[Resenha] A Lista de Brett

A Lista de Brett
Título Original: The Life List
Autor(a): Lori Nelson Spielman
Editora: Verus                    Páginas: 364
Lançamento: 2014             ISBN: 9788576862390
A LISTA DE BRETT
 ||Compare & Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente. Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.

Um amor de mãe e filha que ultrapassou os limites da vida.

Quando vi A Lista de Brett foi amor à primeira vista, embora sejam as capas que me conquistem prontamente - e esta capa é linda demais -,  foi mesmo o título que me ganhou, li a sinopse querendo saber o que era a tal lista e fui cativada pela ideia de uma mãe, que mesmo após sua morte, queria ajudar sua filha na busca por sua felicidade.

A narrativa em primeira pessoa facilita a interação e a cumplicidade com a protagonista, logo nas primeiras páginas me vi com os olhos marejados, a dor que Brett demonstra pela perda da mãe é imensa, vemos uma mulher madura, no auge de seus trinta e quatro anos, dobrando-se no quarto da mãe, em lágrimas, como uma criança desamparada. Não há como não se sentir tocada naquele clima de luto. Brett sentia-se sozinha, sem rumo e mesmo a presença de seus irmãos mais velhos e das cunhadas, ajudou, nada parecia colocá-la de volta nos eixos e quando veio a leitura do testamento, tudo realmente desandou.

A emoção inicial que senti, deu lugar à revolta, mais uma vez dividi com Brett suas emoções, pois ela acreditava que herdaria a empresa da família e assumiria o lugar da mãe nos negócios, no entanto perdeu tudo e só receberia algo se cumprisse as ordens deixadas por sua mãe: realizar os desejos da lista que fez quando tinha quatorze anos de idade. Imaginem isso! Uma mulher madura precisando reviver seus sonhos de adolescente? E o pior, para isso precisando refazer a sua vida!

Brett teve que ir em busca de um novo trabalho, de um novo amor, enfim de uma nova vida, é terrível ver a maneira como sua mãe manipulou seu destino, eu que sou contra alguém lhe dizer como fazer as coisas, fiquei brava, mas depois, tal como Brett fui percebendo como isso foi certo para ela, já que a zona de conforto na qual vivia  não era felicidade, era comodismo puro.

Ler este livro foi mesmo como assistir um excelente filme, com cenas divertidas, outras de dar nos nervos e outras de muita emoção. Brett que relutou em seguir as ordens, que começou fazendo isso com mágoa, acabou se redescobrindo nesta jornada e achando dentro de si a menina valente e com vontade de viver que havia sido um dia, mas por causa de decepções e mesmo preguiça, acabou sendo esquecida.

A autora nos deu uma história cheia de surpresas, mesmo que tenha seus clichês em algumas partes, em outras seguiu por caminhos imprevisíveis. A própria vida de Brett não era nada daquilo que imaginávamos no começo,  ela descobre cada segredo de família de arrepiar, mas ao invés de desanimar, ganhou mais força para prosseguir. Confesso que não gostei nenhum pouco de sua família, exceto por sua cunhada Shell, os demais eu achei muito egoístas, incluindo aqui os irmãos.

Um ponto alto deste livro fica por conta da vida amorosa de Brett, vamos ter a oportunidade de conhecer junto com ela vários homens, alguns desprezíveis, outros encantadores e alguns misteriosos, aí eu ficava tentando descobrir quem seria o escolhido para terminar a lista ao seu lado, confesso que perto do final eu até sabia quem ia ser, mas antes disso, a autora me enganou direitinho.

Eu gostei de Brett, mas muitas vezes não aprovei a maneira como ela implorava por amor e era dependente da mãe, realmente precisava desfazer aquelas amarras e andar com suas pernas, mas ao mesmo tempo não consegui deixar de admirar o amor imenso desta filha. Em certas horas aceitou algumas coisas muito facilmente, em outras não, tomou péssimas decisões, mas Brett era muito humana, cheia de fraquezas e medos, por isso foi mais real e viva, além disso seu coração gigante, ganha o leitor.

Na luta para cumprir a lista e receber sua herança, em certo momento, Brett deixou de se importar com a recompensa final, pois, em cada passo deste caminho, foi achando seus tesouros, seja no momento que reatou com a grande amiga de infância, seja no momento que se encontrou na vida profissional ou até mesmo quando adotou um cachorrinho; Brett foi vendo sua vida tomar uma nova forma, aquela garota que achou que estava sozinha no mundo após a morte da mãe, construiu uma nova e grande família. 

O final do livro acontece exatamente onde tudo começou, a solidão dando espaço para a alegria e esperança, e claro, muito amor. A Lista de Brett é um livro sobre recomeços, sobre lutar por seus sonhos e nunca esquecermos quem realmente somos e mais ainda, sobre nunca deixar de lado a vontade de ser feliz. 






2leep.com

30 comentários:

  1. Oi, Cida!
    Que resenha linda! Eu amei a premissa do livro, ainda não tinha lido nenhuma outra opinião dele e sua resenha me fez ficar louca para ler. Adoro livros com mensagens positivas e de crescimento pessoal. Já coloquei na lista de desejos! :)

    Beijos,

    Rafa {Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  2. Cida, que resenha empolgante! Fiquei com muito interesse de conferir essa leitura, até porque a temática dela é uma das que mais tenho buscado ler atualmente. Me lembrou um pouco as tramas de Kristin Hannah, inclusive. Acho que vou gostar de conhecer Brett e de amadurecer com ela...

    Amei!! Vou marcar no skoob.

    Abraços.
    http://universoliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Sem dúvida a capa é linda demais.
    Gostei da descrição da história. Sua resenha está linda.
    Gosto de livros que passam alguma mensagem.
    Ahh ameii, entrou para listinha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi :)

    Assim como você, logo que vi esse livro nos lançamentos da editora, fiquei super ansioso. Estou muito feliz por você ter gostado, já que sua opinião é bem parecida com a minha. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. vc resenhou mais um dos meus desejados!
    fiquei encantada pela proposta e confesso que também imaginei como um enredo de filme!
    com seus bons comentários,estou ainda mais ansiosa para ler!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida!
    Que bonita resenha! Parece ser um livro divertido e comovente, gostei da premissa. =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!
    Ok., você realmente me convenceu; preciso ler esse livro urgentemente!!!
    Eu já havia lido a sinopse dele e já tinha ficado encantado. Ainda não estava totalmente convicto de que gostaria da leitura, mas agora... É leitura obrigatória!
    Pretendo lê-lo em breve e espero não me decepcionar.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  8. Eu não conhecia este livro, mas pela resenha o livro parece ser muito bom. A história parece ser muito interessante.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nao fazia ideia desse livro, de fato a capa chama bastante atenção. A historia realmente é linda parece se desenrolar bem pelo o que notei, gostei espero poder ler em breve pois e muito boa a historia.

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida,
    nossa não conhecia este, mas adorei, principalmente pelo ponto alto ser o romance rsrsrsr
    Adorei, vai para a lista de desejados :D

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  11. Adorei a capa desse livro *--* Fiquei com vontade pq pela sinopse me lembrou a história daquele filme "De repente 30" já q ela tem que "voltar a adolescência"

    http://cafeaatres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida =)

    Sabe, eu adoro visitar seu blog. Primeiro porque somos gêmeas literárias (hehe), todo livro que eu quero ler, você já leu ou quer ler também... Nossos gostos batem bastante. E outra, porque adoro suas dicas e adoro ler suas resenhas. De verdade, me sinto muito bem aqui.

    E não podia ser diferente com esta resenha. Amei, amei! Eu preciso ler este livro. Também me apaixono primeiro pela capa, depois pela sinopse, e depois pela história. E A Lista de Brett, parecer ser o tipo de livro que vou amar.

    Obrigada pela dica. ótima resenha!

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
  13. Hey Cida,
    A capa é bem linda, fiquei encantada.
    E a premissa parece ser bem bonita também.

    A parte da mãe nas primeiras páginas, deve ser tocante :'(

    bjs e uma ótima quinta
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  14. A capa é realmente lindíssima e pela sua resenha a história parece ser bem emocionante. Fiquei curiosa para ler.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida

    Que resenha linda! Só pela capa eu já ficaria mais do que convencida em lê-lo, mas depois de sua resenha, fiquei encantada.
    Pelo visto no início a história é um pouco triste, mas vai evoluindo assim como a vida da personagem.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  16. Cida, minha querida, amei sua resenha! Senti emoção nas suas palavras, envolvimento visceral com a leitura - anda que isso exija dor e amor, revolta e reflexão. Adoro quando uma leitura me propõe esse mix de emoções, isso prova o talento do autor e a empata dos personagens. Leituras que trazem algo mais para experimentar, que colocam o leitor no lugar do personagem, isso me fascina!
    Eu tb me apaixonei pela capa e pelo título, mas só levo pra casa com uma sinopse decente, ou depois de resenhas... assim como esta sua, encantadora, verdadeira, pontuada por observações relevantes. Sei o que vou ler. Depois volto pra contar.
    Beijoooooo!

    Minhas novas resenhas, livros que amei (adorarei saber a sua opinião):
    Ler para Divertir
    As Meninas que Leem Livros

    ResponderExcluir
  17. Oi Cida, tudo bem flor?
    Esse livro parece ser lindo e a dica está mais do que anotada, pois gosto de livros que de alguma forma mostra o crescimento pessoal dos personagens. Mais uma ótima resenha.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  18. Oie Cida =)

    Estou encantada pela sua resenha *-* Desde o lançamento esse livro vem me chamando a atenção, e saber que ele se trata de uma história tão tocante me deixou ainda mais curiosa.

    Linda resenha! Parabéns!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  19. Ah! Que lindo! Que emocionante! Que capa incrível!!
    E que absurdo que eu ainda não conhecia o livro!! Como assim??
    Adorei a resenha! Ai gente é fofo demais. Deu até um sentimento de vazio agora.
    Amei.

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Adorei a resenha, agora na lista dos livros desejados RSRSR
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie Cida
    mas já leu? você é uma máquina de ler, menina rs
    Eu solicitei esse livro, mas imaginava uma coisa totalmente diferente. Mas tem como não se apaixonar pelas suas resenhas?? Amei, e já fico aqui imaginando que vou curtir muito a leitura.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu leio no ônibus enquanto vou e volto do trabalho, e um pouco antes de deitar, aí rende bem a leitura Jacque e este livro eu tive que passar na frente, sabe aquele livro que te chama? Foi muito gostoso, mesmo, e leria outros da autora tranquilamente. Bjos!!!

      Excluir
  22. Oi Cida,
    Ótima resenha!! Achei o livro bem interessante e acredito que irei gostar de acompanhar Brett, na sua busca por um novo recomeço.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Ola Cida tudo bem? por sua linda resenha achei o livro perfeito para dar de presente para a minha mãe!

    <3

    Fiquei encantada pela historia, espero ter a oportunidade de ler em breve!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  24. Oi Cida, este livro já estava na lista pra ser comprado e a sua resenha acabou dando mais vontade de ler.

    http://quererdelivros.blogspot.com.br/
    Beijo

    ResponderExcluir
  25. Heey!

    A capa é mesmo linda, impossível não se apaixonar. Eu confesso não ter pensado por esse lado, mas realmente odiaria que alguém me dissesse o que fazer, ainda mais como "condição" para algo. Embora seus sentimentos pela Brett tenham sido um tanto controversos, acredito que eu vá gostar muito da personagem.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Realmente a capa desse livro é linda, mas o que me fez comprá-lo foi a sua resenha. Eu adoro livros com essa temática.
    Obrigada pela dica,
    Bjks

    ResponderExcluir
  27. Não conhecia o livro e a resenha me conquistou plenamente. Fiquei imaginando toda a evolução que a personagem teve após a morte de sua mãe.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  28. Sinceramente e tipo de livro que adoraria ler . Acho que que tem pouco de suspense que adoro . Sempre em livro e tbm em vida real acontece de ter a vida perfeita e derepente algo acontece e mudar tudo

    Blog Maluco ///// http://b-maluco.tk/

    ResponderExcluir
  29. Oi Cida!
    Apesar do elemento clichê de "você só receberá sua herança se...", o livro parece apresentar várias surpresas ao leitor. Assim como você eu inicialmente ficaria indignada com essa mãe manipuladora, mas parece que pelo visto ela acertou em cheio nas exigências que fez à filha. Já leu o "Procura-se um Marido"?
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!