[Resenha] O Príncipe da Névoa - #DesafiodaTradição

O Príncipe da Névoa
Título Original: The Prince of Mist (Niebla #1)
Autor(a): Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras                Páginas: 184
Lançamento: 2013                        ISBN: 9788581051222
30745769
 ||Compare & Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||

Em 1943, a família do jovem Max Carver muda-se para um vilarejo no litoral, por decisão do pai, um relojoeiro e inventor. Porém, a nova casa dos Carver está cercada de mistérios. Atrás do imóvel, Max descobre um jardim abandonado, contendo uma estranha estátua e símbolos desconhecidos. Os novos moradores se sentem cada vez mais ansiosos: a irmã de Max, Alicia, tem sonhos perturbadores, enquanto a outra irmã, Irina, ouve vozes que sussurram para ela de um velho armário. Com a ajuda de Roland, um novo amigo, Max também descobre os restos de um barco que afundou há muitos anos, numa terrível tempestade. Todos a bordo morreram na ocasião, menos um homem – um engenheiro que construiu o farol no fim da praia. Enquanto os adolescentes exploram o naufrágio, investigam os mistérios e vivem um primeiro amor, um diabólico personagem surge na trama. Trata-se do Príncipe da Névoa, um ser capaz de conceder desejos a uma pessoa, ainda que, em troca, cobre um preço demasiadamente alto.
Oi gente! Vocês já viram que resolvi me juntar com as amigas leitoras e fazer um desafio, "O Desafio da Tradição", baseado em noivas, casamentos e afins, onde vamos ler um livro novo, um livro velho, um livro emprestado, um livro ganhado e um livro de capa azul (leia a postagem completa aqui). O meu primeiro livro foi “o velho”, não que seja um livro caindo aos pedaços, é velho pelo ano de publicação original (1993), não pela chegada ao Brasil; olhando na minha estante foi o que vi mais antigo, eis aqui, O Príncipe da Névoa .

O Príncipe da Névoa não foi o primeiro livro de Zafón que li, mas é o primeiro livro que ele escreveu, uma obra voltada para o público juvenil, mas que não tem uma história fofinha e leve.

Quando li Marina, fiquei encantada com a forma com que o autor nos leva em uma viagem por sus tramas, não só pelo enredo, mas também pelos lugares em que tudo acontece. Você vê com clareza os cenários e é capaz de sentir cheiros, perder-se na névoa sombria que assusta os personagens e sentir o clima de emoção e energia que emana de seus corações.

Em meados de 1940, tentando fugir da guerra, o jovem Max Carver e sua família mudam-se para uma cidade beira-mar, lá vão morar numa bela casa que traz em suas fundações uma trágica história de morte, Max vê naquele local coisas muito estranhas, desde relógios que andam para trás, até mesmo um jardim de estátuas que mudam de lugar e vive envolto em uma névoa, além da presença de uma estrela de seis pontas nos locais menos prováveis. Curioso e corajoso, Max começa a buscar respostas para estas coisas e logo percebe que há segredos bem guardados naquela pacata cidade, que lá existem sim fantasmas, e que a maldade quer tomar conta de tudo. Ao lado da irmã mais velha e do mais novo amigo Roland, tenta impedir que a lenda ou não, de um tal Príncipe da Névoa, seja a causa de uma enorme tragédia.

Narrado em terceira pessoa, este livro é arrepiante e sinceramente pode te fazer perder o sono, Zafón insere em sua trama fantasmas, pactos sinistros, feiticeiros demoníacos e um grupo de jovens amigos muito cativante. Há muito mistério e suspense, isso é algo que me conquistou plenamente, além de tudo ser bem bizarro.

O autor não constrói seus jovens personagens com imaturidade, ele os faz como jovens conscientes e responsáveis, muito preocupados com o bem maior. São inteligentes e determinados, donos de uma força que muitos adultos não possuem. Além disso, ele não os poupa de verdades e da dura realidade das escolhas da vida, lhes dá dramas consistentes e grandes desafios em sua jornada.

O livro Marina é mais forte no quesito sentimentos e até mesmo mais bizarro, mas O Príncipe da Névoa também conseguiu me deixar com o coração apertado, Zafón consegue te fazer sofrer com os personagens, digo até que muitas vezes ele é cruel demais com os pobrezinhos, mas isso só enriquece sua trama, que vai ficando mais passional a cada virada de página, chegando sempre num desfecho de muito impacto.

Não pensem que é uma história complicada para ler, não mesmo, é um texto muito fluido, detalhista na medida certa, sem ser muito profundo, com um lado poético, algo que notei ser parte da escrita deste autor, na verdade você vê semelhanças entre suas obras, pequenos detalhes que o tornam familiar, embora Marina seja mais maduro, eu sabia que ambos tinham o mesmo pai, a sensibilidade, a cadência, é como um carimbo da personalidade do autor em cada obra, não são todos os autores que conseguem passar um pouco de si em seus textos, mas Zafón me deixa com a sensação de estar mais perto dele a cada livro lido, sinto como e ele estivesse ao meu lado contando sua história.

Gostei muito mesmo, foi uma ótima escolha para o Desafio da Tradição, agora preciso ler os outros livros dele que tenho aqui. 

Curiosidade: Primeiro livro do autor, na época ele não tinha uma editora e lançou a história em um concurso literário, que ganhou, é claro. Faz parte da Trilogia da Névoa, que conta ainda com O Palácio da Meia-Noite e As Luzes de Setembro.




2leep.com

18 comentários:

  1. opa vi a postagem do desafio em outro blog :) boa sorte com ele
    bom sobre o livro não parece ser uma leitura mega perfeita (pelo menos não pra mim), mas parece ser bem legal.
    acho que leria :)
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Oie Cida =)

    Esse foi o primeiro livro que li Záfon e apesar de ter passado um medinho rs... eu adorei <3
    A narrativa foi envolvente e o final de deixou meu coração partido. Mas, sem sombra foi uma leitura maravilhosa.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ane! Assusta mesmo e Marina mai ainda. Leia esse também.

      Excluir
  3. entendi o por que de sua escolha, confesso que não li nenhum do autor e pensava em começar por esse, mas só que antes eu só conhecia de nome, agora sei o que esperar da história
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada deste autor e fiquei curiosa para conhecer seu estilo de narrativa e escrita, parece prender muito o leitor. O enredo deste livro é muito interessante, gosto de saber que ele traz uma narrativa equilibrada, a estória parece ser bem construída e os personagens também. :)
    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Aaaai que desafio super legal e criativo. Adorei.
    Tenho Marina e esta série do Záfon pra ler aqui em casa. Mas queria muito começar a ler o autor por A sombra do vento, que todo mundo fala tão bem.

    ResponderExcluir
  6. Aaaai que desafio super legal e criativo. Adorei.
    Tenho Marina e esta série do Záfon pra ler aqui em casa. Mas queria muito começar a ler o autor por A sombra do vento, que todo mundo fala tão bem.

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida :)
    Own, Zafón! Ontem ganhei dois livros dele (O Prisioneiro do Céu e A Sombra do Vento) e estou mega empolgada para começar a leitura!
    Ainda não li O Príncipe da Névoa,mas morro de curiosidade. E fico ainda mais feliz por ver que vc aprovou. Ele já está na minha lista de desejados e espero ler esse ano.
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neyla! Não li os dois que você ganhou, mas falam que são os melhores do autor, se já gostei deste, acho que os outros serão favoritos.

      Excluir
  8. Oi, Cids! Desde que li "Marina" fiquei encantada com a escrita do autor, ele realmente tem uma forma única de escrita. Tenho muita, muita vontade de ler outros livros do autor, e "O Príncipe da Névoa" não deixa de ser um deles.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Oie Cida
    eu amo a escrita do Zafón. Sou louca para conhecer todos os livros dele, mas infelizmente só li um.
    Esse já estava na minha mira, agora vai para as prioridades do ano.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  10. Sempre tive vontade de ler este livro e sua avaliação me animou mais ainda.
    A sua descrição sobre a narração do autor também.
    Parece mesmo ser ótimo.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Cida!
    Ainda não li nada do Zafón *vergonha* mas achei interessante que, apesar de ser direcionado ao público jovem, a obra não é infantilizada e traz questionamentos importantes que agregam valor à leitura.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  12. Depois que li Marina, fiquei querendo ler cada um dos livros do Zafón. Gostei muito da escrita do cara! Quero ler O Príncipe da Névoa, mas acho que se fosse escolher um livro dele para ler agora acredito que seria A Sombra do Vento.

    Um beijooo, Livro Lab

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida =)

    Eu amei este livro.

    Como foi seu primeiro livro não está tão maduro, mas é um livro maravilhoso.
    No final fiquei com o coração partido. É triste e terrível ao mesmo tempo.

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
  14. O primeiro livro do Zafón que eu li também foi Marina e eu adorei, depois li a trilogia "adulta", O cemitério dos livros esquecidos e acabei de me apaixonar pelo autor, embora tenha gostado mais de um dos livros do que dos outros dois. Esse livro também faz parte de uma trilogia que eu acho que se chama trilogia da névoa, eu li esse e Luzes de setembro, que é o último, esses livros são os primeiros que ele escreveu e dá para sentir a evolução da escrita do autor desse para o último livro da trilogia, O príncipe da névoa é muito bom mas Luzes de setembro é totalmente apaixonante e eu recomendo muitíssimo.

    ResponderExcluir
  15. Adorei sua resenha amiga, faz tempo que escuto falar desse livro, mas ainda não li. Do Zafón só li Marina e me encantei com sua escrita e me surpreendi com a sua imaginação. Bom saber que este é tão bom quanto. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  16. Nunca li livro algum do Zafón, mas gostei muito desse, e pelos ótimos comentários vou atrás de ler a sinopse ou alguma resenha de Marina também ^^
    Adorei esse seu desafio junto com outras blogueiras :D

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!