, eu realmente quero ler, tenho 4 livros dele aqui que comprei em combo, e não li até agora.
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Esse do Nicholas eu ainda não li, mas depois de ler a sua resenha, vou colocar o livro na minha lista de compras :D
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida!
    Eu chorei rios lendo esse livro e chorei de novo agora lendo a resenha rsrsrs... essa é uma das obras do Sparks que mais tocou meu coração, é realmente muito especial, espero que também seja adaptada para o cinema =)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida!
    Eu adoro os livros do Sparks... Ainda não li O Resgate, mas quero ler antes que saia o filme.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. O que mais me interessa nesse livro é ver como é o relacionamento da Denise com o Kyle, e o fato das pessoas dizerem, assim como você, que esse livro é meio diferente dos outros do autor.
    Amei a resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
  11. Confesso que tenho certo "preconceito" com o Nicholas por conta das inúmeras opiniões negativas sobre os livros dele, mas lembro que há alguns anos eu li "Um amor pra recordar" e amei. Acho que está na hora de dar uma chance ao sr. Sparks! O amor de uma mãe é sempre algo bonito de se ver/ler.

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  12. Sua resenha me deixou interessada por esse livro, mesmo não gostando (e tendo preguiça) do autor!
    Vai entrar para a lista dos próximos a ler. ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Cida!
    Eu adoro os livros do Sparks. Admito que alguns me decepcionaram muito, mas grande parte me agradou e ele é o autor do meu romance favorito (Querido John).
    Este livro dele parece ser ótimo. Fiquei super interessado após ler sua resenha e é bem provável que eu ame.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  14. oi flor, eu ainda não tenho este livro, é o único do Sparks que ainda não adquiri!
    Eu percebo que agora ele explora uma linha mais real, tratando a questão do amor romântico de forma mais natural, mas ainda sim emocionante!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Cida!
    Os livros do Tio Nick realmente exploram nossos mais íntimos sentimentos justamente por serem tão próximos da realidade.
    E como falou, esse livro é mais que especial por ser uma homenagem ao filhinho dele...
    Quando os sentimentos familiares de amor estão presentes, o livro se torna ainda mais que especial!
    Uma semaninha cheia de luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oiee

    Também gostei muito desse livro e é impossivel não se emocionar com o relato do autor nas últimas páginas eu amei muito e me fez até dar mais uma estrela por esse motivo.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Cida

    Eu era uma grande fã do Nicholas, até que seus livros começaram a me decepcionar e eu sou dessa que acham que suas histórias estão mais do mesmo. Faz um tempão que não me arrisco a ler nada do Sparks, nenhum livro dele me atrai. Posso até arriscar de novo, mas ainda não encontrei um livro para esse experimento.

    Beijos

    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  18. Eu ainda não li nenhum livro deste autor, mas morro de vontade, pois as resenhas dos livros deles são sempre ótimas e todo mundo diz que gosta.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!