[Resenha] Sombra e Ossos

Sombra e Ossos
Título Original: Shadow and Bone (The Grisha #1)
Autor(a): Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg       Páginas: 288
Lançamento: 2013               ISBN: 9788582350638
 ||Compare & Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
SOMBRA E OSSOS
Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter. A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras. Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.
Sombra o Ossos, primeiro livro da Trilogia Grisha, de Leigh Bardugo, me interessou por ter magia, eu não resisto aos mundos mágicos e suas mitologias fascinantes e posso dizer que não me decepcionei com o que encontrei neste livro.

A história começa nos apresentando dois órfãos, Alina e Maly, que vivem de favor na casa de um bondoso duque. Embora seja uma vida humilde e de muitas regras, os dois são felizes por terem a companhia um do outro, há um laço que os une fortemente e uma lealdade que irá guiar seus passos no futuro.

Naquelas terras, existem os Grishas, pessoas poderosas que dominam a magia de maneira única e até mesmo letal. Eles buscam entre as crianças do reino sinais de poder, e quando encontram, dão o treinamento necessário para que possam ajudar o reino. Alina e Maly foram testados, mas pelo visto não possuem poder nenhum, ambos crescem e seguem viajando pelo reino com o exército, sempre juntos, contudo, no dia que suas vidas são ameaçadas e quase morrem, Alina salva Maly com uma explosão de luz e os Grishas descobrem na garota um poder muito valioso, capaz de acabar com a Dobra das Sombras, o maior terror que aquelas terras já viveram. Alina é a mais poderosa Grisha que já existiu, seu poder comparado apenas ao do líder deles, o Darkling, ela é uma Conjuradora do Sol. Assim, do dia para noite, sua vida muda. Separada do melhor amigo é levada para viver sobre a proteção do temível Darkling, lá ela vai ter que aprender a usar seus poderes e salvar uma nação.

Sombra é Ossos possui uma trama interessante, comecei a leitura acreditando que fosse acompanhar a vida de Alina e Maly crescendo na casa do duque e no capítulo seguinte a autora já apresenta os dois crescidos e vivendo uma grande aventura, a seguir vira a vida da garota de penas para o ar e nos conduz por algo envolvente e muito dinâmico, a autora soube como prender com desdobramentos inesperados.

A magia criada por Bardugo possui uma mitologia original e criativa, é um universo exclusivo, tendo como pano de fundo um cenário medieval e jogos de poder. Vamos entendendo sua complexidade aos poucos, conforme Alina vai sendo treinada e se acostuma a ser uma Grisha, contudo, embora existam explicações, são poucas, eu gostaria de mais detalhes sobre a origem dos Grishas, seu modo de organização e poderes.

Nossa protagonista nunca teve uma vida fácil, é uma garota humilde e que fala o que pensa, mas nem sempre teve controle sobre seu destino. Ela me conquistou facilmente, seu jeito de ser franco e honesto, é o que a torna especial, admiro pessoas sinceras e verdadeiras, foi uma experiência deliciosa acompanhar o crescimento de Alina, como pessoa e personagem. Confesso que tive uma relação cheia de altos e baixos com a garota, mesmo gostando muito dela, sua ingenuidade e boa fé me tiraram do sério, quantos erros ela poderia ter deixado de cometer se tivesse sido mais desconfiada e até mesmo não tão nobre, mas no final, quando eu estava prestes a esquecer toda a admiração que senti por ela, Alina me surpreendeu e revelou possuir uma força e coragem assombrosas.

Cercada de luxo e conforto nos domínios Grisha do Darkling, Alina viveu sentimentos controversos, foi humilhada por sua origem humilde e teve que ter jogo de cintura para seguir em frente. Sua dificuldade em dominar seu poder é um mistério, havia algo que a impedia de ter sucesso neste campo de sua vida e posso dizer que razão e emoção explicam bem esse problema. 

Emoção essa que nos leva a sentimentos fortes e intensos, nossa protagonista ama seu melhor amigo Maly, embora saiba que não é correspondida, a frustração por estarem separados a conduz em uma outra direção, o Darkling. Surgiu assim um triângulo amoroso que me deixou tensa, os dois rapazes são interessantes demais, o Darkling é um sedutor irresistivelmente perigoso, aquele risco que queremos correr e Maly é segurança, pureza e doçura. Ai,ai! Que escolha difícil.

E mesmo com tantos suspiros, não deu para baixar a guarda, a intensidade da trama pede estado de atenção, Alina estava cercada de pessoa interesseiras e traiçoeiras, sinceramente não acreditei em nenhum ato de bondade vindo dos Grishas, todo o tempo eu esperava que ela fosse ser apunhalada pelas costas, sinceramente não consegui acreditar nem nos sentimentos do Darkling.

Assim vivi ótimos momentos durante esta leitura, é aquela trama que faz o coração bater mais forte a cada nova página, tem ação, aventura, mistério, romance e magia, tudo bem misturadinho. A protagonista amadureceu bem, mas ainda precisa vencer um grande desafio, não digo nem que seja derrotar os inimigos que ganhou com a descoberta de seu poder, isso ela vai conseguir, mas precisa vencer a si mesma, pois Alina não se aceita totalmente, não achou seu lugar no mundo, e somente quando isso acontecer, ela será capaz de ser a grande Conjuradora do Sol que está destinada a ser.

Narrado em primeira pessoa, é garantia de uma jornada sombria e perigosa ao lado de uma garota que poderia facilmente seu sua melhor amiga.



Desafio da Tradição - Livro ganhado
2leep.com

18 comentários:

  1. Apesar da resenha positiva eu não me interessei muito pelo livro. Eu até gosto de livros sobre magia, mas estou acompanhando duas séries atualmente então acho que por enquanto não consigo ler mais nada sobre esse assunto.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida, adorei a resenha. Faz tempo que escuto falar desse livro, mas até então não tinha me interessado. Legal saber que ele aborda a magia de maneira única, algo que adoro. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Que resenha ótima, não esperava muito do livro, agora fiquei interessada!
    Quantos anos tem os personagens? são adolescentes?

    Bjs,

    Pati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles têm em média 18 até 20 anos.

      Excluir
  4. Fiquei meio dividida quanto ao livro, acho que da primeira vez que li a resenha não gostei taaanto, mas agora li de novo e já me interessei mais pela história. Alina parece ser uma personagem muito guerreira e acho que o livro merece a minha atenção.

    ResponderExcluir
  5. Ganhei o livro e não sabia o que esperar dele. Gostei do que você disse.
    Vou tentar ler em breve, estou precisando de um mundo de magia!!
    Será que ela vai conquistar seu Maly??? Curiosa!!
    Adorei a resenha, como sempre!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu sou louca por livros de fantasia! Comecei a me interessar por este título especificamente quando vi ele em vlogs gringos. Logo depois anunciou o lançamento aqui. Achei a sinopse muito legal, e por ter alguma coisa de russo, o que algo totalmente novo pra mim.

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!
    Eu também adoro livros com magia, então lógico que quero ler este livro!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. no momento estou fugindo das séries...
    mesmo que estivesse a fim de ler uma o enredo criado para o livro não me atraiu
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Tenho este livro em casa, e está em minha meta de leitura.
    Eu não imaginava que tinha um pouco de romance assim da maneira que descreveu.
    Achei que seria uma coisa bem assustadora.. sei lá nem sei porque pensei isso..rs
    Gostei da resenha, pretendo ler logo.

    Blog: livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nome é meio sombrio, vai ver que por isso você pensou assim.

      Excluir
  10. OI Cida

    Todo mundo fala tão bem desse livro que não tem como não ficar curiosa. Eu estou um pouco saturada de livros que não são únicos e estou fugindo de toda essa coisa de magia, estou mais interessada em história mais próximas à realidade. Entretanto, não há como negar que a trama desse livro é bem interessante e atrativa. A mitologia e o personagem Darkling foi o que mais chamou minha atenção.

    Beijos
    http://mundo-de-papel1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida,
    Achei a trama interessante, acredito que essa mistura de ingredientes, mesmo o triângulo que não sou fã tem a capacidade de me fazer gostar do livro. Espero ter uma oportunidade de lê-lo no futuro.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu já conhecia o livro, e quando li a sinopse pela primeira vez eu já me senti atraída!
    A resenha foi tão positiva e instigante que vou até dar uma olhada nos preços do livro por ai pra ver se compro. Eu adoro livros com esse tema, e achei a mitologia bem original, mas ando afastada desse gênero um pouco e tá na hora de voltar a ler eles! rs
    Ah! Claro que fiquei curiosa pra saber mais do Darkling... quando você mencionou que ele é sedutor e perigoso é óbvio que já levantei a bandeira do time dele! hahaha

    Beijos.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é um perigo! Espero que leia e curta muito Fê! Bjos!!

      Excluir
  13. Oi amiga!!!
    Depois dessa resenha (apesar do medinho do triângulo), tenho que tirar o meu da estante, ler logo e partir pro segundo!!
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  14. Oi Cida =)

    Flor, só posso dizer: UAU! Primeiro pela resenha maravilhosa, segundo pelo livro. Faz bastante tempo que estou querendo ler ele (mais um), mas ainda não tive a oportunidade. Tanta gente falando dele e eu aqui chupando o dedo hehe.

    Lendo sua resenha tenho certeza que este é o meu tipo de livro. Foi muito bom conhecer mais sobre a história e os personagens. Adoro livros assim, com magia, aventura e sombrio. Tenho que ler logo!
    Você sempre dando ótimas indicações.

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!