[Resenha] Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo

Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo
Título Original: Aristotle and Dante Discover the Secrets of the Universe
Autor(a): Benjamin Alire Sáenz
Editora: Seguinte               Páginas: 392
Lançamento: 2014             ISBN: 9788565765350
aristoteles e dante descobrem os segredos_bx
 ||Compare & Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Dante sabe nadar. Ari não. Dante é articulado e confiante. Ari tem dificuldade com as palavras e duvida de si mesmo. Dante é apaixonado por poesia e arte. Ari se perde em pensamentos sobre seu irmão mais velho, que está na prisão. Um garoto como Dante, com um jeito tão único de ver o mundo, deveria ser a última pessoa capaz de romper as barreiras que Ari construiu em volta de si. Mas quando os dois se conhecem, logo surge uma forte ligação. Eles compartilham livros, pensamentos, sonhos, risadas - e começam a redefinir seus próprios mundos. Assim, descobrem que o amor e a amizade talvez sejam a chave para desvendar os segredos do Universo.
Quando comecei esta leitura eu imaginava que seria uma história sobre amizade entre dois jovens, algo leve e despretensioso, quem acompanha o blog sabe o quanto gosto de livros que trazem este tipo de relacionamento, mas eis que começo a ler e me surpreendo a cada página, é sim sobre amizade, mas não algo simples, é uma trama profunda e tocante, cheia de sentimentos.

“O problema da minha vida era que ela tinha sido ideia de outra pessoa”
Ari era um garoto caladão, que não se tinha em alta conta; melancólico e de poucos amigos, melhor dizendo, ele não tinha nenhum amigo, até o dia que conheceu Dante, aquele garoto sorridente e que demonstrava suas emoções com tanta facilidade. Ari que era fechado, ficava até constrangido com a espontaneidade de Dante, seria mesmo improvável duas pessoas tão diferentes se tornarem amigas, mas a mistura deu certo e a ligação que criaram foi forte, nem mesmo eles perceberam o quanto estavam ficando mais ligados a cada dia que passava, foi algo inevitável, juntos eles iriam descobrir os segredos do universo.
“Naquele dia aprendi duas palavras novas. Inescrutável… e amigo."

Os dois meninos são de origem mexicana e Ari é o que mais se aproxima de suas raízes, com uma natureza mais rude e séria. Em casa as demonstrações de afeto não eram muito evidentes, mas dava para ver o amor que existia naquele lar, porém a conversa não fluia bem, o pai, veterano de guerra, guardava em si a dor do Vietnã e ainda havia o problema do irmão mais velho que estava preso. Não se sabia muito sobre o caso, pois naquela casa o que machucava, não era falado. 

Ari vivia desesperado com o silêncio do pai, sentia-se distante daquele homem que tanto amava, e mais, tinha a necessidade de saber a história de seu irmão. Muitas vezes ele perguntou para mãe como ela amava o marido, no entanto, logo descobriu que era igual a ele e passou a aceitar a reserva do mesmo, admirar o homem mais velho.

E este menino é nosso narrador, talvez por isso seus sentimento sejam os mais explorados, mas no geral os dois meninos enfrentam o mesmo dilema, a questão do amadurecimento, eles querem ser tratados como adultos, mas não querem deixar de ser protegidos como crianças. Santa controvérsia da juventude! Ainda temos as escolhas que farão na vida adulta, garanto que não serão fáceis e lidar com seus sentimentos é o maior desafio, não vou me aprofundar nos motivos desta dificuldade, seria uma revelação da trama, mas posso dizer que nunca é simples entender nosso coração.

“Talvez pais e mães esquecessem que fazer dezessete anos às vezes era difícil, doloroso e confuso. E fazer dezessete anos às vezes podia ser um saco.”

Como eu citei, a história que achei que seria leve,  acabou sendo profunda, os personagens de Sáenz são intensos e bem construídos, complexos, inteligentes, feitos para serem sentidos, não vistos, eu fui envolta na gama de suas emoções e me senti dentro de seu mundo.,

Ari é meu personagem predileto, ao meu ver a estrela do livro, Dante é legal, mas o coadjuvante, mesmo ele sendo mais emotivo, foi o jeitinho reservado e contido de Ari que me conquistou, me comoveu com sua insegurança e tornou-se um amigo querido, gostava de fingir que não se importava muito com emoções, mas foi a pessoa mais amorosa do livro. Se eu conhecesse os dois, me daria bem com ele logo de cara, acredito que Dante com toda sua intelectualidade e liberdade, me intimidaria.

É um livro com uma história sensível, traz diálogos irônicos e sagazes, mas também consegue ser poético,  desafiando o leitor em cada página a entender a mensagem que o autor quis mostrar nas entrelinhas, abordando um assunto delicado e que gera muitas discussões, inclusive em família. Falando em família, é aqui que a obra se consolida, os pais de Dante e Ari são a cereja do bolo, mesmo tão diferentes na maneira de agir com os filhos e criá-los, em ambos os lares o amor transborda, eu me senti tão feliz por ver a força deste sentimento nestas páginas, de maneira tão pura, tão bela e cheia de respeito.

É uma leitura que flui tranquilamente e cheias de passagens bacanas, fiz tantas marcações no livro, que ficou cheio de post-its. O final caminhou para onde eu imaginei que fosse, embora em determinado momento eu tenha chegado a pensar em outro. Em suma, é um livro que nos motiva em nossa própria jornada de descoberta, valorizando sempre nesta aventura o amor e o respeito. 

“Por mim, o sol poderia ter derretido todo o azul do céu. Aí o céu seria tão infeliz quanto eu.”
“Tinha decidido que aquele seria o meu verão. Se o verão fosse um caderno em branco, eu escreveria algo bonito nele".”





Novas regras, não precisa comentar todo dia.
Participe do Top Comentarista com Sorteio. 
Ganhe marcadores e escolha o livro que quer levar. 

2leep.com

26 comentários:

  1. Muito bom conhecer esses personagens. Diferentes mais apaixonantes. A história que você mencionou aqui me conquistou e estou ansiosa pra saber mais dela. Vou ler, com certeza. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser bem sensível mesmo. Gosto de leituras assim, bem preciso dizer que tenho curiosidade em lê-lo.
    Parece ser mesmo uma história forte e com personagens fortes. Vou anotar na listinha, só não sei quando vou ler.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Muitas pessoas estão falando super bem desse livro ! Espero conseguir ler logo e compartilhar desse sentimento, haha *-*

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. nunca li um livro com a temática gay, pois li em outras resenhas que se trata um pouco desse tema e pelos seus elogios a construção da história acho que vou ler e espero ter a mesma leitura fluída e profunda que vc!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida,
    Li alguns comentários positivos sobre esse livro e por ele trazer a amizade como um dos ingredientes de sua trama, acredito que ele me agradaria.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente essa capa é linda, fiquei encantada *o*
    Fiquei curiosa porque é o tipo de história que eu não daria muito, mesmo tendo essa capa maravilhosa, mas é tão bom saber que ele se tornou uma história profunda e contem personagens tão bacanas.
    Vou adicionar a minha listinha.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogpsot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida,
    já tinha visto este livro pela capa por aí, mas nunca tinha lido uma resenha e confesso que acho que não iria curtir muito a leitura.
    vou deixar passar dessa vez.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler este livro, nunca li nenhuma resenha negativa sobre ele, o que mostra o quão bom ele é de fato.
    É muito bom quando os personagens te conquistam, e creio que Ari e Dante vão me conquistar.
    Curiosa para saber do interior de Ari e conhecer sua amizade com Dante e os mistérios que esta estória tem.
    Adorei os quotes escolhidos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Poxa, parece ser um livro bem sensível e bonito, talvez eu precise de lencinho ao ler? rsrsr Gostei do enredo e pela resenha, parece que o autor desenvolve bem os personagens, quem sabe atéindique para os sobrinhos adolescentes!

    Bjs, Michele

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Olá Cida,
    Já li algumas resenhas por aí e confesso que a principio fiquei muito curioso. Só que depois, já nem sei se quero mesmo ler, acho que não estou na vibe para ler livros deste gênero. Agora, se dependesse dessa capa eu compraria esse livro imediatamente, sério, a capa é muito bonito.

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Inferno!! Meu comentário sumiu!!!
    Vamos lá de novo.

    Eu tô doida por esse livro!! Sua resenha só me deixou mais louca ainda!!
    Vou comprar logo!! Lindíssimo!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie Cida =)

    Esse foi um dos melhores livros que li esse ano. A narrativa é simples e delicada e me emocionou bastante. O mais bonito na história para mim foi a forma como o autor trabalho o contexto familiar em especial do Ari. Com certeza é um livro que tem um lugar especial no meu coração.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  13. Oi Cida!
    Esse livro parece ser sensível e peculiar, com opostos que se atraem e se completam, e por falar em completar, essa capa é maravilhosa, não tem como não querer saber do que se trata a história.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  14. Oi, Cida!
    Estou looouca pra ler esse livro, sua resenha acaba de me deixar com mais vontade!
    A capa é linda e a história parece ser pura e tocante, bem o tipo de enredo que me prende e me marca! Tá na lista de futuras leituras! =D
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Cida,

    Eu gostei da sinopse desse livro e a capa logo de cara, não li nenhum livro com personagem mexicano, a qual é um país difícil, histórias de amizades sempre são belas, com certeza vou ler....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Quando vi esse livro pela primeira vez achei que tinha alguma coisa a ver com os famosos Aristóteles e Dante rsrs O livro parece ser interessante, deve ser muito bom acompanhar a vida desse dois meninos e a sua amizade mesmo eles sendo tão diferentes. bjs

    ResponderExcluir
  17. Amiga, quando solicitei o livro, o fiz com base nas mesmas impressões que as suas.. e daí fui lendo resenhas, vendo que não era bem por aí que a história se desenrolava e fiquei ainda mais curiosa para conferir a trama. Ainda não tive a oportunidade de ler, porque tenho outros tantos na frente, mas fico feliz de ter ele aqui. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  18. Pelo título eu não tinha me interessado muito pelo livro, mas pelas resenhas que eu venho lendo percebo que ele deve ser muito bom.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oiiiiiiiiiiiiiiiii
    Sou louca por esse livro desde o lançamento dele, mas ainda não consegui comprar...
    Sempre esqueço dele e trago outro pra casa... =/
    A historia é muito fofa!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  20. Louca por esse livro :[ mas nunca acho pra comprar aff

    ResponderExcluir
  21. "aristoteles e dante descobrem o segedo do universo" deve ser um livro lindo! fiquei super curiosa p/ le-lo. e conhecer esses dois garotos. o timido e o extrovertido. que juntos, irao "descobrir o segredo do universo".

    ResponderExcluir
  22. O livro fala se bastante da amizade, e de como pode mudar as pessoas e transbordar-las de sentimento. Tive mais simpatia por Ari, por ser um personagem mais sério, e parecer mais respectivamente comigo, a profundeza em histórias chegam a me emocionar muito, nos mexem com nosso interior. Adorei as quotes, são bem cheias de sentimentos, mas queria saber.. eles são apenas amigos mesmo? ou algo a mais? Adoraria uma história assim.
    Beijos, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  23. Oi! Adorei a resenha, estou com muita vontade de ler este livro. Adoro estórias assim, com todo o descobrimento e confusões da juventude. Concordo que, pela sinopse, parece ser uma estória leve e gostei de saber que é muito mais profunda. Fiquei curiosa para saber mais sobre os dois personagens e como eles lidarão com tudo isso. Deve ser mesmo lindo! :)
    Nome: Daniela Silva

    ResponderExcluir
  24. Muito bem escrita a resenha, mas acho que esse não seria meu gênero preferido!
    Parabéns pelo blog!
    Beijos
    www.moradadolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Olá,
    Ótima resenha, só contribuiu para que minha vontade de ler aumentasse mais ainda. Parece ser uma história bem reflexiva e ao mesmo tempo fofa. Espero ler em breve.

    att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Que livro diferente. Ao mesmo tempo que é fofo, é também profundo.
    Faz a gente pensar na vida e refletir sobre os núcleos familiares, sobre as diferenças e sobre os diferentes tipos de amores.
    Tudo isso, sob uma narrativa que instiga o leitor a ir além das páginas.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!